História MEU PROFESSOR PERVERTIDO ( imagine jeon jungkook-bts) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Lisa, Personagens Originais
Visualizações 156
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpinha pela demora, bom fiquem com o capitulo de hoje.

Boa ilusão

Capítulo 4 - Um mês depois


Fanfic / Fanfiction MEU PROFESSOR PERVERTIDO ( imagine jeon jungkook-bts) - Capítulo 4 - Um mês depois

S/N P.O.V


s/n - me solta.- olho quem é e fico sem entender nada.- ta..ehyung.


Tae - desculpa te assustar e que a lisa pediu pra mim te falar pra ir la em casa hoje, ok?.- me solta e me olhar.


S/n - ok!.- não entende foi nada.


Tae - as 18:00.- essa foi a última coisa que ele falou antes de sumir do meu campo de vistas.


[ um mês depois]           


S/n - cara isso não e justo.- olho pra prova incredula.


Eu estva zangada, furiosa, triste e muito mais, jeon jungkook não podia fazer isso comigo, me da um dois virgula cinco já era a gota d,água. 


Ele me tratou com indiferença e eu sempre o aguentei firme de cabeça baixa, mais agora eu não vou mais deixa barato por ele ser meu professor, Eu tinha acertado todas as questões da prova e por implicância ele me da um dois.


Agora não pelo lado profissional e sim o lado pessoal, eu acho né, se ele estava achando que eu ia aguentar tudo isso calada ele estava totalmente enganado.


Fechei meus olhos e apertei com força, minha cabeça estava doendo demais e minha raiva estava um pouco acima de mim chega dava pra sentir a quentura nas minhas bochechas.


Lisa - eu tambem não entende porque tu tirou nota baixa.- olhou a prova novamente.- suas respostas estão iguais as minhas, e então porque eu tirei um dez e você tirou um dois virgula cinco? , sera que ele se confundio?.


S/n - e isso que eu estou tentando entender.- mumurrei, respirei fundo.- e serio eu não o aguento mais.- o xinguei mentalmente.


Eu sei que as meninas estavam tentando me ajudar, porém eu não estva o aguentando, esse professor entrou na minha vida só pra mim infernizar.


S/n - eu vou lá falar com ele.- olhei em direção do jungkook que estava olhando alguns papeis, caminhei em sua direção ate sua mesa, onde ele me olhou dos pés a cabeça. cretino.


Em seus labios estavam um sorriso de ponta a ponta que me dava um tanto de medo, ele sabia porque eu estava ali em sua frente, como eu te odeio seu cretino de meia tigela.


Jungkook - oquê te trás aqui, senhorita park.- sorriu torto e parou oque estava fazendo, como ele podia ser tão cinico a esse ponto?.


S/n - professor jeon, eu só queria saber o porque da minha nota ser tão baixa e a da lisa ser tão alta sendo que nossas provas estão iguais?.- suspeira pra não perder o resto da minha paciência.


Jungkook - então vocês colaram?!.


S/n - claramente não!.- arregalei os olhos, como ele podia pensar nisso, ele viu exatamente onde lisa e Rose se sentaram, ele mesmo tirou elas de perto de mim.


Jungkook - olha s/n agora eu estou ocupado, talvez depois da aula eu posso te ajudar, então por agora quero que copie as questões que você errou.


S/n - como eu vou copiar as questões que errei sendo que acertei todas?.


Jungkook - apenas faça oque estou mandando.- sua voz soou bem amedrontadora.


Eu apenas fiquei calada e sair de sua frente o mais rápido possível. Promete a minha mãe que chegaria com a nota mais alta em quimica em troca de um novo celular. 


E infelizmente parece que vou ter que ficar mais um ano com meu velho e  companheiro celular, voltei pra minha mesa e logo pude escultar lisa pergunta oque o mesmo falou.


S/n - nada ele não falou nada demais.- peguei a caneta e começei a escrever a prova no caderno.


Lisa não falou mais nada, pelo contrario ela ficou bem caladinha, pelo menos isso ela faz.


Rose se aproximou e logo falou


Rose - pensei que ia tirar uma nota boa, s/n.


S/n - eu tambem pensei, mais só que o professor não que colaborar comigo.- falei sem presta muita atenção nela, queria terminar logo aquela bendita prova.


