1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Porto Seguro - Mark Tuan >
  3. O começo de tudo (prólogo).

História Meu Porto Seguro - Mark Tuan - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


sim, acabei minha historia ontem e já comecei outra hoje, eu tava muito ansiosa kk

espero que gostem, bolei ela de ultima hora kk

b o a
l e i t u r a

(comentários motivam <3)

Capítulo 1 - O começo de tudo (prólogo).


Fanfic / Fanfiction Meu Porto Seguro - Mark Tuan - Capítulo 1 - O começo de tudo (prólogo).

-Mas Mark, os nossos pais não nos querem juntos! - a garota exclamou.

-Eu não ligo! O importante é que eu te amo, e nada vai mudar. Vou te amar até o ultimo dia da minha vida, isso é uma promessa, Lindsay Park - Mark se aproxima da garota e segura seu rosto, prestes a começar um beijo calmo, mas intenso.

-Corta! - Jackson gritou da plateia, fazendo os dois se separarem - Olha, pessoal, a atuação de vocês está incrível, eu sinto a química daqui! Porém, vocês tem que colocar mais intensidade nas coisas. Lindsay, sua atuação e suas falas colidem com a personagem de um modo bom. Mas você, Mark, sinto que você não está tão entregue com a Lind está. - ele ia dizendo, enquanto os amigos concordavam. - Acho melhor encerrar por hoje, quero poupar suas energias. Quinta-feira nós vamos ensaiar com os nomes de palco. Estão dispensados.

-Sim, professor. - disseram os dois.
   O resto dos alunos que estavam na plateia aplaudem os amigos que estavam saindo do palco.

-Mandaram bem, pessoal! - Bambam esbarrou com os dois nos bastidores, acompanhando-os até o camarim. - Pena que o professor cortou vocês bem na hora do beijo...

-Cale a boca, Bambam - Linda disse rindo, se sentando na frente da penteadeira, começando a tirar a maquiagem. - Você parece estar mal, Mark. Aconteceu algo?

-Na verdade, sim - Mark se sentou do lado da amiga. -, meus pais brigaram ontem de novo.

-Qual foi o motivo, dessa vez? - Bambam perguntou.

-Minha mãe tirou da cabeça que meu pai estava traindo ela. Ela queria porquê queria pegar o celular dele, mas meu pai não queria deixar. Já era meia noite e os idiotas estavam brigando. - Mark disse um pouco triste.

-Como vocês resolveram isso? - Linda perguntou.

-Eu fui até a sala, tomei o celular do meu pai e joguei na parede, até ele se partir ao meio.

-Não! - Bambam e Linda exclamaram surpresos.

-Sim. Depois disso, eu voltei pro quarto como se nada tivesse acontecido. Depois, eles ficaram calados até o fim da noite, não ouvi um "piu" deles, se quer. - Mark respondeu vitorioso.

-O Mark que eu conheço não teria pensado numa coisa dessas. - Bambam disse rindo enquanto se afastava.

-O Mark que você conheceu morreu naquele acidente, junto com o resto daquelas pessoas que ele não pode salvar. - Mark disse se virando para o espelho de sua penteadeira.

-Amigo, já conversamos sobre isso, você não tinha obrigação de ter salvo aquelas pessoas. - Linda passou o braço em volta do ombro do amigo. - Mudando de assunto, o que acha de sairmos hoje? A gente pode chamar o Bambam e a Meg, como a gente sempre faz, que tal?

-A ideia é boa, mas a gente sempre chama eles para sair, nunca mais saímos sozinho, tipo, só eu e você. Sinto saudades da minha Linda. - Mark olhou para Lind com um brilho nos olhos e um biquinho.
   Lindsay sabia de uma coisa: quando ele fazia aquela cara, ele estava falando sério. Ele queria Linda só para ele, e com aquela cara, ele teria.

-Tá bom - Lindsay disse, fazendo Mark sorrir -, vamos sair só eu e você hoje.

-Eu ouvi isso! - Bambam gritou, do outro lado do camarim.

-Prometo que vamos nos divertir hoje. Quando a aula acabar, a gente vai fazer um montão de coisas que você gosta! - Mark segurou as mãos da amiga.

-Nossa, você estava mesmo desesperado para sair a sós comigo, né? - ambos sorriram.
   Bambam se juntou a eles e os três ficaram conversando, esperando o sinal bater.

-LINDSAY! CADE VOCÊ?! - Meg entra no camarim desesperada, fazendo Linda levantar assustada. - Deu certo!

-O que foi, sua louca? - Lind pergunta tentando acalmar a amiga. - Que magia tua deu certo, dessa vez?

-Eles me aceitaram! A "Litlle Dream Entertainment" me quer como trainee! - Meg disse pulando, fazendo Lind pular também.

-Eu não acredito! Você vai ser artista! - as duas se abraçaram.

-Bambam, Mark, deu certo! - Meg chamou a atenção dos meninos, mas se jogou nos braços de Bambam, fazendo o mesmo ficar bobo e com vergonha. - Eu passei!

-Estamos muito felizes por você, Meg! - Mark disse, entusiasmado. - Não é mesmo, Bambam?

-É. Estamos - ele respondeu, tentando sair do transe "apaixonado".

-Temos que sair pra comemorar! Vamos lá pro Starbucks, tudo por minha conta! - Meg disse.
   O grupo de amigos gostava muito dessa cafeteria, iam lá sempre que dava. A maior parte das vezes, era sempre por conta do Mark, o riquinho "mimado" do grupo. Mas... Meg dizendo que pagaria? Isso é novidade...

-Na verdade, Meg, eu e o Mark já temos compromisso hoje... - Lindsay disse, um pouco decepcionada.

-Ah, tudo bem. Então o Bambam vem comigo, vem amigo! - Meg puxou o mesmo pelo pulso para fora do camarim, fazendo Mark e Lindsay rirem, enquanto Bambam estava com aquela cara de bobo, como sempre ficava perto de Meg.

-Esses dois, até o fim do ano eles estão juntos - Linda disse rindo.

-É, pena que só os dois. - Mark disse baixo.

-Disse algo, amigo? - Lind pergunta.

-Não, não. Estava falando sozinho.


Notas Finais


gostaram do prologo? querem continuação?

eu estou muito ansiosa, vcs vão amar, eu prometo!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...