História Meu novo vizinho (Yoonmin) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Drama, Namjin, Vhope, Vkook, Yoonmin
Visualizações 98
Palavras 3.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola bolinhos como estão? espero que bem :3
Aqui está mais um capítulo para vocês, o tão mais esperado capítulo kkkk
Bom espero que gostem, não ficou tão bom assim, mas dá para o gasto :3
até o proximo...

Capítulo 40 - Tipo fogo


Fanfic / Fanfiction Meu novo vizinho (Yoonmin) - Capítulo 40 - Tipo fogo

Mesmo com aquele temporal em cima da gente, nossos corpos estavam quentes como fogo, nossas respirações desreguladas, e a chuva forte que caia aquela noite. 

Mesmo com aquela casa cheia de gente bêbadas, não liguei para elas, apenas fiquei ali olhando para Yoongi que se divertia em me provocar. 

- Não se preocupe Jimin, ninguém vai ver a gente - Sussurrou me puxando para mais perto da piscina. 

- Eu não estou preocupado com isso. 

- Ah não? - Levantou uma das sobrancelhas - Então sobre o que está preocupado? 

- Eu pareço? 

- Jimin - Riu fraco - Você viu como tava lá dentro - Se sentou na borda da piscina tirando seus sapatos e colocando seus pés na água - Aproveita, eu não vou te fazer mal. 

- Yoon você não me faz mal algum - Acabei por fazer o mesmo me sentando do seu lado - Você está bem?  

- Sim estou muito bem, por que? 

- Você está perto da piscina e até agora não surtou nem nada. 

- Verdade - Olhou para a água - Você sabia que poderíamos pegar um resfriado a qualquer momento?

- Mas foi você que me trouxe aqui - O lembrei. 

- Verdade. 

- Yoon você está realmente bem? - Ele me olhou por alguns segundos. 

Mas antes que eu pudesse falar algo ele veio para cima de mim me beijando com vontade e luxúria, e eu bobo nem nada retribui o beijo, senti o mesmo subi em cima de mim ainda me beijando e abrindo os botões de minha blusa, ele estava quente,e eu estava pior que ele. 

- Eu estou super bem - Sussurrou depois do beijo me olhando com aqueles olhos cheio de pecado, e naquele momento engoli em seco sentindo minha garganta secar, meu coração acelerar e minha respiração voltar a desregular. 

A chuva não era parecia nenhum problema naquela noite. 

As pessoas dentro daquela casa enorme não era nenhum problema naquela noite.

Nada naquela noite era um problema para mim. 

Yoongi saiu de cima de mim e retirou sua camisa de policial encharcada jogando do meu lado, deixando apenas com uma blusa branca fina sobre a pele, e sorriu divertido caminhando de costas até ficar a poucos centímetros da piscina, olhei para ele sem entender muito. 

O mesmo caminhou até dá um passo em falso caindo assim dentro da piscina, fiquei bastante preocupado, pois ele mesmo tinha falado que tinha medo de nadar em lugares com muita água, me aproximei da borda tentando achá-lo, estava escuro e não conseguia encontrá-lo. 

Desespero… 

- Yoongi? - O chamei preocupado - E-ei… - Tirei minha blusa deixando apenas uma preta leve, já estava me preparando para pular,  quando senti braços me puxarem para dentro da água. 

Quando fui ver, eu e Yoongi já estávamos encharcados um olhando para o outro… 

Ele estava rindo quando percebeu minha cara de desespero. 

- Nunca mais faça isso! - Falava me aproximando do mesmo - Você  me assustou…

- Desculpa - Sorriu colocando seus braços em volta de meu pescoço - A água está bom né? 

- Você não está assustado? 

- Não - Começou a rir. 

Eu não sabia se era por conta da bebida, mas ele parecia tranquilo com aquilo tudo, era como se ele nunca tivesse pânico de piscinas ou algo relacionado com a água em abundância, era como se ele sempre soubesse nadar e ele levava jeito com aquilo. 

Ficamos nós olhando por alguns minutos, seus olhos eram hipnotizantes, não só o olhos, o resto de seu rosto, por conta da chuva que caía sobre nós, tudo ficava mais intenso, de um jeito que não conseguia explicar, do jeito que só ele sabia fazer. 

