História Meu Professor. - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Agust D, Bangtan Boys, Bts, K-pop, Min Yoongi, Suga
Visualizações 251
Palavras 3.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Capítulo 17- Piscina.


Fanfic / Fanfiction Meu Professor. - Capítulo 17 - Capítulo 17- Piscina.

Antes de sair do AP pego o bilhete que a Sun tinha deixado. Coloco encima da mesinha. 
💭Depois eu olho isso. 💭

Tranco a porta e saio com ela até o estacionamento.

- Quantos anos a moça tem?

- 22 ou 23. Nao lembro.

- Ela é nova. - ela sorri fechado e fita o chão.

- Esqueci de te contar uma coisa sobre ela.

- O que?

- Ela era virgem.

- Voce tirou a virgindade dela? - ela fica boquiaberta

- Sim, mas ela tem um fogo que as vezes nao da nem pra controlar.

- Como ela reagiu quando viu o quarto?

- Ela ficou meio em transe sabe, tipo ela olhou as coisas, disse que o bondage da medo. - sorrio.

Entramos no carro

- Bom, foi a primeira vez dela, em tudo.

- Acredito que não, ela fez coisa demais pra quem era virgem, talvez ficou com vergonha de me contar se já fez algo, mas ela sábia demais.

- Essa historia de vocês ficar cada vez mais interessante. Como vocês se conheceram?

- Ela é minha vizinha.

- Ela nunca escutou suas transas?

- Nunca levei mulher la em casa, ela foi a primeira e a Mina foi de intrometida mesmo.

- Muito interessante. - ela para pensativa e me olha - o que aquelas duas estavam fazendo no seu quarto?

- A gente tava transando.

- Yoongi!!

-O que foi?- dou risada. 

- Eu sei que vocês estavam transando, mas caralho, vocês tres? - dou risada e ela estaciona o carro.

- Ué, eu dou conta delas duas.

- Mas elas estavam transando entre elas.

- Ficar no meio daquilo é muito gostoso. - fico excitado de lembrar da sensação.

- Para de pensar nisso, a gente vai descer ja.

- Nao quer me chupar nao? - digo brincado, olho pra ela e sorrio.

- E sério? Voce vai deixar?- ela sorri feliz.

- Eu tava brincando, mas agora eu quero mesmo. Vem aqui.

Ela abre minha calça e começa a me masturbar.

- Quero devagar. - falo baixo e encosto a cabeça no banco.

Ela passa a língua me sentindo com a boca pela primeira vez.

A rua tava meio parada e ja estava ficando escuro. Ela desce com a garganta e passa a língua nele todo.

- Vai com calma Sun.

- Voce é muito gostoso. Que saco Yoongi. - ela força com a garganta várias vezes

- Que boquinha gostosa em. - forço ela a segurando na garganta e a solto.

- Transa comigo sem me fazer de submissa?

- Agora?

- Se quiser. - ela continua me masturbando e sinto que estou perto de gozar.

- Ta bom vamos. - respiro aliviado assim que ela para de me tocar.

💭Quase ela suja o conversível. 💭 sorrio.

- Pra onde vamos? - ela me olha na dúvida.

- Motel? - sorrio.

- A ta, claro. - ela liga o carro e sai a procura de um.

Ela passa de frente de uns 5 e só fala nao.

- Sun, voce vai transar comigo, e nao com o motel.

- Ta, mas não quero qualquer um, que tal aquele. -ela olha animada pra um que estava a nossa frente.

Ele era todo avermelhado com umas luzes azuis.

- Tudo bem, vamos naquele.

Ela entra, paga e vai até o estacionamento.

- Por que não quis dividir?-olho pra ela sem entender.

-Por nada ué, só quis pagar minha primeira vez num motel.

- Sua primeira vez no motel?

- Sim. - ela sorri e passa a mão no meu membro.

Seguro seu braço a fazendo parar.

- Yoongi a gente combinou.

- Esqueci. Desculpa. Vamos sair do carro.

Ela concorda com a cabeça e sai do carro.

Saio também, ela foi me alisando até a porta dó quarto. Abro a porta ja encoxando ela.

Ela desce até meu membro e tira minha calça e ja começa a me chupar. 
Ela para de me chupar, ela levanta, se vira pra tirar o vestido.

- Quero beber. - ela se esfrega em mim assim que tira o vestido. - bebe comigo?

- Eu não bebo Sun. - ela tira o sutiã e se vira pra mim.

- Só um pouco não faz mal Yoongi.- ela se encosta em mim e começa a me alisar.-  Por favor.

- Eu pego. - saio de perto dela e vou até um bar que tinha no quarto.

