1. Spirit Fanfics >
  2. Meu sócio- Sasunaru >
  3. Capítulo 24

História Meu sócio- Sasunaru - Capítulo 24


Escrita por:


Capítulo 24 - Capítulo 24


Naruto on 


O jato partiria agora, estou olhando konoha pela minúscula janela, está tudo nublado e uma neblina insiste em tampar minha visão. O tempo não está me agradando nem um pouco, a chuva ainda está fraca mais eu não deixo de pensar o pior. São 9h de viagem daqui para os Estados Unidos, aquele lugar é do outro lado do mundo, eu nunca andei de avião, para nada, confesso que estou com medo. Sasuke que está ao meu lado pareceu perceber isso. 


– Amor, tá tudo bem?– questionou colocando a mão na minha coxa. 


– Na verdade não, eu nunca andei de avião.– falei receoso.– Voar para mim é uma novidade. 

Ele apertou minha perna carinhosamente e sorriu. Isso não adiantaria não agora.


– Vai ficar tudo bem, as horas são longas mais...eu aposto que ficaremos bem.– falou sorrindo, Sasuke pode tentar me esconder o máximo que quiser mais eu o conheço, ele está mais preocupado do que eu. – Vem aqui.– falou e eu aproximei meu rosto, ele me segurou com carinho e selou nossos lábios, isso me acalmou. 

Eu fiquei pensando o dia inteiro sobre o mal pressentimento que Sasuke havia me dito, isso não sai da minha cabeça e confesso que agora até eu estou com um mal pressentimento, minha mãe não falou nada, só ficou Triste por eu ter que passar um tempo fora. Na verdade isso não é obrigado mais sim uma chance para mim poder sair do país uma vez na vida, só se vive uma vez. 

Nos separamos pela falta de ar, ele não saiu do lugar continuou acariciando meu rosto. Fiquei olhando cada detalhe seu, queria guardar esse rosto para vida inteira. 


– Eu te amo.– falou e eu sorri.


– Eu também te amo.– disse lhe dando um selinho de leve. 


– Vai ficar tudo bem tá bom? Sua primeira vez em um avião vai ser tranquila, só relaxa, meu amor.– falou com carinho e eu concordei, voltei a sentar direito em meu banco. 

Talvez isso não seja tão ruim assim. 


Sasuke on.


É a primeira vez do Naruto voando, ele está com medo, não o julgo também fiquei na minha primeira vez. 

O clima está nublado e chuvoso, isso me preocupa mais vai ficar tudo bem...eu tenho que acalmar o loiro ao meu lado, não colocar mais picuinha em sua cabeça. 

Finalmente o jato decolou, Naruto segurou minha mão nos primeiros momentos, eu estaria com ele pra tudo então não soltei sua mão em nenhum momento até ele se acostumar. 


– Viu? É tranquilo.– falei depois de um tempo, ele me olhou e respirou fundo. 


– É...– disse sorrindo fraco e soltou minha mão, murmurei baixinho, sua mão estava quentinha.– Não é tão ruim assim. 


– Posso me sentar com vocês?– Itachi chegou ao nosso lado com um sorriso. 


– Claro.– falei apontando para a poltrona na nossa frente. 

O jato particular tinha poltronas de duplas e ficavam uma de frente para a outra, não era um jato muito grande mais sim bem espaçoso. 


– Parece ser sua primeira vez em um avião Naruto.– meu irmão comentou e o loiro concordou com a cabeça meio envergonhado. 


– Sim...vai ser minha primeira vez saindo do país.– disse e Itachi arqueou a sobrancelha. 


– Nunca saiu do país sendo um sócio? 


– Na verdade eu sempre fui o sócio do seu irmão, ele foi a primeira pessoa com quem comecei a trabalhar.– disse sorrindo e meu irmão entendeu. 


[...] 

Nós ficamos conversando por bastante tempo, só tinha passado duas horas de viagem demoraria muito mais, decedi pegar alguma coisa para comermos. 


– Amor, eu vou pegar algo para comer, você quer?– perguntei olhando para ele, Naruto esta muito consentrado em olhar a janela. – Amor. 


– Ah? A claro, tem salgadinho?– perguntou e eu ri levemente. 


– Só tem isso na verdade.– retruquei e ele soltou uma risada.– Vai ser isso então? 


– Sim.– disse sorrindo. 


Me levantei e fui até o fundo, lá tinha uma espécie de conjunto de armários e um freezer pequeno para guardar as coisas. Peguei dois pacotes de salgadinhos e uma latinha de refrigerante. Só tinha bobeiras ali, não estou reclamando, amo essas coisas. 

Voltei e passei pela poltrona do meu irmão, há uma hora atrás ele decediu deixar eu e Naruto sozinhos e foi para outro banco, uma desculpa esfarrapada já que ele está em um sono profundo agora. 

Sorri balançando a cabeça e voltei aonde eu estava sentado, Naruto ainda estava olhando fixamente para o lado de fora. 


– Voltei, aqui.– disse deixando um dos pacotes em sua coxa.– O que você tanto olha? 


– Obrigado.– agradeceu abrindo o salgadinho.– Eu estou olhando a chuva, engrossou bastante e não dá para ouvir mais estou vendo os raios distantes. 

Olhei melhor pela janela, ele estava certo, não dava para ouvir muito mais se você prestasse atenção conseguia, e os raios eram bem visíveis. 


– É só um clima ruim, já já melhora.– disse deixando esse assunto de lado.– Quer assistir um filme enquanto comemos?– perguntei. 


– Filme? Aonde?– questionou e eu ri. 


