1. Spirit Fanfics >
  2. Meu problema chamado Meliodas >
  3. Uma nova companheira?

História Meu problema chamado Meliodas - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oii gente, desculpa pela demora kkkk. Tava sem ideias, mas né.

O título tá uma merda,mas ok.

Boa leitura 💕

Capítulo 5 - Uma nova companheira?


Elizabeth On

-Como? Não escutei direito-Falo olhando pra ela sem acreditar, eu ouvi muito bem. Mas eu só não consigo acreditar, ela podia pedir tudo, mas justo isso?

-Você escutou muito bem, vai Elizabeth isso é fácil pra você.-Reviro os olhos, esse povo tá de brincadeira comigo, só pode.

-Liz, eu não faço milagre. Eu sou maga não sou mulher que realiza o sonho de todos, que na verdade é um pesadelo. Só uma pergunta, porque diabos quer casar com Meliodas? Tipo tem vários príncipes e você querendo o pior de todos.

As vezes eu penso, o que essas mulheres vê no Meliodas? Concordo que ele é bonito, mas é só isso. Não tem mais nada que é bom nele, é chato demais e um pervertido e principalmente mimado. Eu tenho dó da sua futura esposa, vai passar só raiva.

-Elizabeth, o Meliodas é o príncipe mais lindo de todos os reinos e ele é muito sábio, sem contar que ele é o futuro rei! E tem outras coisas boas que não preciso falar aqui-Vejo ela sorrir de um jeito estranho, posso até dizer que parece uma psicopata!

-Liz você é louca! Aonde que Meliodas é sábio? Ele muito infantil deveria saber disso, ainda mais você. Me diz, já deitou-se com ele né?-Vejo ela sorrir sem jeito, um pouco envergonhada. Dou um tapa na minha testa, Deus porque isso só acontece comigo?- Não acredito Liz, pensei que fosse mais inteligente. Não me diga que já está apaixonada.

-Não vou responder isso.-Ela vira ficando de costas pra mim, meu Deus.

Agora era só o que me faltava, a Liz está apaixonada. Pronto perdeu o posto de irmã má! Nem acredito..

Minha irmã apaixonada

Olha por um lado vai ser bom, por outro nem tanto. Agora a ela não vai ser tão mal assim e por outro vai ficar chata, falando toda hora como ama o Meliodas.

Mas porque justo ele?

-Liz-Chamo ela, logo a mesma olha pra mim. Respiro fundo e penso melhor o que dizer- Tem certeza? Olha eu sei que odeio você e tudo, mas menina é o Meliodas! O próprio diabo reencarnado. Quer saber? Tô nem ai, quer ser troxa que seja.

Acabo me irritando no meio da minha fala, nem sei porque estou dando tanta importância assim.

-Elizabeth, o que o Meliodas fez pra você? Você odeia ele mais que odeia eu.

Nessa hora as cenas do que ele havia feito comigo passam fresca. Principalmente a parte que ele tentava me apalpar.

-Não te interessa-Vejo ela ficar brava, tenho certeza que ela ficou curiosa.-Ah quer saber? Tenho coisas pra fazer ficar aqui não vai adiantar nada, já cansei desse assusto.

-Você não vai embora! Esqueceu? Precisa de mim ou não vai conseguir-Ela sorri vitoriosa, como ela tivesse com todo o poder em suas mãos.

-Na realidade eu não preciso tanto de você assim, não existe só você no mundo Liz.-Agora quem sorria vitoriosa era eu, adoro quando eu tenho o controle de tudo. Vejo a mesma bufar de raiva, eu sabia que ela já não tinha nada pra falar.

-Elizabeth, você não pode confiar nos outros.

-E nem em você, quer tanto ficar com o Meliodas assim?

-Tu já sabe a resposta.

-Bem vamos acabar com isso, se me ajudar, quando eu acabar com a maldição do Zeldris. Eu faço o Meliodas casar com você.-Vejo ela sorrir contente demais, seus olhos até brilharam. ELA está tão apaixonada assim naquele idiota?

-Ta bom, mas tem que prometer! Conheço você, sei muito bem que se prometer vai comprir.-Desgraçada! Como ela sabia disso? Não estou afim de juntar duas pessoas.

-Eu prometo, mas já disse. Só quando a maldição acabar.-Vejo a mesma sorrir-Agora tua vez

-Mas preciso do sangue dele, que pena você não tem.-Ela continua sorrindo, estalo meus dedos e logo um pequeno frasco aparece na minha mão.

-Tem certeza? Você sabe muito bem Liz, que eu ando sempre preparada.-Logo seu sorriso, some. Fazer o que né? Esse povo acha que consegue me derrubar com pouca coisa. Entrego pra ele o frasco com o sangue dele

-Mas vou demorar um pouco, não é fácil descobrir isso.-Eu sabia que ela não ia cooperar muito comigo.

-Liz se você não for rápido, sabia que vai demorar mais pro seu "casamento" chegar? Lembra? Só depois da maldição.

Vejo ela ranger os dentes, com certeza ela quer me matar kkkk, nem ligo.

-Você acha que tudo nessa vida é fácil, que Tudo que você quer tem nas mãos.

- Eu sei que nada nessa vida é fácil, eu mesma sei disso. Agora você tá certa, tudo que eu quero, eu tenho. E sabe porque? Porque eu sei muito bem o que preciso fazer pra ter e o principal. Ter poder, coisa que você não teve sorte, não é mesmo minha irmã?-Dane-se entrei no jogo dela mesmo.