- Eu quero Jack, com duas pedras de gelo. - ela se senta na bancada e fica me olhando fazer as bebidas.

Pego o mesmo que ela. Coloco gelo no dela. E o meu é quente. Ela começa a se alisar e rebolar enquanto a música toca. Ela da dois goles e desce da bancada ja meio tonta.

-Esta bebendo rápido demais. - sorrio assim que pego ela antes que caia no chão.

Ela sorri.

- Senta na cama e me olha. - ela joga os cabelos pra trás e fica de pé.

Vou até a cama me sento, enquanto bebo fico olhando ela dançar. Estava sexy e engraçado ao mesmo tempo. Começo a ficar meio tonto. Me deito na cama e ela vem por cima de mim me beijando e me chupando.

- Hoje você é só meu Yoongi. - ela passa a língua da minha virilha até meu pescoço.

Ela se senta em meu membro e começa a rebolar muito gostoso. Ela para pra beber mais. Assim que volta, continua.

- Me toca Yoongi.

- Voce que pediu pra não fazer nada.

Ela pega a mão que estava sem o copo e me faz apertar seu seios e descer até sua intimidade.

- Me toca. - ela fala estremecida.

Dou um gole grande no whisky e solto o copo no tapete. A viro na cama e rebolo devagar nela e chupo seus peitos.

- Continua Yoongi. - ela põe a mão nos meus ombros e os aperta.

Ela começa a gemer e se mexer com muita intensidade. Sinto a bebida subir pra cabeça e fico meio zonzo.

Minhas vistas começam a se embaralhar. Ela me faz parar pra ir pegar mais bebida pra gente.

- Quer mais?- ela pergunta me beijando.

- Quero. - pego o copo do chão e ela vai meio cambaleando para o bar. Ela enche os copos até a metade. Faz o mesmo ritual no dela e o meu novamente puro.

Ela bebe dois goles grande e se senta e mim. Bebo o meu tudo de uma vez e sinto tudo a minha volta girar.

Bato na perna dela e ela começa a se movimentar.

- A Yoongi. - ela fala meio enrolado e me beija. - me bate mais.

Dou mais tapas nela e começo a ver a S/N ao invés da Sun. Sorrio feliz e começa beijar ela com tesão.

- Nossa. -ela se afasta e respira fundo me olhando. - Voce nunca me beijou assim.

- Muitas vezes te beijei assim. - pego no pescoço dela e volto a beija la. - estava com saudade de você. Não fica mais longe de mim. Não quero você transando com outro.

- Yoongi.-  ela sorri e beija meu pescoço.

Assim que fico frente a frente com ela vejo a Sun de novo.

💭O que eu tô falando, meu pai me ajuda. Por que eu vi a S/N?💭

Ela me vira na cama. E vejo a S/N de novo.

- Me fode com força Yoongi. - olho pro corpo dela e era o mesmo da S/N.

Começo a meter e rebolar muito gostoso sentido o corpo dela. Ela começa a contrair, fecho os olhos e sinto ela em meu membro. Abro os olhos ainda vendo a S/N.

- S/N. - falo totalmente enrolado.

A Sun me olha estranho mas continua a gemer.

- Mais rápido Yoongi, mas rápido. - começo a ir mais rápido e ela com as contrações. - meu deus por que nunca transou assim comigo. - ela arranha minhas costas com muito tesão e me junta no corpo dela me fazendo ficar grudado nela. Ela me puxa com as pernas fazendo entrar tudo e gozamos juntos.

- S/N.- falo enrolado de novo.

Saio de cima da Sun e me deito de barriga pra baixo. Viro pro lado e durmo.

Sun*

- Que diabos é S/N - falo enrolado, acaricio suas costas e o beijo.

Passo o braço nas costas dele e durmo também.

S/N*

Acordo com o Jay se levantando da cama, era umas 05h30 da manhã.

💭Deus me livre, vou voltar a dormir. 💭

Ele entra no banho. Sinto vontade de ir ao banheiro, eu tento me levantar. Mas sinto uma dor muito forte nas pernas como se tivesse levantado 500kg.

- Meu Deus meu corpo inteiro ta dolorido. - passo a mão nas pernas fazendo massagem pra me levantar.

Me levanto e vou andando devagar pro banheiro.

- Por que acordou essa hora? - ele me olha com o cabelo todo molhado e continua passando o sabonete no corpo.

- Quero fazer xixi.-  sorrio e olho pro corpo dele.

- Por que ta andando tão devagar?

O encaro.

- Já estava dolorida antes de vir, agora então, toda fudida.

- Literalmente. - ele da risada e se enxágua.

Ele sai do boxe e eu sento no vaso.

