História Meu Professor de Educação Física - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Parque


P.O.V S/N

Finalmente já é sábado e eu já estou acordada, serio por que eu tive que acordar tão cedo, eu estou na sala agora assistindo e como eu sabia que os outros iriam acordar tarde mas ouço algo vindo do corredor dos quarto, não me diga que um de meus amigos é sonambulo agora!

vejo André que olha ao redor e me ver sentada no sofá e me encara e arregala os olhos pra mim

André- voce acordada?

s/n- não imagina voce esta vendo aqui só minha alma mesmo- acabo de falar e dou um sorriso debochado

André- nossa, também não vou perguntar mais nada, mas por que esta acordada tão cedo?- vem mais para perto e se senta ao meu lado no sofá

s/n- porque simplesmente eu sou assim, sempre que eu posso dormir muito eu não durmo eu acordo cedo deu pra entender- cruzo os braços e faço uma cara de raiva e um biquinho- ele começa a rir e se levanta já indo para a cozinha mas ele para e se vira pra mim

André- voce ainda não falou tudo o que conversou com o prof Rafael - fala apontando e depois cruzando os braços e levantando uma sobrancelha- então, não vai dizer?

s/n- eu já falei ele só me chamou para pegar as folhas e conversamos sobre os livros que tem na sala dele- falo me levantando e indo para a cozinha e André me segui, vou pro outro lado da bancada e pego um pacote de biscoito e ele me olha serio já parado em minha frente do outro lado da bancada- que foi? estou falando a verdade

André- e aqueles livros quem foi que te deu? 

s/n- eu já falei que alguém me deu, ontem voce me perturbou sobre isso também e falei a mesma coisa- me lembro dele me perturbando ontem e eu falando a mesma coisa

'' flash black on'' 

André- qual é me fala quem te deu esses livros?- pergunta me seguindo 

s/n- foi uma pessoa que me deu?

André- por que não me fala quem é?

s/n- eu não vou falar ta bom- digo entrando em meu quarto e fechando a porta na cara de André e ouço o mesmo sair resmungando algo e bater a porta de seu quarto bem forte

'' flash black off ''

André- não vou desistir e vou saber quem te deu esses livros- aponta pra mim e pega um pacote de biscoito também e sai e eu reviro os olhos

suspiro e volto pra sala e me sento no sofá e volto a assistir 

várias horas se passaram e dito e feito as meninas acordaram tarde que foi naturalmente na hora do almoço e todos nós estávamos na mesa almoçando já

Alice- sabe eu estava pensando em sair hoje, o que acham?

valentina- eu ia dizer a mesma coisa- levanta a mão para Alice bater e a mesma bate

Luíza- não sei não mas pra onde querem ir?- olha para Alice e valentina

as duas colocam as mãos no queixo e ficam pensando

s/n- poderíamos ir no parque que tem aqui por perto

André- boa ideia , assim conhecemos mais a cidade já que não eramos daqui- dou um sorriso

valentina/Alice - ta bom né

Luíza- verdade, e podemos ir depois do parque no shopping também- todos confirmamos

s/n- que hora nós vamos?- pergunto animada 

Alice- acho que cinco horas pode ser- confirmamos- ou como no nosso Ceará diz:só quando o sol esfriar - e todos rimos

s/n- me lembrei de uma coisa, valentina voce ainda não nos contou sobre o seu trabalho, do que voce trabalha?- ela arregala os olhos e nos olha

valentina- bem eu depois digo

Luíza- mas voce já falou isso na ultima veze não nos falou agora voce tem que falar- nós a encaramos e ela toma um gole de suco e respira

Valentina- meu... trabalho...e-e - mas o telefone da casa toca- deixa que eu atendo- vai logo para o telefone e nós começamos a sussurra 

s/n- o que acham que é que ela trabalha? - me encosto para mais perto de André para Alice e Luíza escutarem- para ela esconder tanto de nós

Luíza- eu não sei mas deve ser algo bem constrangedor ou muito... sei la o que

valentina- o que estão sussurrando tanto- aparece do nosso lado e levamos um susto- nossa povo assustado - e começa a rir e começamos a rir também

****

já estávamos nos ajeitando para sair, me arrumo e saiu e vou para a sala e vejo Alice e Luíza esperando sentadas no sofá

