História Meu Pecado é Amar Você - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Eldarya
Tags Amor Doce, Anime, Eldarya, Ezarel, Nevra, Vakyon
Visualizações 32
Palavras 1.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Capítulo 14- Preocupação por ela


Fanfic / Fanfiction Meu Pecado é Amar Você - Capítulo 14 - Capítulo 14- Preocupação por ela

P.O.V EZAREL

Já era noite e Paola ainda não acordara, a poção que Hideki colocou no peito esfaqueado da mesma já viera fazer efeito, virou uma cicatriz, mas o Demônio já estava fora de perigo o que me deixava um pouco tranquilo o fato dela não acordar me deixava muito preocupado, sua respiração estava regular e nenhum sinal que ela estava em estado de perigo como horas atrás, eu andava de um lado para outro, não parava quieto, eu fazia de tudo para não olhar a garota, AGH ELA É DEIXA LOUCO.

 

-Mmm...? –olhei para Paola ela estava acordando, graças ao oraculo, seus olhos tentavam abrir, mas estava com dificuldade, alguns segundos depois ela demonstrou que já conseguia enxergar, seu olhar intenso se dirigiu a mim, me deixando corado e desviando o olhar.

-Ezarel? O que aconteceu? –paralisei, falar para ela que quase destruiu uma vila vai ser difícil para ela, ela tentou se levantar, mas caiu na cama, gemendo de dor

-ei, não levanta, você foi esfaqueada tem que descansar –eu disse indo em sua direção pegando em seu ombro fazendo-a novamente deitar na cama, a mesma estava confusa, eu dei um longo suspiro.

-A vila foi atacada, eu levei todos para um lugar seguro, você foi ver o que aconteceu, eu te chamei mas me ignorou, você desapareceu da minha vista, depois de ver que todos estavam bem, fui atrás de você, mas...quando cheguei já estava de outra forma, seus olhos estavam diferentes, de um lado tinha bolinhas pretas e o outro parecia de um...demônio, você atacou várias vezes o mascarado mas ele foi mais rápido te esfaqueando com veneno, fazendo sua regeneração demorar, Hideki me ajudou a te salvar –dei um sorriso triste, a mesma estava paralisada, acho que ela já sabia do seu poder, a garota olhou para baixa, lacrimejando.

-eu machuquei alguém? –ao ouvir sua voz triste, partiu meu coração, seus olhos que costumavam estar sempre transmitirem felicidade e alegria agora era dominada pela tristeza, não resisti e a abracei, ela ficou surpresa mas retribuiu o abraço, toquei no seu rosto enxugando suas lagrimas.

-Não se preocupe, não feriu ninguém inocente, você fez aquilo para proteger todos –dei um sorriso sincero a mesma que se confortava levemente no meu peito, o que me deixava mas corado. Percebi a presença de Hideki, o elfo estava com um sorriso no rosto ao mesmo tempo me afastei, fazendo Paola erguer uma sobrancelha.

 

-Ei azulado não fique assim só por que cheguei, tá? Como está paola? –Hideki vai até Paola a mesma assenti olhando para ele corada, aquilo me deixou com raiva só de pensar que ela possa gostar dele faz meu corpo ficar vermelho de raiva. Alguns minutos depois Hideki ainda fazia perguntas a Paola e tocava no seu corpo para ver se doía, a mesma negou mas quando chegou no seu peito ela deu um gemido de dor, o elfo de cabelos negros falou para ela descansar e a mesma novamente assenti, aquilo estava me deixando com raiva, eu queria tocar nela, queria sentir ela novamente, sai dos meus pensamentos maliciosos percebendo o olhar de paola em mim quando Hideki quando foi para outra passagem da caverna dizendo que ia fazer mais remédio para Paola. Tentava desviar o olhar de seus olhos prateados, mas eles eram tão intensos que penetravam minha alma.

 

-Ezarel, obrigado por me salvar, estou com uma dívida com você –corei quando ela sorriu envergonhada, ainda não entendia o motivo do meu coração bater tão forte por um movimento tão simples da garota de cabelos degrade. Eu olhava todo os centímetros do seu rosto, ela era...era...tão...não ezarel você não pode aceitar isso tão fácil, lembre-se Paola igual as outras, não era mesmo, AGH novamente me preocupando pelo bem dela DOENÇA MALDITA era a única coisa que poderia ser.

-Tsc, não precisa agradecer, eu faria por qualquer um –seu sorriso morreu ao ouvir o que eu disse e ela assenti um pouco triste, senti algo novamente no meu coração, eu sentia pena? Por ela? Não!

