História Meu Querido Irmão (Imagine Mark) Oneshot - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


E toma mais um Oneshot ai babys
E dessa vez é do nosso deus grego Mark Tuan
Espero que curtem
Desculpem os erros
Boa leitura babys ❤️❤️❤️

Capítulo 1 - Oneshot


Fanfic / Fanfiction Meu Querido Irmão (Imagine Mark) Oneshot - Capítulo 1 - Oneshot


Opa E aí, beleza?

Meu nome é S/N Tuan e moro com meus pais e meu irmão

Mark é meu irmão mais velho e nós somos muito próximos...pena que de uns anos pra cá venho sentindo mais que um amor de irmãos por ele

Nós brigamos claro mas sempre nos resolvemos, nossa relação é boa de verdade e nós parecemos criancinhas quando estamos juntos

Não jogo na cara dele mas sempre tive um desejo pelo mesmo

Ficava muito enciumada quando ele aparecia com namoradas em casa

Hoje em dia ele está solteiro e acho que vai ser minha perfeita chance de satisfazer meu lado safado e malicioso...

Quebra de Tempo

Meus pais tinham ido trabalhar e como de costume eu e Mark ficaríamos a tarde toda sozinhos 

Vou pro meu banho e lá ligo minha música curtindo meu tão amado banho

Ligo a banheira e entro na mesma já sem roupas apenas curtindo as músicas que tocavam

Depois de um tempo ali saio da banheira após terminar o banho e me enrolo na toalha saindo do banheiro e indo pro quarto

Entro no closet e coloco um vestido mais soltinho e meu chinelo

Solto o cabelo e desço as escadas vendo Mark sentado no sofá

Mark: Vai fazer alguma coisa hoje S/N?

S/M: Acho que não por que?

Mark: Vamos ir tomar sorvete então? Tá muito calor hoje

Me surpreendo com seu convite mas aceito

S/N: Só vou trocar de roupa

Mark: De novo? Já tá bonita assim

Coro levemente ao ouvir seu elogio e falo

S/N: É que esse vestido eu uso em casa, eu troco de roupa rápido, prometo

Subo as escadas de novo e entrando no quarto coloco um shorts jeans e um cropped branco, visto meu tênis e desço as escadas de novo

Mark: Agora tá mais bonita ainda

S/N: Tá me elogiando muito hoje Mark

O mesmo apenas ri da minha fala

Saímos de casa e fomos até a sorveteria conversando sobre várias coisas bem aleatórias

Chegando na sorveteria fizemos o pedido e logo eles chegam

Eu estava concentrada no sorvete até ouvir uma risada de Mark

Olho pra ele o mesmo estava com o celular apontado pra mim

S/N: O que foi?

Mark: Olha o seu rosto

O mesmo diz isso e me mostra uma foto minha em que mostrava meu rosto completamente lambusado de sorvete

Mark: Nunca vai parar de se sujar com sorvete mesmo

S/N: Apaga essa foto por que eu tô horrível

Mark: Você acha mesmo que eu vou apagar isso aqui? S/N isso é relíquia, quase nunca que eu tenho uma foto igual essa

S/N: Se você não apagar eu apago

Mark: Se soubesse a senha do meu celular acho que te ajudava

S/N: Eu descubro

Mark: Você não vai descobrir...quando eu estiver triste eu vou olhar pra essa foto e dar risada, daí eu fico feliz de novo

Rimos juntos e eu limpo o rosto

Terminamos nosso sorvete e ele paga depois de muito insistir

Saímos da sorveteria voltando pra casa e conversando sobre várias coisas

Entramos e eu sento no sofá mexendo no celular

Mark: Acho que vou jogar um pouco

S/N: Vai jogar o que?

Mark: Sei lá também...vou ver algum jogo legal aqui

Ele liga o vídeo game e coloca em um jogo qualquer

Tiro meu tênis e volto a atenção pro celular

Só sou tirada dos pensamentos quando Mark fala

Mark: Puta merda que calor 

O mesmo fala isso e tira a camiseta a deixando no sofá

Engulo seco e já sinto algo estranho

Ver Mark sem camisa era algo normal mas que me deixava com um puta tesão

Me levanto e vou pra cozinha beber água e tentar esquecer aquilo

Bebo a água e fecho a geladeira

Volto pra sala e falo

S/N: Posso jogar com você?

Mark: Pode claro, senta aí

Sento ao seu lado e Mark fala em seguida

Marl: Quem ganhar faz o que o outro pedir o dia todo

S/N: Beleza

Começamos a partida e pra variar Mark estava ganhando

S/N: Ah vai tomar no cu cara, ganhar de você é impossível

Mark: Fica quietinha e aceita sua derrota

S/N: Você vai ver o quietinha quando eu enfiar esse controle na sua guela Mark Tuan

Continuamos jogando e ele ganha

S/N: Merda!!!!!

Falo ficando emburrada

Marl: Vai fazer o que eu quiser o dia todo otária 

Reviro os olhos e ele ri

S/N: O que você quer que eu faça?

