História Meu Pequeno Descarado (NaruSasu) - Capítulo 2


Escrita por: e MicyIsaS2

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Narusasu, Naruto, Yaoi
Visualizações 249
Palavras 1.463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Konichiwa minna-san!

Conversei com a Isa e resolvemos att a fic todos os dias já que os capítulos não vão ser grande, se por ventura ficarmos algum dia sem postar por causa de algum imprevisto compensaremos com um capítulo maior.
Preparados para receber tiro todos os dias? *risos*

Boa leitura ^^

Capítulo 2 - Eu não sou Gay!


Fanfic / Fanfiction Meu Pequeno Descarado (NaruSasu) - Capítulo 2 - Eu não sou Gay!

Diferente de mim que estava surtando ele estava bem calmo, parecia não se importar com sua nudez e muito menos com meu nervosismo, e isso me deixava mais puto da vida ainda.

— Como foi que você entrou na minha casa? O que fez com meu gato? Por que está nu e por que estava dormindo na MINHA cama?! — Disparei diversas perguntas rapidamente e ele me olhou sem expressão e se levantou — Ou, cobre isso ai. Não sou obrigado a te ver assim. 

— Cala a boca, você é muito barulhento. — Cruzou os braços bufando logo em seguida

— Naruto... acalme-se. — Repeti diversas vezes enquanto andava de um lado para o outro — Certo. A pergunta que não quer calar, como você entrou em minha casa? Como passou pela portaria do prédio? 

— Ah... isso. — Sorriu e se aproximou, consequentemente me afastei — Você me adotou hoje mais cedo... 

— Que? 

— Eu sou o Sasuke, seu gatinho. — Ditou dando de ombros

Pisquei diversas vezes, sentia que tinha congelado, não conseguia me mexer. Como assim ele é o Sasuke? Que porra que 'tá acontecendo?! 

— Impossível, Sasuke é um gato e você é... — Por um momento parei para analisar seu rosto, logo em seguida desci meu olhos por todo seu corpo fitando-o por completo por um bom tempo

"Que pecado... Foco Naruto!"

— Como eu ia dizendo.. — Pigarreei sem graça — Ele é um gato e você é um humano, ou seja, isso é impossível. 

— Você acredita se quiser — Bocejou — Agora fique quieto que quero dormir. — Jogou-se na cama novamente abraçando o travesseiro 

— Não mesmo, ainda não decidi o que fazer. - Puxei o travesseiro o jogando no chão de maneira um tanto que desesperada, ele sentou na cama e então me virei para não olha-lo e comecei a puxar meu cabelo, O que eu faço, Kami?

Estava atordoado, perdido em pensamentos, quando ouço uma risada. Olhei para trás 'pra ver o que o outro estava aprontando e me deparo com ele brincando com seu pau. Arregalei os olhos e logo em seguida bati em minha própria testa, Por Kami, o que diabos ele está fazendo?!

— O que é isso mole que tenho entre as pernas? — Me olhou, suas bochechas estavam um pouco rubras — Não lembro de ter visto isso das outras vezes que virei humano...

— Isso é uma coisa normal que todo mundo tem, agora larga isso. — Falei apressado tentando focar meu olhar apenas em seu rosto

Ding dong

Era o som da campainha, lembrei que meu amigos viriam para cá e então voltei a entrar em desespero. Corri ate meu guarda-roupa e tirei de lá um short moletom e uma camiseta da cor laranja, joguei elas para o moreno que me olhou sem entender.

— Vista isso e não saia de dentro do quarto. — Falei apressado e quando fui sair ele segurou meu braço

— Onde vai? — Perguntou. Mais uma vez o som da campainha soou por toda a casa

— Só faça o que estou mandando, espero que saiba se vestir. — Saí do quarto e fechei a porta, corri ate a porta de entrada e depois de dar um longo suspiro a abri — Pessoal. — Sorri sem graça

— Que demora para abrir uma porta, Naruto. — Lee reclamou entrando 

— Onde estão os salgadinhos? — Choji perguntou mas logo foi empurrado para dentro por Shikamaru

— Isso realmente é um saco. — Por ultimo ele entrou e então fechei a porta

Os garotos sentaram no chão ao lado da mesa de centro enquanto eu fui pegar os salgadinhos no armário da cozinha, quando voltei coloquei tudo que peguei ao lado da gente e então Lee pegou as cartas e começamos a jogar.

Já tinhamos jogado seis partidas e como sempre Shikamaru estava ganhando, Lee estava tentando ganhar dele e realmente estava difícil mas ele sempre falava "Não vou deixar me abater afinal ainda tenho a força de juventude", obviamente todos riam quando ele falava coisas do tipo. Estava me divertindo tanto e tão a vontade ali com meus amigos que por um momento tinha ate me esquecido do problema que estava trancado em meu quarto, mas alegria de pobre dura pouco. 

