História Meu querido cunhado. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Cruella De Vil, Emma Swan, Hades, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Milah, Neal Cassidy (Baelfire), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sidney Glass, Sr. Gold (Rumplestiltskin), Vovó (Granny), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Romance, Rumbelle, Zades
Visualizações 57
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora..
Espero que gostem❤

Capítulo 2 - Primeiro contato.


Belle se surpreende ao encontrar um homem a esperando deitado na cama,provavelmente aquele era o noivo de sua irmã,ela se surpreendeu ao perceber o quanto ele era charmoso.


-Você deve ser Rumpelstiltskin certo?-pergunta constrangida.


-E você é Belle minha famosa cunhada..


-Sou sim será que posso pedir pra você se virar?



Rumpel assenti e vira de costas.



Belle rapidamente coloca um roupão branco enquanto penteava os cabelos.



-Bom me desculpe por ter entrado assim eu deveria ter esperado na sala..


-Nada disso!Esse quarto é da minha irmã eu que invadi..a verdade é que o meu quarto foi desmaschado e transformado em um novo escritório..mas obviamente isso não interessa no momento.


-Não,na verdade eu sempre quis saber o motivo para Belle French abandonar a família para se aventurar na Europa.


-Eu não me aventurei na Europa!Eu estive estudando medicina em uma das melhores faculdades de Paris!Mas pelo visto meu pai lhe contou outra versão,eu sou a ovelha negra da família,a preferida sempre será Milah a advogada que segue os passos do pai.


Rumpel desviou os olhos sem saber o que dizer.


-Pois eu considero a medicina uma excelente profissão,o importante é você fazer o que gosta,a opinião das outras pessoas é um mero detalhe.



Belle sorriu impressionada.



-Aposto que só está sendo simpático porque sou sua cunhada!



-Na verdade é um pouco das duas coisas!


-Até que você está conseguindo me agradar!-diz derrubando o pente no chão.


Rumpel e Belle se agacham para pegar o objeto e ergue os olhos se olhando de maneira profunda.


-Algum problema?-pergunta o homem se levantando.


-Nenhum problema eu acho que preciso me trocar,pode esperar Milah na sala por favor?-pede friamente.


Rumpel apenas assentiu com a cabeça saindo do quarto.


Após a saida do homem Belle se jogou na cama incrédula por ter se encantado com o noivo de sua irmã,definitivamente ela não podia sequer ter esses pensamentos,Rumpel deveria ser com um irmão para ela,e ela prometeu que esqueceria a sensação estranha que sentiu quando o viu.



Rumplestiltskin estava na sala esperando por sua noiva enquanto bebia um suco de laranja.


Sua cunhada era uma jovem muito bonita e interessante,claramente se sentia desprezada pelo pai,e aquilo era verdade,Moe French sentia vergonha de sua filho mais nova.

Mas Rumpel não entendia o motivo,afinal ela era uma mulher bonita e carismática,e uma recém-médica com uma futuro brilhante pela frente,qualquer pai sentia orgulho,mas Moe era uma exceção.


De repente Milah adentra a mansão acompanhada do pai.


-Meu amor que surpresa te ver aqui!Vai jantar comigo?-pergunta ansiosa.


-Sim,como vai Moe?-pergunta educadamente.


-Cada dia mais alcançando mais sucesso e prestígio!E você Rumpel já colocou seu filho ingrato na linha?-pergunta debochado.


-Peço que não fale assim do meu filho e se preocupe com sua filha.


-O que aconteceu filha?Está precisando de alguma coisa?Está grávida ou doente?-pergunta desesperado.


-Calma papai eu estou muito bem,Rumpel estava falando de sua outra filha.


-Cruella está grávida de uma menina?-pergunta friamente.


-Eles estão falando de mim papai,eu estou de volta e é para ficar!-diz Belle descendo as escadas.


Moe arquea a sobrancelha surpreso.


-Belle?Eu jamais imaginei te reencontrar!Você desapareceu durante cinco anos!-diz o homem emocionado.


-Eu não desapareci papai,eu estava estudando medicina na Europa,agora que me formei eu resolvi voltar para meu país,minha casa e minha família,meu lugar é aqui.


-Você tem a ousadia de chegar na minha casa dizendo que se formou nessa profissão patética e ainda querer morar aqui?Saia imediatamente Belle!Eu não te quero aqui!


-Eu não vou sair!Essa é a minha casa também!Já me afastei muito das pessoas que eu amo por sua causa,não sou obrigada a ser uma advogada como o senhor,eu sou medica com muito orgulho e vou exercer essa profissão com muita dedicação!



Rumpel sorri admirado.




-Muito bem fique na casa,mas não quero que conte comigo para nada!Não vou lhe dar um centavo!Agora vamos logo jantar!


Belle apenas sorri satisfeita por ter conseguido enfrentar o pai.




Na mesa de jantar Moe e Milah conversavam animadamente sobre um caso que estavam defendendo.


Belle remexia na comida entediada vez outra olhando discretamente para seu cunhado que retribuía se sentindo deslocado.


A médica se levantou caminhando até o jardim enquanto bebia uma taça de vinho.


Logo percebeu a presença de Rumpelstiltskin.


--O que está fazendo aqui?Minha irmã não vai gostar de te ver aqui!Milah adora companhia!


-Quando ela e o pai começam a conversar nada os tira daquela mesa,você pelo visto também não gosta dessas conversas.