Rose - entende.- sorrir soprado.- eu e lisa queriamos sabe se não que sair com agente algum desses dias?


S/n - então meio que não posso eu tenho muitas coisas pra fazer nesses dias.- a explico.


Ela me olha tipo como se fosse me da uma bronca, mas logo logo algo nos chamou atenção: jeon jungkook, ele veio ate minha mesa e me encarou com um olhar reprovador, oque ele queria agora? Já não basta ter me dado um dois virgula cinco não?


Jungkook - oque esta fazendo fora do lugar rose.- As vezes ele nos tratava como crianças, a grande maioria ja tinha 18 anos assim como eu, ele não precisa vim com aqueles sermões de primeiro ano.


Rose - estou ajudando a s/n, ela parecia precisar de ajuda.- se explicar.


Jungkook - ela não precisa de ajuda, volte para seu lugar.


E assim rose fez foi para seu lugar, revirei meus olhos e encarei o jungkook que ja estava me encarando.


Jungkook - preste atenção nas suas obrigações.- ordenou.


S/n - mais e oque eu estou fazendo, ta cego ou oque.- debochei do mesmo.


Jungkook - oque disse.- fingiu não ter escutado.


S/n - Nada eu não disse nada.


Ele mumurrou um monte de palavras que eu não entemde muito bem. Depois disso ele voltou pra seu devido lugar e eu fiquei o xingando mentalmente, serio eu já não aguentava esse cara.cretino de quinta.


[....]


Depois de alguns minutos todos os alunos estavam se retirando da sala prontos para a próxima aula que seria de educação fisica, eu me sentei na primeira cadeira perto da mesa do jungkook, então peguei minha prova na bolsa esperando que o mesmo se aproxime de minha pessoa.


S/n - professor, agora caho que podemos conversar sobre minha nota?.- eu estava calma mais se ele me provocasse eu iria  perder todo o controle que estava tendo.


Me alevantei e passei a mão na saia amarrotada tentando não mostrar o quão ela era curta, Me aproximei de jungkook.


S/n - eu acho que você não corrigiu direito deve ter sido um engano.- sorri esperando uma resposta ou ate mesml uma bronca por ter chamado o mesmo de distraido, porem ele não falou nada, só ficou me encarando como se eu fosse o ultimo biscoito do pacote.- então você não vai falar nada?


Jungkook - você e tão linda.


S/n - o-o oque?.- minha voz saiu falha, e meus olhos ficaram arregalhados, nossa eu nao espera por essa.- você bebeu?.- me afastei do mesmo.


Jungkook - eu não bebi, estou normal, minha linda.


S/n - ah, cara você esta bebo só pode.- disparei, e ainda por cima esta dando em cima de mim mais e cretino mesmo.


Jungkook - esta tão zangada pela nota, meu amor?, se quiser posso lhe da seu dez.


S/n - então me dê, ta esperando oquê.- o encarei.


Jungkook - não e assim que funciona. Sabe porque te dei um dois?.- neguei com a cabeça. - porque você me provoca.- ele só pode ta ficando louco.- todas as manhãs eu bato uma pra você. Isso cansar. Eu preciso de você, s/n.


S/n - pervertido.- choramiguei e corrir até a porta, antes que eu pudesse alcançar a maçaneta da porta meu corpo foi puxada com força pra trás.- me soltar.


Jungkook - fica quetinha.- mumurrou, colocando suas mãos na minha boca. Eu estava me debatendo mais isso só dava em vão minha respiração ficou desesperada eu estava gritando abafado.


Jungkook - fique calma eu não vou fazer nada, sabe qual e meu sonho?.- subiu sua mão livre pelo meu corpo todo, onde o mesmo começou a apertar minha cintura.- foder você! Sabe quantas vezes eu ja imaginei você sentada no meu pau, amorzinho?.


Eu estava com medo e derrepente sentir um formigamento no meu intimo, jungkook estava duro, sentia seu membro em minha bunda enquanto o mesmo cheirava meu pescoço nem se importando com oque eu estou sentindo agora.


S/n - para! .- me soltei com força e por impulso lhe dei uma bufetada das grandes.- seu cretino.







Continuar











Notas Finais


Pronto galerinha terminei espero que tenham gostado até a próxima


Comentem bastante viu


Saranghae


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...