História Meu querido irmãozinho yoongi - Capítulo 80


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Johnny, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Taeyong, Tao, Ten, V, Xiumin, Yuta
Tags Army, Baekhyun, Bangtan Boys, Chanyeol, Chen, Exo, Exo-l, Hoseok, Imagine, Jungkook, Kai, Kim Seokjin, Lay, Namjoon, Sehun, Suga, Suho, Xiumin
Visualizações 146
Palavras 2.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi~

Capítulo 80 - Pequena mentirinhas


Fanfic / Fanfiction Meu querido irmãozinho yoongi - Capítulo 80 - Pequena mentirinhas

~ 3 meses depois ~

• POV S/F •

Que dor de cabeça...

A luz que entrava janela do quarto me acordou.

Eu não consegui dormi mais.

Abri meus olhos resmungando e olhei para os lados vendo na mesma cama de casal onde eu dormira, Hyuna- e Sungjae.

Eles pareciam mortos.

Eu também estava.

Sai da cama pisando no chão gelado sentindo confete grudar nos meus pés algo comum após comemorações entre jovens.

Me dirigi até o banheiro me olhando no espelho e me assustando.

"Quem é essa?" Perguntei internamente.

Lavei meu rosto pensando em como melhorar aquela situação mas apenas piorou porque a maquiagem que estava nos meus olhos escorreu para meu rosto.

Aquele rosto que parecia que não ia piorar piorou.

Eu parecia atriz de filme de terror.

Tomei um banho quente e relaxante e me vesti.

Sai do quarto vendo uma enorme bagunça nos corredores.

Desci pela escada e vi na sala latas de cerveja jogadas no chão.

Fui até a cozinha e vi deitado no chão Jinyoung.

- Ei...- chamei por ele.- Acorde.

Ele abriu os olhos e me olhou assustado.

Jinyoung- Onde eu tô?- se levantou desesperadamente.

- Em casa.. Tá tudo bem.

Jinyoung- Que dor... Minhas costas estão doendo demais.

- Ha! Quem mandou dormir no chão.

Ele se levantou com minha ajuda e se atirou no grande sofá.

Peguei um comprimido para dor de cabeça e tomei com água.

Após ter feito isso esperei um tempo e fiz um café da manhã.

A casa transmitia um grande silêncio apenas podia ouvir o som dos pássaros cantando de manhã.

Fiz o meu lanche de pão integral, queijo branco e requeijão light. Típico café da manhã de quem está na dieta.

Tomei o café junto com um copo de suco.

Sentada na mesa sozinha fiquei olhando pro nada pensando em como devia estar minha mãe, meu pai, os meus amigos...

Levei um susto quando escutei o som do celular tocando.

Eu não sabia onde estava, me levantei e comecei a procurar por qualquer lugar para que pudesse parar com aquele som irritante.

Assim que achei o celular atrás de um móvel carregando na tomada olhei para ver de quem era e vi que era o meu.

Retornei a ligação que era do Jaehyun.

~ Ligação On ~

Jaehyun- Finalmente! Onde está o pessoal?

- Bem...- olhei para Jinyoung dormindo no sofá.- Estão tomando café.

Jaehyun- Ótimo, arrumem as malas de vocês que daqui a uma hora um carro vai pagar aí. 

- Hã? Por quê?

Jaehyun- Bem... Explico no caminho.

- Ok. Tchau.

Jaehyun- Tchau.

~ Ligação OFF ~

- Merda! Jinyoung acorda! Acorda!

Acordei o mais velho e avisei pra ele o que ele tinha de fazer.

Fui até o quarto onde as meninas estavam e bati na porta tentando acordar elas.

- Acorda!

(...)

Terminamos de fazer o que tínhamos para fazer e ouvimos uma buzina.

Saímos da casa trancando a mesma que estava uma bagunça e entramos no grande carro que estava na porta.

Jaehyun- Como estão os melhores modelos da Coréia do Sul?

Hyuna- Morrendo internamente.

Nayoung- De ressaca.

Jaehyun- Ah qual é... A noite de ontem nem foi lá grandes coisas.

Seunghee- Isso é um teste de resistência?

Jaehyun- Hahaha não...

Sungjae- Explica o que está acontecendo.

Jaehyun- Bem... Vocês vão ir pra Seoul.

- Seoul?! 

