1. Spirit Fanfics >
  2. Meu policial idiota- Park Jimin >
  3. Regret

História Meu policial idiota- Park Jimin - Capítulo 6


Escrita por: e bfqv0128


Notas do Autor


Oi outra vez❤
Trouxe mais este capítulo, para tentar compensar o tempo em que não postei.
Espero que gostem
Boa leitura🌌

Capítulo 6 - Regret


Fanfic / Fanfiction Meu policial idiota- Park Jimin - Capítulo 6 - Regret

S/N Point of view

Vi Jimin se aproximar da ambulância com a ajuda de dois policiais sempre me encarando. Quando chega ao meu lado eu tento falar com ele, mas ele me manda calar, então ele entra na ambulância e eu me dirijo a uma viatura da polícia para ir para a delegacia.

Durante o caminho fico olhando o céu e fico pensando em Jimin e no porquê daquele seu olhar. Fiquei triste, mas eu terei tempo para conversar com ele. Muito provavelmente amanhã o irei encontrar no hospital.

Chegando na delegacia vejo Hoseok com a cabeça baixa, algemado e sentado em uma cadeira. Quando ele sobe seu olhar para me ver, vejo que ele estava com a cara inchada.

Jh- Me desculpa S/N.

Apenas disse isso e foi logo chamado por um policial para fazer seu depoimento a seguir a ele fui eu a chamada e quando chego na sala vejo Seokjin.

Jin- Não pensei ver você aqui por esse motivo.

S/N- Pode crer que nem eu pensei.

Jin- Me conta tudo o que aconteceu.

Contei tudo e enquanto eu falava Seokjin tomava notas. Acabando o depoimento eu saio da delegacia e vou para casa e quando chego vejo minha avó e meus pais com cara de preocupação.

Avó- Ai minha neta, você quase nos mata de preocupação. Você não pode sair assim de casa. O que faria da minha vida sem você?

Mãe- Sua avô quase que só faltava ir para o hospital. Nunca mais faça isso querida.- eles me abraçam.

S/N- Me desculpem sério. Prometo não voltar a fazer isso. Vou descansar, boa noite.- eles me respondem e então eu subo as escadas e vou tomar banho. Depois disso me deito na cama e logo adormeço.

Dia seguinte

Hoje acordei pensando em falar com Jimin. Então saio de casa e vou para o hospital, quando lá chego vou vestir a minha vestimenta e logo começo a trabalhar. Estava passando pelos quartos dos pacientes e mudando as medicações, etc, quando chego no quarto onde Jimin estava. Entro e fico um pouco na porta tentando ganhar coragem, pois não sabia qual a reação dele. Ele ainda não me tinha visto pois estava deitado distraido olhando para a janela, quando de repente ele vira para mim e se assusta.

Jm- Podia ter avisado que estava aí, escusava me assustar- diz grosso.

S/N- Eu queria falar com você.- me aproximo dele.

Jm- Apenas faça o seu trabalho e me deixe em paz.

S/N- Porque você me olhou daquela maneira ontem?

Jm- De que maneira?- diz desentendido.

S/N- Porque me olhou torto? Eu quero saber se tem algum problema. Sinto que temos que falar.

Jm- Eu não olho com sentimento algum para uma pessoa que não me diz nada.- diz me machucando.

S/N- Estou vendo que não vamos chegar a lado nenhum. Vou voltar ao meu trabalho, com licença.- digo saindo rapidamente do seu quarto.

Jimin point of view

Eu não sei porque reajo assim quando a vejo. Sinto um misto de felicidade e de raiva. Quando a vi na porta do quarto me lembrei de tudo o que aconteceu ontem e então a tratei de forma rude. Não gostei de a ver com aquela cara triste, mas eu não irei conseguir olhar para ela da mesma forma, sabendo que a causa de eu estar aqui preso a esta cama de hospital, foi ela.

Às vezes desconfio de um sentimento, mas prefiro me afastar mesmo. 

S/N point of view

Meu expediente acaba, e saio cansada e desiludida com a conversa que tive com Jimin, mas é completamente impossível falar com ele sendo que ele é grosso.

Decido ir na deelegacia e lá chegando eu vou na recepção e pergunto sobre Hoseok. Então um policial me leva até uma cela e o vejo, triste e deprimido, muito diferente daquilo que ele era, feliz e sorridente.

S/N- Oi.- digo sem saber o que dizer.

Jh- Oi S/N. Me desculpa.- começa então a chorar.- me desculpa por tudo.- diz parecendo arrependido.

S/N- você sabe que a partir de agora a nossa relação não será a mesma. Não posso prometerque vai voltar tudo ao normal, porque eu sei que vou lembrar sempre.

Jh- Eu entendo. Me desculpa mesmo, por o que fiz ontem e por te perseguir.- admite.

S/N- Era você? Foi você que me fez passar medo? Como eu não desconfiei.- digo incrédula.

Jh- Sim era eu. Desculpa por amar você.- diz me olhando com os olhos marejados.

S/N- O que significava o J?

Jh- Significava J-hope. Sabia que não ia desconfiar, você vive me chamando Hoseok.

S/N- Agora faz sentido. Eu vou embora. Preciso apanhar ar.- o ouço me chamar mas não ligo.

Saio rápido da delegacia e vou para uma ponte lá próxima. Me encosto no muro olha do para o rio e fecho meus olhos. A primeira coisa que pensei para me acalmar foi no Jimin, apesar da forma que ele me tratava ainda sentia que era meu porto seguro. Fiquei ali até ver que era era de ir para casa. Logo quando chego, falo com com a minha família e vou para a sala ver um filme, não tinha nenhum apetite para comer, acabei então adormecendo no sofá.

Sonho on

Vejo um homem de cabelos vermelhos, que bem sei quem é, de costas para mim, me aproximo e o ouço cantarolar enquanto olhava o mar à sua frente, quando ele diz:

Jm- Se afasta de mim S/N. Faça isso. Só nos iremos machucar, você não conhece o meu verdadeiro eu- ele se vira para mim e o vejo com o rosto machucado e com cortes por onde sangrava.

S/N- Jimin- digo começando a chorar assustada com a sua face e com o que ele tinha dito- eu não quero me afastar de você.- aí vejo ele desaparecer da minha vista me lançando um sorriso de lado.

Sonho off

Acordo sobressaltada, assustada. Logo fiquei mais aliviada por saber que era apenas um sonho e que Jimin estava bem. Vejo que estava no sofá e então fui para meu quarto e acabei que adormeci depois de ficar pensando no sonho.




Notas Finais


Espero que tenham gostado deste capítulo.
Beijos😽


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...