Acabamos por aproximamos nossos lábios, começamos a nos beijar suavemente , sentia nossas línguas buscarem uma o outra em um beijo calmo e intenso, sentia a água abraçar nossos corpos. 

Acabamos por ajudar um ao outro, a tirar aquelas blusas que sobraram da fantasia, agora encharcada, e jogá-las para um canto da piscina, voltamos a nos beijar, envolvendo um ao outro em um abraço quente, agora o beijo era mais intenso, com mais fervor. 

O barulho da chuva e do nossos beijos, eram o único som que conseguia ouvir, era assim que eu me sentia ao seu lado, como se só existisse nós dois ali, mais ninguém para atrapalhar aquele momento. 

Yoongi me ajudou a tirar minhas calças me deixando completamente nu em sua frente, seus olhos percorreram cada centímetro do meu corpo, sentia meus rosto queimar, mas antes que eu pudesse fazer qualquer coisa, senti a parede da piscina tocar minha pele, e quando notei Yoongi estava completamente nu me olhando. 

- Hoje sou eu que vou estar no comando - Sussurrou em meus ouvidos, me fazendo arrepiar todo - Me avise se não tiver bom… 

- Tudo bem… 

Ele veio em minha direção, me abraçando e me beijando intensamente, senti seu corpo tocar o meu dentro da água, suas mãos passarem nas minhas costas, coxas entre outras regiões que me arrepiava todo o corpo, eu estava entregue a ele, o mesmo podia fazer qualquer que eu não iria reclamar.

Então acabei por envolver meus pés em sua cintura enquanto meus braços abraçavam seu pescoço, o mesmo parou o beijo me olhando, a chuva deixava o ambiente mais quente, mesmo que esteja realmente frio aquela noite.

 Percebi na hora o que o mesmo estava prestes a fazer. 

- Yoon… tudo bem, não se preocupe - Sorri passando meus dedos gelados em seu rosto. 

- Me avise se doer… 

Assim que ele disse isso, senti seu membro se encaixar em minha entrada, seus olhos procuravam os meus, eu apenas o olhava sorrindo para dar conforto, eu realmente queria isso, e tudo bem se doer, eu não ligava para mais nada, só queria que aquele momento durasse para sempre. 

Senti o seu membro me penetrar aos poucos, devo confessar que no ínicio não doeu, mas assim que ele penetra todo seu membro dentro de mim, senti meu interior queimar, e a ardência com o misto de dor veio logo depois, eu não esperava por isso. 

- Doeu? - Perguntou olhando em meus olhos. 

- Talvez? - Ri soprando - Mas pode continuar… 

Pensei que o mesmo iria fazer o que eu tinha mandando, mas me surpreendi com um beijo vindo do mesmo, calmo e profundo, fechei meus olhos correspondendo ao beijo sentindo sua lìngua procurar a minha, me entreguei tanto ao seus lábio macios, que nem percebi quando o mesmo começou a se movimentar. 

O mesmo começou a arfar, durante o beijo, quando o apertei para chegar mais perto. 

Aquela sensação de dor foi embora aos poucos, dando lugar a sensação de prazer, e naquela noite chuvosa, nossos corpos se juntaram se formando um só. 

Conforme o tempo ia passando, suas estocadas iam aumentando e indo mais profundo, sentia que a qualquer momento iria desfazer ali mesmo, acabei por me movimentar conforme ele me estocava, e aquele simples gesto fez a sensação prazerosa aumentar como nunca, seus lábios percorrendo cada centìmetro de meu pescoço, ombros, e a única coisa que eu conseguia fazer naquele momento era gemer seu nome em seus ouvidos. 

O mesmo me pressionou contra a parede da piscina, enquanto eu envolvia minhas pernas em sua cintura, meu coração estava batendo rápido, minha respiração estava descontrolada, eu queria mais contato, mesmo que naquele momento seria impossível. 