Alice- mais um já foi, agora só falta mais dois

Luíza- agora só falta o André e valentina e esses dois parecem que se arrumam para uma competição só pode

s/n- eu demorei muito?- falo e descordam- ainda bem

Alice- e é porque eles foram os primeiros a se arrumarem e até agora não saíram - e é só Alice falar que ouvimos passos largos pelo corredor, olhamos quem vinha e era André- finalmente agora só falta a modelo

André- eu demorei tanto assim? Alice e Luíza cruzam os braços e sobem uma sobrancelha e começo a disfarça uma risada mas falho mas ainda riu baixinho - isso quer dizer que sim?- fala olhando pra mim e dou um sorriso e confirmo e ele coça a nuca e bota mão no bolso

Luíza- a lá já vei a ultima  e que por acaso foi a primeira a se vestir- nós nos viramos para ver valentina vindo- parabéns voce ganhou

valentina- serio? - e Alice taca a mão na testa e eu começo a rir- quero...dizer é claro que ganhei

André- vamos logo- fala indo para a porta

****

Fomos a pé mesmo porque o parque era quase perto daqui, quando chegamos no parque nós procuramos um canto pra nos sentarmos havia várias pessoas em um canto e fomos nos sentar debaixo de uma árvore grande e começamos a conversar coisas aleatórias 

s/n- então valentina agora pode nos dizer de que trabalha- ela estava rindo mas parou

valentina- por que querem tanto saber?

Alice- porque voce disse que ia nos contar

valentina- eu trabalho num bar pronto - nós nos entre olhamos - o que foi não queriam saber eu já disse- percebo que tem mais alguma coisa

s/n- podemos conversar só nós duas?- ela me olha com um pouco de receio mas confirma já se levantando e faço o mesmo- nos esperem um pouco nós vamos caminhar um pouco e conversar não vai ser nada demais

Luíza- certo tomem cuidado

Alice- não fiquem fazendo nós esperarmos muito tá

André- tomem cuidado

confirmamos e fomos caminhar, quando já estávamos numa certa distancia começo a falar:

s/n- tem mais alguma coisa que não falou?- falo ainda caminhando - voce pode me contar sabe disso

valentina- eu sei por isso eu estou mais tranquila pra contar, sabe quero te levar para o meu trabalho mas quero que mantenha em segredo não quero falar pros outros agora- confirmo

s/n- ta bom mas é algo tão assim que voce não queria contar?

valentina- voce vai saber, vou hoje trabalhar e como eu disse quero que voce vá comigo e veja do que eu trabalho de verdade- ela fala caminhando e olhando para mim ele vira a cabeça para frente novamente- oh! o professor Rafael!- ela aponta e eu antes que estava olhando para valentina vejo Rafael que estava fazendo exercícios e meu coração acelerou quando percebo que Rafael estava vindo em nossa direção

Rafael para ao nos ver e corre até nós e para em nossa frente

Rafael- não sabia que estava aqui s/n...e valentina não é?- ela confirma- mas o que estão fazendo aqui? e todas vestidas , voces vão sair?

s/n- sim e o senhor esta fazendo exercícios?- falo sorrindo e ele confirma retribuindo o sorriso

valentina- bom eu vou indo ta s/n- quando ela fala eu arregalo os olhos para ela que sorri e sai dando tchau para Rafael e me olhando com cara de malicia 

Rafael- e-eh então voce já leu os papeis?- fala um pouco tímido 

s/n- n-não,eu vou ler amanhã para juntar logo com as folhas da diretora

Rafael- é bom mesmo assim fica mais fácil também, voce que caminha um pouco?- confirmo e começamos a caminhar- e os livros voce esta lendo?

s/n- eu ainda estou lendo o que eu tinha em casa mas já estou acabando o livro

Rafael- pois quando terminar os livros que pegou voce pode ir pegar mais la na sala

s/n- obrigada isso é muito legal

paramos um pouco de conversar e só caminhamos mesmo , sempre olho disfarçadamente para Rafael e sempre sentia meu coração acelerar e parecer que vai pular pra fora de mim

Rafael- eu tenho que ir mas eu posso te levar até onde os seus amigos estão- diz parando e olhando no relógio - vamos!- confirmo e o sigo do seu lado

está´vamos andando e vejo um grupo de garotos e quando passávamos por eles , eles ficavam me chamando de ''gostosa'' e ''princesa'' e assobiavam pra mim

