História Meu passado!!! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Bullyng, Homofobia, Preconceito, Racismo
Visualizações 5
Palavras 1.124
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aqui está só uma demostração de alguém que não sabia o que fazer sozinho, mas quando alguém te ajuda você sente que tem de ajuda esse alguém...

Boa Leitura!!!

Capítulo 1 - Bullying


Quando eu era um jovem rapaz, eu era aquele garoto que nerd da sala, eu me importavam tantos com os estudos que eu nem pensava em namoradas. Então fiquei na minha até a metade do ano no 3º do Ensino Médio, sempre vinha os alunos que se exibia por ser os populares da escola e só vinha em minha direção para me ameaçar ou para rouba alguma coisa de mim, pois eles sabias que eu não faria nada.

- Ola nerd, cade o meu deve de casa?? Dizia Marco me prendendo contra a parede.

- Que deve? Eu não fiz nada, pois isso é direito seu não meu. Eu falava irritado, mas ele me alevantava mais alto.

- Você é bem atrevido não é galera. Diz Marco para os amigos.

- Claro ele é bem mais atrevido do que os outros. Diz Andre rindo.

- Cara vamos o diretor tá vindo ai. Alertava Jonas que fingia sair sem nada ter acontecido.

- Que caras de pau. Eu dizia arrumando meu uniforme que estava amassado.

- Concordo contigo. Diz Maria Eduarda atrás de mim concordando com o que eu disse.

- Oi Duda, você esta ai a quanto tempo? Pergunto olhando minha amiga a me encarar.

- O tempo exato para vê o que aqueles retardados estava fazendo com você, mas se você não fala para o diretor sobre isso. Diz Maria Eduarda seria.

- Mas como posso fazer isso sem provas?  O diretor iria querer essas provas de agressões físicas e verbais. Digo olhando para ela que estava procurando algo em sua mochila.

- Tive uma ideia. Diz Maria Eduarda pegando seu celular.

- Pra que isso? Digo sem confuso com a ideia.

- Eu irei grava mais ele vai pensar que eu estarei ouvindo música entendeu. Diz ela pegando o fone e colocando em seu ouvido.

- Boa então vamos fazer. Digo isso e vou em direção a minha sala.

Depois de 4 horas fazendo redações e resumos a três aulas acabam vou em direção ao meu armário guarda meus livros para ir ao intervalo. Mas os três aparece e começa a me encher, mas Duda estava filmando tudo e eles nem se tocava e diziam:

- Olha galera o nerd esta arrumando seu armário de mocinha hahaahaha. Ria Marco pelo fato de meu armário está organizado.

- Me deixem em paz, algum dia vocês irão se arrepender pelo o que fizeram comigo e com todos. Digo e vou embora mas Andre me puxa pela gola da blusa e me prende contra a parede.

- O que você disse seu... Seu... Seu. Diz Andre ainda me segurando.

- Se vocês ousarem machuca-lo irão para em outra escola. Diz Duda com o celular em mãos e indo para a sala do diretor eles a segue.

- Se você mostra para o diretor, ira sentir o que é apanha por um homem. Dizia Jonas ameaçando Duda.

- Eu não tenho medo de vocês seus machistas. Dizia ela indo rumo a sala do diretor.

Mas quando ia entra para fala com o diretor eles a pega, e levam ela para a sala de limpeza, eu os sigo, e aproveito que eles estava distraídos com ela, e fui até a sala do diretor. Chegando lá eu vejo conversar com dois alunos, mas para assim que me vê e fala:

- Guilherme, o que deseja. Diz ele estranhando meu rosto que estava apavorado.

- Os garotos... Pegaram... A Duda. Digo com falta de ar pelo fato de eu ter corrido até aqui.

- Quem pegou ela. Diz ele estranhando isso.

- Andre, Jonas e Marcos. Digo isso e ele me segue até lá.

- Mas pra que eles a pegaria?? Diz o diretor espantado.

- Por minha causa. Digo desanimado.

- Como assim por sua causa? O que eles fazia com você. Pergunta correndo para a sala de limpeza comigo para que eu possa fala.

- Eles fazia bully comigo pelas suas costa e a Duda veio tenta me ajuda gravando um vídeo para mostra para o senhor, mas ela acabou falando sem querer e eles a pegaram e levaram para a sala de limpeza. Digo resumindo os acontecimentos

- Ok depois falamos sobre isso agora vamos mais rápidos antes que aconteça algo horrível com ela. Diz ele correndo para chegamos mais rápido. 

Chegando lá vamos até a sala de limpeza e vemos ele bater em Duda logo vou e dou um soco em Andre que estava a bater em Duda fazendo sair sangue de seu nariz pela força descontrolada. 

- Quem você pensa que é em seu nerd das quintas. Diz ele se espantando pelo soco que recebeu.

- Ele é um cara bem corajoso para me alerta que sofria bullyng dos garotos que fingia ser seus amigos na frente dos adultos e quando viramos as costas ele sofria muito. Dizia o diretor entrando na sala de braços cruzados.

- Você já abriu o bico não foi seu. Dizia ele antes de ser interrompindo pelo diretor.

- Ele só fez o que alguém de bem faria falou algo para proteger a amiga dele ou por a casso ele tinham que ficar vendo sua amiga em perigo com uns psicopatas covardes. Diz o diretor pegando o celular e começa a digita uns números para alguém, mas eu aproveitei e ajudei Duda e fui direto pra enfermaria.

Chegando lá a enfermeira se espanta e começa a fazer um curativos enquanto ela fazia isso vou rumo a sala do diretor. Entro na diretoria, vejo os três lá me encarando com um olhar mortal e o diretor esperando eu depor as feridas que eles me fizeram. Depois de 2 horas eu termino e ele da uns folhetos para eles assinarem, mas o que era engraçado eles assinaram sem lê o que aquilo se tratava.

Assim que os pais deles chegaram, não irei mentir deu uma dó, mas só se tratava de um belo castigo que eles merecia. Depois das chegadas dos pais deles e do depoimento que eu dei para o diretor e ele ter passado para os pais, mas como os pais certinhos são nunca vem os erros que seus filho pode causar.

Mas depois disso eles saíra da escola, e foram para outra cidade, mas cada um foi para uma cidade diferente, e eu que nunca tinham me importado com namoro acabei casando com a Duda, e somos felizes, temos dois filhos, e os ensinamos a sempre contar com gente para tudo, até mesmo por coisas sem noção, pois pais são para isso mesmo ajuda seus filho em tudo.

Bullyng é crime isso tem que para, pois ninguém merece passar por isso e se você sofrer conte para um adulto ou para seu amigo eles podem te ajudarem!!!

Fim...    


Notas Finais


Espero que tenham gostado e que isso vire um ensinamento para todos!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...