Parecia que o mesmo estava chegando em seu limite, quando senti seu membro pulsar sem parar, me separei dele olhando em seus olhos, eu não sabia se era por conta da água da chuva, da piscina ou se ele realmente estava suando, pois sua testa estava brilhando, poderia parecer nojento, mas não era isso que eu sentia, ele estava perfeito,  quando Yoongi ia sair de dentro de mim, não deixei, apertei mais meus braços em seu pescoço e minhas pernas em sua cinturas, ele ia dizer alguma coisa , mas voltei a beijá-lo colocando minhas duas mãos em seu rosto, e por fim senti ser preenchido pelo seu líquido enquanto nossos corpos se contraia ao mesmo tempo em que eu me desfazia naquela água.. 

 

Ah meu sonho de fazer sexo com Yoongi vestidos de personagens do meu livro foi realizado com sucesso! 

Ficamos abraçados por um momento ainda naquela posição, ofegantes, enquanto um descansava um no outro, a chuva aos pouco iam diminuindo, ou eu estava tão cansado que escutava o barulho diminuir aos poucos. 

O barulho da música de fundo ainda era alta, o barulho de pessoas gritando e falando uma com a outra, eu poderia falar que estava com receio de que alguém tenha visto, mas eu não ligava. 

Depois de minutos, Yoongi saiu nadando para o meio da piscina, mas eu não consegui mais me mover depois do que ele tinha feito, então ele voltou e me puxou rindo da minha cara, depois de voltarmos a nos beijar e fazer carícias um no outro decidimos sair da piscina, estava tarde daqui a pouco pessoas iriam vir para cá, e coitada da pessoa que pular nessa piscina depois da gente, não estou reclamando nem nada, longe disso, mas né? Pegamos nossas roupas as vestindo mesmo que molhada, e fomos para dentro da casa, na porta dos fundos. 

Eu queria ficar mais um pouco, mas sabíamos que não tínhamos tempo de sobra, a qualquer momento iriam aparecer pessoas ali, e infelizmente ainda existe pessoas preconceituosas pelo mundo, e isso nenhum de nós ali queria presenciar uma delas. 

No caminho até os quartos, Mike veio falar com a gente, dizendo que vai passar a noite no quarto de uma das meninas, se é que vocês me entendem, Jungkook capotou no sofá com certeza iria ficar ali até amanhã, já Taehyung e Hoseok se trancaram no quarto que eu compartilho com o Tae, tentei abrir e estava realmente trancado, e minha chave para piorar estava nas minhas coisas. 

É parecia que não era só a gente que resolveu brincar de brincadeiras adultas hoje… Ah o que eu estou falando? Ainda não caiu a ficha que eu fui o ativo hoje a noite e que eu amei aquela sensação… 

- O jeito é você dormir hoje comigo vizinho - Brincou abrindo a porta de seu quarto - Tudo bem para você? 

- Tudo ótimo Vizinho - Sorri entrando. 

Quando eu fui tomar um banho, aconteceu algo que eu não estava preparado, Yoongi entrou junto completamente nu dentro do Box, e eu fiquei olhando para ele desacreditado enquanto passava sabão pelo corpo e me olhava dando de ombros enquanto sorria divertido. 

- Não vem falar que veio aqui para economizar água… 

- Não, foi para te ver pelado novamente - Falava aquilo sério me fazendo rir - O que? Jimin você é muito gostoso. 

- Você ainda está sobre efeito da bebida? - Sentia meu rosto avermelhar. 

- Não, estou sóbrio o bastante para dizer isso - Me olhou dos pés a cabeça se aproximando. 

Bom, não precisa falar que acabou acontecendo novamente naquela noite né? 

Vou lhe dizer uma coisa. 

Ser fudido pelo Yoongi novamente pela segunda vez naquela noite, dentro de um banheiro minúsculo, enquanto a água quente caia sobre a gente, sendo pressionado contra o vidro do Box, ver a minha respiração bater e voltar para o meu rosto e ver seu reflexo todo concentrado pelo vidro do box… Era a sensação mais deliciosa do mundo…

 

Yoongi naquela noite estava como chamas. 

Eu estava como chamas de um fogo ardente. 

Éramos como fogos. 

Eu e ele éramos como fogos.. 

Aquela noite era como fogos. 

Como fogos de artifícios. 

Que acabou cedo demais. 