-eu entendo, já está ficando tarde não é mesmo? É melhor eu dormir antes que Hideki venha me dar uma bronca, boa noite ezarel –ela dá um sorriso divertido e fecha seus olhos dormindo novamente, amanhã a gente voltaria para eldarya, tentaria o máximo esquecer dela, e tudo que aconteceu nesses dias.

Horas se passaram e eu não conseguia dormir me revirava toda hora, me levanto de saio do esconderijo, estava muito calor não sabia o porquê, tentava me aliviar com o vento gelado, senti uma mão no meu ombro dei um pulo vendo quem estava atrás de mim, para minha sorte ou infelicidade era Paola.

 

-Ezarel, o que faz aqui? –ela perguntou segurando a pedra para não cair

-não estava conseguindo dormir, agora é melhor você voltar, ainda deveria estar descansando, humana inútil –ela arque-a a sobrancelha

-humana? Você não irá me chamar de demônio ou aberração? –ela pergunta confusa

-e por diabos eu faria isso? Só por que por fora você é um demônio não quer dizer que dentro de você seja mal, além do mais eu gosto de te irritar –eu aperto sua bochecha rindo, a garota cora pelo o que eu fiz, ela pega no meu braço e a gente entra na caverna novamente, mas pelo oraculo o que ela vai fazer?

Chegamos perto do seu colchão, a garota senta no local, batendo seu colo.

 

-Coloca sua cabeça aqui! –ela aponta pro seu colo, eu arregalo os olhos muito corado mas fiz o que ela pediu, ela sorri e começa a fazer cafuné na minha cabeça, para falar a verdade aquilo estava muito bom, ela solta meu cabelo ainda fazendo cafuné, meus olhos bem devagar começaram a fechar, aquilo era muito bom a última coisa que ouvi foi um “boa noite azulado”.

 

P.O.V EZAREL (OFF)

 

P.O.V PAOLA (ON)

 

Depois de ter feito o cafuné na cabeça do elfo, eu me deitei de frente para o mesmo, olhando cada detalhe do seu rosto, sorri depois de lembrar do azulado ficando corado toda hora. Adormeci tendo vários flashbacks´s do que aconteceu com hiden, eu não me controlei e comecei a lacrimejar.

 

(***)

 

Acordei ouvindo barulhos no fundo do esconderijo, mas antes de me levantar senti algo na segurando minha cintura, as mãos de ezarel estavam segurando minha cintura bem firme me mostrando que não queria me soltar, de repente ele me abraça me colocando no seu peito, eu estava muito corada como um pimentão, ouvi passos, tentava sair dos braços de ezarel, mas no meu estado ele era mais forte então cedi ao seu abraço, fechei os olhos quando os barulhos de passos pararam.

 

-Casal, está na hora de acordar –corei quando ele disse “casal” mas ainda estava com os olhos fechados

-só mais 5 minutos Hideki –eu arregalei os olhos ao perceber que ezarel já estava acordado, mas não me soltava de jeito nenhum

-você está sufocando sua namorada, ezarel –paralisei NAMORADA? O que está acontecendo?!

-não somos namorados –neguei, tentando sair novamente dos braços de ezarel, ele cede me deixando finalmente livre mas ele faz cara manhosa, ele deve ter ficado maluco só pode.

-Ué mas o ezarel disse ontem que vocês eram –o elfo deu um pulo me assustando

-EU TAVA SENDO SARCATICO, EU E ELA NUNCA FICAREMOS JUNTOS –ele estava parecendo um pimentão  

-cara você ficou falando o nome dela a noite toda -olhei ezarel que já estava quase tendo um treco, mas Hideki começa a rir

-Hahahaha estava brincando para descontrair, já está na hora de vocês irem –ele dá um sorriso triste

-por que não vem com a gente? –sugeri, ezarel de meu um olhar mortal, eu estou falando que ele está estranho

-eu não quero incomoda-los –ele sorri envergonhado, e ezarel deu um sorriso vitorioso

-não será um incomodo não ezarel? –olhei para ezarel, seu sorriso morreu, olhou para Hideki e assentiu com a cabeça. Eu sorri e o elfo de cabelos negros também, eu estava feliz por estar com o Hideki e olhava para ele e eu me sentia protegia diferente do ezarel. Eu me sinto sendo observada, olhei de lado e vi ezarel me olhando triste, como que não gostasse da ideia do outro elfo vim com a gente parecendo “ciúmes”. Desviei o olhar, ezarel com ciúmes? Aquilo só confirmava que ele estava ficando doente, esse era a única probabilidade além do mais eu só era mais uma da lista dele, e isso fazia meu coração doer.

 

Eu estava desistindo do ezarel

  

 


Notas Finais


UIIII PAOLA ESTÁ DESISTINDO DO EZAREL? QUEM É MESMO HIDEKI?
nos próximos capítulos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...