História Meu verdadeiro alfa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aboalfa, Beta E Ômega), Romance
Visualizações 31
Palavras 1.526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente foi mal a demora pretendo postar mais, espero que gostem desse capítulo! Quem será esse lobo?。◕‿◕。

Capítulo 2 - Ele é meu PARCEIRO?!


Fanfic / Fanfiction Meu verdadeiro alfa - Capítulo 2 - Ele é meu PARCEIRO?!

 

Lizzie

 

Encarando aqueles homens de terno fiquei tensa, então o homem no meio deles se virou para mim.

-Então é essa a escolhida. –Oquêêê??!?

 -Jason, lhe apresento minha filha, Lizzie. -Minha mãe me encarou com um olhar do tipo, ’’É melhor vc se comportar’’.

Dei um passo pra frente querendo morrer. Ele me olhou de cabeça aos pés, oque me fez querer sumir dali. ’’OQUE É?!NUNCA VIU UMA GAROTA NA VIDA?’’ Me segurei pra não pular em cima dele.

-Então.....ele convocou a presença de vocês, e sua filha no baile de amanhã, sinto muito incomodar vocês a essa hora, pois ele deseja que o união seja feita o mais rápido possível.

‘’União’’ Aquela maldita palavra ecoou dentro de minha cabeça. Como assim? Eles me venderam pra uma outra alcateia ? Nem conheço meu parceiro?!E melhor de tudo nem perguntaram, nem se incomodaram em pedir minha opinião!

Depois de trocarem olhares(Enquanto eu estava em choque, ainda processando), o tal de ‘’Jason’’, se levantou deu aceno breve com a cabeça.

-Enfim espero vê-los amanhã no baile, boa noite. –Ele saiu seguido pelos seguranças.

Ao ouvir o som da porta se fechar queria me desmanchar logo ali.

-Querem me explicar? –Queria dar um troço, mas me segurei.

Eles me encaram, como se senti-se a tensão a raiva dentro de mim e começaram a explicar.

-O alfa da alcateia do oeste ,está querendo passar sua posição a seu filho, na verdade ele já passou ,só que ele precisa de uma parceira. E parece que ele a escolheu....escuta antes que vc tente nos convencer do contrário, pensa nas vantagens que trará essa união.

-E me parece que ele é bonito –Encarei a minha mãe , querendo morrer.

Parei e pensei bastante, e apesar de eu não querer admitir, eles tinham razão, seria uma união entre as 2 alcateias, seria vantajoso. ”Vantajoso para todos menos pra mim!!’’,minha loba interior queria urrar, explodir em minha mente.

Respirei fundo, de qualquer jeito não teria como fugir só iria piorar, só me restava uma coisa. -Tudo bem. –Só me restava concordar e rezar pra Loba me abençoar.

Naquela noite não queria falar com ninguém, jantei com uma tensão pelo ar, mas nem se quer reparei nos olhares que meus pais lançavam, depois fui ao meu quarto, tomei um banho e me joguei na cama, estava preocupada , e perguntas me acertaram como flechas, "Como será que ele é?Acabei dormindo no meio desses pensamentos. Na amanhã seguinte o dia passou normal, normal demais para ser verdade, meu pai passou o dia inteiro saindo para se encontrar com outros lobos e vivia recebendo telefonemas, foi quando no meio do dia me lembrei da noite anterior.

-Cacete! –Havia me lembrado, eles tinham avisado que teria o baile hoje a noite para nos encontrarmos, oque me fez  arrepiar até as espinhas.

Quando deu 5h da tarde minha mãe me colocou no carro e corremos para uma loja de vestidos, tudo era lindo! Mas super caro, mas minha mãe havia dito que eu precisaria de um, e me fez escolher um, escolhi um preto, longo, com decote, queria um simples não gostava de chamar atenção. Meu cabelo eu pranchei, fazendo pequenos cacheados nas pontas, passei maquiagem um batom vermelho, que quando fui ao espelho quase nem me reconheci.

7h chegamos até um enorme salão e admito, que era lindo era grande na entrada, várias mulheres com vestidos lindo, super chamativos ,e homens(Tá eles eram gatinhos)com ternos, todos lá eram lobos, sentia cheiro de alfas, betas e cheiros fracos de Ômegas. Admito que na nossa sociedade nós ômegas somos raros. Havia lobisomens saindo de limousines.

Quando entrei com minha mãe , o lugar era enorme, super chique, encontramos meu pai e fiquei perto deles quando um homen, que parecia novo mas ao mesmo tempo de idade se aproximou e meu pai o cumprimentou, minha mãe ficou tensa.

-Richard, lhe apresento minha querida filha, Lizzie. –O homem me olhou de cima a baixo quando estendeu uma mão para mim.

Respondi no impulso da coisa toda. -É um prazer te conhecer.

-Ele é o alfa da alcateia oeste.- Fiquei tensa depois que ouvi aquilo, e meu pai continuou.- Então onde está seu filho?
 

Gelei da cabeça aos pés. Pronto é hoje!, [email protected]  baía, na tentativa de me acalmar, segurei forte na taça, e afrouxei um pouco quando senti que o vidro iria quebrar.

