1. Spirit Fanfics >
  2. Meu primeiro beijo- Harry styles and Anna Clara >
  3. Cap2: feeling

História Meu primeiro beijo- Harry styles and Anna Clara - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


aqui estamos nós com mais um capitulo desse desastre kaakakak.
eu realmente me sinto feliz pelo fato que as minhas amigas perdem tempo, tipo uns 20 mins, lendo e rindo disso.
o capitulo passado não terminou exatamente como eu queria, então esse eu quero que saia um pouco maior.
esse cap possui 2 dedicatórias, as nossas encantadoras Cecília e Sthela.
o roteiro já esta todo pronto só estou seguindo, então vadias do "clube do bingo # somente velhas ##" não reclamem das minhas ideias de girino.
fogo no parquinhoooooooooooo

Capítulo 3 - Cap2: feeling


22:39 quando Harry convidou Anna para jogar de latario

-É que eu nunca joguei, não sei como funciona!

- Relaxa, gata, é um joguinhos de desafio e confissões, a cada rodada que alguém te indicar vc precisa confessar algo que tenha relação com a confissão ou com o desafio passado, caso não tenha nada a pessoa que te indicou te desafia, a cada desafio vc toma um xote de gelatina com pó de fada, o objetivo do jogo é evitar os desafios. compreende?

- Sim... Vamos? 

Com Cecília

Já se passavam as 23:00 quando Cecilia estava beijando uma provável desconhecida

 - Então, como tu se chama mesmo? - perguntei encostando nossas testas e então escuto uma voz relativamente rouca

- Thalita - PUTA QUE PARIU fodeu, será?

- porra, Thalita? - Me afasto um pouco olhando a garota que a meio segundo eu estava beijando feito um padre exorcizando um demônio, MINHA AMIGA DE INFÂNCIA 

- CARALHO CECÍLIA - nos olhamos incredulas- EU PENSEI QUE ERA UM GATO QUE EU TAVA SECANDO 

- PORRA COMO TU NÂO PERCEBEU PELOS PEITOS E O CABELO? 

-ELE TINHA CABELO LONGO AMIGA, CARALHO EU TO BEBADA VOCÊ ACHA QUE EU VOU REPARAR EM HOMEM COM PEITO?

- EU SOU MULHER 

- TANTO FAZ, É SÓ NÃO CONTAR PRA NINGUEM! EU SOU HETERO

- tá... eu vou beber pra tentar esquecer esse episodio 

Eu sai de com uma das mão na nuca, caramba por que isso aconteceu? Eu conheço Thalita a um pouco mais de 16 anos, porra Cecília no auge dos 22 anos fazendo merda, parabéns. 

Pensou alto ate chegar na cozinha então fiz um mix de muitas bebidas, foras as doses de de whisky que bebi de vez repetidas vezes, bebendo obsidiana com pó de fada realmente a garota estava relativamente drogada por quem sã consciência de jeito nenhum faria isso!

Viu de relance uma tatuadora, obviamente tatuando, mas o que realmente lhe cativou a atenção foi a fato de ter um homem enorme tatuando uma coisinha relativamente pequena estar aos berros, logo se aproximou 

- Porra um gatinho doi tanto assim?

- Argh cala a boca, isso esta contraindo meus orgãos de tanta dor 

- Não fode, não deve doer tanto assim!

- Se você se acha tão forte pq não faz uma? 

- esta me desafiando? 

- estou. 

- ok, me chamo cecilia. 

- yure- falou apertando a mão da menor 

...

- CARALHO- disse aos berros - como essa merda pode doer tanto?

- KKKKKKKKK me passo de rir, a gorota durona com um unicornio no pescoço - disse yure aos berros

- pare! 

logo a tatuagem estava pronta, e assim que ela terminou e saiu do quarto para mostrar as amigas a merda e fez e tentar montar uma vaquinha on para remover isso, a mesma encontra um show de lagrimas, quem são as bonitas que estão montando tudo isso? 

Sindy, Sthela e Anne. 

merda

como assim? por que? 

- Eu amo vocês, vocês sabem disso. mas sinto que não mais o que eu quero nesse momento- Sthela chorava, derramando lagrimas doloridas, de forma que as outras duas envolvidas se juntassem em breve a elas.- não estou terminando nossa amizade, só sinto que não é certo viver numa ilusão. a um pouco mais de 3 anos eu sou perdidamente apaixonada por uma amiga nossa, e a seis meses decide entrar nesse relacionamento com vocês numa tentativa falha de esquecer ela. engano, falhei miseravelmente. - como isso pode ocorrer? véi... passada- sei que não deveria brincar com isso. por isso estou dando um fim. 

todas nos, todas as nove paralisamos, seria o efeito do álcool em nossas veias ou isso realmente esta acontecendo? 

a essa altura do campeonato Anne já havia tirado Sindy do meio da multidão, a garota estava aos prantos, nós estávamos inquietas com todo o ocorrido, mas por quem Sthela estaria perdidamente apaixonada? 

- Cecília? - ouvi uma voz baixa me chamar, assim que olho para ver de quem se trata, vejo Sthela mas não a respondo, a encaro de forma suave me perdendo em seu olhar. ela rompe o contato olhando para um ponto fixo no chão, solta um suspiro e então me olha novamente- por favor, aceite meus sentimentos 

imediatamente arregalo os olhos a olhando fixamente sem entender... logo sinto um contato entre nossos lábios, e o gosto das lagrimas salgadas que teimavam em sair dos seus olhos, levo minha mão ao seu rosto enxugando as lagrimas, e como a pele dela era macia... fechei os olhos pedindo passagem com a lingua, sentindo os labios de forma mais intima, a mesma retribuio um tanto inconsciente, precipitado, mas agora não penso em nada, nem nos olhares, nem no que Sindy e Anne vão pensar. agora eu entendo todo esses turbilhoes de sentimentos...


Notas Finais


kdvfgfbhdnaM9W8U DEMENCIA, POR FAVOR FINJAM sentiram o feeling? to em caos, cecí roubou minha muier affer
proximo cap vcs saberam melhor o que é o tão famoso latario, que eu inventei


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...