1. Spirit Fanfics >
  2. Meu único amor foi você. (Jikook) >
  3. Capitulo 52

História Meu único amor foi você. (Jikook) - Capítulo 52


Escrita por:


Notas do Autor


Primeiro: Esse capítulo é de 3 semanas após o aniversário do Nan, ou seja, eles já estão namorando e tiveram sua primeira vez (ambos os detalhes serão detalhados em outro capítulo)
Segundo: Esse capítulo é em comemoração aos mais de 100 favoritos <3, muito obrigada vocês são demais!

Capítulo 52 - Capitulo 52


POV JIMIN

Eu e Jungkook estávamos sentado na sua cama, já era um pouco tarde e todo mundo tinha saído, eu não posso negar que me sentia nervoso ao seu lado desde o dia em que aceitei ser seu namorado, mas o mais alto sempre tentava me relaxar com palavras doces e coisas que sempre fizemos, até porque ainda não éramos nada de diferente e só tínhamos falado nossos sentimentos um pro outro e mudado um pouco o título que usávamos

Jungkook: Minie? – me chamou com uma cara de preocupado, murmurei algo para que continuasse a falar e ele sorriu – queria saber se podemos jogar um jogo

Jimin: Jogo? Como ele seria? – ele sorriu e pegou um controle de vídeo game, já vi que eu vou perder...

Jungkook: É um jogo novo então não precisa fazer essa carinha, nunca joguei e não sei nada sobre, a única coisa que sei é que eu jogaria contra você – concordei ainda hesitante, sempre fui ruim em vídeo game por isso duvido muito que ganharia aquilo – Bom, quem perder tem que tirar uma peça de roupa – Eu ouvi certo? Caceteeee

Jimin: Jungooo – ele me calou com um selinho

Jungkook: Se não quiser tudo bem, podemos substituir por shots... – ficar bêbado ou pelado? Hum... pelado!

Jimin: Quem ficar nu primeiro faz o que? – percebi ele sorrir malicioso e piscar pra mim, ato que me deixou vermelho

Jungkook: Bom... Veremos na hora – concordei já tendo um ideia do que ele queria...

Para a surpresa de todos eu ganhei a primeira já que os controles eram muito diferentes do que ele estava acostumado e por isso acabava se confundido (e eu não sou acostumado a nada peguei mais rápido). Como combinado ele retirou a camisa, e seu abdome exposto me deixou muito distraído.

Como esperado eu perdi a segunda partida, e mesmo morrendo de vergonha tive que tirar minha blusa.

Na terceira eu ganhei (ele tinha ficado distraído com minha pele exposta) e por isso tirou os sapatos (eu me sentia realmente mal por ter tirado antes de toda essa brincadeira...)

Na quarta partida eu perdi de novo e fiquei apenas de cueca (a vermelhidão do meu rosto definitivamente mostrava minha vergonha perante a situação)

Na quinta partida eu perdi de novo, o maior já estava pegando o jeito no jogo e aí bom... eu fiquei completamente nu e só com a vergonha que era gigante!

Jungkook: você perdeu... mas me ganhou 2 vezes park – ele sorriu e me deu um beijo bochecha, eu me encontrava sentado com uma almofada cobrindo minhas partes que não deviam ser vistas – Sabe que está com o travesseiro que uso pra dormir no meio das pernas né? – olhei pra baixo assustando vendo que em vez da almofada tinha pego o travesseiro

Jimin: desculpa – soltei o objeto cobrindo com minhas mãos, o garoto ao meu lado negou rindo

Jungkook: Jimin – ele veio se deitando em cima de mim, me forçando a deitar na cama com seu corpo em cima do meu – sabe que eu já vi, toquei e chupei o que tem entre as pernas né? – cochichou com a voz rouca em meu ouvido – não se esconda de mim – senti um selar sendo depositado em meu pescoço, coisa me fez estremecer com a onda que percorreu por meu corpo

Jimin: cookie... – suspirei ao sentir mais beijos serem depositados na região sensível, sem me dar conta levei minha destra até seus fios e virei o pescoço lhe dando mais espaço e o incentivando a não parar com o que fazia. Senti seus beijos subirem para minha mandíbula, bochecha, por fim chegar em meus lábios me dando mais um de seus beijos avassaladores que sempre me retiravam o folego e ascendendo um fogo em meu corpo, fogo este que só ele podia apagar...

Continuamos a nos beijar até que o ato antes sem tantas segundas intenções se transformou em algo mais rápido e com o desejo que ambos sentíamos se tornando claro. Minhas mãos que antes estavam em seu rosto foram para seus ombros andes de descerem para seu peitoral que sempre me agradou de grande forma.

Ficou quase impossível não gemer ao sentir seus beijos voltarem para meu pescoço dessa vez com mordidas e chupões que me deixavam cada vez mais quente e necessitado por seus toques, seus lábios desceram para meus mamilos chupando um enquanto brincava com o outro, senti um choque atravessar meu corpo e meu membro latejar, droga... Como esse cara consegue saber todos os meus pontos fracos? Isso é impossível! Antes que eu pudesse me acostumar com o prazer que aquilo me proporcionava senti jeon lamber meu mamilo e assoprar, fazendo com que um arrepio percorresse todo meu corpo.

