1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Primeiro Amor >
  3. Capítulo Único

História Meu Primeiro Amor - Capítulo 1



Notas do Autor


Autor: Oi escrever essa fic aqui que foi um desfio para mim até porque nunca fiz uma fic sem que seja do BTS, mas enfim espero que gostem. Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Meu Primeiro Amor - Capítulo 1 - Capítulo Único

Em uma manhã fria de Seul, um garoto de pele clara e cabelo escuro caminhava tranquilamente pelas ruas em direção a sua escola. Com os fones de ouvido no máximo viajava em seus pensamentos ou como o mesmo gosta de chamar: seu próprio mundinho.

— Yeonjun! — Uma voz familiar que sempre que escutava lhe dava arrepios, se fez presente. Era seu melhor amigo. Heuningkai era o nome do dono da voz que sempre lhe dava borboletas no estômago.

— Oi Kai! — Yeonjun falou, retirando seus fones para prestar atenção no amigo.

— Quer ir lá em casa hoje depois da escola?

— Pode ser… Ah, Kai! — Chamou a atenção do mais novo.

— Fala.

— Hum… Deixa… — Jun se encontrava com as bochechas levemente vermelhas.

— Jun, por que está vermelho? — Kai pergunta fazendo o mais velho ficar cada vez mais vermelho.

— Eu… É apenas o frio. — Demorou um pouco para responder fazendo o mais novo ficar confuso.


Kai se encontrava debaixo de uma árvore lendo enquanto seu amigo comprava algo para ambos comerem. Para os que viam o garoto, Kai apenas estava concentrado no livro, porém passavam muitas coisas em sua cabeça, coisas que nem o mesmo entendia. Uma das coisas que mais o perturbava era o fato de não entender seus sentimentos, e isso o deixava maluco. Talvez seja por nunca ter sentido isso antes ou por simplesmente achar que o que ele sentia era errado, até porque não se pode gostar do seu melhor amigo, ou pode? 

Enquanto se encontrava mais uma vez em uma luta interna com seus sentimentos e pensamentos, Jun já tinha aceitado que gosta do amigo, porém tem medo de se confessar e perder sua amizade com o garoto. Um medo que muitos tem e convenhamos, é algo normal de se sentir.

— Está lendo o que? — Jun aparece se sentando ao lado do mais novo.

— Um livro qualquer... — Kai se ajeita ao lado do mais velho e pegou seu lanche após fechar o livro.

— Você… Está gostando de alguém, Kai? — O garoto se surpreende com a pergunta repentina do amigo.

— A-acho que sim...

— Como assim "acho que sim"?

— Eu não sei, meio que uma parte de mim diz que é errado gostar dessa pessoa… — Respondeu. — Mas e você? Está gosta de alguém?

— Sim, mas eu tenho medo de confessar e acabar perdendo ele.

— Entendo...

O clima estava um pouco estranho, tenso talvez. Ambos os garotos se encontravam pensativos.

— Sabe — Jun se pronunciou novamente chamando a atenção do mais novo. — Acho que a pessoa que você gosta deve ser bem especial.

— Sim, ele é. — Kai suspirou triste.

O clima novamente ficou estranho e silencioso, deixando os dois amigos ainda mais pensativos.


— Aquela professora é maluca! — Kai disse tirando gostosas risadas de seu hyung. 

— Concordo! — Agora ambos estavam caminhando lado a lado indo em direção a casa de Kai.

O silêncio se estabeleceu entre os dois novamente, algo que já estava ficando normal entre eles. Apenas escutavam seus passos e o assovio do vento gelado. A rua estava bem calma para uma quarta-feira em Seul.

— Seus pais estão em casa? — Finalmente Jun se pronuncia quebrando aquele silêncio.

— Não. Eles estão nos Estados Unidos.

— E seu irmão?

— Foi com eles.

— Hum…

Em poucos passos já haviam chegado na casa de Kai, a mesma que se encontrava muito bem arrumada. Ambos tiram seus tênis e casacos quentes os deixando na entrada.

— Vamos comer o que? — Jun pergunta caminhando bem atrás de Kai.

— Minha vó veio aqui ontem e deixou umas comidas na geladeira, vou esquentar e comemos, pode ser?

— Por mim tudo bem.

Na cozinha Kai esquentava a comida enquanto Jun arrumava  a mesa. Já com a mesa pronta Kai coloca as comidas em cima e ambos começam a comer silenciosamente.  Quando terminam ambos levam os pratos para a pia antes de irem direção a sala e se jogarem no sofá. Kai pega o controle e vai em busca de algum filme.

— Esse me parece bom. — Jun se pronuncia.

— Vou colocar ele então.

Ambos se ajeitam para ver o filme assim que Kai aperta play.


— Queria ter a coragem desse cara. — Jun diz enquanto passava uma cena em que os personagens se declararam.

— Não é questão de ter coragem Jun. Se você ama mesmo a pessoa tem que se arriscar. — Kai se pronuncia deixando o garoto pensativo.

— Bom já que você diz que tem que se arriscar, eu tenho uma coisa para dizer… — Jun se encontrava com o coração a mil e suando frio.

— Diga. — Kai se levanta um tanto quanto nervoso e encara o mesmo.

— Bom, a pessoa que eu gosto é… Você… — Jun abaixa a cabeça totalmente envergonhado e com medo do seu amor não ser correspondido.

— Jun… — Kai estava chocado, não sabia como reagir.

— Não precisa falar nada, eu devia ter ficado quieto.

— Não.. Jun eu... também gosto de você. — Dessa vez foi Jun que ficou desacreditado com o que acabara de ouvir. Com um leve sorriso nos lábios levantou a cabeça e encarou o mais novo.

— S-Sério? — Antes que Jun fala-se mais alguma coisa, Kai juntou seus lábios ao do mais velho num beijo apaixonado e necessitado de ambas as partes.

Quando a falta de ar se fez presente ambos encostaram suas testas uma na outra e se olharam. Sem desfazer tal contato ambos se  pronunciam juntos:

— Eu te amo.


Notas Finais


Administração: Obeigada a @swe_ett pela Betagem e a @uwu_queen pela Capa maravilhosa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...