1. Spirit Fanfics >
  2. Meu primo >
  3. Surpresas

História Meu primo - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, tudo bom? Espero que sim!
Então, foi mal o tempo perdido, compensou amanhã! Desculpa os erros ortográficos, boa leitura! ❤


*Avisos!: S/N : Seu nome | S/A : Seu apelido | S/V : Sua avó |,

Capítulo 2 - Surpresas


Anteriormente:



- Taehyung, sei que não e hora de perguntar, mas... Quem é aquele?



Atualmente:



- Ah - Ele seca algumas das lágrimas que haviam descido e que ameaçavam descer. Tenta sorri ao máximo, mas sai um pouco fraco, 'Tadinho!' - Esse e o meu outro irmão que meu pai teve com outra mulher...

- Mas que irmão... - Sussuro querendo não ser escutada.

- O quê?

-Nada!

Noto que o meu "novo" primo fica me encarando nada discreto! Vejo ele se aproximar, 'Ai meu Deus! Ele está vindo até mim! Respira, e tenta ser normal...', estou corada 'Droga!'

- Oi, meus pêsames

- Obrigada, sou Jungkook prazer! - Ele abre um pequeno sorriso que me lembra um coelho.

- Prazer só na cama... - Sorriu, e percebo que acidentalmente falo em voz alta.

- Desculpa, o que disse? Eu não ouvi.

- N-nada não!

- Desculpa minha falta de educação, qual seu nome? - Ele continua me encarando, 'Ah, quê o CPF também?'

- S/N ou S/A, qualquer um.

- E idade?

- 17, e você?

- Também.





Depois do enterro, não vi mais Jungkook, disseram que minha tia e meus primos vão passar um tempo da casa de vovó, porque não querem ficar na casa onde tudo aconteceu... O bom e que na casa temporária deles tem muitas camas e "alguns" quartos para serem divididos, mas vou ter o meu próprio.




Na casa da S/V




Lá na minha nova casa, já tomei meu banho, e ainda falta algumas pessoas mas fazem isso rápido. Vou até a cozinha e vejo minha avó preparando a janta.

- Quer ajuda vovó? - Tiro sua atenção do fogão, e sorri e retribuo doce.

- Não minha querida, deixa sua velha cuidar disso! Vou fazer comida brasileira: um arroz, feijão, carne de panela, salada!

- Sério? Vovózinha do meu coração! Te amo! - A beijo e pego uma folha de alface e um tomate e corro andar a cima. Ouço ela falar algo, mas resolvir não prestar atenção.

Como a comida "roubada" e batidas na porta me dão um susto.

- Entra!

- Oi, seu pai disse que terá uma festa para tentar aliviar o clima tenso, e pedio para te avisar...

- Ah, obrigada bebê! - Me levanto e beijo sua bochecha, que logo são cobertas por um tom vermelho. O Taehyung que me deu essa idéia de chamar ele assim - Te fiz corar!

- Tchau - Ele sai do quarto e fecha a porta

Me jogo na cama e sorrio para o teto tinjado de preto e pintas brancas dando a ideia de um céu estrelado.


Notas Finais


Comentem, aceito criticas, sugestões e elogios! Qualquer erro, meus perdões! Espero que gostem da adaptação!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...