História Meu querido pai (jikook) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook
Visualizações 822
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteii

Capítulo 6 - Gemidos ?


Fanfic / Fanfiction Meu querido pai (jikook) - Capítulo 6 - Gemidos ?

Pov jimin 

Hoje finalmente era sexta , havia ficado os últimos dias na casa do tae , pois não conseguia encarar meu pai normalmente ainda depois dos ocorridos, enfim hoje estou com um pouco de dor de cabeça então só perguntei para ele e sua mae se podiam me deixar em casa , chegando lá tae desceu do carro junto comigo e me levou ate a porta se despetindo com um beijo calmo , assim que ele entrou no carro adentrei a casa coloquei minha muchila no chão ao lado da porta e começei  a ouvir uns barulhos estranhos 

Subi a escada e os barulhos se intensificaram , eram gemidos ?; Não pode ser paro em frente o quarto de meu pai e confirmo a minha teoria , isso de alguma maneira me destruiu , mesmo namorando o taehyung ainda nutria um sentimento por meu pai 

Corro para meu quarto e mando uma mensagem pro tae me encontrar na praça daqui uma hora , tiro o uniforme e coloco uma saia rosa com babadinos uma meia branca que vinha um pouco acima do joelho ( foto de capa ) , uma blusa branca , penteio meus cabelos , passo um pouco de base ,pó e gloss de morango para finalizar um passo um lápis preto na linha da agua e um perfume de chocolate , pego minha carteira e coloco em uma bolsa de ladinho rosa , deixo propositalmente meu celular em cima da cama e saio de casa , agora os 'gemidos '- grito de gazela - já acabaram 

Chego na praça e começo a procura-lo , o encontro fazendo o pedido em uma barraquinha de churros me a próximo dele o chamando 

-taetae- ele finalmente percebeu que eu havia chegado 

- oi , meu amor - falo me dando o selinho , o cara de traz nos olhou com despreso - pedi um pra você de brigadeiro sei que é seu preferido 

Os pedidos não demoram pra chegar , andamos um pouco ate acharmos um banco vago , havisto um e puxo o braço de tae para ele me acompanhar o banco ficava na frente de um parquinho onde algumas crianças brincavam 

- tae , você me ama ? - o olho meio incerto de sua resposta 

- logico que te amo , porque da pergunta  ? - encosto minha cabeça em seu ombro 

- porque ninguém me ama , nem mesmo meu pai - uma lágrima escorre pelo meu rosto , ele percebeu pois levantou meu rosto e secou a lágrima com seu polegar e me deu um selinho 

- já disse para não ligar para o que seu para fala , e lembreçe eu não sou ele e eu te amo - encosto novamente minha cabeça. em seu ombro 

Ficamos algumas horas conversando , ate o celular do tae começar a tocar , vi que a pessoa que ligava era sua mae , deve ser parecido ele voltar para casa , ele se afastou um pouco e depois de um tempo voltou 

- tinha esquecido que a irmã da minha mae vinha nos visitar hoje , tem problema se eu for embora ? - me levantei 

- nao tem problema , obrigado por vir - o beijo , apos a falta de ar se fazer presente , nos separamos e volto a falar - mande um abraço para sua irmã e sua tia , e vá com cuidado 

- você também se cuide e volte em segurança  , não ligue para o que seu pai diz , ok 

- ok 

Nos abraçamos e ele vai embora , não queria voltar para casa ainda , então ando um pouco e vou para um bar , não pedirão minha identidade então só entrei e me sentando na cadeira em frente ao balcão , percebi os olhares maliciosos de alguns homens para cima de mim apenas ignorei , o barmen veio perguntar qual seria minha bebida , pedi a mais forte mesmo nunca tendo bebido antes , tinha um cara do meu lado que não parava de me encarar 

-oi - o cara falo 

-oi - respondi 

-Qual é seu nome ? - muito curioso ele 

- jimin , Jeon Jimin -o barmen traz minha bebida 

- voce é muito bonito jimin - deu um sorriso - a propósito me chamo Mark 

-obrigado - falo e logo dou um gole em minha bebida , aquilo desceu queimando na minha garganta , o tal Mark começou a rir 

- primeira vez bebendo não é ? - afirmo com a cabeça - deveria ter pedido algo mais fraco , tem alguem para te levar para casa quando bebado , pois muitas pessoas podem querer abusar de você 

- e você seria uma delas ? 

- não , eu não sou esse tipo de pessoa ,  e tambem prefiro as sobrias

o Mark já tinha ido embora ja faz um tempo , agora eu provavelmente estou bêbado,  me sinto fora de mim.  alguém coloca aa mae em minha cintura tento protestar , mas só saia palavras sem  sentido , ele me coloca dentro do carro e poe o sinto de segurança , ouço o carro ligar mas logo adormeço pelo cansaço e efeito do álcool




Notas Finais


Com quem sera que Jimin esta ?

Bjss ate sábado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...