História Meu Professor. - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Agust D, Bangtan Boys, Bts, K-pop, Min Yoongi, Suga
Visualizações 217
Palavras 2.615
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Capítulo 22 - Competição.


Fanfic / Fanfiction Meu Professor. - Capítulo 22 - Capítulo 22 - Competição.

S/N*

Toda vez que fechava a porta pra trocar de peça eu chorava as vezes demorava tanto pra trocar que sabia que o Jay percebia e ele batia na porta. Na última ele insistiu que acabei abrindo.

- S/N? Para de fingir. Eu sei que voce esta chorando, as meninas estão la fora. Abre pra gente conversar.

-Não Jay. Eu estou bem. Eu juro.

- S/N por favor não me faça quebrar a tranca da porta e abra.

Abro a porta e escondo o rosto. Minha desculpa pra demorar pra sair era que eu não estava me sentindo sexy o suficiente pra eles me verem.

- Baixinha. Olha pra mim. - ele fecha a porta e vem me abraçar.

- Por que voce vai me deixar de novo Jay? - volto a chorar. - eu não quero que voce fique longe de mim mais.

- Isso não é uma opção mais pra mim S/N. Foi o que a vida escolheu pra gente.

- Para de tentar concertar as coisas falando bonito Jay. Isso não funciona mais comigo.

Ele se senta na poltrona que tinha dentro do provador e me puxa.

- Eu não quero te perder, mas também não quero ficar aqui e ver voce com outro.

- Eu te odeio por isso Jay. Te odeio muito por isso

- Não me odeia não. - ele sorri e me acaricia.

- Eu deveria. Realmente deveria. - ele pega em minha perna e me vira de frente pra ele.

- S/N. Eu quero que voce me entenda. A gente não pode ficar juntos a Luce vai me matar, e se ela descobrir o que aconteceu. Ela vai achar que isso é uma traição e vai querer te matar também.

- Eu estou pouco me fudendo pro que a Luce acha Jay. Eu quero você do meu lado e ponto final.

- Como voce é teimosa S/N.

- Eu sou e muito, voce vai ficar comigo. E não quero mais ouvir um pio sobre esse assunto.

Me levanto do colo dele e limpo meu rosto.

- Então fica aqui comigo baixinha. - ele me puxa pro colo dele mas de costas e começa a me tocar.

- Aqui Jay?

- Eu vi você trocar de lingerie mais de 15 vezes, tirando a que voce vai usar pra mim. Fiquei excitado em todas elas e não pude te tocar. Voce acha que estou como?

- Muito excitado? - olho pra ele e sorrio. -pode me mostrar ?-saio do colo dele e me agacho perto do seu membro.

Abro sua calça e acariciou seu membro pro cima da cueca.

- Para de provocar S/N. Isso não ajuda.

- Pra mim sim.

Sento no colo dele e rosso em seu membro. Estava totalmente nua.

- Me fode muito Jay. Muito. - ele me levanta e tira seu membro e me encaixa nele com força.

Solto um gemido fechado mais alto.

- Aqui não pode gemer. - ele me vira de costas. - rebola pra mim.

Começo a rebolar rápido e com força.

- S/N calma. - ele aperta minha bunda me controlando. - vai fazer eu gozar rápido mulher.

Ele me empurra pra baixo e ele vem pra cima e entra seu membro por completo em mim que me faz gemer alto.

- S/N. - ele da risada e tapa minha boca com a mão. - rebola de vagar.

Tiro a mão dele.

- Empresta seu celular.

-Pra que ?

- Da logo Jay. - ele para e me entrega o celular.

Tiro algumas fotos da gente, e um pequeno vídeo dele me estocando e me beijando ao mesmo tempo.

- Gostei da ideia. - ele sorri pra mim e me faz levantar.

- O que foi?

- Nada. Encosta na parede.

Faço o que ele me pede e começa a tirar fotos de mim de frente e de costas.