Eu sabia que ela queria ter o poder que eu tenho, eu sei que o fato de ter poder não muda quase nada.

-Agora quer jogar na cara que eu não tenho poder? Mas tenho outra coisa! O dom de fazer porção e muitas outras coisas. E você precisa dessa porção. -Concordo que ela tá certa.

-Uhum, e você precisa do meu poder. Pra fazer ele se apaixonar por você, porque você sabe muito bem, que ainda não chegou nesse nível pra ter uma porção dessa.-Acabei te tocar no ponto fraco dela.

-Como a mãe dizia, "uma precisa da outra" lembra disso né Elizabeth?-Reviro os olhos com sua fala.

-Usando as frases da nossa mãe? Esperava mais de você.

-Do mesmo jeito que ela esperava mais de você?-Encaro ela de forma fria, ela adora voltar o passado. Odeio isso dela, isso é um dos motivos que eu não gosto dela.-Elizabeth sabemos muito bem que a mãe nunca gostou de você e ela preferia eu. E porque será né? Porque você era uma decepção pra nossa família, continua sendo.

Vagabunda, tocou na ferida. Fechos os meus olhos e apenas arrumo minha franja. E olho pra ela sorrindo, se ela acha que vou chorar está muito enganada. Balanço minha cabeça em forma de negação.

-Liz, trazendo o passado achando que vai me afetar? Poxa irmã, sinto muito, mas não. Dessa vez isso não vai da certo. Decepção pra ela? Nem ligo, eu não nasci pra satisfazer os desejos dela. Sempre pedindo roupas e essas coisas,só por causa do meu poder! Eu era apenas uma criança, ai ela queria uma outra filha pra que? Pra mim satisfazer ela também, mas pena que isso durou pouco não é mesmo?  Acho que ela estava com decepção com a filha que nasceu sem poder nenhum e não comigo.

Boto tudo pra fora, como se isso fosse nada. Se fazer minha irmã triste? Não estou nem ai, quem mandou começar com isso? Agora que sofra as consequências.

A Liz larga tudo que tava fazendo e vem até a mim, ficando frente a frente comigo. Parece que eu estava de frente ao um espelho só que o cabelo rosa, eu vi que seus olhos na mais pura raiva.

-Olha, não fala coisa que você não sabe. Você estava lá, ouviu muito bem o que ela disse sobre você.

-Sim, escutei muito bem. Mas como disse eu não ligo pra opinião dela, até porque ela não é minha mãe e você não é minha mãe. E sabe muito bem o porque..porque eu não sou filha de sangue dela.

Nesse momento ela ficou calada parece que já não tinha mais argumentos.

- Eu vou indo, quando voltar quero pronto.- Falo já saindo do local e ficou andando pelo aquele campo.

Como essa menina consegue me irritar? E ainda, porque sempre ela volta a falar do passado? Algo não está resolvido e ela quer fazer alguma coisa, mas o que? Oh meu Deus, minha vida é rotiada de mistérios.

Vejo um lindo cavalo branco, logo lá na frente. Então eu decido ir até lá.

Logo chegando mais perto, pude ver que o cavalo tava todo machucado e sua perna esquerda estava presa, em umas armadilhas que os caçadores põem. Na intenção de pegar algum animal, estúpidos!

-Shiiu calma- Falo na tentativa de acalma-lo e não é que deu certo?

Vou coloco minha mão nele e logo solto a perna dele. E uso minha magia curando ele, que logo já estava bem.

-Como se machucou tanto? Estranho,bem está solto.

Ele não vai pra longe fica apenas me encarando, cavalo estranho.

Volto andar por aí, mas percebo que o cavalo está atrás de mim. Essa praga tá me seguindo.

-Oh meu filho, vai embora! Vai curtir sua liberdade-Isso mesmo eu estou falando com um cavalo e ainda por cima o abusado continua no mesmo lugar.-Bicho debochado- O que? Eu tava vendo no olhar dele que estava debochando de mim.

Pareço uma louca falando assim? Claro ou com certeza?

Volto andar, por favor meu Deus faça esse animal ir embora. Olho pra trás e lá está ele me seguindo, ok isso já tá irritando.

-O que você é quer em? Uma maçã?-Faço uma maçã aparecer na minha mão-Eu tenho! Aqui oh-Jogo a maçã longe e vejo ele ir atrás dela. Ufa! Sossego de novo.

Volto andar e acabo achando um lago e sento por lá mesmo.

Deito na grama e fechos os olhos, acho que vou tentar dormir aqui.

Mas abro os olhos e vejo o cavalo aqui de novo, me levanto.

-Está bem, cansei. Desisto, oque eu faço com você? Já sei, vou ficar pra mim. Mas preciso de um nome-Olho ele de cima a baixo, mas vejo que é fêmea, bato na minha testa por ser burra e achar que era macho. - Que tal Estrela?,isso vai ser esse Estrela!

Faço um montes de maçãs aparecer no chão e vejo ela comendo.

-Cuidando de um cavalo? Essa é nova-Me viro vendo o dono da voz irritante e quem é?

Se você falou Meliodas acertou! Esse cara da me seguindo só pode. Deus o que custa me dá só um tempo de sossego?

- Vai embora-Falo enquanto olho a Estrela comendo.

-Calma, mas tenho uma notícia.

-Qual?



Notas Finais


Bem gente foi isso, espero que tenham gostado do capítulo.

Coitada da Elizabeth nem tem sossego ksks.

Desculpa se tiver algum erro.

Bem espero vocês no próximo capítulo, bjs💕💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...