1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Personagem - JiKook (ABO) >
  3. Medo de amar ou de ser amado?

História Meu Personagem - JiKook (ABO) - Capítulo 19


Escrita por:


Capítulo 19 - Medo de amar ou de ser amado?


POV – Jimin

Fiquei esperando no quarto durante um bom tempo, mas os meninos não voltaram, então eu decidi que iria para um lugar vazio, eu precisava pensar um pouco sozinho também. Ando o campus inteiro e entro no auditório que, no momento, era o único lugar vazio, ando pelas cadeiras e me sento na beirada do palco.

- Conversou com o JungKook? – Ouço voz do Yoongi e quase caio assustado.

Olho para trás e vejo ele sentado no banquinho do piano me olhando sério.

- O que faz aqui? - Pergunto assim que me recupero do susto.

- Estava tocando – Responde e fecha o piano se levantando e se aproximando de mim – E pensando.

- É... eu vim aqui para pensar também – Falo voltando a me sentar no palco direito.

- Acho que vai ser bom você pensar um pouco sozinho, mas você também deveria conversar com o JungKook – Fala sentando ao meu lado.

- Agora você apoia a gente? – Pergunto tentando entender ele.

- Eu nunca vou apoiar vocês, eu gosto de você Jimin – Fala me encarando e eu fico surpreso, não achava que ele me falaria isso.

Fico em silêncio por um tempo apenas pensando, ao ouvir isso eu tinha ficado sim surpreso, mas meu coração não batia acelerado. Eu sabia que não tinha sentimentos pelo Yoongi e depois de ver ele triste, percebi que é injusto eu sequer imaginar algo com ele, isso apenas o machucaria mais, mas eu não consigo conter minha curiosidade.

- Por que não me contou antes? – Pergunto decidindo tirar essa história a limpo logo.

- E estragar seu sonho de encontrar um destinado? – Ele diz em um tom amargurado – Eu não podia fazer isso... – A voz dele soava baixa e eu percebia a frustração dele.

- Mas você não acha que as coisas poderiam ter sido diferentes?

- Não, eu pensava que sim, mas a ligação de destinados sempre vence – Diz abaixando a cabeça.

- Eu queria que fosse diferente – acabo falando sem querer, mesmo que fosse injusto com ele eu imaginava sim que teria sido muito mais simples se desde o início eu tivesse ficado com ele.

- Queria mesmo? – Pergunta desacreditado – Jimin por que você nega esse sentimento? O que tem de errado?

- Eu... Não sei – Respondo respirando fundo também frustrado com meus próprios pensamentos e atitudes.

- Então você precisa descobrir – Fala se levantando – Você não pode ter medo de amar para sempre Jimin.

- Eu não tenho medo de amar! – Respondo na defensiva.

- Então tem medo de ser amado!

- Tenho medo de não ser amado! - Enfatizo a negativa na minha fala.

- E o que ainda te faz desconfiar dos sentimentos do JungKook? – Pergunta e eu travo sem conseguir responder – Pensa nisso Jimin ou você vai acabar machucando ele e mais ainda a si mesmo.

Eu encaro as costas do Yoongi enquanto ele deixa o local e percebo que entrei aqui para pensar e estou ainda mais confuso. Eu não tinha medo de amar o Jungkook, eu apenas temia que ele me deixasse mesmo depois de me marcar. Um lado da minha mente me dizia que ele nunca faria isso, mas outra parte montava cenas em que ele dizia que a aprovação dos pais era mais importante e me deixava para se casar com outro ômega. Eu sabia que não estava sendo sincero comigo mesmo sobre meus sentimentos desde o início, mas como eu poderia me libertar sabendo de todos os problemas que o JungKook tinha? Eu precisava conversar com o Alfa, perguntar direto para ele o que faria no caso de um confronto com seus pais, precisava ouvir isso dele mesmo.

Saio determinado do auditório andando em passos largos e rápidos, mas ao chegar na porta do quarto e sentir o cheiro do alfa, toda a minha confiança se desfaz, fico parado na porta esperando minha coragem se reunir, mas antes que a coragem me atinja, a porta se abre na minha frente e o alfa me abraça com força.

- Jimin eu te procurei em todos os lugares, quando senti seu cheiro achei que estivesse ficando louco, mas você está mesmo aqui! – Diz e me solta me encarando e colocando uma das mãos no meu rosto.

Eu fecho os olhos por um momento aproveitando a temperatura quente da sua mão e o seu cheiro que me deixava calmo e anestesiado, mas me lembro do que precisava fazer e o puxo para dentro do quarto.

