1. Spirit Fanfics >
  2. Meu novo funcionário >
  3. Lábios rosados

História Meu novo funcionário - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii. Estava vendo umas indicações de livros em que o protagonista é um empresário frio e calculista mas se derrete quando a mocinha aparece.
A minha mente fujodashi pensou em algo um pouco diferente...

Capítulo 1 - Lábios rosados


Fanfic / Fanfiction Meu novo funcionário - Capítulo 1 - Lábios rosados

     Era só mais um dia normal. Um clima ameno e agradável para sair. Com exceção de mim que veio para uma porcaria de entrevista de emprego. Se não fosse pelas minhas irmãs, que dependem de mim...

         - Ichigo Kurosaki!- Diz um homem com cabelos brancos e um sorriso assustador. Eu me levanto e o sigo até a sala do presidente. Surpreendentemente é ele que faz as entrevistas. O cara a minha frente abre a porta.

               - Chefe Aizen? Esse é o último por hoje. - Diz. 

               - Entre garoto. - Diz o outro observando os papéis. Eu entro e me sento na sua frente. 

                  - Está dispensando Gin.- Diz Aizen. O de sorriso assustador acente com a cabeça e fecha a porta. 

                    - Bom, aqui está o meu currículo. - Digo passando os papéis para ele, porém acidentalmente toco as mãos deles e me espanto com a temperatura. Quente. Muito quente. 

                         - Está bem, Kurosaki?- Questiona Aizen. 

                         - Sim. Porque?- Digo. 

                          - Você ficou vermelho como um morango. - Diz Aizen pondo os papéis de lado e me fitando de maneira estranha. Fico um pouco constrangido com a presença dele. 

                 - Bom, você tem que analisar o meu currículo. Não a minha cara.- Digo sem me importar de acabar com as chances de ser contratado por essa empresa. 

                         - Interessante. Muito interessante. - Diz Aizen com a mão apoiada na mesa.

                        - O quê? Posso saber?- Digo com deboche. Aizen se levanta da cadeira e me puxa pela gravata para um beijo maravilhoso, sua outra mão acaricia meu rosto de maneira carinhosa.  Ele joga todos os papéis no chão e me puxa para cima de sua mesa. Ele solta a minha gravata e põe seus braços na minha cintura. Suspiro de prazer quando sinto nossos corpos colados. Ele é mais quente do que pensei. Meus braços estão a redor de seu pescoço , meus dedos passam entre os seus fios de cabelo que são lisos e macios.

                   - Mas o que?- Digo quando nos separamos por falta de ar . O que está acontecendo? Ele me beijou?! Sim! Não!! Eu gostei disso?! Sim?! Droga!! O que diabos está acontecendo?!!!

                   - Ichigo Kurosaki. - Diz Aizen me dando mais um beijo. Sua língua é quente e possessiva, seus lábios são macios e a sensação de prazer que me invade destrói o pouco de sanidade que possuo. Tiro a minha roupa, peça por peça até que fico totalmente nu. Aizen me encara com desejo, sem perder tempo ele masturba o meu membro enquanto dois de seus dedos lambuzados de saliva fazem movimentos de tesoura dentro de mim, ele me beija para me distrair da dor e lambe cada uma de minhas lágrimas. 

            - Ah. Ah! Ah! Aizen- Digo incapaz de suprimir os gemidos.Ter Aizen me tocando de todas as formas possíveis é demais para se manter algum controle. Seus dedos quentes acariciando meu membro e os outros me arregaçando é simplesmente maravilhoso. Não quero que isso pare nunca!  

           - Ah!! Ah! Isso! Mais fundo!!- Digo entre um beijo e outro. Aizen tira os dedos de mim. Resmungo um pouco ressentido. Porém ele me vira de costas e abaixa a sua calça. Sinto seu membro duro me roçando e começo a rebolar pedindo por ele. Sei que vai doer muito mais do que os seus dedos.  Mas o desejo que sinto é maior que qualquer medo. Aizen atende rapidamente o meu pedido. 

            - Ah! Desgraçado!!-Digo. Aizen sorri baixinho e diz no meu ouvido com uma voz tão sensual que minhas pernas ficam bambas:

              - Isso, não é jeito de tratar o seu chefe, Kurosaki. - Aizen tira todo o seu membro depois o enfia novamente dentro de mim. Arfo de prazer quando sinto entrar e sair de cima de mim. As estocadas vão ficando mais fortes e rapidas, conforme ele me masturba. A sala está se prenche com meus gemidos e minha respiração ofegante. 

                    - Ah! Ahhh.- Digo me derramando na mão dele. Aizen continua a me fuder sem dó nem piedade. Logo meu membro fica duro novamente. 

                      - Tão apertado. Tão gostoso. - Diz Aizen indo tão rápido que sinto suas bolas baterem em minha bunda. Empino ainda mais a mesma para ter o máximo dele dentro de mim. Cada estocada é para mim como um pequena dose de droga à um viciado. Não importe o quanto der, sempre anseia por mais e mais, até que seu corpo se quebre e sua alma se despedace.

                      - Mais rápido! Mais rápido!!- Digo enloquecido com a sensação de ser fudido de quatro. Nunca pensei que seria arrombado pelo meu entrevistador. Aizen passa suas mãos no meu peito e aperta meus mamilos enquanto beija a minha nuca me provocando arrepios. 

                               - Eu quero que você diga o meu nome.- Diz Aizen fazendo vários chupões no meu ombro, sua camisa está grudada de suor, seus olham brilham de luxúria e de sua boca escapam gemidos quase castos.

                      -Aizen-sama! Mais rápido! Aizen!!- Digo da maneira mais sensual possível. Acho que dá certo já que Aizen suspira e me fode tão gostoso que sinto que estou vendo estrelas no teto do escritório. 

 

 

 

               - Está contratado!- Diz Aizen depois de termos arrumado a o seu escritório. 

                 - Sério? - Digo.

                  - Você tem tudo que preciso em um funcionário. - Diz Aizen pondo os papéis de volta na mesa.

                    - Então você tranza com cada um que vem fazer a entrevista?!- Questiono. Ele sorri e diz com uma voz sincera. 

                     - Só tranzei com você, Kurosaki. 


Notas Finais


Bom é isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...