Como estava sentado de frente para o pequeno corredor que leva ao quarto fui o primeiro a ver ele aparecer ali, por algum motivo o qual eu não sei, ele sorriu ao me ver e se aproximou porém em um sussurro e um gesto rápido mandei ele parar e assim ele o fez, parou um pouco mais de que quatro passos atrás de Choji. Fiquei o encarando fazendo um sinal com a cabeça para que ele voltasse para o quarto. 

— Algum problema, Naruto? — Shikamaru perguntou me olhando e os outros dois me encararam, sorri sem graça. 

— N-Nenhum. — E como se as coisas já não estivesse mal o suficiente ele me desobedeceu novamente aproximando-se da gente

Passou pelos meninos sem sequer olhar para eles e veio diretamente ate mim jogando-se em meu colo. Assim como os demais presentes arregalei meus olhos.

— 'Tô com fome... — Falou baixinho escondendo o rosto na curvatura do meu pescoço logo em seguida

Os meninos não falaram nada, ficaram apenas estáticos observando a cena com cautela. Afastei o corpo alheio do meu e o olhei raivoso, que porra ele pensa que esta fazendo? 

— Mandei ficar no quarto. — Falei tentando manter a calma para não gritar 

— Mas eu 'tô com fome. — Respondeu 

— Volte pro quarto, vou fazer algo para você...comer. — Ele assentiu e antes de se levantar lambeu minha bochecha, fiz uma careta de nojo

Quando percebi que ele já tinha sumido dali voltei a encarar meus amigos, dessa vez estava envergonhado então logo olhei para minhas pernas. 

— Desde quando você namora um cara? — Choji perguntou enfiando alguns salgadinhos na boca logo em seguida 

— Não faz sentido... Você não aceitou namorar com Gaara no ensino médio por não ser gay e agora ta namorando com esse cara?! — Lee falou, parecia estar decepcionado. 

— Naruto, poderia abrir a porra dessa boca e se explicar? que saco! — Foi a vez de Shikamaru falar, todos pareciam estar nervosos

— B-Bem... é complicado... — Cocei a bochecha sem graça — Não estamos namorando, ele é só um amigo... 

— Amigo? Vocês pareceram ser mais que isso. — Lee insistiu, ele é o que está mais magoado 

— Sobrancelhudo, você está entendendo errado, todos vocês estão. A única coisa que posso dizer no momento é que isso tudo é um grande mal entendido, ainda estou resolvendo as coisas, eu não sou gay! — Falei em alto e bom som

— Acho melhor a gente ir embora... — Shikamaru falou dando de ombros e se levantando logo em seguida — Outro dia voltamos, Naruto. 

Se levantaram, Choji e Shikamaru foram os primeiro a sair deixando-me a sós com Lee. Ele parecia estar muito decepcionado, e não é para menos, ele sempre gostou de Gaara porém o ruivo se declarou para mim no final do ultimo ano letivo do ensino médio e eu o expliquei que não era gay e que gostava dele apenas como amigo, ele compreendeu e continuamos nossa amizade normalmente mas as vezes Lee me falava que Gaara sempre chorava por minha causa e que eu tinha de certa forma machucado ele com minha sinceridade. 

— Lee. — O chamei tocando em seu ombro, estava determinado em dizer a verdade para ele — Esse cara diz ser meu gato.

— Como assim, Naruto? — Me olhou confuso 

— Hoje mais cedo adotei um gato, fiquei com ele a manhã toda e só o deixei para ir trabalhar mas quando voltei não encontrei meu gato, encontrei apenas esse cara dormindo em minha cama. — Resolvi não entrar em detalhes — Ainda estou resolvendo isso, também estou confuso, por favor acredite em mim. 

— Eu acredito Naruto — Suspirou — Na verdade não posso ficar chateado, tudo que aconteceu está no passado e agora estou com o Gaara mas... é doloroso lembrar do quanto ele sofreu para poder te superar e do nada você virar gay. 

— Eu não sou gay. — Falei rapidamente e ele riu fraco 

— Os outros devem estar me esperando, vou ir.

— Falou. — Fiz um toque de mão e em seguida ele foi embora

Suspirei cansado e ao lembrar de tudo que aconteceu voltei a ficar com raiva. Fui andando para o quarto a passos duros, abri a porta do mesmo de maneira um pouco brusca fazendo o outro que estava deitado levantar a cabeça e me olhar confuso. 

''Ok Naruto, calma. Ah, calma um caralho!

Subi em cima do outro imobilizando ele e segurei em seus pulsos fortemente. 

— Me solta, o que pensa que esta fazendo demente?! — Rosnou tentando se debater

— Você tem ideia do que fez? — Gritei. Ele se encolheu um pouco, talvez por medo — Você simplesmente estragou meu dia, nem sei quem você é ou o que fez com o Sasuke mas mesmo tentando resolver tudo com calma você me apronta essa... — Suspirei afrouxando o aperto em seu pulso — Seja você o Sasuke ou não o jeito é punir você. 

 


Notas Finais


Micy: Olha as tretas chegando dhnasjkdfns

Rushie: Recomendo usarem colete daqui pra frente e.e

Xoxo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...