1. Spirit Fanfics >
  2. Meu ômega (Bakudeku - Katsudeku) >
  3. Aceito!

História Meu ômega (Bakudeku - Katsudeku) - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Yooooo amores! É eu sei! Demorei demais! Mas calma! Calma gente!* desvio de uma panela* Não joguem panelas em mim! Machuca sabia?!
Então eu... *levo uma panelada na cara*
Okay... Sem brincadeiras agora.... Eu sei Demorei para postar! Então.... Oque aconteceu? Eu escrevi esse capítulo umas quatro ou cinco vezes e eu odiei o rumo que eu mesma estava escrevendo para a fic... Então... Esse Cap é bem curtinho mesmo, mas o próximo! Vai sair uma Maravilha! Kkkk alguém imagina oque vai acontecer no próximo? Eu não! Sou Santa!
Acho que é apenas isso mesmo! Aproveitem e quando menos esperarem... Vou postar o próximo! Kkk só não vou dizer quando! E bem... Talvez o próximo Cap seja o último... Não sei ainda...
Bom... Desejo uma boa leitura a todos! Espero que gostem!
Desculpem qualquer erro💙

Capítulo 10 - Aceito!


As horas se passaram em um piscar de olhos e logo já era hora de voltar para casa. Todos os alunos da sala abraçaram Izuku em uma forma de conforto.

Mas por algum motivo... Já se sentia completo apenas com o loiro por perto!

Agora o alfa e o ômega estavam de mãos dadas a caminho de casa quando avistaram uma mulher... A quanto tempo não via a rosada?! Parecia que anos tinham se passado.

- Bakugou! Midoriya-Kun! - A felicidade era nítida na voz da beta que faltava pular no pescoço de ambos para um abraço.

- Mina?! - O loiro falou surpreso ao ver a amiga por ali, não que não tenha gostado de vê-la, apenas não esperava.

- Eu mesma! Vim ver como estão... Já que se dependesse da mula empacada aqui nada iria mudar! - Mina falou debochando da demora do amigo em relação ao esverdeado. Conhecia toda a história, assim como Kirishima, Denki e Sero... A única diferença era que nem ela nem Sero estudavam com o loiro. Logo, não tinham muito contato com ele e nem muitas notícias.

- Vai se ferrar Mina! - O loiro falou revirando os olhos mas mesmo assim sorriu concordando com a amiga. Realmente parecia uma mula empacada em relação ao seu pequeno.

- Nem me vê direito e quando eu apareço é isso oque eu recebo.... Pobre de mim! - Falou a rosada em tom de deboche.

- Dramática como sempre! - O loiro revirou os olhos.

- Eu disse que iríamos nos encontrar não disse?! Eu disse! - A rosada riu dando pulinhos de alegria, ambos riram da agitação da garota.

- E vocês dois! Ficam tão fofinho juntos! - A beta sorriu enquanto apertava as bochechas do esverdeado, falando com uma voz fina, como se estivezse falando com um bebê...

- Deixe as bochecha dele Mina! Pelo amor de Deus! Vai machucar o meu Deku! - Bakugou falou fingindo uma expressão brava e ouviu o ômega suspirar em alívio quando teve as bochechas liberadas.

- Ui! Seu? - A rosada sorriu maliciosamente deixando o menor com o rosto completamente vermelho.

- Cala a boca vai! Vamos logo embora! - O loiro falou rindo da maneira fofa que o esverdeado ficou... Todo vermelho e envergonhado.

- Como sempre continua com os belos modos de sempre! Não sei como você aguenta ele Izuku! Esse aí! Parece uma bomba ambulante! - Mina falou debochada vendo o olhar que o loiro lhe lançou.

- O Kacchan não é sempre assim! Ele é muito... Fofo quando quer! - Izuku falou brincando com as pontas dos dedos.

- Só quando quer mesmo! E só com você! - O alfa lançou outro olhar para a beta que pouco se importou com a leve ameaça do amigo. - E esse apelido? É tão fofinho! Não combina nada com esse aí! - A beta sussurrou no ouvido do ômega que riu levemente.

- Eu ouvi! - O loiro falou com os olhos semi-cerrados.

- Problema seu! - Retrucou a rosada mostrando a língua de modo infantil.

- Vocês dois parecem duas crianças! - Enquanto ambos trocavam algumas patadas o esverdeado gargalhava infantilidade dos dois. Um pouco mais por parte do loiro....

- Aliás! Eu tenho um pedido para te fazer Deku! - O loiro parou subitamente de andar deixando o esverdeado confuso. Aquele lugar era perfeito! Estavam em uma pracinha, quase vazia, dado ao horário que era!

Era realmente uma linda visão o cenário perfeito para esse pedido! A brisa batia levemente na cerejeira, dela caiam algumas pétalas lentamente, e o por-do-Sol deixava a vista ainda mais bela, com um tom alaranjado.

O alfa começou a se ajoelhar na frente do esverdeado, lágrimas surgiam nos olhos do pequeno. Era realmente oque estava pensando? Deus! Esse alfa vai lhe matar do coração!

- Eu sei que já tivemos muitos problemas, por que eu fui um completo imbecil e não confiei em você! Mas eu não quero mais brigar! Não quero me afastar de você nunca mais! As coisas que aconteceram apenas serviram para abrir os meus olhos... - O maior segurou a mão do ômega entre as suas, a rosada que observava tudo, pulava de alegria ao ver finalmente o loiro pedindo a grande paixão dele em namoro! E o ômega, não sabia como reagir se não fosse com as inúmeras lágrimas que escorriam pelo seu rosto. - Eu não quero mais ficar longe de quem eu amo! E é por isso que eu estou aqui! Deixando o meu orgulho de lado, para ter uma chance de ser feliz ao seu lado e te fazer infinitamente feliz! Sei que não sou muito bom com palavras, mas... Você... Aceita namorar comigo? - O nervosismo tomou conta do loiro que apertava levemente a mão do ômega entre as suas. O esverdeado por sua vez não tinha palavras para descrever como estava feliz ao ouvir as doces palavras que o alfa lhe dissera, e sua única reação foi abraçar o loiro enquanto chorava de felicidade.

- É claro! É claro que eu aceito Kacchan! Eu te amo! - Assim que o maior ouviu tais palavras, não pode descrever o tamanho da felicidade que invadiu seu peito. Apenas sabia que amava o pequeno que lhe abraçava fortemente.

- Aleluia! Achei que iriam ficar empacados igual duas mulas! E cadê o beijo? - Mina falou rindo tirando altas gargalhadas do esverdeado e do loiro que se levantaram e selaram seus lábios em um selinho demorado.

- Eu te amo meu Deku! - O alfa falou apertando o esverdeado em seus braços.

- Eu também te amo Kacchan! - Se o esverdeado fosse um balão já teria explodido de tamanha felicidade.

- É... Fiquei de vela! - Brincou a rosada, sorrindo ao ver a felicidade de ambos... E sinceramente não achou que viveria para ver essa cena! Quem diria não é?

- Agora vamos para algum lugar que eu possa encher a minha barriga! - A beta falou arrancando algumas risadas dos dois, o loiro roubou um selinho rápido do esverdeado e voltaram a andar de mãos dadas...

Não sabiam como suas mães reagiria ou até mesmo seus amigos... Mas a única coisa que importa era estar com a pessoa que amavam! 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Até o próximo! Kiss de cereja❤❤🍒😘😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...