– Tem um tablet pra isso, falei olhando em volta, estava com o itachi.–Está com meu irmão, vou pegar.– disse me levantando mais ele segurou minha mão. 


– Ele está usando.– falou e eu revirei os olhos em diversão, coitado mal sabe. 


– Amor, o Itachi está dormindo.– falei soltando uma risada e sua boca formou um O perfeito.– Vou pegar.– avisei e ele me soltou. 

Fui até meu irmão que dormia tranquilamente, tirei o aparelho com cuidado de suas maos, ele era mais um guardião daquele tablet, segurava com tanta firmeza, meu Kami. Consegui e voltei para o meu lugar, mas antes ouvi um ronco alto dele que me fez rir baixinho. 


– Pronto.– me sentei e o loiro me fitou sorridente.– Que filme quer assistir?– perguntei desbloqueando a tela. 


– Hm...não sei, escolhe você.– falou incerto, nós dois estávamos atentos a tela procurando um filme bom.– Que tal esse?– disse apontando para a tela.


– Extinção?– Perguntei retórico e ele concordou.– Tudo bem, parece legal. 

Selecionei o filme e começamos a assistir, até que não era tão ruim assim, era sobre um home que sonhando recorrentemente com a perda da sua família vê seus pesadelos se tornarem realidade quando o planeta é invadido por uma força brutal e destrutiva. Ele luta pela vida e para proteger sua família, descobrindo dentro de si uma força desconhecida capaz de manter todos que amam a salvo, é bem interessante. 


– Nossa mais esse final não tem sentido nenhum.– Naruto murmurou e eu comecei a rir.– Que filme horrível. 


– Ah nem foi tanto assim.– disse, ele estava apoiando sua cabeça em meu ombro, ouvi ele bufar. 


– O meio do filme foi legal, agora esse final? Estragou tudo.– disse e eu ri mais ainda, Naruto não entende os filmes e quer discutir, ai ai. 


– Tudo bem, o filme é horrível.– dei por vencido desligando o tablet.– O que você que fazer agora? 


– Não tem muitas opções aqui né.– brincou. 


– Não mesmo.– falei.– Mais podemos nos beijar infinitamente.– disse aproximando meu rosto do seu.– Já falei que você é lindo? 


– Já, muitas vezes.– brincou e eu revirei os olhos em diversão.


– Então eu falo de novo, você é...– não deu tempo de terminar, ouvimos um barulho de explosão e o avião começou a tremer. 


– Merda, o que é isso?– olhei para trás e meu irmão fitava a janela surpreso.– Itachi! 


– O motor explodiu!– disse mais alto olhando para mim.


– O QUE?– Naruto gritou e eu olhei para ele, o loiro já tinha lágrimas nos olhos.– A gente vai morrer, a gente vai morrer! 

Eu não sabia o que fazer, não mesmo, vi Itachi correr para a cabine provavelmente para falar com o piloto, me virei para o loiro que chorava alto, Naruto estava tremendo. 


– Amor, amor, calma ok?– falei olhando diretamente para ele, o jato tremia muito e estava se inclinando cada vez mais, tive que me apoiar fortemente na poltrona. 


– Sasuke a gente vai morrer, aí meu Kami a gente...eu não quero morrer, Sasuke.– ele olhava para mim desesperado, eu não tinha o que fazer, nada que eu dissesse iria consola-lo. 


– Naruto...eu...– meus olhos começaram a lacrimejar, eu não podia falar que não iríamos morrer por que isso podia não ser verdade. 


– Sasuke, a gente vai cair.– ouvi a voz de Itachi, ele estava falando pelo rádio que era ligado a cabine. 


– Merda! – o jato tremeu mais ainda e eu caí no chão. 


– Sasuke!– ouvi Naruto gritar, minhas costas doíam e meu corpo deslizou até o outro lado do avião. 


– Eu tô bem.– falei um pouco mais alto para ele poder ouvir, virei meu rosto para trás olhando para a janela atrás de mim, arragalei os olhos, estávamos muito perto do chão, virei para o loiro que estava apoiado em cima na poltrona. 


Naruto on 


Ele estava certo, seu pressentimento estava certo, a gente vai morrer, aqui e agora, o jato vai cair, minha primeira viagem já vai tirar a minha vida, eu não consigo parar de chorar, Sasuke está do outro lado do avião que está inclinado e prestes a cair. 


– NARUTO.– Sasuke me chamou e eu olhei, ele também estava chorando.– Me escuta. 


– Sasuke eu não quero perder você.– falei e seus olhos se fecharam. 


– Eu te amo muito, amor.– Declarou. 


– Não...– fechei os olhos, se eu não me despedisse agora eu não iria falar nunca mais.– Eu também te amo, muito. 


– Me desculpa por tudo, tudo que eu fiz você passar, me desculpa por gritar com você, por não ter tempo o suficiente pra te fazer feliz, me desculpa Naruto – eu já não enxergava mais nada, tudo estava embasado. 


– Não se desculpa...– eu não acredito que aquilo acabaria ali, olhei para a janela que estava atrás de mim e olhei rapidamente para o moreno.


– Eu te amo.


– SASUKE!


.

.

.

.

.

.

Fim da primeira temporada. 



Notas Finais


EU ESCREVI ESSA PORRA CHORANDO, AI GENTE OLHA AQUI EU VOU FAZER ESSA SEGUNDA TEMPORADA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL POR QUE AGORA ESTOU CHORANDO DEMAIS.

Me desculpem por esse final mais foi Preciso, eu também tô chorando e demais.

Desculpa qualquer erro ortográfico 🥺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...