História Meu presente de aniversário - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sasuke Uchiha
Tags Sasunaru, Yaoi
Visualizações 60
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 22 - Tens de ser sincero com ele


Pov’s Naruto

Acordo sentindo alguém a me abraçar. Tento me mexer, mas o meu corpo está todo a doer. A última coisa que me lembro são daqueles três garotos a me dar pontapés.

-Finalmente acordas-te- diz a pessoa que está ao meu lado abraçada a chorar e logo reconheço a sua voz

-Sasuke

-Fiquei tão preocupado

-Não chores, está tudo bem

-Não, não está. Estás tão ferido que tiveram que chamar uma ambulância

-Estamos num hospital?

-Sim

-Que horas são?

-23:19

-Já?

-Sim…

-O que se passou depois de eu apagar?

-O Gaara chegou ao terraço e estavas deitado no chão todo magoado e cheio de sangue a volta por isso ele ficou em pânico e levou-te para a enfermaria e logo em seguida foi me chamar, mas quando chegamos a enfermeira a senhora estava a ligar para o hospital porque a tua pulsação estava a diminuir então quando a ambulância chegou eu e o Gaara viemos contigo

-O Gaara também está aqui?

-Sim, ele foi comer agora o Lee insistiu muito porque o Gaara estava muito pálido. A Hinata e o Neji também estão aqui só que a Hinata recebeu uma chamada do pai e foi a rua com o Neji para poder falar melhor

-Que bom que estão todos aqui, mas devem estar preocupados

-Quem te fez isto?

-Eu não sei, mas lembro de já os ter visto pelos corredores

-Quando eu descobrir e eles vão ver

-Calma Sasuke, assim só vais ter problemas

-Eles merecem

-Por favor não faças nada

-Já viste o teu estado? Não posso deixar as coisas assim

-Eu sei, mas basta só descobrir o nome deles e depois deixamos tudo com a diretora eles provavelmente vão ser suspensos ou até expulsos, isso já não é bom?

Ele não disse nada.

-Vá lá por mim, não faças nada

-Está bem- diz um pouco chateado

Ele se levanta, dá-me um selinho e diz indo embora:

-Vou chamar um médico para ele ver se está mesmo tudo bem contigo para depois eu, o Gaara, o Lee, a Hinata e o Neji podermos ver-te

Fico feliz por estarem todos aqui. Mesmo assim devem estar muito preocupados ainda por cima eles estão aqui desde manhã sem notícias nenhum, mas agora já não devem estar tão preocupados. Ainda bem que acordei naquele momento, quando senti tudo escurecer deu-me um aperto no coração como se eu estivesse a ir embora e nunca mais fosse retornar.

-Vejo que estás melhor, Naruto- diz Tsunade

-Ainda bem que a Tsunade que está a tratar de mim

-Mal soube que estavas no hospital pedi para ser eu a tratar de ti. Enquanto eu te examino conta-me o que se passou

-Está bem

Tal como pediu eu contei-lhe tudo enquanto ela me examinou. Como sobrou tempo até contei que eu e o Sasuke estávamos a namorar e tinha feito as pazes com a Hinata.

-Nada podia estar mais prefeito. Estou tão feliz

-Estou a percebeu. Acabei o exame. Estás muito magoado. Cheio de nódoas negras e alguns cortes na pele. Vamos ter que tratar disso com cuidado porque o mínimo toque no lugar errado pode te levar a uma grande dor

-Está bem

-Eu recomendo não fazeres nada com o Sasuke pelo menos até ao fim de semanas- diz num tom perverso

-Tsunade- digo severo e corado

Ela riu um pouco e depois diz:

-Vamos tratar disso rápido, os teus amigos estão muito preocupados contigo

Ela começou a passar desinfetante, um creme nas nódoas negras e outras coisas.

-Prontinho- diz ao acabar- Vou chamar eles

Ao dizer isso ela sai do quarto e segundos depois os meus amigos entram no quarto. O Gaara e a Hinata logo correm até mim e me abraçam com cuidado.

-Estávamos muito preocupados- dizem os dois

-Diz-nos quem te fez isso para nós podermos matar essa pessoa- diz Gaara

-Matar? Calma

-Matar? Nos não vamos matar, mas caso essa pessoa seja atropelada por um camião e nós o tivermos a conduzir é apenas mera coincidência- diz a Hinata

-Eu não quero que ninguém fique com problemas por isso vou tentar descobrir o nome de quem me fez isso e dizer a diretora assim eles vão levar suspensão ou até ser expulsos

-Bem… pode ser, mas se eles tentarem se aproximar outra vez de ti aí nada impede- acontecer uma mera coincidência- diz Gaara

-Está bem- digo rindo e logo todos começam a rir

Essa noite conversamos sobre várias coisas. Foi bem divertida, mas senti algo a incomodar o Gaara. Eu dormi na cama com o Sasuke. A Hinata e o Neji num dos sofás e no outro o Gaara e o Lee.

Acabo por acordar a noite com o barulho de alguém a se levantar. Mesmo estando escuro me levanto com cuidado e vou atrás dessa pessoa. Segui essa pessoa até a parte da rua. Finalmente consegui ver que era o Gaara.

-Olá Gaa

-Olá Naru…- diz parecendo um pouco para baixo

Ele se senta num banco e eu me sento ao lado dele

-O que se passa?

-Não é nada, não precisas de te preocupar

-Gaara claro que preciso de me preocupar, tu és o meu melhor amigo

-Bem… domingo eu e o Lee íamos fazer… o que tu sabes-me dizer corado- mas ao chegar a casa dele não sei o que aconteceu e fiquei com medo e inventei que estava com muitas dores de cabeça e não fizemos nada em vez disso ele cuidou de mim o que me desse sentir pior

-Por quê que ficaste com medo?

-Eu não sei, foi esquisito

-Quando foi comigo e com o Sasuke tu não ficaste com medo

-Pois não, mas desta vez eu tenho muito medo de estragar tudo com o Lee. Ele gosta muito de mim e eu gosto muito de mim. Eu finalmente fui correspondido

-Acho que já percebi

-O que eu faço Naru? Eu não quero magoar o Lee…- diz com lágrimas nos olhos

-Bem…. Acho que já sei, não chores- digo limpando as suas lágrimas

-Então o que eu faço?

-Conversa com ele

-Como assim?

-Tens de ser sincero com ele, convida ele para passear no parque a noite, é muito mais lindo a noite e conversa com ele. Tens de ser sincero, deita-ta tudo para fora nessa conversa. Ele gosta mesmo muito de ti então ele vai perceber. E não necessariamente têm que fazer sexo depois dessa conversa, leva o tempo que precisares, mas eu acho que a única coisa que te falta é conversar com ele

-Tens a certeza?

-Sim, fazes um piquenique assim ficam muito mais a vontade ainda lhe surpreendes com os teus dotes culinários. Ele nunca mais vai querer te largar- digo a última parte de propósito para ele rir e funciona- Bem agora vamos dormir- digo então nos levantamos e fomos para o meu quarto de hospital

Ao chegarmos lá entramos devagar para não fazermos barulho e depois nos deitamos com cuidado nos nossos devidos lugares.


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...