1. Spirit Fanfics >
  2. Meu único amor foi você. (Jikook) >
  3. Capitulo 47

História Meu único amor foi você. (Jikook) - Capítulo 47


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 47 - Capitulo 47


POV JUNGKOOK

Jimin estava com uma calça jeans skinny preta com rasgos pela coxa e joelhos além de uma blusa azul com listas brancas de manga e para finalizar um cardigã azul pastel, no rosto tinha apenas um liptint para deixar sua boca mais avermelhada (detalhe que não passou despercebido por mim) e nos pés ele estava com um allstar branco de cano baixo. Jimin estava fofo e adorável daquela forma, se eu soubesse que o veria assim definitivamente teria o chamado para um encontro mais cedo

Jungkook: Oi – peguei sua mão e o puxei para lhe dar um beijo na testa, naquele momento eu não me importava com nenhum de seus irmãos, na verdade não me importava ninguém no mundo, era só ele

Jimin: oi – ele estava tão fofo todo tímido assim, me controlei para não morder sua bochecha de tão fofo que ele estava

Jungkook: vamos? Quero ter bastante tempo para aproveitar do seu lado – ele ficou vermelhinho arrancando ainda mais meu coração, eu estou tão apaixonado por esse garoto!

Jimin: Tchau jin, Hyun e Yoon – vi Yoongi fazer uma careta e mandar um beijo para o meu garoto, eu apenas acenei para os três e levei Jimin para o carro, que tive que pegar emprestado com Nan. Abri a porta para o rosado e entrei do outro lado, antes de colocar o cinto percebi que Jimin ainda não tinha colocado o seu então me inclinei sobre seu corpo acabamos por ficar com os rostos bem próximos um do outro – jun-jungkook? – sua bochecha ficou vermelha parecendo que ele tinha exagerado no blush, sorri e me afastei arrumando o cinto em seu corpo

Jungkook: não pode esquecer do cinto cerejinha – pisquei e dei partida no caro, quase ri audivelmente quando notei o garoto balançar a cabeça como se tentasse retirar alguns pensamentos de sua cabeça, adorável.

Jimin: esse caro... é seu? – ele estava nervoso e eu me amaldiçoei por não ter tentado o acalmar com alguma conversa, era visível como ele estava nervoso mas eu não gostava de conversar enquanto dirigia um carro por falta de costume no automóvel e na moto não dava para conversar então era entranho pra mim

Jungkook: não não, acho que tu sabe que tenho uma moto, o carro é do Nan mas como está um pouco frio e sei que você é friento eu não quis correr o risco de te ver com frio – expliquei e o vi sorrir

Jimin: eu gosto da sua moto, é diferente e eu não tenho muito costume... Mas foi gostosinho quando andei com você – mordi os lábios porque eu não tinha como responder sobre aquilo já que eu não fazia ideia de como tinha sido. Coloquei uma mão em sua coxa e fiz um carinho sem malicia alguma

Jungkook: tenho certeza que foi ótimo te sentir me abraçando enquanto eu piloto – não perdi a possibilidade de o provocar um pouquinho, o rosado só sorriu ainda vermelho, aliás esse perfume é dele? – gostei do perfume, é bem gostoso – comentei e ele sorriu negando

Jimin: é um óleo corporal com o cheiro de frutas vermelhas, mas muito obrigado – o cheirinho doce definitivamente combina com ele...

Jungkook: independente é muito cheiroso e combina com você – pisquei rapidamente pra ele já que não queria desviar a atenção da estrada

Jimin: obrigada, comprei hoje quando fui no shopping com os meninos, vou usar mais vezes, posso colocar uma música? – concordei e ele ligou o rádio animado, logo uma melodia começou a tocar e Jimin acompanhou na letra, como era em inglês ele errava um pouco mas quase nada mostrando ou já tinha decorado a música ao ponto de cantar certinho ou tinha tido aulas de inglês quando criança, fiz uma nota mental para perguntar mais tarde sobre isso e aproveitei que ele estava mais leve e solto para prestar atenção total no volante

Jimin: Onde estamos indo? – Já estávamos quase chegando quando ouvi a voz do garoto ao meu lado me interrogar

Jungkook: surpresa, não se preocupe que já estamos chegando – ele concordou e ficou olhando para a janela, suspirei e coloquei a mão em sua coxa apertando de leve enquanto voltava a dirigir. Depois do acidente acho que essa é a primeira vez que estou no volante e isso me deixa nervoso! Principalmente por ter o Jimin ao meu lado, acho que estou um pouco tenso de mais...