- Não sei que horas vou voltar, vê se descansa um pouco.

- Vou sim. - olho pra ele e sorrio.

- Não tô brincando, depois tu não vai aguentar andar.

Dou de ombros. Ele balança a cabeça em negação e sai do banheiro. Me limpo e volto pra cama. Ele estava colocando uma camisa social.

-  Vou passar um creme no seu corpo. Vem aqui. Ele é relaxante muscular.

- A não Jay, vem aqui você. - me deito de brusso na cama.

- Preciso que você fique de pé. Ou sentada.

Me sento na cama e olho ele andar com a camisa aberta e o creme na mão, ele se agachar na minha frente.

- Gostei da camisola.- ele pega não meu tornozelo, põe meu pé encima da perna dele.

- Gostei da toalha. - puxo ela com o pé a mesma cai no colo dele. - mas prefiro você sem.

- Para de provocar S/N, você não ta dando conta nem de você. - olho pra ele brava.

- Só passa o creme Jay. - ele sorri e passa.

Me escoro na cama sentindo ele passa o creme na minha panturrilha e fecho os olhos.

- Vem mais pra frente.

Chego mais pra ponta da cama e ele passa a mão do meu joelho até a metade da minha colcha.

- Voce não usa calcinha?- ele volta a passar a mão na minha colcha.

- Pra dormir não. - olho pra ele que não parava de olhar pra minha intimidade.

Claro que estava com tesão mas não queria transa também. Só de raiva tapo ela com a minha mão e ele me encara feia.

- Estou dolorida.-  falo o mais cínica que eu consigo e sorrio falso.

Ele revira os olhos e passa a mão bem perto dela. Ele massageia minha perna esquerda.

- Que gostoso. - falo baixinho.

- Gostoso né? - ele passa a mão pra outra e faz os mesmo movimentos que fazia meus músculos relaxar.

Faço com que sim e ele sobe para minha coxa.

- Se levanta ou tira a camisola e se deita.

Tiro a camisola e me deito.

- De barriga pra baixo S/N. - ele sorri e se senta do meu lado.

- Ta bom. - respiro fundo e me viro.

- Abre mais um pouco as pernas.

Abro bem pouco. Ele respira fundo de novo e pega em minhas pernas e as afasta bem.

- Desse jeito. - ele faz massagem na parte de trás da minha colcha e subia até perto da minha bunda.

- Aperta mais. - falo baixinho e me mexo na cama.

- Folgada. - dou risada. Ele preciosa mais as mãos e respiro confortável.

Ele joga o creme nas minhas costas e o espalha. Ele desce a mão até meu peito e em toda minha cintura.

- Não vai passar na minha bunda? 

- Por último. - olho pra ele e pro seu membro que estava ereto.

Fecho os olhos como se não tivesse visto nada e começo a gemer baixinho.

- Vai mais devagar Jay.

- Esta muito dolorido? -confirmo com a cabeça.-  onde?

Passo a mão na curva um pouco pra cima da bunda. Ele põe dois dedos no meio do meu pescoço e desce até onde eu falei.

- Mais.-  solto como gemido.

- S/N. Pelo amor, para de gemer assim.

- Ta gostoso Jay, o que voce quer que eu faça?- me levanto e olho pra ele.

- Fique quieta.

- Olha o jeito você esta e eu nem te provoquei.

- A não? "Aperta mais Jay". "Vai mais devagar." "Mais " " Que gostoso". S/N você disse isso tudo gemendo.

Dou de ombros e sorrio.

- Termina logo vou ficar quieta.

- Eu não acredito, mas mesmo assim vou terminar.

Ele desce a mão até minha bunda e a aperta. Solto um gemido baixo. Ele acaricia ela inteira e a aperta de novo. 
Gemo baixo de novo.

- Desisto de você. Voce não se controla.

- Por favor Jay, continua.- me viro pra ele.

- Não consigo me segurar mais também S/N.

Ele passa o dedo na minha intimidade, eu o seguro.

- Você tem reunião daqui um pouco. Pode parar.

Ele tira minha mão

- S/N. - ele tira o dedo de dentro de mim e me vira na cama me deixando com as pernas abertas pra ele.

- Não Jay. - falo baixo.

- Então só me beija. - ele pega em meu pescoço e me beija com tesão.

Ele passa o membro em minha entrada e me penetra.

- Jay park- choramingo.

- Rapidinho. - ele se deita encima de mim e começa a ir rápido.

Seguro em sua camisa com força que ainda estava desabotoada. Olho pra cara de tesão que ele fazia enquanto metia rápido em mim.