[°°°]

 

No dia seguinte, as pessoas estavam indo embora para suas casas, mesmo que a gente tivesse só no máximo três dias ali, mas eu consegui ficar mais uma noite, Jungkook teve que voltar, dizendo ele que era por conta do tribunal, Taehyung e Hoseok também ficaram, as meninas foram embora não faz muito tempo, agora aquela enorme casa estava parecendo vazia demais comparado a ontem a noite, mesmo que tenha até que bastante gente, de quase duzentas pessoas para somente quase cinquenta era uma quantidade absurda.

Eu estava no meu quarto, Taehyung concordou em trocar de quarto com o Yoongi, fiquei bem feliz na hora, e eu ainda continuo, nada aumentou, ainda mais quando falaram que a gente iria esquentar marshmallow em um tipo de fogueira improvisada nos fundos da casa. 

Isso seria demais para a nossa última noite nesse lugar. 

Agora ninguém tinha nada para fazer, iríamos apenas ficar de boa, sem fazer muito apenas relaxar até a noite. 

Para passar o tempo, resolvi responder alguns e-mail dos meus pais, e talvez escrever mais um pouco, mas vamos dizer que não foi bem assim que aconteceu. bem na hora em que eu ia escrever um capítulo Yoongi chega e se senta ao meu lado olhando para a tela do meu notebook com as páginas em branco. 

- O que está fazendo? 

- Eu… 

- Você iria terminar de escrever sua história policial? - Ele parecia interessado - Se quiser eu posso sair - O mesmo já estava se levantando, mas eu o impedi. 

- Pode ficar - Sorri receoso - Na verdade eu iria sim escrever, mas eu não sei ainda como começar. 

- Em que parte você parou? 

- Quando um dos personagens vai pedir desculpa para o seu “Namorado” não assumido. 

- Hum… Eu como não sei nada, não posso dar minha opinião - Sorriu fraco - Mas você pode... 

- Te contar a história? - Quase gritei o assustando - Quer dizer… 

- Não precisa Jimin - Riu um pouco - Mas você pode falar alguns trechos da sua história? - Se deitou do meu lado enquanto abraçava minha cintura - Eu gosto de escutar sua voz quando eu vou dormir. 

- Você quer que eu conte uma história para dormir, só que a minha? - Ele concorda - Ok, eu posso fazer isso. 

- Sério?

- Escolhe o nome dos personagens. 

- Eu?

- Sim - Sorri constrangido - Eu ainda não tenho um nome oficial… 

- Pode ser nossos nomes mesmo - Fechou os olhos - Mesmo que a gente não combine muito com eles né?

- Excelente ideia! - Exclamei sorrindo aliviado. 

Ou ele falou aquilo sem querer ou ele leu minha história sem saber. 

- Bom, vamos ver aqui uma parte… 

Acabei por pegar um trecho aleatório,  mas acabei por engolir em seco quando reli por cima. 

- Pode ser esse parece interessante - Yoongi falou calmo ainda sem abrir os olhos - Não vou julgar. 

Tudo bem - Sorri forçado - Bom vou começar...

 

“Você quando entrou na minha vida, foi como uma erva daninha entrando no meu jardim, mesmo que eu corte ela, no dia seguinte ela estaria ali para me atormentar, então o único jeito seria cortá-la pela raíz certo? 

Pois bem, não foi isso que eu fiz, mesmo que você seja bem grosseiro e insensível às vezes, eu aprendi a conviver com você, no início eu pensei que era por conta do trabalho, mas aí percebi, que na verdade foi por conta da sua personalidade azeda, eu estava curioso sobre você, então tentei aprender como lidar com suas atitudes, eu poderia muito bem ter ficado na minha, não me envolver com pessoas como você que só pensa em si mesmas, mas eu não quis assim, meu coração não quis assim… E ao invés de ter cortado a erva daninha logo da raíz do meu jardim, deixei ela crescer e agora estou presa em suas raízes, não estou dizendo que é sua culpa nem nada, eu sabia onde eu estava me metendo, eu mesmo me avisei dos perigos que era me envolver com você, mas eu não me escutei, acontece… Agora estamos assim… cada um foi para lados opostos e tudo acabou, se eu pudesse voltar no tempo e cortar a maldita pela raíz, tudo ficaria bem certo? 