Jaehyun- Sim. A trabalho claro. Vocês vão fazer sessão de fotos com outras revistas que estão me pagando pra utilizar meus modelos e para vocês fazerem desfiles.

Jinyoung- Nós não somos objetos.

Jaehyun- É... Desculpe. Não estão animados? O salário de vocês todos juntos vai dar no total 96.000.000 de Won. (96 mil dólares).

Seunghee- Deixa eu usar minha calculadora.... Dividido por seis... Uau... Cada um vai ganhar 16.000.000 won. (16.000 dólares = 48.000 reais )

Jaehyun- Vocês irão fazer 6 desfiles e vão tirar fotos pras algumas revistas.

Resolvi mandar mensagem pra minha mãe.

~ Mensagem On ~

Eu: Mãe! Novidades.

Omma♡: Oi filha. Fala.

Eu: Eu vou pra Seoul.

Omma♡: Sério?

Eu: Já estou indo. Mas eu vou a trabalho. Prometo que vou ver você é papai.

Omma♡: Que ótimo... Estou morrendo de saudades.

Eu: Chego logo.

~ Mensagem OFF ~

~ Quebra de Tempo ~

De noite eu não fiquei no hotel eu fui para minha casa de táxi.

Assim que cheguei toquei a campainha e a porta se abriu.

Vi meu pai e deixei lágrimas caírem.

- Appa!- abracei ele o mais forte possível.

Appa- Filha... Que saudade... Como você está?- ele passa a mão em meu rosto.

- Estou bem pai... E você?

Appa- Estou bem, mas agora especialmente bem... Você está tão grande... Está mudada...

- Sim pai...

Appa- Você está linda. Vamos entrar sua mãe está lá em cima.

Entrei com minha mala e respirei outra vez o ar da minha casa soltei um suspiro e então subi as escadas.

Vi minha cadelinha e sorri.

Peguei ela no colo e fiz carinho em sua cabeça.

A soltei no chão e logo adentrei o quarto.

Vi minha mãe deitada na cama.

- Ah!! Mãe! Que saudades!- fui correndo até ela e a abracei com cuidado.- Que barrigão...

Omma- Saudades minha filha. Já tem oito meses sabia?

- Está tão grande... Mal espero pra segurar ela no colo.

Omma- Ela é a minha mimosa. Ai... Sente só...- ela coloca a mão sobre a barriga dela e eu sinto um chute.

- Uau... Isso é tão legal.

Appa- Sua irmãzinha é tão linda... Vamos cuidar muito bem dela.

- Eu quero cuidar também.

Omma- Você vai minha filha. Bem, como foi seu natal?

- Foi legal, eu e meus amigos fizemos uma festa em casa. Foi divertido.

Omma- Deve ter sido legal.

- Como foi seu natal?

Omma- Minha mãe veio aqui e meu pai também.

- Apenas vocês?

Omma- Não os seus tios também vieram.

- Ah... Eu sinto tanta falta deles.

Omma- Nós falamos de você ontem.

- E a filhinha do otp Namjin?

Omma- Ela estava aqui também, ela já tem sete aninhos. E eles estão pensando em adotar um menino.

- Só eles que querem ter filhos né, Taehyung... Hoseok... Jimin e Jungkook parecem que nunca vão querer ter um filho.

Omma- Estamos esperando né.

(...)

Naquele noite nós saímos indo para um parque.

Foi bem divertido, mas a omma não podia ir em todos os brinquedos então íamos só eu e Appa.

Tiramos muitas fotos juntos e conversamos bastante.

(...)

Estava deitada sem ter o que fazer e vi que Chanyeol estava On.

E falei com ele.

(...)

Nós marcamos de sair amanhã e então fomos dormir.

Mas eu não consegui dormir estava pensando em tudo o que havia acontecido na minha vida, até eu chegar ali.

~ Dia Seguinte ~

- Tchau mãe.- disse pra ela e sai de casa.

Entrei no carro e fui para a empresa quando cheguei lá Jaehyun me ofereceu uma oferta de dinheiro por troca de algo.

- Pelo amor de Deus. Não me dá um susto desses.

Jaehyun- Bem... Posso te dar dinheiro se você fingir ser namorada do Sungjae. Vocês dois vão ganhar mais. Aceita?

- Quanto eu vou ganhar? 

Jaehyun- 7.000.000 de Won (7.000 dólares) a mais.

- Hum... O que o Sungjae acha disso?

