1. Spirit Fanfics >
  2. Meu querido dragão >
  3. Princesa dos dragões

História Meu querido dragão - Capítulo 2


Escrita por: YoominDu

Capítulo 2 - Princesa dos dragões


Fanfic / Fanfiction Meu querido dragão - Capítulo 2 - Princesa dos dragões

P.O.V.: S/N


Jinyoung - Você provou ser muito boa com cavalos. Parece o tipo de mulher que sabe fazer tudo.

Ele me olhava de maneira estranha... como se soubesse de algo que eu ainda não soubesse. Isso me incomodava.

S/N - Bem, fui treinada para ser a Rainha do meu povo. Preciso saber lidar com tudo.

Jinyoung - Imagino que foi preparada também para um futuro casamento e para ser mãe.

Eu desço do cavalo e entrego as rédeas a Jimin que me olhou com pena... ele sabia de algo agora.

S/N - Bem. Quanto a isso ainda não fui preparada. Afinal serei a rainha daqui e lidarei sozinha com meu reino.

O príncipe deu risada e deixou as rédeas com Jimin também o que me incomodou. Seguimos em direção ao castelo.

Jinyoung -Você é bem otimista Vossa alteza. Acha mesmo que mulheres sobem ao trono sem um homem ao lado?

S/N - Sei que isso ainda não aconteceu, mas irei subir ao trono sem marido.

Jinyoung - É mesmo?

Andamos mais em silêncio até o castelo, em frente já ele segura minha mão.

Jinyoung - Sempre me atrai por mulheres fortes. Será uma honra a ter como esposa.

S/N - O quê?

Vejo meu pai sair e vir até nós.

Pai - Ah minha querida filha.... que bom que se entenderam. Queria lhe apresentar pessoalmente ao príncipe mas precisei acertar os arranjos do seu casamento. Príncipe Jinyoung é um exemplo incrível de nobreza e já assinamos o contrato de matrimônio. 

Eu fico paralisada. Meus olhos fixos ao chão.

Jinyoung - Ela é uma moça admirável Senhor. Terei o mais prazer em me casar com ela.

Pai -Isso é ótimo! Vamos filha. Vamos entrar. Vocês também por favor nos acompanhe, iremos servir um chá a todos.

Eu estava em choque ainda. Meu corpo não se movia. Foi quando meu pai tentou me puxar e eu recuei que a terra tremeu.

Pai - Filha. Vamos entrar rápido.

A gritaria começou no segundo tremor, sabiamos exatamente o que era aquilo. Dragão.

Jinyoung - Achei que os dragões aqui fossem amigáveis.

Pai - Eles são, mas não sei por que hoje estão assim.... - meu pai me olhou e então parecia ter se lembrado de algo.

General Namjoon chegou em seguida e estava ordenando que todos se escondessem em abrigos pois o dragão que estava se aproximando era um de fogo.

Pai - Filha... você... por favor venha comigo agora.

Ele me puxou com força e nesse momento em que corríamos ao castelo e Jinyoung vinha atrás de mim o dragão em chamas apareceu... ele me olhou diretamente e senti meu corpo estremecer.

Meu pai entrou em desespero e me puxou com força para as portas do castelo. Foi quando o dragão sobrevoou os muros e parou na nossa frente e rugiu fazendo meu pai cair no chão.

O príncipe me puxou para trás dele e o dragão o acertou com as patas o jogando para longe. Ele abaixou a cabeça em minha direção e eu fechei meus olhos com força. Foi quando o General surgiu ordenando um ataque a ferra.

Eu me levantei e corri para o celeiro. Minhas pernas doíam e eu escutava os sons da fera juntamente com o grito de dor dos homens que morriam um a um para me salvar.

Assim que chego ao celeiro abro a porta e entro. Me apoio na porta e começo a chorar assutada e baixo. Não havia mais ninguém aí. Corro até o fim dele e me escondo dentro do estábulo do meu cavalo.

Abaixei a cabeça e tapei meus ouvidos. Senti duas mãos me tocarem e quando olho era um homem desconhecido. Ele vestia roupa de arqueiro, mas não me lembro dele na equipe real.

Estranho - Vossa alteza precisa sair do castelo. Ou aquele dragão irão destruir tudo.

S/N -Quem é você?

Estranho -Isso não importa. Você precisa sair daqui. Esse dragão só veio por sua causa. Vamos.

Ele me ergue e me põe nos braços, me arrasta pra fora e devido meu ainda estado de choque apenas fui...

Quando passamos pelos muros do castelo vimos o dragão erguer a cabeça em minha direção e então levantar voou.

S/N - ELE TA VINDO!!! NOS VAMOS MORRER!!!

Estranho - Não hoje!

Quando percebo o homem misteriosos me puxa com ele para um precipício, eu gritei e ele logo me abraçou ao seu corpo caindo com tudo de costas na água para me proteger do impacto.

Na água andamos até a superfície e então respiramos fundo enquanto tossiamos a água.

S/N -Isso é loucura! Por que pulou?? Sabe, eu sou uma princesa, não pode me tirar do castelo!

Ele me ignorou e se levantou seguindo para a mata. Eu me levanto e vou atrás dele.

S/N - Ei. Espera. Não pode me abandonar.

Estranho - Esta me seguindo. Não está sozinha então.

S/N -Eu sou uma princesa!!!

Estranho - eu sei. E por isso a tirei de lá.

S/N - Mas lá é meu lar.

Estranho - Não Vossa alteza. Não é. Não se estiver casada com um príncipe de merda.

S/N - Como você sabe disso???

Ele revirou os olhos e me sentou numa pedra, ele ficou parado a minha frente.

Estranho -Você é a princesa dos dragões... eles sentem quando você está com muito medo. Por isso aquele dragão apareceu, ele estava aí para te salvar e mataria todos que estivessem próximos a você.

S/N - O quê? Princesa dos dragões? Para me salvar??? Você é louco?

Estranho - Olha. Agora você pode voltar para lá e viver sua vida. Só tome cuidado para não se assustar tanto novamente... dragões de fogo são os mais difíceis de parar.

Num piscar de olhos o estranho desapareceu e eu fiquei sentada sem entender nada, com mil coisas girando em minha mente. Foi quando escutei Jimim gritando por mim.

Princesa dos dragões? Como assim!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...