Rafael não gostou muito disso e já iria avançar para em cima dos meninos mas pego sua mão rápido que faz o mesmo olhar pra mim e nego com a cabeça e continuamos andando

Rafael- eu juro que se aqueles bando de filho da mãe continua-sem eu não falaria por mim mesmo- fala com raiva e o mesmo abaixa a cabeça e percebo que ainda estava de mãos dadas com ele e logo solto- me desculpe por eu ter ficado com raiva mas eles pensam que são quem pra falar daquele jeito com voce?

s/n- ta tudo bem não se preocupa , e não precisa ficar com raiva por um coisa que não é com voce e a lendo mais eu nem ligo pra essas coisas- abaixo minha cabeça

Rafael- mes eu ligo- eu o olho arregalando os olhos- eu sei que que não é para mim se intrometer  ou fazer algo porque eu sou maior de idade mas não dá eu não consigo não ficar com raiva de quem faz isso com voce

eu o abraço e o mesmo se assusta mas logo retribui o abraço

s/n- obrigada- sinto seus braços me apertarem para mais perto dele 

Rafael- tudo bem pequena- fala alisando meus cabelos e aquilo era tão bom mas percebo que fico tempo de mais e saiu do abraço- me promete uma coisa?

s/n- depende, mas o que é?- falo olhando pro mesmo

Rafael- me fale tudo que acontecer ou me chame ou quando acontecer algo me diga e me ligue se algo acontecer com voce

s/n- ta bom mas eu não tenho o seu número

Rafael- me da seu celular por favor?- fico com receio mas confirmo e dou o celular e o vejo digitar algo- aqui- diz amostrando o que ele tinha digitado , ele tinha colocado o número dele em meu celular - agora tem e pode ligar pra mim

s/n- certo- digo rindo

já estávamos quase chegando no local onde meus amigos estavam e quando vejo eles de longe me viro para Rafael e ele faz o mesmo

Rafael- bom até segunda- sorri e se vira já indo embora

s/n- Rafael!- chamo ele que se vira e vou para perto dele e beijo sua bochecha- tchau - depois vejo o que fiz e coro e vou em direção aos meus amigos

quando estou um pouco mais longe de Rafael me viro para ver o mesmo que ainda estava parado tocando o lugar onde eu depositei o beijo me viro novamente e continuo meu caminho para meus amigos 

André- quem era aquele cara com voce?- pergunta quando chego mais perto deles e fica serio 

s/n- é a pessoa que me deu os livro- vejo André olhar pra mim e depois tentar ver quem era mas Rafael já tinha indo embora

Alice- vimos voce beijando a bochecha dele

valentina- eu sei quem era- coloco meu dedo indicador em frente de minha boca e valentina rir- mas não vou contar- André me olha serio de novo e eu só lhe dou um sorriso

nós já estávamos saindo do parque e eu estava atrás com valentina e os outros estavam na frente então iria dar certo pra mim conversar com valentina

s/n- valentina! eu posso te contar uma coisa  mas não pode contar para ninguém nem mesmo pro pessoal ta- ela confirma- então... como posso dizer...eu tipo assim estou...gostando...do prof Rafael- ele arregala os olhos e me olha surpresa e com um sorriso- sei que é estranho mas eu percebi isso hoje que gosto dele- digo tudo baixo para os outros não escutarem

valentina- que legal mas voce acha bom mesmo gostar dele é que voce tinha falado pra gente que ele ficava só te olhando e falou algo que só voces dois escutassem 

s/n- eu sei o que eu disse mas isso foi antes dele se declarar e falar toda verdade pra mim e eu percebe que ele falou tudo com um tom verdadeiro falando tudo pra mim- olho pra baixo e dou um sorriso bobo me lembrando de tudo que ele disse pra mim- ele foi sincero e ainda esta sendo e não estou mas com medo e quando o vejo meu coração acelera e me sinto tranquila perto dele pode confiar nele mas não fale nada para os outros ta , vou falar quando for a hora certa

valentina- o amor esta no ar , mas é claro que não vou contar e voce gosta dele mesmo?

s/n- sim na verdade ainda estou vendo isso 

valentina- como eu disse não irei contar a ninguém e voce vai comigo pro meu trabalho hoje né?- confirmo e a mesma da um sorriso simples

e todos nós saímos do parque e entramos no carro e fomos rumo ao shopping



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...