História Meu Pequeno Gon, Meu Querido Killua - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Gon Freecss, Hisoka, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight, Machi, Shizuku
Tags Drama, Romance, Violencia
Visualizações 34
Palavras 844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Seinen, Shoujo-Ai, Shounen, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Rebeldia


          Hisoka agora nos olha sério.

 - Não quero encher a cabeça de vocês, mas antes que façam algo que me irrita, eu irei falar sobre algumas regras que terão. Primeira: sempre será senhor para vocês dois. "Sim senhor, não senhor", entenderam?

- Sim senhor.

- Killua, eu não quero seu mau, mas se quer assim, hoje tem carta branca. Segunda: se quiserem algo ou fazerem algo, me falem. Terceira: não irei aceitar falta de educação com os meus amigos, Kurapika ou Leorio. Vocês já são grandes e sabem o certo e errado. Quarta: cada um terá duas tarefas, Gon irá colocar e retirar a mesa e varrer a varanda. Killua irá varrer a sala e tirar os lixos. Coisas simples, mas precisas. Quinta e última: quero o respeito de ambos, porque se fizerem tudo certinho, irão ganhar presentes e muitas coisas legais. 

Desvio o olhar, brincando com os meus dedos. Sua casa é bonita, parece ser rico e disse que não quer nosso mau, mas como vou fazer? Não sei nada sobre ser um bom menino e toda vez que eu tento, faço merda.

- Gente! Vamos comer?- Kurapika sorrir, olhando para nós.

- Deixa de ser afobado, amor. Ainda não está pronto.- Uma voz um pouco grossa vem de lá de fora. Amor?

- Tudo bem então. Que tal a gente dá uma volta pela casa então?

- Acho uma boa ideia. Esse é o Kurapika, mora comigo e com o Leorio. Eu vou tomar um banho, depois eu desso.- O olho e ele se levanta. Nos levantamos e seguimos Kurapika até uma outra sala, com apenas dois sofás brancos e um aquário grande, com vários peixes. 💭......💭

- Olha, Killua!

- Então o seu nome é Killua e o seu Gon, certo?

- É sim! Aliás, posso colocar comida para eles?- Me aproximo, enfiando a mão dentro do aquário e pegando um peixinho. 

- N-não pode....- Olho para Kurapika. 

- Foda-se.- Gon me olha e desvia o olhar. Ele sabe como eu sou, sabe que se me enfrentar irá apanhar, mas dessa vez não... 

- Chega!- Me assusto, com ele segurando minha mão com força e me obrigando a colocar o peixe de volta na água - Você quer mesmo estragar tudo? Acabamos de ser adotados e se você não parar com isso, não vai dá para eu ser mais seu amigo!

- Meninos! Não briguem assim, Gon...

- Não....brincar com Killua perdeu a graça a muito tempo! Você é muito chato, Killua!- Incrédulo. Aperto meus punhos me virando e indo andando até a escada da sala principal, não vendo nem um dos dois vindo atrás de mim. Quero muito mudar, ser como o Gon. Eu tenho inveja do Gon, porque ele é amado e eu não sei porque todos me tratam assim. Eu estou cansado de ser tratado diferente....

- Hm~......- Abraços meus joelhos, segurando meu choro, mas alguns soluços baixos escapam -....Shizuku...- Sinto alguém se aproximar e quando levanto o rosto, vejo Hisoka sorrindo. Ele se senta ao meu lado, passando sua mão em minha cabeça. 

- Killua....por que está chorando?

- Ora....- Desvio o olhar, deixando meu choro mais exposto -....sempre me tratam diferente.....nunca me deixam escolher e Gon é um idiota....hm...mas isso não te enteressa...

- Killua, não precisa ficar assim e claro que é da minha conta. Você pode começar a se sentir importante, porque agora você tem amigos e uma família. Sempre teve, mas só conheceu ela agora. Vem cá.....

Ele estende os braços e eu fico parado, sem jeito. Será falta de consideração, pois ele está sendo bom comigo. Com receio, levo meu braço até o seu, o segurando e me aproximando. O abraço e mergulho meu rosto no seu pescoço, chorando mais ainda. 

- Calma.....- Ele se levanta e eu aperto seus ombros.

          Almoçamos e Gon começa a retirar a mesa. Me sinto sonolento e esfrego os punhos contra os olhos.

- Acabei.....- Gon se aproxima de Hisoka.

- Amor.....não faz isso....- Escutamos uma baixa risada de Kurapika. Coro ao ver Leorio beijando seu pescoço. 

- K-kurapika.....- Gon se vira para hisoka que ri. Presto atenção, já que eles estão perfeitamente em minha vista. Hisoka segura o seu queixo e quase pouco eu não escuto;

- Gon....iremos fazer isso como eles.....porque eles são namorados, mas a gente é amigos e amigos também fazem isso. Certo?

Eu conheço Gon e garanto que está morrendo de vergonha. 

- Sim senhor....~ a-além disso....

- Antes de me falar alguma coisa, vamos nós três para a sala.- Fazemos isso e eu me sento afastado, de frente pros dois que estão rindo junto por causa de algo que não consegui escutar. 

- O que iria me falar mesmo?- Gon me olha, mas volta sua atenção em Hisoka. 

- Não queria falar, mas Killua mandou Kurapika e eu se foder...

- Mandei mesmo!- Me levanto, me aproximando dele, mas Hisoka me puxa pro outro lado, me olhando sério. 

- O que eu disse sobre respeito?- Ele está com raiva, mas cadê aquele homem de horas atrás? Doce e......maldito. 

- V-a-i se f-u-d-e-r.- Digo o olhando. Ele me solta e se levanta, retirando seu cinto de sua cintura. Ele irá me bater?!


Notas Finais


Delícia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...