História Meu novo vizinho - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Pentagon (PTG)
Personagens E'Dawn, Hong-seok, Hui, Jin-ho, Kino, Personagens Originais, Shin-won, Woo-seok, Yan An, Yeo One, Yuto
Tags Gay, Homossexual, Jinhongseok, Pentagon, Pentagon (ptg), Romance Gay, Sexo Gay, Yaoi
Visualizações 79
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~ AVISO ~

Gente vocês necessitam ler isso, principalmente pra quem não sabe o que é.

Kimbap : O Kimbap é a versão do sushi japonês da Coreia.

jeotgarak: Os pauzinhos que usam pra comer sushi e entre outras cosias.

O capítulo de hoje terá culinária, então é importante saberem disso pra não ficarem confusos, espero que tenham entendido isso, se não pesquisem no Google, bye bye!

Capítulo 4 - Desculpas


- Jinho é pro seu bem! - Hongseok dizia ainda preocupado.

- Seu amigo tem razão! - Kino concordou.

- Ele não é meu amigo, é um conhecido que nem sei o que estar fazendo aqui, achorava melhor você ir embora. - Jinho disse se sentando ainda sentindo sua cabeça doer.

- Desculpa Jinho, eu... Vou embora. - Hongseok disse saindo da casa com uma expressão chateada.

- Jinho! Precisava falar isso? Ele ficou chateado sabia? -  Kino dizia 

- Eu não me importo. Eu apenas disse a verdade.

- O que? O que tá acontecendo com você? Ele apenas ficou preocupado! Você vai pedir desculpas!

- Vou nada. - Me orgulho era forte as vezes porém eu sentir muita dó do Hongseok.

- Vai sim, eu sou seu irmão mais velho!

- E essa é minha casa.

- Você as vezes é terrível! - Kino disse entrando no seu quarto e deixando Jinho de lado.

Ah, eu fiz besteira. Que merda! Agora eu Jinho terei que resolver meus problemas.

Jinho ficou um pouco no sofá e resolveu se levantar, ao se levantar se sentiu um pouco tonto, mas rapidamente passou e ele conseguiu andar, saiu de casa e parou de frente pra porta de Hongseok.

Não acredito que vou fazer isso... 

Ele apertou na campainha e ouviu um som de passos ao outro lado da porta, a porta foi aberta por Hongseok que estava com a expressão meio chateada.

- O que você quer Jinho ? - Hongseok disse curioso

- Posso conversar com você?  - Jinho dizia esperando um "Sim".

- Claro, entre. - Hongseok deu passagem para ele entrar, em seguida se sentou no seu confortável sofá, Jinho se sentou ao seu lado e respirou fundo.

- Me descula por aquilo, eu estava com dor e aquilo estava me estressando... Me desculpa Hongseok... - Jinho abaixou a cabeça e sentiu a mão de Hongseok em seus cabelos.

- Tudo bem Jinho, você comeu algo?

- Não.

- Gostaria de provar minha deliciosa comida? - Hongseok sorria feito bobo esperando a resposta

- Ah... claro! - Hongseok puxou a mão de Jinho até a cozinha.

- Você pode se sentar aqui! - Informou Hongseok apontando pra cadeira.

- Claro. - Jinho se sentou e observou Hongseok colocar seu kit avental e seu chapeu de cozinheiro.

Ele é extremamente atraente...

Hongseok ficou de frente para o fogão e começou a cozinhar algo.

Uou! confesso que ele tem uma bunda bonita, esse pensamento é tão errado... Nem sei o porquê de estar pensando nisso.

Hongseok soltou algumas risadas e Jinho ficou confuso.

- Gosta do que ver? - Perguntou Hongseok já sabendo a resposta.

- Que? Estou observando você cozinhar idiota! - Naquele momento Jinho ficou envergonhado.

- Claro que estar. - Hongseok falou sendo irônico e voltou a cozinhar.

Minutos depois Hongseok colocou a comida no prato, no prato colocou também dois jeotgarak e entregou a Jinho.

Kimbap!? Faz tanto tempo que não como isso... - Jinho ficou todo animado pra comer e esperou Hongseok.