- Já chega. - travo ele em minhas pernas e sinto seu membro entrar mais, ele me olha triste. - Já chega Jay.

- Quando eu chegar quero você, e não adianta escapar.

Ele tira o membro de dentro de mim. Dou de ombros. Ele termina de se arrumar.

- Boa reunião Jay.

Ele me olha bravo e sai. Volto a dormir.

Quebra de tempo. *

Acordo e era 13h30 da tarde.

Estava um sol la fora e decido descer e ir pra piscina do hotel. Coloco meu biquíni e um vestido de praia.

- Acho que esta bom. -me analiso no espelho e saio.

No elevador escuto as pessoas falar algumas coisas e me olhar. Reviro os olhos e saio andando.

Chego na piscina que estava totalmente vazia, nado um pouco e depois fico um tempo parada olhando a vista ainda dentro d'água. Meu celular começa a tocar, saio da água e o atendo.

Ligação on*

-S/N?

- Yoongi? Você ta bêbado?

- Agora é ressaca pra falar a verdade. Onde você esta?

-Na piscina do hotel, por que ?

-Por que eu quero saber ué, onde esta seu amiguinho?

- Em reunião. Depois de dois dias você me liga Yoongi? Não tem vergonha?

- Não queria atrapalhar sua transa.

Me deito na cadeira pra tomar sol.

- Que? Como sabe?

- S/N, você me mandou uma mensagem perguntando se eu acho que você é ninfomaníaca, acho que não tem outra coisa em que pensar né.

- A ta. E o que você acha?

- Não sei talvez seja. As vezes é difícil de abaixar seu fogo.

- Não exagera Yoongi.

Escuto ele dar risada.

- O que esta usando na piscina?

- Biquíni ué.

- Manda foto.

Tiro a foto e mando pra ele.

- Cadê o pano disso? Olha os caras la trás te olhando S/N.

- Era o único que eu tinha. Para de reclamar.

- S/N? Você ta quase nua. - o Jay chega e coloca uma toalha na minha bunda.

- Aish, vocês dois são muito chatos.

- É seu amigo?

- Sim Yoongi, é meu amigo.

Tiro a toalha das minhas costas e me sento virada pros caras loiros que estavam na minha frente. O Jay senta ma minha frente me tapando.

- Jay sai dai. - ele sorri e passa a mão na minha perna.

- S/N a gente precisa conversar sobre o que esta acontecendo.

- Eu sei Yoongi. Mas só quando eu voltar pra Coreia.

- É sério S/N. - ele fala meio triste.

- O que aconteceu? 

- Sinto sua falta.

- Faz três dias que a gente não se vê Yoongi, no primeiro dia eu já senti sua falta.

- Não foi o que me pareceu.

- Não vem com esta Yoongi... E onde você esta?

- Em um lugar ué.

- Ta. Vou desligar.

- Não, espera. Por favor depois quando estiver sozinha me liga. Eu quero falar com você.

- Pode falar agora. - olho pra um dos loiros e ele estava se tocando debaixo d'água olhando pra mim.

- Tem certeza?

- Sim. - mordo os lábios apreciando a cena.

- O seu filha da puta. - o Jay se levanta mas agarro ele com as pernas.

- O que ta acontecendo? Por que tem alguém gritando ai?

- Esse garoto adora uma confusão. Ele ta querendo brigar com um dos caras por causa de mim.

- S/N me solta.- Balanço a cabeça em negação. -S/N.

Solto ele e saio andando pra ir pro quarto e volto a falar com o Yoongi.

- Quero te perguntar algumas coisas S/N.

- Pode perguntar. - entro no elevador e antes que a porta se feche o Jay entra e me olha nervoso. 

- Você e a Nanaka já vieram pra China?

- Algumas vezes. Por que?

- Foram em alguma boate ?

- A Nanaka ia, eu ficava no hotel, mas se bem que teve uma vez que eu fui. Mas acho que só foi essa.

- A Nanaka sempre foi na mesma boate ?

- Especifique qual.

- DOTH.

- Hm... Acho que foi nessa que a gente foi juntas. Mas eu não estava muito bem com ela no dia.

- Por que?

- Não quero falar sobre isso agora, mas por que esta me perguntando isso?

Escuto outro celular tocar bem perto dele. E uma mulher atende.

- O park esta em Barcelona ? - ela quase grita.

- O park? - sussurro e olho pro Jay. - Com quem você esta Yoongi?

- Com a minha chefe.

- A sim.

- Espera, que droga, Yoongi a Luce esta indo pra Barcelona. A passagem dela é pra hoje de madrugada.

- A Luce? Yoongi o que ta acontecendo?

- Depois a gente se fala S/N.

Ligação off. *



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...