História Meu Verdadeiro Amor.... - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Tags Gay, Romance
Visualizações 14
Palavras 795
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa não colocar capa
Espero que gostem

Capítulo 4 - O desconhecido, mais atraente


 POV: PAULO 

~5 da manhã~

Eu não sinto mais dor parece que alguém me curou, eu sinto frio e me encolho de concha, de repente sinto um tipo de tecido fofo e gostoso chegar até meu pescoço eu falo sonolento e com medo 

Eu: sai, não me toque por favor!

xxxx: calma vai ficar tudo bem

Era uma voz masculina sinto ele chegar atrás de mim ( eu estava deitado na cama) me abraçar, me sinto seguro e estável ( bem ) eu me achego mais perto dele...

~8:00~ 

Acordei, fiquei com as costas encostadas na cabiceira na cama olho para o lado e vejo uma bandeija de frutas, suco, torradas, o café da manhã completo, a luz estava acessa então eu pisco tentando me acostumar com a luz quando olho para frente eu vejo um homem lindo, alto, olhos azuis como o mar, ele estava me olhando mordendo os lábios, que boca gostosa, tira esse pensamento loucos da cabeça..... Ele sai de lá, chega na ponta da cama com sua voz suave, firme me pergunta calmamente 

xxxx: Vc esta bem?

Eu: Sim. Foi vc quero dizer o senhor que me salvou ontem?, aí meu Deus, isso ontem minha irmã deve estar preocupada teve ter chamado a polícia aquela louca desgovernada imagina se uma pessoa me sequestra, perai vc me sequestrou, será que posso confiar em vc?

xxxx: pode, aliás vc confiou em mim quando me pediu para eu vir aqui deitar com vc até vc dormir, se bem que vc parece um anjo dormindo.

Eu coro de vergonha e olho ele de cima para baixo

Eu: Obrigado. 

Eu passo a mão na minha testa e vejo sangue na minha mão (nas pontas dos dedos) 

Eu: aí meu Deus sujei seu travesseiro 

xxxx: Não tem problema, vc quer levantar? Já tomou café que que preparei especialmente para vc?

Eu: para mim obrigado, depois de eu me alimentar posso tomar banho só que eu não tenho roupa - pego uma torrada e como.

xxxx: usa uma minha, esta bom a torrada?

Eu: perfeita 

Depois eu acabei de comer levantei da cama, fiquei de pé mais, esperai eu estava só de cueca

Eu: cade minha roupas? Pq vc tirou minha roupa, em?

xxxx: nada só tirei aquela roupa suja de vc, depois que eu tirei passei a mão no seu abdômen e coloquei vc na cama, te ajeitei foi quando vc me pediu para deitar com vc, não fiz nada de mais - ele me olha da cama com cara de safado olhando pra minha bunda ja que eu estava de pe de costas para ele - mesmo assim se vc não gosto me desc...

Eu: tudo bem - interrompi ele - Obrigado por me "salvar", mesmo agora Onde fica o banheiro que eu tô apertado

Ele se levanta da cama pega minha mão, sinto um um arrepio ele me leva até a porta do banheiro, ele abre então me deixa entrar 

Eu: Obrigado agora pode por favor me dar, privacidade?

xxxx: Não.

Eu: mais o que?

xxxx: vai se vc se machuca e eu não posso te salvar, fico preocupado com vc 

Eu coro de vergonha e deixo ele entrar fecho a porta e me viro  para o box e quando vou tirar a cueca eu olho para trás e vejo ele olhando para minha bunda.

Eu: Vc pode virar pro lado ou fechar os olhos por favor? 

xxxx: talvez - ele morde os lábios e faz cara de sexy - esperai só mais um pouquinho- e continuava olhar pra aquela "região"

Eu: anda logo - eu fico vermelho de vergonha - já virou?

xxxx: sim 

Eu tiro a cueca correndo jogo nele entro em baixo do chuveiro e fecho o box rápido 

xxxx: jogar em mim, sério?

Eu: e o que vc merece sua tentação!

xxxx: aé so me aguarde, hahahaha! 

Eu: estou aguardando!

Ligo o chuveiro começo a me ensaboar, ele fica em pé me olhando com o box fechado mas me olha.

Eu: Qual seu nome?

Chris: Cristhian mais pode me chamar de Chris, e o seu? 

Eu: Paulo, Chriiss agora se me permite não alcanço pode esfregar minhas costas, por favor?

Chris: posso 

Eu vejo ele tirar a roupa o box é meio escuro, eu o vejo chegar na porta e perguntar 

Chris: posso entrar? Já se virou? 

Eu: Não, vc não fez graça cm? 

Chris: anda logooo! Já virou?

Eu: Sim. Pode entrar

Eu lhe entrego a buxa ele começa a esfregar forte 

Eu: pode esfregar fraco e devagar por favor?

Chris: posso, até pq não ia querer estragar uma pele linda 

Eu: nossa, super fofo

Chris: tô com frio da um espaço para mim, por favor?

Eu: já que vc foi bomzinho 

Eu do espaço para ele ficar em baixo do chuveiro eu sinto sua mão passar pelo meu corpo, ela chega até a cintura e ele cola seu corpo no meu e chega no meu ouvido e diz

Chris: eu tô apaixonado......




Notas Finais


Espero que gostem fiquei com demora para postar pq estava ocupado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...