História Meu psicopata - Vkook TaeKook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, BLANC7, EXO, Got7, Mamamoo, Momoland, Monsta X, Red Velvet, Super Junior
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Vkook
Visualizações 49
Palavras 1.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Orange, Policial, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem meus amores💕

Capítulo 1 - First day of work!



[Jungkook]


- Filho, acorda! - Acordo com minha mãe me chamando.

- Hmm? - Pergunto com preguiça de me levantar.

- Levanta, você tem que ir para o seu novo trabalho! - Ela fala me dando um beijo na bochecha.

- Trabalho? - Pergunto coçando os olhos.

- Sim kkk, lembra que você ia trabalhar no manicômio de seu pai? - Ela fala e eu abro os olhos.

- Verdade. - Falo me sentando na cama.

- Seu pai tinha me ligado, e me falou que não era para você se atrasar para o primeiro dia.

- Sério? Mais eu nunca me atraso! - Falo.

- Não, imagina Jungkook!

- Aish. - Falo me levantando da cama e indo para o banheiro fazer minha higiene.

      Bom, meu nome é Jeon Jungkook tenho 20 anos e me formei em psiquiatria! Mais já Jungkook? Você não é muito novo? Sim, decidi me forma cedo, já que eu tenho um QI alto. Meu pai é dono de um manicômio (Hospício) e minha mãe é uma advogada, Tenho uma namorada que se chama Yeri e ela tem 20 anos também, ela é uma modelo fotográfica, tenho muito orgulho dela, mais, não sou loucamente apaixonado por ela, bom, não mais. A cada dia que se passa Yeri sempre fica na minha cola, nunca se desgruda de mim, quase não me deixa sair com meus amigos por causa desse ciúmes bobo, bom, ela sabe que eu sou Bissexual, então, ela sabe que qualquer bobaiada minha, eu posso realmente me apaixonar por um menino ou uma menina, não digamos apaixonar, mais sim gostar, sempre achei essa palavra apaixonar muito forte para mim! Para mim gostar está bom entendeu? Por que, quem eu sou apaixonadamente são minha mãe e meu pai.

      Desço as escadas e encontro minha mãe assistindo seu dorama preferido.

- MÃe, a senhora não vai trabalhar hoje? - Pergunto.

- Não, estou de folga hoje!

- Entendi, então eu já vou mãe.

- Não vai comer nada?

- Não mãe desculpa, é que eu não sinto muita fome de manhã. - Falo.

- Pelo menos pega uma maçã para ir comendo! - Ela fala se levantando do sofá e indo para a cozinha.

- MÃe, não precisa! - Grito para ela ouvir.

- Precisa sim! - Ela fala vindo em minha direção e me entregando uma maçã.

- Aigoo, a senhora é muito teimosa! - Falo.

- Isso por que você fala que quer morar sozinho, Vai passar tanta fome! - Ela fala e eu ri. - Você vai morar sozinho quando você se casar com Yeri, Pelo menos ela sabe cozinhar! - Fala.

-  É-É... Quem sabe né? - Falo. - Bom mãe, preciso ir! Se não vou me atrasar. - falo dando um beijo em sua testa.

- Tá bom, vai com Deus! - Ela fala.

- Amém! - Falo sorrindo - Tchau mãe! - Falo saindo de casa e indo direto para o meu carro comendo a maçã.




...
...
...
...
...




          Seu primeiro dia de trabalho após se formar seria maravilhoso!

      Era oque Jeon Jungkook pensava

          ...

      Mal sabia ele após entrar pela aqueles portões altos enferrujados e aquele jardim cheio de flores e estátuas de darem medo.


Cara, nunca pensei que meu pai ia deixar essas estátuas de casa para deixar no manicômio, pelo menos eu consegui me livrar delas, já que eu tinha muito medo quando era criança ~penso.


      Já havia vestido o meu jaleco branco por cima, pego meu carro e dirijo pela aquela estrada escura com várias placas de perigo e não se aproxime. Quando chegou no final da estrada me deparei com aquela construção antiga e bela, parecia vazia já que o silêncio lá era enorme.


       Entro pela porta da frente vendo uma mulher loira muito jovem.

- Oii tudo bem? Oque posso em ajudar? -Ela diz com um sorriso.

- Sou o novo psiquiatra daqui!

- Jeon Jungkook o filho do Sr.Jeon? - Pergunta e eu confirmo.

- FILHO! - ouço alguém me chamando e olho para o lado.

- Pai!

- Filho, que bom que você chegou! - Ele diz me abraçando.

- Nossa, nem parece que você tinha saído de casa à 50 minutos! - Falo rindo.

- Mais para mim parece que foi um ano! - Ele fala e eu ri - Lisa! Esse é meu filho Jeon Jungkook!

- Assim kkk, ele parece muito o senhor! - Ela fala.

- Garanhão como eu? Claro que ele é! - Ele fala e eu e a Lisa rimos. - Bom, vamos filho?

- Claro, até mais Lisa, foi bom te conhecer! - Falo mostrando meu sorriso de coelho.

- Um coelho! - Ela fala do meu sorriso.

- Anão, você também não! - Falo manhoso e ela e meu pai ri.

