História Meu querido primo? - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 32
Palavras 572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - 15 - Ignorando...



O silêncio se fez presente por um longo tempo sem que alguém tivesse o que falar, não que faltasse assunto, mas não havia forma de inicia-lo.

  Lyel tocou de leve a carne exposta e machucada do braço de Kain lamentando pela dor que aquilo devia causar, mas como aquilo havia acontecido? Suspirou com a resposta em mente, já esperava por isso. O problema era na verdade ter acontecido antes do previsto.

  - hey querido.. - usou um tom sarcástico - venha para que eu possa cuidar de você.

  Saiu de cima do outro, logo se levantando. Logo ofereceu uma mão para ajudar o outro. Kain não demorou muito a perceber que o outro estava ignorando os detalhes daquela situação e aceitou a ajuda.

  Lyel pediu ao maior que o esperasse ali enquanto pegava o kit de primeiros socorros, precisava pensar um pouco e usaria o curto tempo do caminho para isso. Seus pés não tinha pressa em subir os degraus até o andar dos quartos e os pensamentos já divagavam em como continuaria a levar aquilo.

  Os primeiros sintomas do que estava por com começavam a aparecer, prova de força e também sofrimento. Alguns podem mudar com isso, mas ainda era a melhor opção. Não deixaria que todo seu trabalho se perdesse, ainda que isso pudesse destruir tudo aquilo que estava a sua volta. Era uma decisão a qual não havia volta. Apenas a morte.

  Se forçou a por novamente um sorriso quando voltou para perto de Kain, era por ele que estava arriscando tanto. Não demorou muito para esterilizar o ferimento e fazer um curativo com gaze e remédios para que viesse a sarar o mais rápido possível e sem confeccionar.  Mesmo que na verdade isso já não se fizesse necessário. Observou que o outro aparentava mau sentir aquele machucado e logo a após levou seu olhar para a mão que fora enfachada naquela manhã.

  - posso?... - indagou tocando de leve a mão esquerda se Kain.

  - pode.. - "está mesmo coçando..", Kain pensou.

  Logo Lyel desfez o curativo naquela mão e constatou o que não queria, porém esperado. Os locais onde antes se faziam presente os ferimentos, agora possuía apenas manchas avermelhadas e a pele em si era fina e frágil, mas estava curada. Na manhã seguinte já não haveria vestígios de que ali houvesse qualquer machucado.

  Kain por sua vez não compreendeu o que se passava na cabeça do primo que lhe parecia intrigado com algo. Ao invez de querer saber sobre o estrago em seu braço, Lyel perdia-se encarando sua mão como se ali tivesse a coisa mais anormal do mundo, e não havia.

  Suspirou revirando os olhos, achava Lyel algum alien, ou talvez tivesse mesmo problemas mentais.

  - hey! - tentou chamar a atenção do menor que voltou seus olhos para a face de Kain - estou com fome - disse simples.

  - já irei preparar-lhe algo... - disse soltando a mão e levantando-se, as palavras foram quase indiferentes.

  Kain concluiu apenas uma coisa: se sentia-se extremamente atraído pelo lado sorridente e bipolar do primo, por outro lado estava intrigado com o ar misterioso que o mesmo do nada passara a ter em seu entorno. Porém não sabia se realmente devia gostar disso.

  O jantar aquela noite fora silencioso, mas o clima não permaneceu por muito. Mas havia aquelas coisas feitas em outra consciência, coisas que Kain ainda não era capaz de recordar-se a cada amanhecer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...