- Eu queria conversar com você JungKook – Falo um pouco inseguro.

- Me desculpa Jiminie, eu sei que você queria uma resposta minha, mas eu não tinha entendido a pergunta de primeira e mesmo depois que eu entendi eu não achava que era isso porque eu não achava que você fosse querer ter algo sério comigo... - Ele começa a falar sem parar um pouco desesperado, mas eu decido o interromper quando ouço isso.

- Você não achava?! – Pergunto incrédulo o interrompendo.

- Não me entenda mal Jiminie, mas você se recusa a ter minha marca e também não me deixou te ajudar no cio, tudo isso deixa meu lobo triste e eu me sinto rejeitado – Fala e eu fico um pouco culpado por um lado, mas eu não poderia me forçar a fazer coisas que eu não me sentia seguro apenas para o agradar.

- Mas eu me entreguei para você de todas as formas que eu conseguia, até um simples beijo para mim era algo difícil e mesmo assim eu não neguei isso a você! – Falo me lembrando de tudo que passei até conseguir me libertar dos meus medos.

- Eu sei Jiminie, por isso eu nunca desisti – Fala se aproximando um pouco, mas eu me afasto.

- JungKook eu quero que seja sincero comigo – Falo mais sério e ele me encara – Se seus pais viessem aqui agora, o que você faria a respeito da gente?

- Jimin eu... Eu não sei, meus pais...

- E se você me marcar, seus pais descobrirem e não aprovarem, o que você faria? – Pergunto novamente o interrompendo com medo da resposta.

- Eu não sei... Eu não sei o que meus pais podem fazer e... – Ele gesticulava e falava nervoso e eu ficava cada vez mais ansioso e triste.

- Você me deixaria, não é? – Falo com o coração apertado.

- Eu faria de tudo para proteger você Jimin – Fala se aproximando e colando nossos corpos.

- Me proteger? – Pergunto sem entender, afinal do que tanto as pessoas querem me proteger.

- Eu não sei do que meus pais são capazes, eles poderiam te machucar ou acabar com a sua vida, eu nunca deixaria isso acontecer! – Diz colocando suas mãos no meu rosto deixando um carinho lento ali.

- Mas você se casaria com outra ômega para deixar seus pais felizes? – Pergunto e ele franze o cenho.

- Eu jamais faria isso Jimin, como eu poderia? Eu amo você! – Ele fala com certeza na voz.

Quando ele diz essa frase meu corpo simplesmente para de funcionar, é como se o mundo tivesse dado uma pausa, o JungKook tinha mesmo acabado de dizer que me amava?

- Você... – Tento pronunciar, mas não consigo.

- Sim Jimin, eu te amo e tudo que eu mais quero no mundo é ouvir você dizer o mesmo, mas eu posso esperar, eu vou esperar – Diz e eu fico completamente envergonhado.

Abaixo a cabeça tentando me recompor, mas ele se afasta um pouco e tira suas mãos do meu rosto me fazendo sentir frio e um vazio nesse momento. Olho para ele e vejo uma expressão estranha em seu rosto.

- O que aconteceu? – Pergunto um pouco assustado.

- O cheiro do Yoongi está em você, eu não aguento mais sentir o cheiro de vocês misturado – Diz um pouco irritado.

- Ah me desculpa, eu vou tomar um banho – Falo me virando para o banheiro, mas JungKook segura meu pulso.

- Eu tenho uma ideia melhor – Diz se aproximando com um olhar intenso - Mas eu só irei fazer isso quando me prometer uma coisa.

Seu corpo começa a se aproximar do meu aos poucos e meu lobo já estava se entregando ao momento antes mesmo do JungKook me tocar.

- O que? - Pergunto tentando manter minha voz firme.

- Você gosta do Yoongi Jimin? - Ele pergunta segurando forte minha cintura.

- N-Não - Respondo não conseguindo desviar os olhos dos dele.

- Então me prometa que nunca mais vai se aproximar dele - Seu tom era autoritário, mas meu lobo estava animado e feliz com isso.

- E-Eu prometo - Respondo sentindo o aperto na minha cintura ficar ainda mais forte.

- Você é meu Jimin! - Aquele era quase seu tom de alfa, seus olhos brilhavam em um vermelho fraquinho, aquele era o lobo dele falando e eu não pude deixar de sentir meu lobo vibrar eufórico.