Mark: Quero que não fique emburrada por que eu odeio isso

Tento parecer menos brava mas acho que sem sucesso

Mark: Quando aprender a mentir vai ser uma boa atriz S/N

Ele diz ficando de frente pra mim

S/N: Como assim?

Mark: Você é muito transparente...sei que ainda tá brava

O mesmo diz dando risada me fazendo rir também

S/N: E o que quer mais que eu faça?

Digo olhando pra ele 

Mark: Não sei...me dê idéias

S/N: Quem venceu o desafio foi você não eu

Mark: Mas eu estou sem idéias

S/N: Você costuma ser criativo pros desafios então usa essa criatividade agora ué

Rio e Mark permanecia me encarando sorrindo junto comigo

Paro de rir e vejo que ele estava se aproximando de mim

S/N: Mark o que tá fazendo?

Mark: Meu outro desejo é algo que preciso te mostrar pra você entender

Antes de fazer qualquer coisa ele olha o relógio e fala

Mark: E ainda temos tempo pra isso então relaxa 

Quando percebi o que Mark queria paro de recuar e vejo seu rosto se aproximar até ficar centímetros de distância do meu

Eu conseguia sentir sua respiração próxima do meu nariz e a minha começa a ficar desregulada enquanto aquilo acontecia

Sem demorar muito ele segura meu quadril e me puxa fazendo nossos lábios se encostarem e começarem um beijo calmo

Seu beijo era muito bom e aos poucos foi esquentando

Só de lembrar que era ele que me beijava e que o mesmo estava sem camisa na minha frente acabo ficando molhada

Mark me faz sentar em seu colo e eu sinto seu membro duro e ereto 

Mark: Já entendeu a brincadeira??

S/N: Hurum....

Mark: Então esse é o meu pedido

Sorrio marota pra ele e tiro lentamente o cropped provocando Mark

Quando finalmente tiro o cropped vejo ele mordendo o lábio inferior 

Mark: Não sabia que tinha uma irmã tão gostosa

S/N: Se ficar falando estraga o clima Mark....

Falo isso e o beijo de novo colocando uma mão em sua nuca e a outra em seu cabelo

As mãos do maior passearam na minha costa parando na barra do meu shorts

S/N: Quer tirar?

Mark: Com certeza

Me afasto um pouco dele a abro o botão e o zíper do shorts fazendo Mark o tirar do meu corpo

Eu estava semi nua pra ele e sem vergonha nenhuma pois aquilo era quase que um sonho então vergonha de mostrar meu corpo pra ele seria a última coisa que eu teria 

Mark: Não imaginei que fosse gostosa assim

Me aproximo de seu ouvido e falo em sussuro

S/N: Me come então Mark Tuan

Sinto ele arrepiar e soltar uma pequena risada falando em seguida 

Mark: Não sabe o que te espera S/N....

Volto a beijar ele e sinto sua mão descer até meu bumbum dando vários apertões no mesmo me fazendo arfar

Mark: Hoje eu te provo que é só minha

S/N: Assim como eu te provo que é só meu

Mark desce os beijos até meu pescoço e eu sinto sua mão tirar minha calcinha e a jogar pra algum canto da sala

O mesmo sem esperar muito começa a estimular meu clitóris me fazendo soltar alguns gemidos baixinhos

Mark me faz deitar no tapete e enfia dois dedos em mim fazendo o vai e vem deixando também alguns beijos na minha intimidade

Eu fechava as pernas várias vezes e ele as abria com a mão

Mark: Se fechar as pernas mais uma vez eu vou te que te amarrar bebê....

Ele enfia mais um dedo me fazendo gemer alto e sem querer fechar de novo as pernas

Mark: Foi você que escolheu

Ele diz dando um sorriso maroto e me pegando no colo indo pro seu quarto

Lá ele pega uma corda que eu nunca tinha visto lá amarrando minhas pernas me impedindo de movimenta-las

S/N: Vai mesmo fazer isso com a sua irmãzinha Mark?

Mark: Já estou fazendo

O mesmo diz isso e penetra dois dedos em mim de novo

Eu estava sentindo que ia gozar mas ele tira seus dedos de mim me fazendo olhar ele com reprovação

Logo sou surpreendida por ele quando o maior coloca sua língua quente em mim

Mark me chupava muito bem e em poucos minutos acabo gozando em sua boca soltando um gemido alto

Mark: E agora quer que eu te solte bebê?

S/N: Hurum

O mesmo me solta e eu mais que imediatamente tiro sua calça e sua box junto vendo seu membro com as veias saltadas me desejando

S/N: Tudo isso por causa de mim Mark?

Mark: Com certeza

Tiro meu sutiã e seguro seu membro o colocando em mim e começando a rebolar pra ele 

Começo a cavalgar em seu membro fazendo Mark gemer alto e como um louco 

Acabo gozando em seu colo e antes dele gozar tiro seu membro de mim fazendo ele gozar nas minhas pernas

Mark: Agora eu quero te ouvir gemer que nem uma vadia S/N....

