História Meu querido fantasma- Park Jimin - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Liam Payne, Louis Tomlinson, Lu Han, One Direction
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Harry Styles, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Liam Payne, Louis Tomlinson, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Seungri, Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, Xiumin, Zayn Malik
Tags Bts, Park Jimin, Romance
Visualizações 43
Palavras 1.826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Ele esta morto!


Xxxxxx- Foi uma tragédia muito grande, a maioria das pessoas na epoca tinham seus filhos estudando lá, de crianças à adolescentes.- Disse me dando a caixa- Sua avó ela era una grande amiga minha, nos nos conhecemos em 1990, meu pai tinha esse museu e ela era muito interessada na história da mansão onde morava, nos viram os amigos por causa disso. Ai nessa caixa tem as coisas mais importantes sobre o incêndio, de jornais à coisas dos alunos.- Disse dando um sinal com os olhos, como se quisesse que eu olhasse, então eu abri a caixa, as coisas nela pareciam ser tão antigas, entre elas havia uns cadernos cada um deles tinham uma frase impactante no início, entre eles o que mais me chamou a atenção era um onde havia vários desenhos na sua capa quando abri vi a frase de início, na verdade era apenas uma pequena palavra " alegria" escrita varias vezes e em baixo tinha um desenho de uma árvore, a mesma que havia na minha casa embaixo do desenho havia outra palavra só que dessa vez escrita com a letra da minha avó em vermelho " o inicio". Depois eu peguei na caixa um pequeno caderno que parecia ser um álbum de fotos, ele parecia ser tão antigo, quando abri vi varias fotos de alunos e da escola, cada pagina tinha o ano e a turma da época, e entre elas eu cheguei na turma de 1825 onde tinha fotos de vários garotos ( era uma escola apensa de garotos), e entre essas fotos havia algumas marcadas e embaixo tinha escrito " Família ", quando vi as fotos reparei qe entre elas havia uma foto do Jimin, isso era impossível ele não era nem nascido nessa época

Xxxxxx- Isso sua avô trouxe pra mim- Falou interrompendo a transe onde eu me encontrava.

- Esse garoto- Disse apontando pra foto do Jimin- Eu já vi ele, talvez não ele, mas deve ser algum parente dele, ou sei lá.

Xxxxxx- Isso seria impossível. Ele não teve filhos.

- Como você pode ter tanta certeza?

Xxxxxx- Olhe- Disse me mostrando vários quadros nas paredes- Vê esses desenhos e pinturas, e aquilo- Disse apontando para os jornais e logo em seguida para o quadro de sete garotos na frente da minha casa- Eu tenho certeza porque eu sou padecente dele- Disse apontando pro Jimin- Era um tio de uns anos, eu sou filho do filho do filho do filho e por ai vai, do irmão dele na época com 15 anos, era o último ano do Jimin no colégio, ele foi estudar lá por que era uma pessoa terrível, então seu pai colocou ele lá como castigo, ele tava lá no " castigo " tinha 3 anos, era o último anos. Esses na foto com ele são o namjoon, o jin, o kook, o tae, hoseok e suga, melhores amigos dele, eles eram como irmãos, eles tinham uma amizade tao linda.

- Como você sabe de tanto, já se passaram tantos anos.- Disse baixo tentando entende tudo.

Xxxxxx- É melhor essa conversa acabar por aqui.

- Não senhor por favor. Você começou e tem que acabar

Xxxxxx- Eu sei disso tudo..... Porque é una historia que todos da família carregam, por que o pai do jimin e do seu irmão era uma pessoa pessoa complicada, mas amava os filhos, por modo desconhecido o Jimin era o favorito, teve um dia que ele foi vê o jimin no colégio e o jimin tava estranho, ele pediu pra que seu pai o levassse de lá, mas ele não quis já que no dia seguinte eles iriam sair de férias de verão, mas não deu tempo, no dia seguinte quando todos foram para o colégio buscar deus filhos, encontraram o colégio queimado, e junto a isso a noticia de que todos haviam morrido, o pai do Jimin ficou abalado, ele nunca mais foi o mesmo e por fim ele entrou em depressão e se matou.

- Ele morreu.- Falei baixo- Moço desculpe eu não deveria ta me metendo, eu já vou, me desculpa- Disse indo embora para casa.

Ele ta morto, mas como um morto pode estar vivo?.

Jimin....

Já era noite quando a senhora P. me liberou, e eu tinha que vê a (s/n) não podia não ir, então eu tineu café ben tão do e subi, indo em direção a salinha onde liga aqui com o outro lado.

Jin- Eu jimin pra onde você vai?- Disse ao me ver no corredor.

- Eu? Eu ia pra a varanda, ver as estrelas.

Jin- Ah, como foi seu dia com a senhora P.- Perguntou andado junto comigo ate a varanda.

- Horrível, ela ta pegando pra valer no meu pé, e eu não posso dizee nada, pelo menos se eu não quiser ficar de castigo a minha eternidade.

Jin- Jimin... Obrigado amigo, você é único que sempre me defendeu, tanto em vida quanto na morte.

- Pra isso que servem os amigos Jin.

Jin- Você é um amigo e tanto.

Kook- Gente- Disse vindo correndo em nossa direção- Ta tento uma bomba lá no quarto.

Jimin- O que o suga fez dessa vez?

Kook- Parece que a tal que ele tava saindo deu não quis mais ele.

Jin- Vamos lá- Disse me arrastando, quando chegamos no quarto o suga tava sentado na sua cama com uma cara de sério, e todos os outros garotos olhando o mesmo.

Kook- Jin fala alguma coisa.

Jin- Eu não, fala você.

Kook/jin- Jimin fala.- Disseram me olhando.

- Yoongi- Disse tocando no mesmo.- É.... Eu...