Ele me empurra até a parede e deixa um selinho em meus lábios, me encara e eu consigo ver o brilho violeta dançando em seus olhos agora. Minha respiração já começa a ficar ofegante e meu coração acelerado, mas quando ele desce seus beijos para o meu pescoço e começa a movimentar suas mãos pelo meu abdômen meu corpo inteiro entra em combustão. Ele se afasta me olhando de forma ainda mais intensa e eu fico um pouco confuso com seu ato.

- Jiminie hoje você quem vai liderar, eu quero que me toque também – Diz ele rouco – Está um pouco quente aqui, não acha? - Ele fala tocando suas roupas como se estivesse desconfortável.

Eu sabia o que ele queria dizer com aquilo, mas de onde eu conseguiria coragem para despir nós dois? Vejo ele puxando a gola da camisa enquanto estava ofegante tentando recuperar a respiração, mas aquele pedaço de pele do alfa é exatamente o que desliga a parte racional do meu cérebro, libertando meu lobo que estava ansioso para o tocar. Simplesmente esqueço de tudo naquele momento e retiro minha camiseta rapidamente e a jogo no chão, me aproximo do Alfa e subo minhas duas mãos lentamente pelo seu abdômen dentro de sua camiseta.

- Não tenha pressa Jiminie – Diz ele lentamente se aproximando apenas para deixar um beijo no meu pescoço me fazendo arrepiar.

Aproximo nossos corpos agora movendo minhas mãos para suas costas que descem lentamente deixando arranhões leves por toda parte. Ouço alguns suspiros de JungKook e isso foi o suficiente para que eu perdesse totalmente o controle e tirasse a camiseta dele rapidamente me aproximando em seguida e iniciando um beijo apressado enquanto sentia nossos corpos encostados pele com pele. Quando percebo que o JungKook iria tomar controle do beijo, o finalizo descendo meus lábios pelo seu pescoço, me afasto um pouco enquanto tiro minha calça lentamente ciente dos olhos atentos de JungKook em mim, o olho novamente e ele se aproxima me puxando pelo quadril colando nossos corpos outra vez. Eu passo meus braços pela sua cintura e agora deixo meus lábios criarem um caminho próprio distribuindo selares e mordidas por onde passavam. Beijo a pele próxima ao seu ouvido e chupo aquela parte enquanto encaminho as mãos para a sua calça a abaixando lentamente, deixo minha mão se aproximar da sua virilha propositalmente enquanto tirava a peça e escuto o primeiro gemido alto de JungKook. Aquele som acordou meus instintos de forma enlouquecedora, mas o JungKook parecia ter saído do controle, ele me empurra e me joga na cama com brutalidade.

- Deixa que essa lição eu te ensino outro dia, hoje eu quero te dar prazer – Fala rouco e se aproxima deitando em cima de mim.

Ele parecia selvagem, deixava beijos por toda a minha pele enquanto apertava minha cintura e minhas coxas, eu estava extasiado e meu corpo pedia por mais. Ele desce seus beijos começando a chupar meus mamilos de forma intensa, eu solto o primeiro gemido descontrolado e JungKook parece ficar ainda mais selvagem deixando mordidas por todo meu abdômen até chegar perto demais do local perigoso. Ele me encara com um sorriso malicioso e deixa uma lambida em meu membro por cima do único pano que ainda me cobria. Eu já estava me contorcendo em prazer com o mínimo dos toques de Jungkook e ele ao perceber isso apenas sorri, aproxima suas mãos do elástico da minha box e a tira em um só movimento me fazendo gemer surpreso. Meu coração batia a uma velocidade inumana, JungKook me encara e se aproxima de mim até estar respirando ao lado do meu ouvido me dando arrepios.

- Relaxa Jiminie, eu só vou te dar prazer – Diz ele lentamente me deixando louco.

Ele volta a deixar selares por todo o meu corpo descendo seu rosto até chegar no lugar mais sensível, coloca suas duas mãos em minhas coxas e as aperta ao mesmo tempo que deixa um selo leve em meu membro, o contato foi mínimo, mas foi o suficiente para me fazer deixar escapar um gemido praticamente gritado. Ele me olha e sorri de uma forma diferente e então, sem aviso nenhum, desce seus lábios por todo meu membro fazendo com que eu me contorça gritando seu nome. Ele começa com movimentos lentos subindo e descendo seus lábios pelo meu membro enquanto sua língua explorava diversos movimentos me levando a loucura, tudo que eu sabia fazer era gritar o seu nome e apertar os travesseiros até não sentir mais minhas mãos.