O mesmo fala isso dando um tapa na minha coxa me fazendo dar um gemido de dor  

Mark vai se encaixando entre as minhas pernas e eu sinto seu membro entrando em mim lentamente me fazendo dar um gemido arrastado 

Quando ele finalmente coloca tudo sem esperar muito o maior inicia suas estocadas violentas e fundas

Como ele disse eu estava gemendo que nem uma vadia pra ele revirando os olhos de prazer

Mark se aproxima de mim e enquanto me estocava deixava alguns chupões e mordidinhas no meu pescoço me fazendo arfar e gemer mais ainda

Depois de muitas estocadas minhas pernas estremecem e eu gozo novamente

Mark continua e só para quando ia gozar

Ele tira seu membro de dentro de mim e goza na minha barriga 

Inverto as posições e empurro ele na cama falando

S/N: Agora é minha vez Mark...

Digo isso e dou leves arranhadas em seu abdômen vendo ele arrepiar 

Dou um sorrisinho de canto pra ele e me abaixo ficando de frente pro seu membro

Seguro o mesmo e começo a masturbar Mark

As vezes eu lambia a glade vermelha de Mark fazendo ele dar gemidos altos

Depois de tanto o mesmo pedir troco as mãos pela boca e abocanho o membro de Mark fazendo ele segurar meu cabelo e socar seu membro na minha boca

Eu estava adorando e quando sinto que Mark iria gozar paro somente para provocar ele

Mark: Não acredito que vai parar

S/N: Acredite

Falo isso e seguro seu membro novamente voltando a masturba-lo

Eu queria ser bem malvada com ele e somente quando ele estava quase gozando coloco seu membro na minha boca sentindo seu orgasmo 

Engulo tudo e Mark me puxa pra deitar na cama de novo e fala

Mark: Por ter sido malvada comigo eu vou te deixar amarrada e brincar o quanto eu quiser com você 

S/N: Mas eu pedi desculpas depois Mark....

Mark: Não interessa, eu não disse que aceitei

O mesmo da uma risada marota e amarra meus pulsos na cabeceira da cama 

Mark queria dar o troco na mesma moeda então pra me provocar colocou apenas a cabecinha em mim

Levanto o quadril em busca de mais mas Mark o segurava e voltava ele pra cama 

Sua tortura durou bastante até ele se cansar e enfiar tudo de uma vez

Seu membro era grande e confesso que me machucou um pouco na hora daquela estocada violenta dele

O mesmo percebeu que havia machucado e fala

Mark: Viu como é ruim?

Mark fala isso e dá outra estocada funda me fazendo dar um gemido de dor

Mas logo aquela sensação ruim passou e a dor virou prazer rapidamente 

O maior logo acelera as estocadas me fazendo estremecer e suar bastante 

Meu cabelo grudava na minha testa mas Mark o tirava com a mão 

Foram se várias e várias estocadas até eu chegar no meu limite me desfazendo nele

Ele sai de dentro de mim e goza na minha barriga novamente

Mark: Agora eu vou te soltar por que quero te comer de quatro bebê

O mesmo fala isso e me solta me fazendo ficar de quatro pra ele

Mark: Empina bastante pra mim que eu vou meter com força de novo

Faço o que ele pede empinando o máximo possível sentindo ele me estocar de novo

Como ele mesmo disse Mark metia com força em mim me falando coisa sujas fazendo meus gemidos ficarem altos

Eu não me importava com os vizinhos e gemia feito louca 

Depois que ele sai de dentro de mim e goza deitamos na cama cansados

Mark: Não sabia que era tão gostosa assim

Dou risada e ele fala fazendo cafuné em mim

Mark: Pensei que não iria querer....

S/N: E por que não?

Mark: Derrepente por que somos irmãos....

S/N: Se nos previnirmos direitinho não tem erro Mark

Mark: Eu sei mas mesmo assim...achei que me negaria...

O mesmo diz acariciando meu rosto

S/N: Eu nunca faria isso 

Demos outro beijo e escutamos o portão abrir

Mark: Puta merda as nossas roupas estão todas lá em baixo

Mark mesmo estando sem roupa alguma levanta rápido e desce as escadas correndo e volta pro seu quarto com as roupas na mãos

Nos vestimos rapidamente e eu corro pro meu quarto prendendo o cabelo pegando o celular e fingindo que nada tinha acontecido

Desço as escadas e vejo meus pais abraçando Mark

Conversamos mais um pouco e meus pais foram pra cozinha

Olho pra Mark e dou um sorrizinho pro mesmo

Espero que aconteça mais vezes....
















Continua??

Querem bônus babys?


Notas Finais


QUEREM BÔNUS??? PQ EU QUERO KKKKKKKKKK
Espero que tenham gostado 💫❤️💫❤️💫❤️💫
(Se quiserem bônus é só comentar pessoas)
Amo o 6 ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...