- Então vamos Jungkook! - Meu pai fala segurando meu ombro e me guiando para um corredor um pouco escuro.

- Aigoo pai! por que aqui parece aqueles filmes de terror? - Falo e ele ri.

- Está com medo Jungkook?

- Não, mais, é estranho! - Falo e ele concorda.

- Você se acostuma!

     
      Paramos em um porta verde.

- Pessoal! - Meu pai fala entrando e chamando pessoas que estavam lá dentro recebendo toda atenção. - Esse é o novo psiquiatra Jeon Jungkook meu filho! - Ele fala.

Todos me falam: Bem vindo Jeon Jungkook!

- Obrigado, mais, me chamem apenas de Jungkook! - Falo sorrindo.

- Oii Jungkook, tudo bem? - Um de cabelos verdes vem me cumprimentando.

- Oii estou sim Obrigado, desculpa, mais, posso saber seu nome? - Pergunto.

- Aa desculpa kkk, meu nome é Min Yoongi! - Ele fala estendendo a mão.

- E o meu? Bom, você já sabe né kkk - Falo e ele ri.

- FILHO! - Meu pai me chama perto de uma mesa.

- Sim? - Falo caminhando até ele.

- Escolha uma dessas pasta, a que você pegar, vai ser seu primeiro paciente! - Ele fala com um sorriso no rosto.

- Tudo bem! - Falo fazendo o destino mandou e todos da sala começam a rir. - Fazer oque né? - Falo.

      Até que para em uma pasta vermelha.

- Essa! - Falo pegando a pasta.

- Então! Quem é? - Uma menina pergunta.

-  K-Kim Taehyung! Esse é o nome? - Pergunto.

- Vixi! - Um homem do fundo fala.

- Nossa, boa sorte Jungkook! - Yoongi fala rindo.

- Por que? - Pergunto.

- Filho, você não acha melhor trocar de pasta? - Meu pai fala vindo em minha direção e puxando a pasta.

- Não pai! - Falo pegando a pasta de volta. - Se o destino mandou esse! Eu vou ter que trabalhar com esse. - Falo.

- Bom, então, boa sorte! - Ele fala coçando a cabeça.

- Oque tem de errado nele? - Pergunto olhando a pasta.

      Nossa! ~Penso.

     Que homem bonito! ~Penso de novo.


- Eu era a antiga psiquiatra dele! - Uma de cabelos preto fala. - Mais vou te dizer, ele não é fácil não, quase todo mundo aqui foi o psiquiatra dele! E ele não tem solução, o único jeito é matar ele mesmo!

      Já odeio essa mulher! ~Penso.

- É.... - Meu pai ia falar mais aporta se abre com tudo chamando a atenção de todos na sala.

- Desculpem a vocês todos! - Um homem alto fala, acho que ele é o segurança. - Mais oque fazemos com ele? - Ele aponta para um outro segurança que entra com um menino de cabelos castanho.

      Kim Taehyung? ~me pergunto.

- Oque o senhor Kim Taehyung fez de novo? - O meu pai pergunta com a cara seria.

- Ele estava.... -  o segurança não termina.

- Esses sem educação que não me deixam transar em paz! - O Kim fala tentando se soltar dos braços.

- Taehyung! Aqui não é um bordel para fazer esses tipo de coisa! - Yoongi fala.

- Sério? Eu jurava que era! - Ele fala com deboche e logo direciona o olhar para mim. - Olha! Estamos com um sangue novo aqui? - Ele fala com um sorriso e eu o olho com um semblante sério.

- Taehyung esse é meu filho Jeon Jungkook e ele vai ser seu novo psiquiatra! - Meu pai diz também sério.

- Que legal, Vou experimentar um corpo novo! A Jisoo não estáva me fazendo bem. - Ele fala.

- Eu não sou um dos seus brinquedos Kim Taehyung. - Falo sério.

- Sério? É um desafio? - Ele fala abaixando a cabeça e passando a língua em volta do seus lábios. - Veremos então se você não é meu novo brinquedo! - Ele fala levantando a cabeça e me olhando nos olhos.  - Adoro desafios, Jeon Jungkook!


Nossa, que sexy.... processando..... PERA QUE?  ~penso



- Então, já que você é o novo psiquiatra dele senhor Jungkook, oque faremos com ele? - Um dos seguranças pergunta.

- Levem ele para a sala do choque. - Taehyung imita uma voz sem graça - É o que todos os psiquiatras de merda falam! - Ele diz.

- Levem ele para uma sala, já estou indo! - Falo olhando para um dos guardas. - Enquanto você Kim Taehyung, vai esperar na cadeira sentadinho como um bom garoto! - Falo e ele revira os olhos.

- Se fosse para ser assim eu prefiro a sala do choque... - Ele não termina a frase por que um dos seguranças tira ele da sala e fecha a porta.

- Te desejo paciência e sorte Jungkook! - Meu pai fala.

- Obrigado vou precisar! em fim, tchau para todos, um desafio bem grande me chama. - Falo saindo da sala.








É Kim Taehyung....














Você vai ser um grande desafio!


















Notas Finais


Continuo?💕💊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...