1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Padrasto-Vkook >
  3. Cap.49

História Meu Padrasto-Vkook - Capítulo 49


Escrita por: e Meteore


Notas do Autor


Sorry a demora , iria postar ontem de noite , mas acabei por receber meus amigos aqui e tals , então não deu , a Net também não colabora em nada , vontade de quebrar ela toda ... 🙄
.
.
Sorry pela demora 🙃❤️

Capítulo 49 - Cap.49


Fanfic / Fanfiction Meu Padrasto-Vkook - Capítulo 49 - Cap.49

P.O.V JUNGKOOK

*5 Meses depois*

(...)

Muito tempo se passou , minha barriga só cresce a cada dia , claro , estou grávido , Taehyung está trabalhando por um período na empresa da Omma dele , fico um pouco sozinho , mas sempre tem minha Omma que vem me visitar , meu appa vem de vez em quando vem com a minha omma , mas o mesmo anda trabalhando muito , A dois meses atrás Taehyung foi pagar o trabalho da empregada que ficou aqui , fiquei com ciúmes mas nada demais.


A cada dia fico mais ansioso de ver meus bebês , um medo grande que percorre em meu peito e invade minha mente de um jeito insano , mas nada que eu possa fazer , eu já estava com 7 meses de gestação , e nunca descobri qual é o sexo dos bebês , sempre que vou fazer ultrassom o médico não consegue definir exatamente o que é , provavelmente seja hoje que irei descobrir junto de Taehyung , meu nervosismo só aumenta.


Taehyung anda planejando o nosso casamento junto com os meninos , fico feliz por isso , mas será quando eu tiver 9 meses , pode ser arriscado para mim e para os bebês , é o que eu penso , mas nada pode impedir Taehyung e eu. Meus pensamentos sobre tudo estão complexos que nem consigo entender direito , mas nada que não possa ser resolvido , a cada minuto que passa meu coração dispara , a cada ponteiro rodando me deixa doido , eu realmente estou muito nervoso.


Algumas horas antes minha Omma estava comigo , me ajudando a fazer comida , já que sinto ânsia de vômito quando sinto cheiro de alho ou qualquer outra coisa , Taehyung até pediu para contratarmos uma empregada , mas não queria , agora não , quero fazer tudo sozinho , quero fazer o quê qualquer outro homem faz , não quero ser dependente de pessoas , odeio isso.


Mas ela tinha coisas para fazer em casa e no escritório , então ela foi embora , e aqui estou eu , em casa esperando o Taehyung chegar do trabalho , não aguento muito tempo ficar sentado aqui esperando , é muito chato.


Estava pensativo quando a porta se abre revelando o Taehyung de camisa social , gravata , calça , e seu terno em suas mãos , estava soado , claro , o calor que essa cidade está , não sei como estou aguentando ficar de camisa larga , e calça moletom bem larga também , que calor. Quando Taehyung se aproxima de mim o bebê começa a chutar , com isso , dou um gemido baixo pela dor em minha barriga.


Taehyung logo pega em meu rosto e beija minha bochecha , fecho meus olhos apenas sentido os bebês agitados em minha barriga , toda vez era assim , era só Taehyung chegar perto de mim que eles começavam a se mexer desesperadamente , com certeza um deles iria ser bem apegado a ele.


--Eles ficam bem agitado né ?--Pergunta Taehyung com uma de suas mãos em minha barriga e outra em meu rosto , dou um leve sorriso pelo ato do mesmo , Taehyung a cada dia fica ansioso pelos bebês e pelo casamento.--Hoje será um grande dia.


Taehyung da o seu sorriso quadrado que tanto amo de ver todos os dias. Apenas riu com o seu comentário e vou andando até a porta de casa onde sou acompanhado pelo Taehyung atrás de mim , vou andando em passo lentos até o carro , Taehyung me ajuda um pouco , já que sinto dor nas costas , essa gravidez está me matando de todos os jeitos , agora eu afirmo , mulher sofre demais.


Entro no carro com ajuda de Taehyung e logo me sento , não boto o cinto , porque aperta muito minha barriga e dói demais , se eu não estou nem preparado para quando eu estiver 9 meses , Aiai , mas vida que segue. Taehyung entra e liga o carro dirigindo o mesmo até o hospital para fazer o ultrassom.


P.O.V TAEHYUNG

O caminho todo foi um silêncio , estava muito pensativo sobre o meu futuro , e principalmente com a chegada de meus filhos , ando trabalhando loucamente , mas sempre tenho um tempo para Jungkook , pedi para a Omma dele vir visitar ele algumas vezes quando ela poder , não quero ser aquele app que não tem tempo para ver os filhos crescer , eu quero poder brincar com eles , poder cuidar , sabe aqueles appa's que trocam fraldas e bota para dormir ? Eu quero ser igual a eles.


Mas tenho que cuidar da empresa por enquanto , já que minha Omma estava viajando para Portugal , fazendo algumas assinaturas internacionais , para o melhor de nossa empresa , hoje o dia foi bem chato e cheio , vários relatórios para ler e assinar , minha secretária não estava me ajudando , toda hora era reunião de presidentes de outras empresas , resumindo : Fiquei lendo vários papéis e assinando , era tudo tão chato.