Jimin: Jeon – gemi ao ter um alívio quase que imediato quando uma de suas mãos desceram e foram de encontro com meu membro começando uma massagem um pouco mais lenta do que eu gostaria, eu precisa de mais, precisava senti-lo em mim, precisava que fosse rápido e forte, precisava... – AHHH –gemi mais alto quando ele segurou meu pênis com mais força e acelerou

Jungkook: vamos meu amor... eu quero te ouvir gemer – ele acelerou cada vez mais me fazendo sentir aquele calor e necessidade aumentarem consideravelmente já que seus lábios agora desciam e trilhavam o caminho até onde sua mão estava. Enquanto acelerava os movimentos com a mão passou a distribuir selares, chupões e leves mordidas por toda a parte interna de minhas coxas, eu não me importei em controlar os gemidos já que estávamos sozinhos e ele gostava de ouvir

Jimin: Por favor – implorei sendo tomado pelo desespero, o homem apenas para me torturar tinha diminuído a velocidade e se encarregava de usar seus lábios apenas para me dar pequenos selares na cabeça de meu pênis, ato que me deixava dividido entre aproveitar a tortura que deixava meu membro cada vez mais duro e sensível ou implorar para ele ir mais rápido (obviamente escolhi implorar)

Mesmo tendo pedido não estava preparado para o prazer que me pegou de surpresa ao ter meu pênis colocado na boca de uma só vez, ato que me fez ver estrelas, subir para o céu e descer ao inferno de um só vez, a forma que ele chupava colocando ora mais pressão ora menos, de alguma forma conseguia passar sua língua por todo o comprimento enquanto fazia o vai e vem cada vez mais rápido. Eu conseguia sentir minha respiração acelerada e meu corpo suar, tremer e implorar por mais, mais, mais, mais... Era isso que eu sentia, e cada vez mais sentia meu corpo tencionar e aquecer, eu estava quase gozando quando o senti parar e se afastar

Jungkook: Estava te devendo um punição lembra? Não vai gozar até eu permitir, agora fica de quatro Jimin – fiz o que ele pediu me sentindo dolorido pelo recente orgasmo negado e bambo pelo prazer que ainda corria em minhas veias. Me assustei quando senti sua língua passeando pela minha entrada, local onde deixou pequenos selares antes de chupar e começar a meter sua língua. Meus gemidos ficaram mais altos e necessitados, eu precisava daquilo, ele não podia me negar! Estava quase me contorcendo na cama enquanto sentia meu membro endurecer cada vez mais, meu pré gozo escorria enquanto eu tentava me segurar e permanecer naquela posição, até sentir um tapa sendo deixado em minha bunda, ao contrário do que imaginei junto com a onda de dor veio uma onda forte de prazer que me fez gritar, depois disso veio outro tapa, e outro, e outro... Droga não era possível eu gozar apenas com aquilo era?

O porra era sim...

Tentei não demonstrar que estava prestes a gozar e realmente cheguei bem perto, mas ele novamente se afastou e riu soprado em minha orelha

Jungkook: Empina bem e segura que eu vou meter com força nesse cuzinho – só de ouvir suas palavras quase desmoronei, porra como ele queria que eu ficasse firme falando aquelas coisas com aquela voz em meu ouvido? Já falei que era capaz de gozar só de ouvi-lo?

Minha linha de raciocínio foi cortada quando senti seu membro entrando de uma só vez em meu corpo, nem tinha notado quando ele passou o lubrificante... Como tinha avisado começou a meter com mais força fazendo com que a cama batesse na parede e eu só soubesse gemer

Jimin: JEON.... – gritei seu nome ao sentir minha próstata ser acertada e um riso vir do mais alto que começou a estocar apenas ali.

Meu corpo implorava para se libertar, meu membro doía, minhas pernas ficaram bambas e a necessidade de gozar me fazia ver embraçado mas eu não importava, todo aquele prazer correndo pela minha pele, me fazendo suar frio enquanto parecia pegar fogo e... OH CÉUS o fogo... sim, o fogo que eu sentia ao ser fodido dessa maneira, sem dó, sem calma... mas ainda era possível sentir seu cuidado comigo pelos seus beijos em minha nuca e pela massagem em minha bunda.

Não fazia ideia de quantas fezes tina chegado perto de gozar e o senti parar apenas para fazer a onda gigantesca de prazer se dissolver, nesse momento eu senti que era a praia e todo o tesão e prazer que ele me proporcionava era o mar, o orgasmo era a onda, e ele era o vento. Sempre que soprava mais forte e me provocava mais a onda de tesão aumentava e quando ela chegava perto da praia ele parava e porra... eu não fazia ideia de como a onda conseguia vir cada vez mais forte...

Jimin: Jungkook, por favor... me desculpa desobedecer mas por favor... me deixe gozar – implorei novamente e ele aumentou a velocidade, era tanto prazer que não consegui pensar, só sentir, sentir meu corpo quente, meu membro duro, o suor escorrendo, e as pernas bambas... Eu ia gozar, e ia gozar tão forte... Por favor...

Jungkook: Goze pra mim, agora! – só de o ouvir praticamente rosnar o comando meu corpo correspondeu com o orgasmo mais intenso que tinha sentido em toda a minha vida! E mesmo com as pernas bambas e o corpo mole só permiti meu corpo a cair na cama quando o senti gozar com um gemido rouco em meu ouvido

Jimin: Isso definitivamente foi um tsunami – Jungkook não falou nada e apenas se jogou ao meu lado cansado, suado e ofegante...

Sexy...

Jungkook: seja lá o que isso quer dizer, eu concordo – ri de sua fala me aconchegando em seu peito

Jimin: Como consegue ficar cada vez mais intenso? – meu namorado riu enquanto virava de lado me abraçando

Jungkook: Isso não é nem metade do quão intenso posso ser na cama Jimin... – não vou falar que aquilo não me atiçou pois estaria mentindo...

Definitivamente tenho que atiça-lo mais...


Notas Finais


DESCULPEM PELO HOT BOSTA!
E de novo: Obrigado a todos que favoritaram a fanfic e me deram apoio para continuar <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...