- Me fod... - ele me penetra antes que eu termino de falar. - por que faz isso.

Olho pro reflexo do espelho e ele ainda tirava foto.

- Voce fica linda com esse cabelo bagunçado de transa sabia ? - empino mais a bunda pra ele e coloco os braços cruzados pra cima da cabeça e olho pra ele pelo espelho com tesão. Ele tira outra foto. - Essa certamente é a minha favorita. Agora chega de foto. - ele solta o celular encima da minha roupa e da umas estocadas bem fortes enquanto eu fico rebolando pra ele.

- S/N, Jay. Parem de transar e vamos logo embora. - a mina reclama.

Nos dois da risada.

- Já estamos indo. - ele fala e não parar de me estocar.

- Não para Jay. - pego na cintura dele e puxo pra mais perto de mim.

Ele começa a fazer movimentos mais gostosos me fazendo arfar e arrepiar.

- Assim ta gostoso? - ele põe uma não no meu peito e a outra na minha intimidade me tocando e me deixando com mais tesão.

- Muito. - falo fraca e começo a contrair.

- Goza pra mim S/N. - ele melhora os movimentos que me faz gemer mais.

- Goza em mim Jay. - ajudo ele a fazer os movimentos e acabamos gozando juntos.

- Se a dona daqui ver isso ela vai nos matar. - ele fala e sorri.

Me viro pra ele e o beijo.

- Não sai de perto de mim Jay. Por nada.

- Não vou baixinha.

- Gente pelo amor de Deus vai logo caraio.-  a Kim fala dando risada.

Ele se troca mais rápido e sai. Eu coloco minha roupa ajeito a arma e separo o que ia levar.

- Nossa quanta coisa. - saio do provador reclamando comigo mesma.

- Aleluia. Vai logo pagar isso e vamos embora eu estou morrendo de fome. - a Kim reclama.

Pago tudo que tinha escolhido e saio cheia de sacola preta sem nome e nem marca.

- Vamos levar a Kim pra comer e depois vamos embora.

Suga.*

Assim que saio do sexyshop vou para o hotel que a S/N estava hospedada. Faço o check-in e já vou em direção ao meu quarto.

- Sr Min, me acompanhe por favor.

Uma senhorinha me leva até o elevador e antes que ele se fechou totalmente consegui ver os seguranças da Luce entrar no hotel.

- Droga. - tento ligar pra Mina mas a infeliz não me atende, tento ligar pra S/N mas ela também não me atende.

💭 O que eu faço agora? 💭

Meu andar chega e ela me leva até o quarto que iria ficar. Era um puta de um quarto mas como só tinha eu nem fiz o favor de arrumar as coisas.

A mina começa a me mandar mensagem e ligar desesperada perguntando onde eu estou.

Ligação on*

-Fala.

-Onde você está? 

-No hotel indo dormir.

-O Park esta indo pro hotel, faz uns 5 minutos que ele saiu.

- Esta falando com quem Mina? - escuto a voz da S/N.

- Com ...

-Pode falar que é comigo, mas não fala que já cheguei. Ela vai achar estranho.

- Com o Yoongi.

- E onde ele esta?

-No aeroporto de Seul talvez.

- Deixa eu fala com ele.

-Mina eu tô indo encontrar o Park. Tchau.

Desligo o celular.

-Tenho certeza que isso vai piorar pro meu lado.

Troco de roupa e coloco uma mascara, pego a arma e saio andando em direção a porta central.

💭Espero que aquele imbecil não demore. 💭

Escuto passos pesados atrás de mim e assim que olho vejo uma roda de caras grandes e fortes conversando.

Começo a prestar a atenção na conversa.

- Me disseram que ela estava aqui.

- Aquela pirralha vai dar trabalho, ela é muito esperta.

- Depois pegamos a Sun he. Precisamos encontrar a S/N logo, a chefe não vê a hora de encontrar ela.