Apesar de quando eu era criança queria seguir os passos de meu appa , de ser o dono daquela empresa , mas quando tomei a realidade do mundo , isso é muito cansativo , muito chato , muito preocupante.


Quero dar atenção ao meus filhos e Jungkook , ele anda tão sozinho desde que voltei a trabalhar na empresa , percebo que o mesmo anda meio que triste , mas deve ser apenas a falta de presença de alguém por perto , mas isso tudo irá passar com o tempo.


Estou planejando tudo para o nosso casamento , será uma coisa inesquecível tanto para mim quanto para ele , tudo será tão perfeito e tão lindo , espero que ele realmente goste , será surpresa o casamento mas tudo irá dar certo.

(...)

Estava perto do hospital quando vejo Jungkook botar uma de suas mãos em minha coxa , apenas voltei a dirigir em direção ao estacionamento que ficava bem perto da entrada.


Estacionei e desci do carro e fui ajudar Jungkook , já que o mesmo sente um pouco de dor nas costas por conta da barriga , então ajudei o menso entrar no hospital , nós tínhamos horário marcado , então era só entrar e ser atendido pelo médico. Entramos e ficamos sentados na recepção , até que o nome de Jungkook é chamado , fomos direto para a sala de ultrassom onde o médico já estava nos esperando.


Dito e feito , lá estava ele sentado esperando por nós , O médico se alevnta e vem em minha direção dando um aperto de mão em uma forma gentil de ser , logo após ele aperta a mão de Jungkook que dá um sorriso largo e bem feliz , fico apenas parado , até que vou ao banheiro junto com o Jungkook para ele poder se trocar.


Mas sou impedido já que o mesmo disse que não precisa de ajuda , então me sentei na cadeira esperando Jungkook para o médico começar o ultrassom.


--Você se preocupa muito com ele né ?--Pergunta o médico , olhando para mim e depois para o banheiro onde Jungkook entrou. Olho para ele e logo respondo.


--Claro , ele está grávido e amo ele.--Respondo um pouco frio para o mesmo , mas nada que não passe do normal.


--Ok , desculpas pela pergunta , é que o clima estava um pouco estranho.--Fala ele dando um sorriso largo e bem divertido , apenas assunto e continuo.


--Realmente , mas não se preocupe , climas estranhos dão bons em alguns momentos.--Falo sério e depois dando um sorriso forçado , então me ajeito na cadeira e vejo Jungkook sair do banheiro.


--Vamos começar Jungkook?--O médico se alevanta e vai até o mesmo , fico inquieto e pensativo , apenas tento me acalmar e não mostrar reação entre os dois. Jungkook se deita na maca e logo após vem uma enfermeira e passa um gel na barriga de Jungkook.


Logo após o médico passa um aparelho em sua barriga , e logo após fico de pé e vejo os bebês na telinha da pequena tv , eles estavam um pouco grandinhos , um do lado outro , fiquei tão feliz , que não consegui e comecei a chorar de emoção , Jungkook pega em minha mão e chora também , da última vez que vinhemos aqui eles estavam quietos , mas hoje eles estavam agitados , agora eles mexiam muito.


--Boas notícias.--O médico olha para nós dois e logo continua com sua frase.--Bom , é um casal , uma menina e um menino.


Nessa hora meu coração apertou ainda mais , um casal correndo pela casa deixando eu e Jungkook um pouco elevados , seria tão lindo , um casal da gêmeos na casa , no final das contas minha Omma tinha razão , que seriam um casal , um menino e uma menina , deveria ter escutado ela , eu queria tanto um menino , para podermos brincar , e agora que tem uma menina será bem mais divertido , pelo menos eles irão se entender , espero.


Jungkook apertou ainda mais minha mão e apenas assenti , caíram mais lágrimas de meu rosto , amo tanto ele e agora com dois lindos bebês chegando , um príncipe e uma princesa , uma felicidade invade ainda mais meu peito , vontade de cuidar até o resto da minha vida , um agrande amor se acumula ainda mais em mim.

(...)

Saímos do hospital felizes pelo resultado , agora é só falar para nossos amigos e familiares e principalmente minha Omma , que no final de tudo ela tinha razão sobre a gravidez de Jungkook , mais tarde irei ligar para ela , pois temos que comprar roupas e várias outras coisas para os bebês.


Estava pensando em Jungkook escolher o nome da menina e eu escolher o nome do menino , ainda irei falar sobre esses assuntos , a real é que estou muito ansioso e feliz sobre os sexos dele e dela. Estávamos voltando para casa depois de comprar várias roupas , comprei vários lacinhos para a bebê , mas não irei vestir ela como uma bebê normal , ela será mais aquelas bebês que usam aqueles looks estilosos , o menino também , já que é o Jungkook que escolheu as roupas dele ,quero tanto vestir ele e ela com essas roupas que compramos. Voltamos para casa e guardamos tudo no closet dos dois , tudo tão perfeito para receber os dois do jeito que ela e ele merece.































Continua ?!


Notas Finais


Foi pequeno pq estou aproveitando a Net e porque daqui a pouco tenho coisas para fazer , entoa não vai ter aquela coisa toda no final ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...