História Meu Pequeno Gon, Meu Querido Killua - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Gon Freecss, Hisoka, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight, Machi, Shizuku
Tags Drama, Hunter X Hunter, Romance, Sadomasoquismo, Violencia, Yaoi, Yuri
Visualizações 79
Palavras 1.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Seinen, Shoujo-Ai, Shounen, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Cap maior por pedido de um leitor.

Capítulo 11 - Continuando


    Hisoka enfia dois dedos dentro de mim e o olho um pouco assutado, pois está doendo.

- H-hisoka...devagar!- Seguro em seus ombros e ele começa a movimentar seus dedos para dentro e para fora. É a primeira vez que meu corpo é tocado assim; com movimentos provocantes, gemidos roucos e um tesão do caralho.

- Vamos ver se você é apenas um rostinho bonito.- Ele retira seus dedos de dentro de mim, me virando e me sentando no seu colo. Então terei que fazer ele gozar do meu jeito? [ Terei que deixar a vergonha de lado.]. O olho com o rosto vermelho, ofegante e com os olhos entre abertos. Começo a rebolar, parando ao ver um vidro vermelho de lubrificante. Pego o mesmo e melo seu pênis e minha entrada.

- Pegou justo o de pimenta. Gon adorou esse.

- Calado...- Ele me olha surpreso -...calado, daddy.

- Garoto...- Ele morde seus lábios e cola um tapa na minha bunda.

- Hm!- Sinto o local arder. Não quero olhar para ele durante o ato, mas não sei se ele irá aceitar essa ideia.

- Bem, se você quiser ir amanhã no seu encontro com esse "amigo", irá ter que rebolar.

- Seu pervertido de merda!

Digo com raiva, mas logo viro o rosto. Maldito, agora terei que fazer o que ele quer [ Mas...isso não foi desculpa. Eu na verdade estou pegando fogo! ]. Começo a alisar seu peito, já que ele está deitado. Aperto seus mamilos com força e começo a rebolar em círculos. O olho super corado, mas ele apenas sorri o tempo todo. Escutamos uma porta abrir e rapidamente viro meu rosto para a direção do som. Gon me olha surpreso. Coro violentamente e tampo meu rosto com as mãos.

- Tsh...Gon, dessa e quando acabarmos, eu te chamo.- Ele sai do quarto sem dizer nada - Meu amor, continue.

- A-acho que não quero mais.- Me levanto, mas ele puxa meu braço - Eu disse que não quero mais.- Digo sério. Ele me solta e suspira. Gon não "estragou" o momento, apenas não quero fazer mais. Agora me sinto mal, pois por um momento, eu tinha esquecido de Gon e quando ele me olhou, fiquei super sem jeito. Não temos nada e somos apenas amigos, mas parece que é errado fazer isso com outra pessoa. Hisoka me abraça por trás.

- Tudo bem. Eu te entendo, mas na próxima...- Me arrepio.

- Ahm...~

-...na próxima sera todo meu.

Gon Freecss

    Me deito no sofá, observando o vidro da porta e suspirando. Não sei por que estou angustiado. Hisoka transou comigo de uma forma que não gostei muito. Ele foi carinho, mas às vezes foi bruto e ficou me batendo no corpo.

- Não quero que Hisoka toque em Killua...será que isso é ciúme?

Me levanto e abro a porta, caminhando até o quarto de Leorio e Kurapika descalço. Bato na porta e logo Kurapika abre sorridente.

- Gon!

Kurapika

    Mordo os seus lábios, os puxando com força e sorrindo em seguida. Escutamos alguém bater na porta e olhamos um para o outro.

- Quem será?- Me levanto e dou de ombros. Abro a porta e sorrio.

- Gon!

- Oi! Posso ficar com vocês um pouco?- Onde está o Hisoka? [ Fala sério ].

- Bem...pode sim, né.- Ele entra e cumprimenta Leorio, que sorri. Quem ele pensa que é para sorrir assim para outra pessoa? Me sento ao lado do meu namorado, observando os dois conversarem sobre coisas aleatórias.

- Hisoka e Killua estão...bem...- Ele sorri sem jeito, percebo isso e ele me olha.

- Entendemos, Gon.- Sorrio.

- Gon, você gosta de chocolate?