- As vezes a obsessão da Luce por ela me assusta. Vamos logo.

Assim que olho pra frente vejo o Park andando, ele me olha assustado e vem em minha direção.

- O que faz aqui essa hora? A S/N disse que você ia sair de madrugada de la.

- Eu sai bem mais cedo. Como você anda desprotegido desse jeito? Você é burro?

Ando com ele até o elevador.

- Os seguranças da Luce esta aqui. Se algum deles te reconhecer eles te matam.

- Um hora ou outra vou morrer, não vai fazer muita diferença. - ele fala e da de ombros.

- Onde a S/N e as outras estão?

- Só esta a mina a Kim e a S/N agora. As duas estão ajudando a Kim escolher algumas roupas e um celular.

- Kim? - olho estranho pra ele. - ata, a filha da Luce. Sun he.

- Isso. - olho para as mãos dele e estava cheio de sacola.

- O que é isso?

- As coisas que a S/N comprou.

- Pode me entregar então. Eu coloco no meu quarto.

Ele me olha com a cara fechada e me entrega.

O elevador chega. Pego as sacolas e entro.

- Quando vai falar pra S/N a verdade?

- Que verdade?- encaro ele.

- O que você realmente faz.

- Quando chegar o momento certo eu vou falar.

- Ela gosta de você. Não estraga isso por que se não depois vai se arrepender.

- Não tenho nada pra me arrepender. Eu não vivo de sentimento.

- Então a deixe em paz, por que ela vive.

- Esta tentando me ensinar como tratar uma mulher?

- Não, estou te ensinando como a S/N gosta de ser tratada.

O ignoro o celular começa a tocar.

Ligação on*

- O que foi Mina?

- Não sabe atender o telefone direito Yoongi? Seja mais educado.

- S/N. Desculpa.

Escuto ela dar risada.

- Onde você esta oppa?

- Vou entrar no avião agora.

- Sabe que horas vai chegar? 

- Não sei. Mas não se preocupe assim que chegar vou direto pro hotel.

- Ta bom oppa. Tenha cuidado. Se cuide.

Saímos do elevador. E ficamos de frente pro quanto que ele estava e pro quarto que eu estava.

- Se cuide.

- Yoongi?

- O que é Mina?

- Encontrou ele?

- Esta na minha frente.

- Passa pra ele.

Entregou celular pro Park.

- Oi Mina?

- Inacreditável a diferença de educação entre você e esse sargento do seu lado.

O Jay da risada.

- Como faço pra S/N enrolar mais aqui? Ela quer ir embora e esta cansada.

- Fala pra ela que esta com vontade de ir pra alguma boate. Ela vai querer comprar roupa pra ela e sei que isso vai demorar.

Tomo o celular da mão do Park

- Por que não pergunta isso pra mim?

- Por que você iria mandar eu segurar ela até quando eu conseguir, e ele conhece mais a S/N do que você.

- Eu conheço a S/N muito bem.

- Posso te fazer qualquer pergunta ou melhor pra vocês dois e depois pergunto pra S/N pra saber qual é a certa?

- Faz. - encaro feio o Park. 

- Qual é o tipo de comida preferida da S/N?

- Mexicana. - Respondemos juntos.

- S/N? Qual é o seu tipo de comida favorita ?

- Mmm. . Mexicana certamente. - ela responde de longe mas consigo ouvir

- A cor favorita dela.

- Preto. -respondemos junto de novo.

-Isso é óbvio Mina a S/N só gosta de roupa preta. - reclamo.

- Ela é bissexual ou hetero ?

- Hetero - eu respondo.

- Bissexual. - ele junto de mim.

- O Park acertou. Tchau Yoongi.

Ligação off*

- Filha da puta. -reclamo baixo

- Parece que se importa mais com a ela do que imagina.

- Park, a sua cota comigo já se esgotou.

- Estou me tremendo.

Meu celular toca de novo.

