História Meu verdadeiro alvo é você! -imagine - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Block B, EXO, G-Dragon, Got7, Hey! Say! JUMP, T.O.P, TWICE
Personagens BamBam, G-Dragon, Jennie, Min Yoongi (Suga), Momo, Rosé, Ryosuke Yamada, T.O.P, Xiumin
Tags Imagine
Visualizações 6
Palavras 612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa demora

Desculpa os erros

Próximo cap mais explicado

Boa leitura

-BUMA

Capítulo 11 - Tudo está desmoronando pequena


Fanfic / Fanfiction Meu verdadeiro alvo é você! -imagine - Capítulo 11 - Tudo está desmoronando pequena

-S-suk ? -Yamada não estava acreditando assim como eu

-Oii bae -ela se referiu ao meu apelido antigo

-Yamada me tira daqui !! -Senti meu corpo fraco, era Suk que estava fazendo isso

-É ela mesmo? -Yamada me perguntou

-S-sim

-Bae eu estava com saudades volta por favor -Suk tirou Yamada de perto de mim com força e me abraçou fazendo meu corpo volta ao normal

-eu não estou entendendo, você tinha morrido -fiquei paralisada sem retribuir o abraço

-eu sobrevivi -ela desfez o abraço e sorriu olhando pra mim

-Yamada sai daqui -assim ele fez saiu correndo

-por que? Ainda tem medo de mim s/n ? -Suk me olhou agora com seus olhos completamente negros

-Nao, só tenho saudades -meu coração apertou no meu peito

-para por favor! -pedi

-acabo s/n -depois de sua fala ela desapareceu e deixou apenas um colar preto caído no chão

Peguei o objeto e olhei

Tinha minha foto,a dela e a da King

Eu e Suk somos demônios mais ela era pra ser o demônio puro mais ela não aceito e viro King em uma assassina e agora eu estou realmente perdida

-entao já viu que King também pegou Suk né -ouvi uma voz grossa

Me virei e vi o mesmo rapaz que me encontro e me chamo de mochi

-o que você sabe? -perguntei com raiva

-Suk quer volta tudo como antes -ele sorriu

-voce não sabe de nada -fechei as mãos com forças com o colar entre uma das minhas mãos

-sei, e muito -ele me jogou uma foto

Peguei e a olhei

Era minha foto e de Yamada e uma sombra atrás tentando nos acerta

Era..era Suk

Abaixei a cabeça

-Quem é você? -amassei a foto

-eu sou um ninguém -ele se virou e saiu andando

Fiquei observando ele até ele sumir de minha vista

Já tava bem tarde resolvi ir pra casa

Andei pensando em tudo

Suk agora tá em perigo ou ela mesmo armo isso,e King quer alguma coisa

Enquanto isso um homem familiar me persegue e Yamada achando que eu realmente amo ele

Cheguei na rua da minha casa e estava completamente vazia e escuro

Senti as lágrimas rolarem pelo meu rosto e o vento bater em meus cabelos

Cheguei na porta da minha

Coloquei a mão na maçaneta da porta

E ouvi as vozes

Xiumin,Momo e Yamada

Abaixei a cabeça, não queria entra pra eles me verem assim

-por que não abre ? -tomei um susto quando vi Suga encostado  na parede me olhando com um cigarro na mão

Não respondi

-é difícil né? Reencontra o amor da sua vida e fingir que nada aconteceu -ele deu uma tragada no cigarro

-o que sabe sobre isso? -me sentei no chão e encostei a costa na porta

-sei de nada, apenas comentando eu sei como é difícil -jogo o cigarro fora -ja passei por muitas coisas

-hm.. -murmurei

-perdi meus sonhos por conta de uma gangue -ele me olhou

-do que está falando? -o olhei de baixo

-quando eu era menor uma gangue de 4 pessoas invadiram minha casa e uma menina muito linda matou meus pais mais foi uma morte cruel essa menina não era humana -ele respiro fundo -ela parecia um demônio ver a morte de quem realmente amava eu é a pior coisa

Olhei pro chão

-eu..eu perdi meus pais também -respondi

-sei como é...mais você não sabe como é perde os pais e depois conhece os assassinos e virar amigos deles -ele me olhou sério

-como assim? -perguntei confusa

-tambem amo estilete,amo a escuridão, e principalmente o sangue -ele se sento no chão ao meu lado

-a-azeitona ? -perguntei com os olhos arregalados

-voce lembra né? -ele sorriu psicopata -por mais difícil que seja eu perdôo você e seus amiguinhos

Ele se levanto e entro batendo a porta

N-não pode ser.



Continua.....


Notas Finais


FUIIII

Até o próximo cap🥀✗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...