- Eu gosto sim!- Leorio pega um brigadeiro da caixa em seu colo e leva até a boca dele.

- Abra.- Ele sorri e Gon obedece meio tímido.

- Hm...tem gosto de álcool...

- Esse chocolate é da Rússia e tem um pouco de álcool sim.- Gon observa Leorio alisar minha coxa. Leorio me olhando e se aproxima.

Ele segura agora em seu queixo e me beija, deixando bem claro para Gon que é um beijo quente e suave. Abro meus olhos e observo Gon, que vira o rosto e se afasta um pouco.

- Hm...quando Gon e Killua veio para morar aqui, eles ficaram com vergonha de nos ver se beijando. E agora, Gon?

Leorio sorri simpático e Gon nega.

- Agora eu....também faço isso com o Hisoka. Bem...você também deve beijar bem.- Eu e Leorio arqueamos nossas sobrancelhas.

- D-digo! Não que eu queira, apenas disse. Kurapika ficou vermelho, então gostou.- Desvio o olhar. Agora eu que fico sem graça.

- Desculpe, eu entendi errado. Gon, quer jogar cartas?- Leorio se levanta e pega um baralho que estava em cima da cômoda de roupas. Fazemos uma roda improvisada na cama e começamos a jogar. Gon começou perdendo e eu rindo muito, acabo perdendo também, mas eu e Gon começamos a jogar em dupla e conseguimos vencer uma vez.

- Vocês são bons juntos, mas agora já é tarde. Gon, se quiser jogar amanhã.

- Irei sim! Obrigado!- Ele sorri e aperta minha mão.

Hisoka

    São quase dez da manhã e os meninos ainda dormem. Como sempre acordo sedo e, principalmente agora, eu sempre faço o nosso café e acordo eles. Quero colocar eles na escola, para eles recuperarem esse tempo que estão aqui.

- Hisoka! Bom dia, meu grande amigo!- Leorio sorri e eu faço o mesmo - Os meninos ainda estão dormindo? Você não disse que irá colocar eles em uma escola?

- Vou sim. Hoje mesmo irei ver isso.

Subo para o quarto com a bandeja e a deixo na pequena mesa do quarto.

- Gon...- Killua se remexe, fazendo Gon acorda.

- Vocês dois não vão levantar? Vou contar até três.

- Tsh...nem dormi posso.

- Nem dormi podemos, né?- Gon solta uma risadinha gostosa e manhosa.

- Hoje eu irei sair e somente vocês dois estarão em casa. Eu devo voltar à noite, então pedem alguma coisa para comerem.

- Tudo bem.- Killua se aproxima da bandeja e pega uma torrada.

- Hisoka, hoje iremos ir ver o nosso amigo na praça.

- Tudo bem, meu pequeno...- Me aproximo de Gon e o deito na cama, fazendo ele sorri. Mordo meus lábios e quando vou me aproximar, Killua segura no meu ombro e me olha.

- Por que sempre ele é o primeiro em tudo?- Ele pergunta sério.

- Você levantou e nem me deu bom dia. Killua, quando você ser mais educado, eu lhe dou um beijo.- Ele cora e se afasta.

- Não quero beijo seu.

- E o meu?- Gon sorridente, pula no colo de Killua e o beija. Killua fica surpreso, mas começa a movimentar sua cabeça e ambos intensificam o beijo.

Sempre tenho o que quero, mas ver esse dois se pegando em minha frente, não vale os milhões de coisas que tenho [ Gon eu ganho sendo bom, e Killua eu ganho sendo muito mais. ].

- Hm...Hisoka, eu quero fazer uma coisa com o Gon antes de...

- Irão fazer na minha frente, senão não.

Eles me olham pensativos, mas logo Gon começa a retirar sua blusa e Killua alisar seu peito.

- Não precise ficar com vergonha. Podem fazer sem problemas.- Eles escutam, mas não dizem nada. Killua aperta Gon e Gon puxa com força sua blusa.

- Gon...- Killua retira sua blusa e a joga para perto de mim. Ele começa a beijar Gon um tanto selvagem. Me afasto e me sento em uma cadeira perto da cama.

[ Esses dois...].

Maliciosamente, sorrio de canto e fecho meus olhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...