1. Spirit Fanfics >
  2. Meu pequeno líbero >
  3. Capítulo 8

História Meu pequeno líbero - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Oioi pessoas e répteis

VAMOS FINGIR Q EU NÃO ESQUECI DE POSTAR ESSE CAPÍTULO, BELEZA? (Era para ter saído na semana passada)

Mas enfim... espero q gostem

Capítulo 10 - Capítulo 8


 ~~Meses depois~~

((Nota: Noya já se assumiu pra sua família e os dois também ja assumiram o namoro pra todo mundo. Eu pulei essa parte pq eu ñ estava conseguindo desenvolver mt bem))

Era um fim de tarde frio e nublado, meus pais sairam e provavelmente não iriam voltar cedo. Eu estava divagando deitado no chão do meu quarto quando escuto meu telefone tocar

Asahi: alô

Noya: Oi Asahi, ta fazendo oque?

Asahi: nada de interesante, e você?

Noya: eu to entediado, tu quer sair pra algum lugar?

Asahi: ah.. até que eu quero...

Noya: então sai da sua casa e vem pra minha heheh

((Autora: usem essa "cantada" q é sucesso 😎))

Asahi: pff hahah por essa eu não esperava

Noya: hehehe mas você vem ou não? Tava pensando eu fazer uma noite do cinema só eu e você

((Autora: tradução: vem ve uma Netflix aqui em casa kkkk. Desculpa gente hj eu to piadista))

Asahi: certo então, daqui a pouco eu chego aí

Noya: eeeee vo ta te esperando então, te amo

Asahi: também te amo, até daqui a pouco

Noya: atééé - ele desligou

Arrumei uma mochila com uma muda d roupa e escova de dente e sai de casa

No caminho decidi que iria levar algumas coisas pra comermos enquanto vemos filme. Comprei alguns salgadinhos, alguns do picole favorito dele e comprei também pocky, depois disso segui rumo a casa de Noya

((Autora: q lindinho pensando no que o boy vai come antes d ser comido))

Chegando la eu mal bati na porta e já fui recebido por ele com aquele sorriso maravilhoso e radiante de sempre, nos cumprimentamos com um beijo rápido e eu entrei na casa

Asahi: eu trouxe picolé, aquele que você gosta, e mais algumas coisas - estendi para ele a sacola

Noya: puta que paril eu te amo Asahi - ele ficou realmente muito feliz quando viu tudo oque eu trouxe - hnn... pocky é? Você tem algo em mente?

Asahi: que? Claaaro que nãoo...

Nós nos olhamos e começamos a rir

~~quebra de tempo~~

~quarto do Noya~

Eu estava sentado na cama dele de costas para a parede, com meus braços ao redor da cintura dele e ele estava sentado no meio das minhas pernas apoiando suas costas no meu tronco. Ja tinhamos assistido varios filmes enquanto comiamos salgadinhos e alguns doces, depois de um tempo eu percebi que Noya estava cochilando então peguei meu celular para ver as horas e ja passava da meia noite

Asahi: Noyaaa...

Noya: hnn? - ele estava super sonolento

Asahi: quer arrumar as coisas pra dormir?

Noya: nãooo... eu to.. eu to vendo o.... filme

Asahi: sim sim ta vendo de olhos fechados

Noya: aram - ele voltou a dormir

Asahi: então pelo menos deita direito na cama, mas antes você precisa trocar de casaco porque tu vai acaba enforcado com a gola desse ai - fui até o guarda roupa e peguei um casaco mais mole e largo - levanta os braços

((Autora: f no chat pelas pessoas, no caso a gente, q nunca vão ter um namoradinho atencioso igual o Asahi))

Ele levantou os braços ainda d olhos fechados, com cuidado eu tirei aquele casaco e coloquei o outro mais confortável

Asahi: pronto, agora deita ai - deu um beijo rápido na testa dele

Noya se jogou de lado na cama e eu começei a arrumar a pequena bagunça que nós tinhamos feito, empilhei os potes de salgadinho, joguei alguns pacotes no lixo e desliquei a tv. Me deitei na mesma cama que ele, assim que eu deitei, Noya se aconchegou em cima de mim e dormimos assim mesmo

~~no outro dia~~

~a tarde~

Eu acabei cedendo aos pedidos de Noya para eu ficar la o dia todo, estávamos no quarto dele fazendo varios nadas quando o telefone dele toca

Noya: é o Kageyama - ele atendeu - alô, você esta no viva voz e o Asahi ta aqui comigo

Kageyama: ...taa... enfim, eu preciso da sua ajuda

Noya: pra...?

Kageyama: é que eu acho que o Hinata ta me traindo e eu queria saber se é verdade

Noya: ok, primeiro: porque tu não pergunta pra seilaa o próprio Hinata? E segundo: como que eu vo sabe?

Kageyama: eu ja perguntei pra ele e ele disse que não, SÓÓ queee desses dias pra cá ele ta muito chegado no Kenma tipo mais do que antes

Noya: ta ee.... QUE QUE EU TENHO AVE?

Kageyama: É QUE VOCÊ É AMIGO DELE e você poderia perguntar se ele ta me traindo

((Autora: aiai nada como um barraco))

Noya: ta mas porque você acha isso?

Kageyama: é que a gente tava numa festa e achamos encontrando o Kenma la e...

Noya: o Kenma. Numa festa.

Kageyama: não pergunta porque também não sei, mas enfim, em um momento da festa o Hinata foi no banheiro e o Kenma foi de atrás. E os dois demoraram bastante pra voltar, depois disso os dois ficaram só trocando olhares e agora eles estão mais próximos e o Hinata não para de falar do Kenma

Noya: taa.. - ele respirou fundo - eu falo com o Shoyo, mas se você for fazer criançice me deixa de fora dessa. E pensa assim, pode ter sido só coisa da sua cabeça seila

((Autora: serase?))

Kageyama: com certeza não foi coisa da minha cabeça e não, eu não vou fazer criançice. Mas okay, valeu por ajudar - ele desligou

Noya jogou o celular em cima da cama e se sentou no chão do meu lado, apoiando sua cabeça no meu ombro

Asahi: você acha que o Hinata poderia trair o Kageyama?

Noya: Naah, Shoyo não faria isso... - ele pensou um pouco - nah... ele e o gato gamer devem ta só planejando algo em segredo

((Autora: gato gamer kkkk desculpa))

Noya: mas enfim.... - ele se levantou rapidamente - bora sair? Ir pra pracinha, pro shopping seila

Asahi: hnn... tão ta, bora - me levantei do chão - mas antes de tudo... meu moletom

Noya: qUe mOletOoOnn?? - ele estava disfarçando - não conheço esse tal de moletom ai não

Asahi: Nishinoyaaa

Noya: taaa booommm - ele foi até o guarda roupa, pegou o moletom e me entregou - toma

Asahi: obrigado por devolver o MEU moletom

Noya: NOSSO moletom heheh

((Autora: *communism intensifies* ))

Asahi: ata, aram tabom - amarrei na minha cintura por baixo da camisa

Noya se aproximou, colocou uma d suas mãos na minha nuca e me puxou para um beijo longo e demorado. Eu o segurei pela cintura e o puxei para mais perto colando nossos corpos e ambos sorriamos entre os beijos


Notas Finais


Beleza vamos la

Lancem suas teorias sobre Renata e Gato gamer


(escrita errada proposital)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...