Suga- Ela me deu um fora.

Tae- E desde quando isso te atinge, você sempre esteve com várias garotas, você logo esquece.

Suga- Com ela é diferente, eu... eu gosto dela.

Kook- Parece que temos um momento histórico, uma garota fisgou o suga.

Suga- E se você não calar a boca eu vou te matar.

- Gente, eu tenho uma ideia, que vai melhorar o humor do nosso amigo- falei fazendo sinal para que os cinco me seguissem, mas o suga nai levantou ficou lá sentado com cara de sofrido, ate que o tae e o kook levantou o mesmo.

Nos seguimos floresta a dentro até que chegamos num riozinho onde nos costumávamos ir quando eramos vivos, ele continuava igual.

Kook- Se alguem nos vê aqui, estamos mortos.

- Primeiro ninguém vem aqui, segundo já estamos mortos- Falei tirando a blusa e entrando no rio, logo todos fizera o mesmo, e não demorou muito para tudo virar uma grande brincadeira, eu ate tinha esquecido que estávamos mortos, as coisas pareciam ser igual a antes o tae que nem uma criança mergulhando e beliscando as pessoas, o hoseok não parava de dançar na água junto com o kook, o jin só observava atenciosamente mas sempre dava risada, quando o suga começava a correr atrás do kook e do tae porque eles não paravam de perturbar o mesmo.

( Quebra de tempo)...

E depois de uma noite incrível eu conseguir ir para o outro lado quando todos finalmente firam dormir.

Quando cheguei na casa da (s/n) encontrei a mesma no jardim como sempre.

- Oi, desculpe pelo atraso eu estava ocupado, e eu sei quexja ta tarde mas eu tinha que vim te ver pra contar como foi o dia, quer dizer tirando as partes ruins com...

(S/n)-A senhora P.? Ou ela não esta com vocês sei lá onde.

- Como ...

(S/n)- Como eu sei da senhora P.? Você achou o que Jimin? Que ia conseguir esconder isso de mim pra sempre.? Eu sei ta bom, eu já descobrir tudo, eu só- Disse levantando e se virando para a casa e depois pra mim- Como você..

- Como eu posso ta morto, já que to aqui falando contigo?- disse interrompendo a mesma que concordou com a cabeça.- Você vai achar estranho.

(S/n)- Mais estranho que descobrir que você ta morto?.

- (s/n) eu... eu não podia te dizer, seria errado... Eu vou explicar

(S/n)- Então explica logo- Disse se afastando quando fui ficar na mesma.

- Teve um incêndio...

(S/n)- Aqui nessa casa- Falou apontando- OK, isso eu já sei, e também sei que na noite do incêndio todos TODOS morreram, e isso foi 1825, eu já sei. Eu só não sei como eu to falando com você.

- A nossa diretora fez algo naquela noitez ninguém sabe o que foi e nem como foi, só sabemos que isso nos deixou " vivos" só que presos no dia antes do incêndio, lá é o mesmo dia e o mesmo ano todos os dias, e tem uma entrada pra esse mundo.

(S/n)- Então é verdade- Disse se virando- Você ta morto! Isso é loucura, como? Por que você não me contou? Por que escondeu a verdade de mim?

- Eu.... Entenda (s/n) eu não podia te contar, eu.... Não podia ...minha intenção me aproximar de você no inicio, mas acabamos criando uma amizade e ficou difícil te dizer eu não sabia o que fazer.

(S/n)- Cala a boca! - Disse alto- Agora as coisas fazem sentido, o por que de você sempre sumir, e eu não saber onde você mora, e por eu sempre achar que te conhecia..... Você.... Você veio a procura da minha avó. É claro as histórias que você me contava e tudo que me mostrava era a sua história com a minha avó, vocês eram.... Vocês eram namorados?.

- Eramos... Mas não é o que você ta pensando, eu não ne aproximei de você por causa dela.

(S/n)- Sai daqui.

- (s/n) não faz isso.

(S/n)- Sai daii agora- Disse grossa e curta.

- Se eu sair daqui... É com a certeza de que você reakmevte não quer me ver nunca mais, é isso que você quer?

(S/n)- Vá e não volte nunca mais.- Disse sem olhar pra mim, então eu fui.

Quando cheguei no outro lado todos já estavam dormindo, então fui para a cozinha onde fiquei por alguns minutos olhando pela janela o céu.

Jin- As estrelas de lá, são mais bonitas?- Falou entrando na cozinha.

- Incríveis, elas parecem ter mais vida, brilham mais. Desde quando você sabe?.

Jin- Desdo dia com o Namjoon, você nunca iria me prender com ele.

- Então, porque não me impediu?.

Jin- Porque em tantos anos eu nunca vi você tao feliz, seu olhar ta com um brilho diferente, é como se você tivesse vivo de novo.

- É mas isso já acabou, por que eu sou um idiota, eu fiz besteira de novo e pra melhorar eu fui um covarde e não o que eu sinto por ela, e nunca mais vou dizer, já que ela não quer mais me ver.

Jin- Ela descobriu tudo?

- É, e me mandou ir embora e nunca mais voltar, eu devia ter te escutado e não ter voltado mais lá, pelo menos assim eu não estaria sentindo o que eu sinto

Jin- É mas você é un teimoso que não escuta ninguém, e por fim faz besteira, mas mesmo sendo besteira você não deveria desistir.

- E porque?

Jin- Por que em tantos anos essas é a primeira vez que te vejo amando de verdade, e mesmo que você tenha feiro besteiraz, deveria lutar, e não ficar parado esperando os anos passar enquando se culpa por não ter feito nada.- Disse saindo.- Não cometa o mesmo erro dias vezes amigo


Notas Finais


Larguei a bomba e pronto kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...