História Meu Professor de Inglês - Kim Namjoon - Capítulo 2


Escrita por:

Visualizações 39
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heeey, como vocês estão?
Espero que bem.
Estou até surpresa de não demorar mais de uma semana para atualizar minhas fics k k.
Enfim, espero que gostem.

Capítulo 2 - It's You...


Fanfic / Fanfiction Meu Professor de Inglês - Kim Namjoon - Capítulo 2 - It's You...

Ao fim da aula eu recolho minha mochila do chão, saindo da cadeira em que estava.

Yun: Menina do céu. Impressão minha ou você ia xingar o professor? - Yun vem até mim espantada.

- Eu ia xingar o garoto que estava atrás de mim, mas acabei cara a cara com ele. - Enfio um pirulito na boca.

Yun: Ele te cutucou porque o professor estava tentando chamar a sua atenção e você nem ligou, sua doida. - Saímos juntas da sala.

- Poderia usar a boca não?, precisava tocar em mim? - Desço as escadas ao seu lado.

Yun: Tenho certeza que não funcionaria, pelo jeito você estava no planeta Yukine! - Ela me acusa e eu reviro os olhos.

- Para com isso. Ele já é passado faz tempo. - Ao terminar de falar vejo Yukine, meu ex, passar atracado com uma garota, rindo aos montes.

Yun: Tem certeza? - Yun sorri maldosa.

- ... - Suspiro indo me sentar no fundo do refeitório, enquanto a mesma vai de encontro a lanchonete.

Eu e Yukine namoramos por um mês e meio, até ele me trair com uma líder de torcida. Foi arrasador para mim, mas não deixei a amostra, eu sabia disfarça bem, e não fazia meu tipo chorar na frente das pessoas. A Yun é a única que já me viu chorar, até porque nos meus piores momentos só ela que está lá.

Eu amo a minha mãe, mas desde que divorciou do meu pai ela vem trabalhando o dobro. Não porque precisamos de dinheiro, mas porque no fundo ela ainda não superou. Eu mal a vejo.

Yun: Peguei um sanduíche de atum para você e um de vegan para mim. - Ela me entrega o meu.

- Você estava em uma churrascaria ontem. - Arqueio uma sobrancelha e ela ri.

Yun: Dias de luta, dias de glória. - Eu reviro os olhos com oque me diz.

Yun: Mas e aí, o Namjoon está bonitão ein. - Dou uma mordida no meu sanduíche enquanto Yun falava sem parar da beleza do nosso professor.

Yun: Não que ele já não fosse. Mas agora meu santo deus. Ainda bem que inglês sempre foi a minha matéria favorita. - Jogo o plástico da embalagem no lixo.

- Você quis dizer, a que você mais tem dificuldade né? - Dou um sorriso irônico, Yun é uma ótima aluna, até melhor do que eu. Mas quando se trata de línguas estrangeiras ela tem um certo grau de dificuldade.

Yun: Aff Malia, me deixa. - Um bico se forma em seus lábios e eu gargalho.

QDT

Estamos na última aula, a nona. E a aula em questão é artes, a última sala do andar debaixo, com o corredor mais longo.

Yun: Ei Ma, sabe do que eu lembrei? - Eu estava sentada em um dos banquinhos, de frente para minha tela de pintura, quando Yun chama minha atenção, meu rosto automaticamente se vira para o lado, pois nessa aula costumamos sentar perto uma da outra.

- Hm? - Eu estava pensativa quanto ao que desenhar.

Yun: Hoje é quarta, e amanhã é quinta. - Yun diz sorridente, e eu começo a pensar que o cheiro da tinta talvez tivesse feito mal a sua pobre cabeçinha.

- Deixa eu adivinhar. E amanhã é sexta? - Digo sarcástica.

Yun: Exato! - Ela parece não ter detectado minha ironia.

Yun: Não, espera. - Falei cedo demais.

Yun: Engraçadinha. - Mostro a língua em uma risada.

Yun: Eu quis dizer que hoje a primeira aula foi de inglês, e amanhã será a sexta, depois do almoço. - Reviro meus olhos.

- Por favor, podemos não falar desse assunto mais?, eu me sinto enjoada só de ouvir. - Quando Yun ia protestar, eu coloco meus fones de ouvidos ignorando-a por completo. Assim, dando início a um desenho bem dark.(ft da capa)

QDT

O sinal toca sinalizando o fim da aula. Retiro um dos meus fones e olho para o lado, Yun já não estava, nem as suas coisas, apenas um grande girassol estampado em sua tela era o que restava. Parando para olhar bem não tinha mais ninguém na sala além de mim.

- Please, don't break my heart. (por favor, não quebre meu coração.) - Cantarolo a música que estava a ouvir enquanto lavava os pincéis.

- Trust me, i've been broken before. (confia em mim, eu fui quebrado antes.) - Arranco a folha em que meu desenho estava, e com cuidado vou enrolando enquanto saia da sala.

- I know i'm not the best at choosing lovers. (eu sei que não sou o melhor para escolher amores.)

Ao me virar quase esbarro em alguém, de estatura mais alta e forte, blusa social preta e uma gravata da mesma cor com pequenas bolinhas brancas.

- Desculpe, eu... - Paro minha fala quando percebo quem é.

K.N: We both know my last speaks for itself? (nós dois sabemos que meu passado fala por sí mesmo.) - Era o professor Kim Namjoon, e ele continuou a letra da música. Acho que cantei alto demais. Aish.

- H-Hm... - Meu desenho na altura do campeonato já estava a vista para quem quisesse ver.

K.N: Bem...peculiar. - Seus olhos estavam sobre a minha pintura, que merda, ele vai achar que eu sou maluca. Espera, por que eu ligo?. Dane-se.

- Não é meu. - Coloco minhas mãos para trás.

K.N: Certo. Então você rouba desenhos de outros alunos?. Talvez a direção fosse gostar de saber disso. - Eu sei que ele estava brincando, mesmo que não sorrise. Mas eu decidi abrir o jogo.

- Tá bem, é meu... - Reviro os olhos e enrolo o papel de uma maneira preguiçosa.

K.N: Foi oque eu pensei. - Então ele sorri vitorioso, como se fosse a pessoa mais esperta do mundo.

- Hm...eu já vou indo. - Enfio meu desenho na mochila, metade fica para fora.

Ele assente com a cabeça, ainda com o mesmo semblante ladinoso.

Apresso meus passos passando por ele sem fazer reverência nenhuma, de cabeça bem erguida. Já de costas para o mesmo eu me sinto observada, mas me recuso a olhar para trás. Assim eu viro no corredor seguinte, soltando o ar preso dentro de mim.

De frente ao colégio...

Yun: Onde você esteve esse tempo todo?!, eu pensei seriamente em te deixar aqui. - Yun nitidamente estava chateada por eu ter a ignorado, com seus braços cruzados junto ao peito.

- Desculpe. Eu te pago um lanche vegan no caminho. - Começo a caminhar junto da mesma.

Yun: Nada disso. Chega desse lance fitness. Eu quero é sustancia. Você vai me pagar uma tigela bem grande de lámen. - Então, em uma risada sincronizada nós viramos a esquina.


Notas Finais


Ficaria feliz em saber se estão gostando.
Até uma próxima//
.
.
.
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...