História Meu Pequeno Gon, Meu Querido Killua - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Gon Freecss, Hisoka, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight, Machi, Shizuku
Tags Drama, Masoquismo, Romance, Sadismo, Violencia, Yaoi
Visualizações 53
Palavras 537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Seinen, Shoujo-Ai, Shounen, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Sorriso Sincero


Fanfic / Fanfiction Meu Pequeno Gon, Meu Querido Killua - Capítulo 10 - Sorriso Sincero

    Pego um copo que contém o líquido claro (A ice) e dou uma golada. 

- Nunca bebi isso, mas é gostoso e nem parece ter álcool. 

- É sim...- Rir - Hisoka e Gon saíram?- Concordo - Hisoka só sai para lugares caro. Por que não foi?

- Eles foram no cinema e eu não gosto de lugares com muitas pessoas.- O olho e logo desvio o olhar - Mas como você sabe que ele sai para lugares caros?...

- Ah, ele conta às vezes. Killua, eu sei que não tenho nada haver com isso e mesmo se me contar...morrerá aqui. Por que você é assim? Além disso, sua pele é muito branca!- Rimos de leve. 

- Bem.....não vejo problema em não contar, porque você é legal....- Ele me olha preocupado -...eu sempre fiquei de orfanato em orfanato, sempre era assim. Ninguém nunca me contou sobre meu pai e mesmo assim eu não o conheço. 

- Sinto muito...

- Escuta. Por isso eu comecei a achar que estavam brincando comigo, me traindo ou algo assim.

- E então foi por isso que ficou assim?

- Mais ou menos, porque eu comecei mesmo a ficar rebelde, quando as pessoas vinham no orfanato e só queriam adotar Gon...eu sempre fiquei para trás e isso me magoa às vezes. 

- Deve ter sido difícil...e sua mãe?

- A mesma coisa do meu pai. Nunca conheci ela...- Invés do copo, pego a garrafa média da bebida e bebo um bom gole. 

- B-bem, vamos fazer outra coisa invés disso.- Ele sorri e dá um mergulho. 

Talvez tudo o que eu tenha que fazer, é relaxar, ficar calmo e aproveitar. Desde do momento que cheguei aqui, ninguém me tratou diferente, só Hisoka que foi rígido, mas ele foi legal depois. Machi disse que quem se prende muito, pode acabar se destruindo e eu não quero isso, só quero ser tratado igual a todo mundo.

[ Acho que depende da minha rebeldia...] Não quero pensar em nada nesse momento, só relaxar. Mergulho, fechando os olhos e nadando pro fundo. 

- Nossa! Você sabe segurar a respiração!- Subo, suspirando fundo. 

- Que tal a gente pular? Mas pular do telhado...- Dou um sorriso sapeca e ele sorri. Saímos da piscina e subimos no telhado. Não é tal alto e dá para subir pelo muro. 

- No três!

- Estou com medo!- Rio da cara dele. Seguro em sua mão e pulamos, mas vejo no meio do pulo, o carro de Hisoka estacionando em frente de casa.

- Killua!!!- Me assunto, sentindo meu corpo afundar na água quente da piscina e subir depois que eu dou um empulso com os pés no chão.

- Ahm!- Respiro fundo, olhando para Kurapika que sai da piscina. Saio e vejo Hisoka e Gon.

- Bem vindos de volta!- Kurapika pula. Olhando para Hisoka, dou um sorriso sem mostrar os dentes. Ele sorrir de volta e só ai meu sorriso largo aparece. 

- Ei! Vai ficar parado ai?- Ele me empurra, fazendo eu cair na piscina. 

- Ora! Juro que lhe mato!- Rimos. Me sento na borda da piscina, ficando com os pés dentro da água.

[ Me sinto estranho, como se fosse um leve papel. ] Sorrio bobo. 


Notas Finais


O que achou? Acha que o Killua irá mudar ou não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...