-Está ali.- Ele virou a cabeça para um canto, quando me virei.

Nervosismo, medo me consumiu quando eu o vi. Alto, tipo de algum modo ele era uns 20 centímetros maior que eu, uma coisa que pensei que não seria possível, cabelos escuros com olhos que eu diria que era azul escuro, só que talvez fosse falta de iluminosidade.

-Veia filha deixe eu lhe apresentar ele. –O senhor veio com as mãos em minha costa me empurrando na direção dele. ”Moço que isso?!Que intimidade é essa?!”

Comecei a ficar sem graça , tentando sair das mãos dele quando eu percebi eu já estava á 5 passos pequenos dele.

-Filho! –Ele se virou com uma cara que quebrava qualquer um ao meio. –Está é Lizzie. –Esse homem não queria gritar mais alto não?!?Queria tacar o salto nele , quando ele falou várias pessoas em volta dele(principalmente garotas) se viraram pra mim.

Ele me olhou da cabeça aos pés, e ficou me encarando alguns segundos, super constrangedores ,não sei se foi pra ele ,mas pra mim foi!- É uma honra conhecer você. –Estendi a mão e o cumprimentei, não sabia como reagir.

-Este é meu filho Ethan. Ethan Holloway.-Ele repetiu acrescentando o sobrenome.

Tipo ele não expressou nem um sorrisinho.

-Em fim Pai, vamos tratar sobre aquilo?

-A, sim. –Tipo “OI??TÔ AQUI, É ASSIM QUE VC REAGE AO VER A SUA NOVA PARCEIRA?!?”

-Tudo bem eu vou ficar ali com meus pais um pouco...- Ao andar em direção aos meus pais ,senti eles me fitaram por trás, queria desaparecer ali mesmo.

Você deve ter pensado qual foi o primeiro pensamento que tive sobre o meu futuro marido,”Lindo, maravilhoso,elegante” NÃO, um CANALHA,PROVAVELMENTE SEM EDUCAÇÃO, pq tipo só me olhou como se eu fosse um inseto ou um incômodo.

►▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬◄

1 H DEPOIS

Aquela festa tava um saco meus pais falando com outros alfas e betas, enquanto eu fiquei sozinho em um canto, não teve muitos momentos interessantes, teve uma hora no meio da festa que no meio do salão entrou um homem, bonito cabelos marrom escuro, olhos castanhos escuro, ele entrou com um sorriso, super demoníaco. Ouvi sussurros de alguns, pelo visto ele era Dereck Berryann, o novo alfa da alcateia do norte, fiquei encolhida encarando ele ,quando percebi que ele encarava Ethan com um sorriso mortal, já Ethan não mostrava a mesma reação.

Cansada de ficar escorada em uma pilastra resolvi pegar um ar, apesar do frio daquela neve, ao sair não havia quase ninguém, já devia ser umas 11:00h, a minha direita havia uma linda floresta fiquei um tempo olhando pra ela, quando vi no meio da neve escura olhos brilhando como um amarelo, se movendo pela beirada da floresta e depois entrando a fundo da floresta. Senti medo, mas não o suficiente pra me fazer voltar ao baile, então lentamente me encostei a beira da floresta quando vi, era um lobo, grande e marrom, me encarando encolhido, quando me aproximei ele elevou o corpo, então deu um impulso para trás e depois pra frente, como se me desafiasse, me chamasse para brincar.

Eu não era burra sabia que era um lobisomem, mas mesmo assim dei um sorriso , e dei um pequeno impulso pra frente como se aceitasse, por um momento senti como se ele sorrisse ,então ele grunhiu , se virou e correu, e eu senti felicidade por um momento em meu coração, corri por entre as árvores, o lobo de vez em quando se virava e olhava para ver se eu ainda estava ali, e estava, não iria desistir facilmente.

No meio da corrida senti meu vestido se prender, e infelizmente rasguei as bordas dele, parei para ver se foi grande o estrago, quando me virei de volta o lobo não estava mas lá. Comecei e procurar por ele, quando percebi senti um arrepio nas costas lá estava ele atrás de mim vindo correndo em minha direção como se fosse minha vez de ser pega, corri e comecei a rir no meio da corrida, até que tropecei eu um caule  de árvore retorcida.

Ai cair ri demais , rindo da minha própria lerdice, de como eu vi o caule e mesmo assim caí, não me senti daquele jeito desde que era criança, quando me virei, em um pulo que juro ter sido em câmera lenta ,ele caiu em cima de mim ofegante, me encarando com lindos olhos como esmeralda com uma mistura de marrom, eu ainda ria encarando ele ,quando ele lambeu meu rosto como um cão e se esfregou em mim, como uma carícia, meio que corei quando lembrei que era uma pessoa ali, quando eu me perguntei, quem é esse lobo?

Quando ao longe ouvi alguém gritando, vinha do baile. O lobo perplexo se virou ao rumo do baile e saiu de cima de mim.


Notas Finais


Obrigado por lerem 。◕‿◕。, favoritem se querem mais.
Quem será esse lobo misterioso?E oq foi esse grito?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...