-Advogacia sempre foi o principal assunto nesta casa,é um assunto que já me cansou a muito tempo,eu ouvi meu pai dizendo que seu filho é ingrato,posso saber o motivo?


-Baelfire acha que eu dou muito valor ao dinheiro do que as pessoas ao meu redor..


-Bom você parece dar bastante atenção a Milah ela é louca por você!



-Talvez ela não seja totalmente correspondida.



Belle ergueu as sobrancelhas surpresa.


-Eu não devia ter falado isso me desculpe..


-Tudo bem eu entendo as vezes estamos com uma pessoa que nos faz bem,mas não que nos deixe apaixonados,isso não é motivo para se envergonhar,mas Milah não merece ser enganada.


-Eu não traio a sua irmã...



-Pode ser mas não a ama,e isso é algo importante em uma relação..



Rumpel suspira olhando para o céu.


-Você já amou alguém?Alguém que significava tudo para você?



Belle nega com a cabeça sorrindo de lado.



-Acredite eu nunca amei e nunca serei amada dessa forma,nem meu próprio pai consegue me amar da forma que eu sou.


Rumpel sentiu compaixão pela expressão de dor nos olhos da mulher.


O homem acariciou a mão dela a surpreendendo.


-Eu só sei que o homem que ter seu amor terá muita sorte..


Belle sorriu encarando os olhos castanhos.


-Rumpel aí está vocês!Vamos papai quer sua opinião para o próximo carro que ele vai comprar!-diz entusiasmada-Você não vem Belle?


-Prefiro ficar aqui aproveitem a noite.


Milah apenas sorriu puxando a mão do noivo que olhou novamente para sua cunhada que desviou os olhos.


Belle  apenas suspirou enquanto fitava o céu cheio de estrelas.




Rumplestiltskin acordou durante a noite se levantando devagar para não fazer barulho.


O homem caminhou até a cozinha onde bebia um copo de água.


Não conseguia dormir pois os problemas permanecia em sua mente,o desprezo de seu filho,as ameaças de Cora,e a mudança de planos,não iria interferir na data do casamento,ele iria adiar o máximo possível,estava convencido que não estava preparado para casar com Milah,era verdade que não a amava como antes,e aquele pequeno sentimento de carinho não era suficiente para manter um casamento.


De repente Belle se aproximou trajando uma simples camisola branca.


-Eu não sabia que iria te encontrar aqui quer dizer..eu deveria ter imaginado afinal está dormindo aqui e deve ter sentido sede..me desculpe eu fiquei nervosa.


-Eu percebi mas porque ficou nervosa?Sou tão feio assim para te assustar?-pergunta divertido.


-Na verdade não,eu apenas prefiro manter uma distancia..é que eu tenho certeza que papai vai te convencer que eu sou uma péssima pessoa.


-Eu não me importo com a opinião de seu pai,Moe não sabe valorizar a filha que tem,mas eu te admiro muito por sua coragem,você é tão diferente de sua irmã,ela é tão previsível,sempre falando mal de outros funcionários para agradar o pai,sempre tentando ser a melhor,como um robô programado,mas você tem uma personalidade incrível.



Belle virou de costa surpresa.



-Eu agradeço mas você deve elogiar minha irmã,eu sou apenas uma desconhecida e sua cunhada,sugiro que me trate como tal.



-Talvez eu não queira.



-O que?



-Talvez eu não queira te tratar como cunhada,e sim como uma irmã,você tem razão vou lhe tratar da maneira certa.


Belle apenas assentiu com a cabeça um pouco decepcionada e caminhou para seu quarto.



Rumplestiltskin sorriu de lado observando sua cunhada.


Nunca imaginaria que iria ficar tão encantado por uma mulher,mas Belle estava surpreendendo em todos os sentidos,ele só esperava conseguir cumprir sua promessa e a ver apenas como uma "irmã".



Pov Belle.


Eu caminhava pelos corredores de minha casa ainda sonolenta,percebi que Rumplestiltskin se aproximava trajando uma camisa branca e calça jeans.


Ele estava diabolicamente sexy e me olhava com cobiça.


Estava prestes a voltar para meu quarto quando ele se aproxima me jogando contra a parede,ele sorria malicioso causando arrepios em todo meu corpo.


-Eu sei que você também quer,apenas peça e você terá de mim o que quiser.


Belle suspirava sentindo os dedos hábeis contornando sua intimidade extremamente molhada.



-Eu não..não faça isso..



-Isso?Isso?Me peça para parar então!-diz o homem introduzindo dois dedos na intimidade molhada.


Belle revirou os olhos sentindo o prazer a dominar,naquele momento nada importava,não importava que aquele homem era noivo de sua irmã,ou que estava a masturbando em um corredor.


Rumpelstiltskin levantou a camisola de sua cunhada a deitando no chão frio.


-Me diga o que quer que eu faça com você?-pergunta com a voz rouca.



-Quero que você me foda inteira.



-Vou fazer mais do que isso,essa noite vou te fazer gritar.


E cumprindo o que prometeu Rumpel a penetrou com força arrancando gritos da mulher que arranhava suas costas sentindo um prazer único.



-Mais forte Rumple..Rumple...



De repente Belle acordou ofegante e bastante suada,para sua surpresa Milah a observava desconfiada.



-Posso saber porque estava chamando o nome do meu noivo?



Belle apenas desvia os olhos sem saber o que fazer.
























Notas Finais


Então o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...