Quando descemos em frente ao local percebi o Jimin estranhar ato normal, já que não era bem comum 2 pessoas irem para um fliperama no primeiro encontro

Jungkook: tenho 2 coisas para te falar – encostei no carro e o puxei pela mão para o deixar pertinho de mim, passei as mãos por sua cintura o abraçando – essa foi a primeira vez que dirigi depois do acidente e por isso fiquei um pouco nervoso e com medo de me distrair, não estou estranho com você apenas... estava com medo dirigindo okay? E segundo: eu sei que que um fliperama não parece o local mais romântico mas eu gosto muito desse lugar e ele é importante pra mim então queria te trazer aqui para nos divertirmos um pouco – ele sorriu e me beliscou

Jimin: Eu dirijo na volta, sei que pode ser um pouco estressante para você e quero que aproveite assim como eu – recebi um beijo na bochecha do baixinho e logo ele voltou a falar – acho fliperama bem a sua cara mesmo, mas eu gostei... vai ser divertido – ele me puxou pra dentro como uma criança animada e isso me arrancou uma gargalhada, esse garoto é perfeito gente...

Ao entrarmos fomos embalados por um vento gélido característico dali que tinha muito ar condicionado ligado na temperatura miníma e por isso eu tinha falado da roupa um pouco mais quente. O local era um pouco diferente dos normais, não era um pequeno e apenas com jogos antigos, esse era grande e tinha de uma pista de boliche até um jogo para bater em um rato com um martelo, tinha jogos novos e jogos antigos... realmente uma maravilha

Começamos a jogar alguns jogos mais velhos, tinha um de dançar que Jimin ganhou, um tiro que eu ganhei porque ele era bem ruim, jogamos mais uns que podiam ser jogados um contra o outro e todos eu ganhei por causa da prática, na verdade eu amava aquele estabelecimento desde criança e passava a maior parte dos meus dias no final de semana ali, e se eu terminasse tudo da escola ia até no meio de semana. O dono era um grande amigo meu por isso concordou em ficar aberto um pouco mais tarde hoje.

Jimin: aish desisto – vi o rosado se jogar no chão ainda segurando o martelo do joguinho ridículo do rato (sim ele quis jogar aquilo)

Jungkook: Jimin esse jogo é chato, vem – tentei puxar ele que negou e me entregou o martelo de plástico

Jimin: quero ver você ganhar – revirei os olhos e iniciei a partida, isso é só por ele Jungkook. A máquina tinha um pequeno espaço entre ela e a parede e foi nesse espacinho que recebi meu primeiro beijo de uma garota, não era a primeira vez que eu beijava mas mesmo assim era uma primeira vez pra mim. E porque eu odiava tanto assim aquela máquina? Meu primeiro beijo com um cara tinha sido no mesmo local e quando a menina me beijou falou “quero deixar claro que só te beijei para você perceber o que é bom e largar de pegar meninos, se considere curado ex gayzinho nerd, não me venha se apaixonar por mim só por gratidão ex bichinha... eu só fiz minha obrigação como cidadã” acho que o beijinho dela não me curou pelo visto... hoje eu conto brincando mas na época aquilo me machucou muito e eu fiquei ali chorando, foi aí que o menino que eu beijei chegou e me consolou, ele não me disse palavras bonitas e só me levantou, chutou o jogo e disse que era alguma praga dela o que tinha acontecido, depois disso fomos jogar mortal kombat e eu ganhei e como prêmio ele me deu um selinho, acabou que Kwan foi o meu primeiro “namoradinho” e era filho do dono do local na época, agora com sua morte ele que comandava o local

Eun: Eu não acredito nisso! – bati no rato ganhando e ouvi uma voz fina atrás de mim, me virei me deparando com Eun, namorada de Kwan (ele não como eu era bi mas fica com meninas já que a família é muito preconceituosa, Eun era super gente boa e não era como a família dele por isso o tratava muito bem) – essa calça fica melhor em você do que em mim, não acredito nisso! Caramba olha essa bunda Kwan, pera não olha não – ela tampou os olhos do namorado que riu do ato dela. Foi aí que percebi que a calça do Jimin era feminina e Eun usava uma igual, realmente ficava mais bonita no meu garoto

Jungkook: realmente, gostei mais no corpo dele – falei e o abracei por trás

Kwan: Jungkook? Namorando? –ele tirou a mão da namorada de seus olhos e sorriu pra mim – o-oi – sorri pra ele e apertei Jimin em meu corpo

Jimin: não somos namorados – ele falava baixo devido a vergonha

Jungkook: Ainda – completei e ele escondeu o rosto com as mãos mais envergonhado

Eun: bom... eu amei como ficou em você, temos que ir... tchau – Kwan acenou pra mim sorrindo e foi embora com a namorada, Jimin se afastou de mim mas não me olhou, ele só olhava para o chão

Jimin: desculpa – percebi que ele chorava e me desesperei levantando seu rosto, o que tinha acontecido?

