História Meu pequeno ômega - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 146
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiii! Mais um capítulo pra vocês!

Boa leitura...

Capítulo 21 - Então fica comigo: Parte 2


Fanfic / Fanfiction Meu pequeno ômega - Capítulo 21 - Então fica comigo: Parte 2

Jimin POV.

Abri os olhos, lentamente tentando me acostumar com a luz forte dali. Quando finalmente consegui, olhei em volta... tudo branco. Como se não existisse nada ali, mas bem ao longe, havia algo sim, uma escuridão que dava arrepios só de ver de longe. Me levantei, e andei em direção a nada. Isso deve der um sonho não É? O cheiro do lugar era doce, como se tivesse um ômega ali, prestes a entrar no cio. Enquanto andava, sentia que alguém me observava, mas não liguei muito para isso. Passei mais algum tempo andando na mesma direção ate avistar uma árvore, a mesma possuía lindas flores rosas que soltavam suas pétalas, em uma linda chova de cores. Me sentei ali, esperando que logo acordasse, esse é meu melhor sonho em meses, então melhor curtir cada segundo, peguei uma das flores e coloquei em minha orelha, fechei os olhos respirando fundo em seguida. Quando abri, não me surpreendi por ter um ser ali, afinal, estava sentindo seus olhos me seguindo durante todo o caminho. Era um lobo branco, seus pelos pareciam ser macios e finos, mas eram longos, tanto que poderiam facilmente arrastar no chão. Me levantei e segui em passos lentos ate o mesmo que permanecia deitado de olhos fechados. Cheguei perto, me sentei e esperei, quando vi que não oferecia perigo, acariciado seus pelos comprovando minhas teorias. Ele tinha um cheiro forte, mas doce, parecia que perguntava todo o local. Nunca vi um lobo desses antes, ele é lindo, pena que é só um sonho.

???: Não parece estar com medo, isso me deixa feliz... – ergui uma sobrancelha

Jm: Nem sempre tenho medo, só quando e necessário, mas como pode estar falando comigo? Sei que é um sonho, mas de qualquer forma e meio incomum

???: Vejo que está enganado sobre isso – levantou o pescoço em minha direção- isso não é um sonho Jimin

Jm: Bom, então com quem eu estou falando?

???: Pode me chamar como quiser, mas antigamente me chamavam de “Rei"

Jm: Okay, Rei. Onde eu estou?

Rei: Pra falar a verdade, esse lugar também é novo pra mim, mas desconfio que possa ser sua mente.

Jm: Minha mente? Então... sem querer ofender mas, o que você tá fazendo aqui?

Ele riu doce, e se deitou novamente esperando que eu o fizesse carinho. Assim foi feito, eu apenas esperava sua resposta enquanto passava a mão sobre seus pelos lisos e sedosos.

Rei: Você tem um raciocínio lento em pequeno? – lambeu minha mão- não percebeu que fui eu que lhe trouxe aqui?

Jm: Na desconfiava disso, mas por que você queria falar comigo?

Rei: Tem algo acontecendo Jimin, uma coisa muito séria e complicada

Ele abriu os olhos revelando as lindas cores que os compunham, era uma mistura de roxo, lilás, azul e branco, como aquelas imagens do universo. Fiquei hipnotizado com as cores ate ser chamado a atenção para o ser a minha frente.

Rei: Eu sou o seu lobo Jimin, aquele que você quarda dentro de si, eu sou um ser que não morre, ou pelomenos eu achava que não- ele olhou para onde a escuridão de antes estava – está vendo aquilo? Isso está dentro de você pequeno, está te corroendo, como se fosse um parasita, no momento está pequeno, mas com certeza vai crescer ata chegar ao Ponte de ser impossível que eu nos proteja – olhou para a árvore atrás de nos- aquela árvore, sou eu... todas as suas lembranças boas, dos seus amigos, das pessoas que você ama, estão guardadas ali. – sorriu – mas se aquela escuridão chegar ate esse lugar, tudo ser a destruído e consequentemente eu vou ir junto.

Jm: P-por que? Por que isso está acontecendo? Isso não é normal É? - por um momento fiquei desesperado

Rei: Isso está acontecendo, por tudo que fizeram com você, aquilo e seu sofrimento que se tornou crítico, esse sentimento consegui de alguma forma se separar de suas lembranças e de mim, agora ele está corroendo sua mente.

Jm: Você não consegue parar isso?! – sem querer gritei

Rei: Infelizmente só posso ganhar um pouco de tempo, mas o único que pode destruir tudo aquilo e você.

Jm: E-eu não sei como fazer isso, não dá, não tem como...

Rei: Eu não disse que você não poderia ter ajuda, como já deve ter percebido, meu parceiro e alma gêmea, está com Jungkook, finalmente nos encontramos depois de tanto tempo, pena que nessas condições, mas o Jungkook pode ajudar você. Ele não é um simples amigo seu Jimin, você dois estão ligados por espírito e alma, então, ele pode te ajudar a destruir seu sofrimento, só confie nele.

Jm: Espere, por que isso soou como uma despedida?

Rei: Eu tenho que cuidar de você, então vou te acordar por enquanto, nos encontramos depois pequeno, mas saiba que eu sempre estarei com você

Tudo ficou escuro, como se uma luz tivesse se apagado, eu já estava acordado mas com os olhos fechados. Senti alguma coisa em minha boca, era quente e um pouco molhada. Abri os olhos dando de cara com Jungkook que me dava um simples selinho. Eu sentia uma corrente elétrica passar por mim, eu não conseguia mais, as lágrimas acabaram caindo de meus olhos. Jungkook Também chorava, ele abrriu os olhos e separou o beijo logo me abraçando.

Jm: Você viu não foi? – solucei

Jk: Eu vi sim Minie...

Eu não queria que ele ficasse com nojo de mim, não queria que ele tivesse visto tudo aquilo, não queria dar esses trabalho pra ele e muito menos que ele se afastasse de mim.

Jm: Me desculpa, eu não queria isso – arranhei suas costas- por favor não vai embora, eu não quero que você vá embora Kookie! – chorava mais ainda- ele me abraçou mais forte

Jk: Clama pequeno, eu não vou embora, não vou te deixar agora, não posso te deixar, a final, eu te amo – Ele disse que me ama? Isso não é possível, ele me conhece a muito pouco tempo, deve estar falando como amigo, mas de certa forma eu também o amo não É?

Jm: E-eu também te amo Kookie, eu quero ficar com você

Jk: Então fica comigo Minie...









Continua...


Notas Finais


É aí gostou? Se sim, deixe seu comentário e o favorito!

Ate a próxima!

Bye byeeeee! ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...