Jaehyun- Ele aceitou, só falta você aceitar.

- Ok... Eu faço isso.

Jaehyun- Vocês começam hoje. Primeiro vocês precisam ser vistos na rua por paparazzis.

- Normal...

Jaehyun- Mas vocês vão ter que se beijar.

- Mas ele é meu amigo.

Jaehyun- Vai... Só um beijo.

- Ok.

Jaehyun- Às 5 horas vocês podem fazer isso.

- 5 horas? O que eu tinha que fazer 5 horas?- tento lembrar.- Acho que... Ah, lembrei. Eu ia sair com um amigo.

Jaehyun- É mais importante que 7.000.000 de Won?

Eu não poderia deixar o Chany... O que eu deveria fazer?

- Bem... Eu não vejo ele a muito tempo.

Jaehyun- Lamento s/n você pode marcar com ele outro dia.

- Ok...- digo desanimada.

Jaehyun- Guarde essa pequena mentirinha pra você.

Mandei mensagem avisando que hoje trabalharia até mais tarde e marcamos pra amanhã às 18.

(...)

Chegaram as cinco eu e Sungjae fomos andando numa praça e então nos sentamos num banco.

Sungjae- Lembra que o Jaehyun tá observando a gente de longe.

- hahaha... Temos que nos beijar mesmo?

Sungjae- Eu acho que temos.

- Tá. Deixa eu me recompor.- respiro fundo olho para Sungjae e acabo soltando uma risada.

Sungjae- Vamos logo s/f para de palhaçada.

- Ok...- nos aproximamos lentamente e nos beijamos.

Acabamos ultrapassando o limite de tempo e já estávamos ali nos beijando de língua a um bom tempo.

• POV Chanyeol •

Como a s/f iria trabalhar até tarde chamei Eunha pra sairmos numa praça.

Estávamos andando de patins e skate de novo.

Tive um sentimento estranho então vi um casal se beijando.

Eunha- Está vendo aquele casal. Por que não somos como eles?- ela disse ficando próxima de mim.

- É... E-eu não sei...- disse sem interesse.

Eunha me parou no caminho com os braços cruzados.

Eunha- Você não é um bom oppa. Seu chato.- ela faz cara de brava.

- Tá bom pequena...

Eunha- Me dá um beijo estou esperando.

Me aproximo dela rindo com sua cara emburrada.

- Não fica assim kawaii girl. O oppa vai te dar vários beijinhos, você não gosta?- digo e dou beijinhos em seu pescoço.

Eunha- Quero um beijo na minha boca.- ela diz ainda com aquela carinha de brava.

- Okay bebê.- puxo sua cintura aproximando seu corpo do meu e dou um beijo nela.

• POV s/f •

Nos separamos e então vi de longe Chanyeol beijando uma garota.

Eles se separam e voltam a andar para o lado onde eu estava.

- Merda. Merda. Merda.

Sungjae- O que foi?

- O Chanyeol!

Sungjae- O Chanyeol tá aqui? Qual problema? Vai falar com ele.

- Eu disse que estaria trabalhando. 

Sungjae- Você ia sair com ele?

- Sim! Idiota. Ele vai me ver com você.

Sungjae- Mas ele tá com uma menina.

- Quem é ela?!- levanto meu rosto e vejo passar na nossa frente Chanyeol e a garota.

Eles me olham e então Chanyeol olha pra mim de forma estranha.

Chanyeol- S-s/f?

- ~Ah merda~ O-oi... Chany.

Ele olha pra garota e depois olha pra Sungjae.

Chanyeol- Você não tava trabalhando?

- É-é... Mas eu tive uma pausa.

Chanyeol- Quem é ele?

- Um amigo! Só um amigo.

Chanyeol- Prazer amigo da S/f.

Sungjae- Prazer.

Sungjae dá uma cotovelada em meu braço.

- Ai... É... Quer dizer, quem é a menina?

Eunha- Sou Eunha a namorada do Chanyeol!- ela se manifesta toda feliz.

- Na-namorada? Hahahaha. Impossível.- Olho para Chanyeol que estava parado sem dizer nada.

Chanyeol- É... Ela é minha... Minha... Namorada.- a garota se agarra no braço dele.

- Que bom... Eu e meu namorado precisamos ir. Vamos namorado.- jogo um olhar ameaçador pra Chanyeol e para a namorada dele. E saio.