Ligação on*

-Yoongi onde você esta?

- No Hotel com o Park, cuidando do seu filhote.

- A Luce achou a S/N. Daqui duas horas ela vai embarcar ela não vai tirar os olhos da S/N, ainda mais que descobriu que a filha ta junto com ela.

- Mas o que eu faço?

- Leva o Park junto com você. Trabalhem juntos.

- Sun mas eu sempre trabalho sozinho.

- Aprenda pelo menos uma vez na vida trabalhar com alguém Yoongi.

- Logo ele Sun.

- Não é hora pra ter ciúmes Yoongi. Encontre logo os seguranças da Luce.

- Eu não tenho ciúmes da S/N, quantas vezes vou ter que repetir isso?

- Espero que tenha escutado o que eu falei. Tchau Yoongi.

Ligação off*

- Já que não tem ciúmes dela me devolve as sacolas.

- Tira a mão Park.

Ele sorri debochado.

- Esta rindo do que?

- Estou vendo a mesma coisa que aconteceu a 8 anos atrás se repetir tudo de novo. Vou te dar um dica, se quiser ficar realmente com a S/N demonstre sentimento por ela. Por que eu já a perdi uma vez e não vou perder ela de novo. Ela acha que você nem se importa com ela, muito menos gosta. Então se não quer a perder demonstre pq eu já estou fazendo meu papel.

- Se gosta tanto assim dela por que esta falando pra mim mostrar o que sinto pra ela ? Não seria melhor pra você eu fazer o contrario ?

- Seria ótimo, mas eu sei o quanto dói ver a pessoa que gosto com outra. Demonstrar carinho e afeto não faz de você uma pessoa fraca. Espera um pouco ela esta me ligando.

Jay*

- Oi minha baixinha? 

- Jay oppa, mais tarde vamos em uma balada.

- Tem certeza que vai querer ir?

- Mmm claro. Hoje vai ser só nos dois. Promete?

- Tudo bem baixinha. Até daqui a pouco.

- Até oppa.

Ligação off*

- Com certeza os seguranças vai atrás. Eu vou ficar com ela e você faz o seu trabalho seja la o que for.

- Matar. - ele me revolte as sacolas. - Eu já estou arrumado só preciso pegar minhas coisas. Até mais.

Sabia que ele ficou pensativo. Minhas horas estavam contadas e eu preciso que alguém cuide da S/N e sei que ele vai fazer isso. Mesmo se eu escapar, não vou poder ficar com ela. Detesto minha vida.

- Só mais uma coisa. - ele volta a falar comigo. - cuida dela.

- Dou minha vida por ela. Relaxa. Pense no que te falei.

- Vou ... Vou pensar.

Entro no quarto deixo as sacolas encima da cama e vou me arrumar.

- Já estou detestado essa ideia que eu tive, mas é melhor correr o risco do que não fazer nada. Me desculpa S/N.

Luce *

Estava dentro do avião quando chega uma mensagem de um número desconhecido. Estava quase chegando em Barcelona em menos de uma hora o avião ia pousar.

- A Sun he acha que vai poder me roubar fugir e eu não fazer nada. Essa garota esta morta. E eu mesma faço esse favor de matar ela com minhas mãos. Biscate.

Bloqueio o celular sem olhar a mensagem. E volto a olhar pra tela do notebook. Conseguia ver cada passo que a S/N dava.

- Ela não me escapa mais.

Chega outra mensagem de outro número desconhecido.

- Que porra esta acontecendo?

Msg* - Eu te dou 1 minuto pra tirar esses dois de perto da S/N ou ela morre.

Foto* Tinha uma arma com o alvo apontado pra S/N. Me travo na hora assustada.

Ligo rápido pro Richard falando pra ele sair de perto da S/N. E ir pro caralho a quatro mais sair de perto dela. Desligo por que o avião estava posando.

- Se algo acontecer com a S/N eu me mato.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...