- Você não vai comer? - Hongseok se sentou em uma mesa perto de Junho e observou ele.

- Eu estava te esperando.

- Awwn, que fofo! Mas eu não vou comer, quero te observar comer. - Hongseok apoiou sua cabeça e observou Jinho.

- Então tá. - Jinho segurou os dois  jeotgarak e com os dois jeotgarak pegou um Kimbap e colocou na boca, sentiu o delicioso gosto da comida em sua boca, seu desejo era comer mais e mais!

Hongseok cozinha muito bem!

- E esse sorriso aí? - Hongseok disse soltando uma risada - Muito bom não é?

- Com certeza! - Jinho sorriu e começou a comer rapidamente e começou a pegar logo outros.

- Você vai se engasgar Jinho! - Hongseok disse preocupado, a velocidade que ele comia era de assustar. - Meu Deus, imagina se tivesse com fome.

- Tem razão! - Jinho disse de boca cheia enquanto mastigava.

- Pela amor de Deus seja mais educado? - Hongseok odiava gente que comia de boca cheia, Jinho comia feito um porco!

- Mas é tão bom... - Jinho disse comendo mais alguns até finalmente acabar. - Terminei Hongseok! 

- Graças a Deus, não aguentava mais te ver comendo desse jeito, você parecia um porco!

- Você vai ver o porco na sua cara!

- Olha violência comigo, esqueceu que sou policial?

Policial!? Droga! Eu esqueci disso, mas acho que ele não seria capaz de me prender ou algo assim.

- Ser policial não significa que pode tudo!

- Tem razão, mas posso te mandar pra delegacia por agredir um policial.

- Você não teria coragem!

- Dúvida disso Jinho? - Hongseok olhou seriamente nos olhos de Jinho.

Parece que ele estar falando sério, eu não vou ariscar isso!

- Tá bom. Desculpa.

- Você caiu direitinho! - Riu Hongseok - Meu olhar sério fez você acreditar, eu não te levaria Jinho pra uma delegacia, a menos que tivesse aprontado algo.

- Entendir, e seus pais?

- Bom, fui para casa e encotrei minha irmã menor, jantamos e falamos de várias coisas, só que teve um pequeno problema.

- Que problema? - Jinho sendo curioso como sempre.

- Bem, entrei numa discussão com um primo meu, meus pais brigaram comigo e eu resolvi ir embora.

- E qual é o motivo da briga entre você e seu primo?

- Minha namorada me disse que ele estava trocando mensagens de safadezas com ela.

Namorada!? Estou chocado.

- Namorada!?

- Sim, namoro uma garota chamada "Hee-Young", ela tem 23 anos e possui cabelos rosa, tem uma pela branca e olhos verdes.

- Desejo felicidade ao casal, por que ela não estar com você agora?

- Ela teve que fazer uma viagem no Japão, sabe famílias, negócios etc. Conversamos apenas por mensagem.

- Deve ser difícil isso.

- Sim, é difícil. Moramos em França, mas estou pensando em morar aqui novamente, já morei aqui.

- Por que estar pensando em voltar?

- Eu gosto daqui, comida, costume, falas. Familiares e amigos meus moram aqui, eu nasci aqui entende?

- Sim entendo. Tenho que ir, acho que demoramos muito conversando. - Jinho se levantou

- Eu te acompanho até a porta. - Hongseok se levantou e acompanhou Jinho até a porta, Hongseok abriu a porta para ele e Jinho começou a falar.

- Hongseok, me desculpa mesmo. Não queria te chatear ou algo assim, as vezes sou grosso e perco o controle disso. 

- Estar tudo bem Jinho. - Sorriu Hongseok 

- Eu tentarei não fazer mais isso. Aliás acho que somos amigos sim, obrigado pela preocupação e pela comida. - Jinho se surpreendeu ao receber um beijo em sua testa.

- Até Jinho!

- T-Tchau... - Jinho ficou envergonhado e saiu rapidamente.

Não acredito que ele beijou minha testa, nem dei entimidade pra isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...