Eu já estava fora de controle quando JungKook aumenta os movimentos de forma selvagem e deixa mais apertos nas minhas coxas, eu não consegui me segurar por mais nenhum minuto chegando ao meu máximo me contorcendo sem controle, afundo meus dedos no cabelo de JungKook descontando todo o meu prazer enquanto ele ainda fazia movimentos lentos prolongando meu prazer por alguns segundos. JungKook me olha intensamente sorrindo e se senta na cama me puxando para o seu colo, ele inicia um beijo calmo e faz com que eu sinta meu próprio gosto em seus lábios, era inacreditável o quão calmo o beijo era comparando com o JungKook selvagem de segundos atrás. Eu podia sentir o quão necessitado ele estava, então começo a mexer levemente meu quadril em seu colo, por alguns segundos ele apenas joga a cabeça para trás aproveitando a sensação, mas quando eu decido aumentar os movimentos ele deixa escapar um gemido alto e então segura minha cintura.

- Melhor não fazer isso Jimin – Diz ele em tom de alerta.

- Mas eu posso te ajudar com isso – Falo desejando o dar prazer assim como ele me deu.

- Agora não é o melhor momento, tudo bem? – Diz em um tom calmo.

Eu sabia que ele tinha medo de perder o controle e acabar me marcando, mas eu me sentia culpado de sempre receber todo o prazer e ele ficar necessitado dessa forma.

- Jiminie fica tranquilo, eu posso lidar com isso, vamos só deitar e ficar quietinhos e juntinhos ok?

- Você não vai sair hoje? – Pergunto lembrando que das outras vezes ele sempre precisava sair do quarto.

- Não, eu estou aprendendo a me controlar, aos poucos, mas estou – Fala ele sorrindo e deixa um selar em meus lábios.

Ele se deita e me puxa para deitar em seu peito, começa a fazer carinho nos meus cabelos e eu apenas relaxo em seus braços.

- Não pense que você se livrou da nossa próxima lição – Diz ele rindo um pouco – Eu só quis prolongar um pouco a parte do sentir.

- E quem disse que eu quero me livrar da próxima lição? – Falo o olhando sério tirando coragem não sei de onde.

O JungKook me olha sério também e o clima fica intenso mais uma vez, ele se aproxima lentamente, mas logo se afasta e me abraça.

- Vamos dormir, só dormir, sem provocações ou coisa do tipo, só dormir como dois anjinhos – Fala ele respirando fundo e eu sorrio segurando uma risada baixa antes de me aninhar melhor a ele.

- JungKook? – O chamo baixinho e ele responde em um resmungo – Me desculpe.

- Por que está se desculpando? – Ele pergunta ainda calmo.

- Eu... Ainda tenho muitas dúvidas, isso tudo é difícil e eu, às vezes, não me entendo – Digo e sinto ele respirar fundo – Eu acho que estou fazendo tudo errado, mas ao mesmo tempo eu não sei como mudar isso.

- Não pense nisso agora Jimin, não se deixe levar por pensamentos assim, só foque nos sentimentos e o resto nós resolvemos juntos – Ele diz de forma carinhosa e me aperta mais em seus braços.

- JungKook, você não vai embora, não é? – Pergunto o que ficava martelando na minha mente.

- Como assim Jimin?

- Eu perdi minha mãe, não quero perder mais ninguém – Falo não prolongando muito o assunto com medo de acabar chorando – Mesmo que acontecer alguma coisa, mesmo que seus pais fizerem algo, você não vai ir embora, vai?

Os minutos se passam e eu não recebo uma resposta de JungKook o que faz meu coração se apertar, esse era meu maior medo, o maior motivo de eu não aceitar a marca dele, eu já perdi minha mãe e não acho que meu lobo aguentaria perder meu alfa e o JungKook tinha motivos demais para me deixar. Fecho os olhos respirando forte deixando o cheiro do JubgKook acalmar meu corpo e decido dormir, ele não iria me responder mais.


Notas Finais


Volteeeei
Bom eu sei que muita gente ficou beeeem irritado, alguns com o Jimin, outros com os meninos, principalmente com o Tae, então pra quem estava bravo com o Jimin espero que tenha se acalmado ao menos um pouquinho kkkkkkk
Pra quem já tinha lido a história e está relendo, queria informar que a partir daqui vai ter bastante coisa nova ok? Fiquem de olho 👀
Um ótimo domingo pra todo mundo e até semana que vem
Beijo na testa de todos vocês 💜❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...