• POV Chanyeol •

Aquilo devia ser mentira. Não estou acreditando que eu e a s/f acabamos de nos separar definitivamente.

Eu havia dito que eu e a Eunha estávamos namorando... Eu disse... E ela disse que... Estava namorando com aquele... Aquele..

"Ei!" Sou tirado dos meus pensamentos por Eunha.

Eunha- Você fez bem oppa.

- Ér...

O que havia dito? Eu fiz o certo? Que merda... Eu nem sei o que estou fazendo mais.

~ Quebra de Tempo ~

~ Chamada On ~

- Alô, Baek?

Baek- Oi, fala.

- Eu tenho algo pra falar. Preciso de conselhos seus.

Baek- Ok... Medo.

- A S/f me mandou mensagem ontem dizendo que estava em Seoul.

Baek- Ah! Mentira. Por que não falou com o pessoal.

- Depois eu falo.. Bem, a gente marcou de sair cinco horas hoje. Mas ela me mandou mensagem hoje dizendo que não poderíamos sair mais, dizendo que iria trabalhar... E tá... Já que não tinha nada pra fazer chamei a Eunha pra ir na praça comigo.

Baek- Hum...

- Eu encontrei a s/f na praça...

Baek- Uau, grande coisa.

- Deixa eu continuar. Aí ela tava com um garoto.

Baek- Opa...

- Só que minutos antes eu vi ela beijando ele, aí tá. Nos falamos, ela disse que eram amigos, e aí ela foi perguntar quem era a menina que estava comigo. Mas a Eunha falou que éramos namorados, como eu havia visto ela beijar o garoto resolvi concordar e falar que a Eunha era minha namorada.

Baek- Caralho. Mano... Calma. Que situação você se meteu. Tu acabou de perder a garota que você ama de verdade pra aquele cara e tá de boas?

- Lógico que não! Eu tô um caos por dentro por fora eu só tô lerdo, ou seja a mesma coisa de sempre.

Baek- Como ela reagiu?

- Ela ficou abismada mas começou a rir e falou que aquilo era impossível. Aí eu falei que era verdade. Ela ficou com ciúmes? Na hora eu tava meio lerda e não entendi os sentimentos dela.

Baek- O que ela disse?

- Ela disse que precisava ir com o NAMORADO dela.

Baek- Mas ela tinha dito que eram amigos.

- Acho que ela mentiu por conta dos ciúmes.

Baek- Ou pode ser o namorado dela mas ela não queria te magoar.

- Talvez seja isso, percebi que quando ela disse que eram amigos o garoto deu uma cotovelada no braço dela.

Baek- Deixa eu assimilar tudo. Bem, acho que vocês ainda se amam e se preocupam um com o outro. E naquela hora vocês apenas tiveram um ataque agudo de ciúmes que acaba deixando vocês sem reação e meio lerdos. Foi isso o que aconteceu com você. Você sentiu medo de falar a verdade mas como a merda estava feita você apenas chutou o balde. Você fez certo e a s/f também. Contar a verdade sempre é bom mas dessa forma vai causar um desconforto entre você e a s/f, vocês não vão ter a mesma relação.

- Como assim a mesma relação.

Baek- Ela não vai ser indiferente. Ela vai fingir que são apenas amigos e que nunca tiveram uma relação e você também, mas no fundo ainda tem afeto um pelo outro, no início vocês possam ter tristeza e ódio um do outro. Talvez parem de se falar por um mês mas depois vão querer esclarecer a situação. Vão contar a verdade e ser apenas amigos. Vão se falar, mas de forma diferente.

- Entendi.

Baek- E quanto a Eunha fala a verdade pra ela, é melhor contar agora do que ela descobrir sozinha de uma forma ruim. Fala pra ela sobre a ex relação entre você e a s/f, depois fala que ama ainda ela e que tá com ela por pena.

- Pena?

Baek- Sim, opoha tu nem gosta da garota. Tá com ela por carência é por pena.

- Como eu sou horrível.

Baek- Sim você é.

- Como você sabe disso tudo?

Baek- Aprendi com a Sook.

- Hum... Faz sentido. Obrigado por me ajudar novamente Baek.

Baek- De nada, amigos são pra isso.

- Bom, boa noite.

Baek- Boa noite.

~ Chamada Off ~



Notas Finais


Bzo na bunda 🍑🌈♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...