História Meu Omega Para Sempre - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Katsuki Bakugou, Midoriya Izuku (Deku)
Tags Abo, Bakudeku, Bakugou, Bnha, Boku No Hero Academia, Deku, Família, Kacchan, Katsudeku, Midoriya, Yaoi
Visualizações 325
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Só uma coisa antes de ler: Coitadinho do Kacchan

Capítulo 6 - Denovo?!


Fanfic / Fanfiction Meu Omega Para Sempre - Capítulo 6 - Denovo?!


[POV Bakugou]
 Esse cheiro esta me deixando louco, quando senti que Deku estava no cio eu quase pedi o controle, tive sorte de conseguir levar ele a tempo, agora é nossa hora eu esperei por muito tempo, meus sonhos finalemnte se tornaram realidade e terei filhoes com o Uke que eu mais amei na minha vida, quando estva quase perdendo o controle mas tive sorte que cosnsegui chegar a tempo e pelo visto nenhum alfa conseguiu me seguir ou ficaram com medo de me seguir por eu ia matar eles, eu entro em casa e tranco a porta e escuto Deku reclamar:
- Esta doendo, Alfa *falo Deku suando*
- Eu sei, Deku, ja vai acabar *falo colocando Deku num tipo de cobertor gigante que ocuapva a maior parte da casa e começo a beijar ele, vendo o Deku soltar pequenos gemidos e isso estava me deixando fora de controle, então rasguei a roupa dele vendo ele me olhar com raiva *desculpe, mas não não aguento mais *falo indo para o pescoço dele e começando a morder e a beijar deixando o pescoço dele com muitos mordicas que provalvelmente iriam deixar marcas amanhã, comecei a descer e a ir para os mamilos dele e começo a lamber e a chupar esse mamilos rosados imaginando quando começaram a sair leite e isso me deixou mais duro ainda, então dei uma mordida no seu mamilo e puxando ele vendo Duku soltar um grito de prazer*Calma, ainda nem começei *falo antes de abocanhar o outro mamilo e fazendo o mesmo vendo ele gemer alto, depois de deixar seus mamilos bem vermelhos começo a beijar sua barriga onde carregaria meus filhotes então começei a morder e lamber suas gorduras, desculpe vou confessar tenha um PEQUENO fetiche por gorduras elas são tão fofos principalmente as do Deku, depois de morder e beijar as lindas gordurinhas do Deku começo a tirar a calça de Deku depois de tirar a calça vejo que a cueca dele estava muito molhada, e isso me deixou muito excitado que até começou a doer meu penis, o lubrificador natural dele começou a fazer muito efeito, mas pensei que estava muito cedo então peguei umas das coxas dele e começei a dar beijos e a morder vendo que uma das minhas mordidas começou a sair sangue, então pensei que meus dentes estão começando a crescer me deixando super feliz, não vejo a hora de marcar o Deku e ter ele só para mim e ter filhotes com ele, estava tão dentro do meus pensamentos que sem querer dei uma mordida muito forte na coxa de Deku só percebi quando ele soltou um grito de dor* Desculpe meu amor* falo dando uma lambida na mordida que fiz para amenizar a dor, então decedi deixar as coxas de lado para não machucar mais as coxas dele, dei uma lambida no penis ainda por cima de cueca vendo ele soltar um gemido alto, então tiro a cueca dele vendo o seu membro saltar para fora e vendo Deku gemer em alivio e me fez soltar uma risada e abocanhar seu penis inteiro, foi tão rapido que Deku não sabia nem como reagir enquanto eu fazia um boquete para ele, começei a tirar minha calaça por que não estava aguentando mais, depois de tirar minha cueca pego meu membro e começo a me masturbar e isso me fazia soltar gemidos beixos, com a unica mão que sobrou minha coloquei meu dedo dentro da entrada de Deku vendo ele saltar em prazer, como ele ja estava lubrificado não precisava molhar o dedo comecei a fazer movimentos de vai e vem como dedo vendo Deku tampar a boca então parei tudo e falo para ele *nem pense em colocar a mão na boca para abafar esse gemidos lindos, ou eu para tudo agora *falo vendo ele tirar a mão da boca e a usar para agarrar o cobertor então coloquei minha boca no seu membro denovo e colocou mais dois dedos na sua entrada vendo ele gemer alto  * Ka..chann * ele geme meu nome provavelemnte um sinal de que ele vai gozar então para de chupar ele e vejo ele me olhar com raiva e isso me faz soltar uma risada *você realmente achou que eu ia deixar você gozar agora? nem pensar* Falo me ajeitando pegando suas coxas e deixando emcima do meus ombros pegando meu penis e coloco na entrada dele, eu não estava aguentando mais então entrei de uma vez dentro dele e isso fez eu e ele soltar um gemido alto e isso fez Deku me agarrar me apertando um pouco me fazendo gemer também * Ainda continua apertado.. *falo numa voz manhosa e ouvindo ele me mandar uma cala a boca me fazendo rir começei a estocar vendo ele gemer alto e isso me fazia gemer também, começei a morder e a chupar seu pescoço deixando mais vermelho do que ja estava fazendo Deku gemer mais ainda quando vi que meus dentes estavam afiados dei uma mordida forte no pescoço de Deku e fazendo ele soltar um gemido de dor depois comecei a lamber porque estava saindo um pouco de sangue, depois de limpar dou um beijo nele e percebo que eu e ele estavamos quase chegando no limite, quando chegamos no limite meu nó apareceu denovo mas agora é para ficar, estava tão ansioso para ver meus filhotes que pena que iriam demorar um pouco, fiquei parado por ums 30 minutos sentindo meu nó fazer o trabalho e olhando Deku respirar fundo que por incrivel que pareça não desmaiou só estava bem cansado quando meu nó saiu cai do seu lado, eu estvaa acabado e pelo minha visão Deku também estava mas uma frase faz eu repensar sobre isso * Quero ir denovo * Falo Deku me fazendo olhar para ele com os olhos arregalados, é claro que eu não ia negar isso ja que meu dever como Alfa satisfazer meu Ômega, então peguei ele colo o fazendo sentar em mim e enfiei de uma vez nele vendo ele soltar um grito de prazer começei a estocar ele rapido vendo ele soltar gemidos e a descansar a cabeça no meu ombro, quando eu estava no limite deu uma estocada forte nele fazendo meu nó vir denovo e Deku me deu uma mordida no ombro que doeu um pouco, depois de 30 minutos meu nó se desfaz e eu caiu no cobertor ainda dentro do Deku e com Duku emcima de mim, eu estava completamente acabado com zero de energia, eu só queria descansar um pouco para amanhã continuar * Quero ir denovo* Fala Deku emcima de mim com um sorriso
- DENOVO?! *deu um grito de surpresa* Meu senhor, essa noite vai ser longa *falo soltando um suspiro e vendo Deku dar uma risadinha*
[CONTINUA...]
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...