Jungkook: o que foi? Porque está chorando? – ele negou de limpei suas lágrimas

Jimin: eu te fiz passar vergonha, sabia que não devia usar essa calça mas... – lhe roubei um selinho e esfreguei nossos narizes

Jungkook: não me importo se usa roupas femininas ou não, pra mim você fica lindo de vertido Jimin, eu adoro como ficou com a calça e fico feliz que a tenha usado, não passei vergonha nenhuma – Jimin sorriu e concordou – pare de chorar agora, meu coração se aperta todinho – brinquei e logo ouvi sua barriga roncar – vem, vamos trocar os pontos e ir comer

Jimin: vamos – fomos até o balcão e trocamos os pontos que fizemos nos jogou por um panda de pelúcia gigantesco, a mulher ficou abismada com a quantidade de pontos que conseguimos fazer (claro que a maioria foi em quem fez já que já conhecia todos os jogos e só perdi para o de dança, mas não me importei em ceder meus pontos para Jimin)

Kwan: O coelho sempre deu prejuízo para meu pai, sempre conseguindo milhares de pontos – me virei para o loiro

Jungkook: costumes... Tu não tinha saído? – ele sorriu e negou

Kwan: voltei para pegar seu telefone, você sumiu e eu gostaria bastante de manter contato com meu amigo sabe? – ri e peguei o telefone que ele estendia pra mim logo colocando meu número ali

Jungkook: Minie esse é Kwan, um grande amigo meu – pela cara do loiro ele tinha levado o “grande” no sentido malicioso, ele sempre tinha sido assim mas grande? Eu sempre fui maior

Jimin: prazer – e lá estava a carinha de malicioso dele

Jungkook: nem vem – avisei enquanto me virei para pagar

Kwan: olá Jimin, espero que o coelho tenha te trado bem, se ele fizer algo me ligue que eu o ensino a ser homem – quase gelei com as lembranças que aquela frase tinha me trago mas disfarcei

Jimin: não se preocupe, Cookie é muito atencioso comigo – ele pegou minha mão e eu sorri para seu rosto tímido

Kwan: agora que meu objetivo foi cumprido vou ir para o meu encontro e deixá-los no de vocês – ele piscou e saiu de novo

Jungkook: Vamos comer? O que você quer? – ele deu de ombros e sorriu me puxando para fora

Jimin: Eu quero comer hambúrguer – Jimin era fascinado pela cultura estadunidense ou sua culinária pelo visto...

Jungkook: por sorte sei onde vende um vegetariano – ele não precisa saber que eu pesquisei todos os restaurantes que tinham algum prato vegetariano hoje para não correr o risco de o levar em algum que não tivesse...

Jimin: obrigada – abri a porta do carro e dessa vez ele não tentou conversar comigo, passei no drive thru e vi Jimin estranhar

Jungkook: quero comer em um local especial com você – ele sorriu vermelho e eu controlei meu coração para não ter um ataque ali mesmo – está gostando? – sim eu estou conversando com ele enquanto dirijo...

Jimin: não precisa conversar cookie – neguei e apertei sua coxa

Jungkook: eu quero muito... – ele sorriu e quase pulou no banco, percebi que estava apenas contendo sua animação e ficado quietinho só para não me distrair

Jimin: eu amei, nunca tinha ido em um fliperama e só conhecia os de filmes, mas aquele era tão grande! Você é tão bom em todos os jogos!

Jungkook: Passei todos os finais de semana ali – contei sorrindo – Senhor Jo, comprava os maiores prêmios pensando no que eu ia querer já que passava o dia todo ali e só saia com o maior prêmio – ele riu de mim e negou

Jimin: sempre foi competitivo assim? – concordei rindo

Jungkook: pior que sim- ele riu de mim e eu fiquei vermelho com vergonha, realmente sempre fui muito competitivo

Jimin: eu acho você fofo – sorri e peguei sua mão fazendo um carinho nela

Jungkook: nem eu nem ninguém nesse mundo conseguiríamos ser mais fofo do que você Jimin – ele sorriu e fez um coração com o dedão e o indicador

Jimin: Kawai – ele fez uma pose fofa mais ainda com o coração nos dedos

Alguém assume o controle do carro que eu acho que tive um infarto com tanta fofura

Gente é sério eu não estou bem não!

Garoto fofo da porra...


Notas Finais


Ainda tem outro hoje ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...