Ah caro policial que eu tanto amo, por que você foi fazer umas coisas dessas? 

Espero que tudo se resolva, e volte para o seu lugar, que você quando voltar, volte como uma linda flor de cerejeira em meu mais imenso jardim… "

 

Parei de ler aquilo já sentindo o nó na minha garganta, eu tinha esquecido do que eu tinha escrito nesse dia, o dia em que eu e  Yoongi ficamos separados por algum tempo por causa da Michan, eu estava realmente mal aquela semana. 

- O que achou? - Perguntei olhando para o mesmo - Yoon? - Ri fraco vendo que o mesmo estava dormindo fundo, coitado estava tão cansado - Ah descanse minha pétala de cerejeira - Beijei sua testa e voltando a digitar no notebook, na parte em que eu tinha parado ontem. 

 

“Yoongi sentia como se seu coração fosse partir a qualquer momento, seu companheiro estava agora saindo da sala de investigação, ele sentia que se não fosse falar com o mesmo naquele momento perderia tudo que alcançou naquela jornada complicada que esteve com ele, ele não sabia como aquele idiota fazia o seu coração e o seu ser em si agir daquele jeito.  

O detetive já havia falado sobre ele ser um jardim e Yoongi entrar do nada e adoece-lo com suas ervas daninhas, e nesse dia foi uma briga feia que deixou eles sem se falar até aquele minuto, mesmo gostando do comportamento do Policial, Jimin se sentia sufocado pelo mesmo já que ele era bastante agressivo e ciumento, se sentia em uma prisão, essa foram suas palavras para o policial que na hora não ligou e saiu da casa batendo a porta e deixando um Jimin todo chocado com aquela briga. 

E prometeu para ele mesmo que só iria voltar a falar com o detetive assim que ele pedisse desculpas pelas palavras que o mesmo soltou. 

Então Jimin disse que só iria falar com o mesmo quando, o policial visse o quanto o mesmo estava completamente errado e que mudaria seu jeito de ser, que ele não queria mais só diversão, ser tratado como objeto de prazer, queria ser amado como as outras pessoas. 

- Jimin? 

- Hum? - O detetive olhou confuso para aquele ser todo ofegante em sua frente - Qual o problema? 

- Nossa já na defensiva? 

- Não estou para conversa - Cruzou os braços - Se veio a procura de sexo, vá procurar em outro lugar. 

- Jimin… 

- Não; 

- Eu só vim pedir desculpas. 

- Não… Oi? - Ele havia escutado direito?

- Desculpas, eu estava errado esse tempo todo… e eu queria que você me ensine. 

- Te ensinar? 

- Eu nunca amei ninguém em minha vida toda, eu queria saber como é… e eu acho que de algum jeito eu estou conseguindo… - Colocou a mão no peito - E eu estou adorando a sensação - Sorriu fraco deixando algumas lágrimas escaparem. 

- Policial… 

- Me ensine a amar Park… "

 

Olhei para a tela sentindo lágrimas se formarem, fechei o notebook o guardando, eu estava surpreso por estar chorando daquele jeito por causa de uma simples história inventada, o que estava acontecendo comigo?, e de repente sinto mãos me abraçarem por trás, olho ainda com lágrimas no rosto para Yoongi que me olhou preocupado. 

- Jimin? 

- Ah merda - Sorri limpando as lágrimas - Yoongi você não sabe o quanto eu te amo sério, ah cara você é demais. 

- Ei… 

- Desculpa, eu não quis chorar - Ri fraco. 

- Jimin - Se sentou na minha frente - Olha para mim… Você é o amor da minha vida todinha, eu vou ficar com você para toda vida ok? Eu te amo - Sussurrou beijando minha testa - Tudo bem… 


Ah como eu amo um homem… 
Talvez eu esteja spo com medo de que um dia… Eu perca ele novamente e dessa vez ninguém correr atrás um de novo, mais uma vez… 


Notas Finais


eai gostaram?
quando eu fui terminar esse cap, não sei o que deu em mim para fazer algo tão melancólico assim hahaha, talvez seja por que na hora eu estava bem para baixo, mas tudo bem agora, bom até o próximo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...