1. Spirit Fanfics >
  2. Meu verdadeiro amor ( Imagine Kimetsu no yaiba ) >
  3. Casa Tomioka e Nova Decisão......

História Meu verdadeiro amor ( Imagine Kimetsu no yaiba ) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Yoooo, espero que gostem desse capítulo ^^

Capítulo 6 - Casa Tomioka e Nova Decisão......




Sua primeira noite na casa de Mitsuri, foi normal, a rosada apenas apresentou os comodos e foi dormi já que estava tarde, deixando você sozinha vagando pela casa.

No outro dia a noite, foi um pouco diferente, Kanroji a fez vestir uma roupa de balé e treinar com ela até quebrar os ossos. No terceiro Mitsuri queria que você cozinhasse, o que demorou muito tempo já que a rosada é um saco sem fundo. No quarto você já ficou sozinha na mansão, Kanroji teve que sair em uma missão. No quinto, olhou as estrelas, até que teve que entrar para dentro. E essa rotina se repetiu até o sétimo dia, que foi quando alguém vinha lhe buscar.

- Aaaah, eu sinto muito por ter te deixado sozinha esses dias S/N, mas eu tive missões atrás da outra e só pude ficar dois dias com você!! - A rosada desviou o olhar com o rosto corado.

- Tudo bem Mitsuri-san! Eu fiquei dois anos sozinha, alguns dias não são nada hihihi! - Sorriu para a rosada - Mas, quem que vai me buscar hoje?

- Ah, é verdade! Você não ouviu quando combinamos, mas foi decidido do que não quer te matar ao que quer te matar. - Sorriu gentilmente, o que fez a de cabelo (C/C) suar frio.

- E, quem é o próximo? - Tentou sorrir mas acabou saindo algo todo torto.

- O próximo é o Gyuu-san! Ele é meio frio.

- Ah, foi ele que encontrou meus irmãos! Eu não agradeci direito ele! - Colocou a mão no queixo e fez um pequeno bico.

- Não precisa agradecer. - Atrás de você apareceu uma pessoa alta, fazendo a mesma pular de susto - Descupa te assustei.

-A-ah, Tomioka-san haha... - Riu de nervoso.

- Vamos. - Se virou para trás sem se despedir de Kanroji.

- A-assim. Mitsuri-san, muito obrigada por ter me recebido em sua casa, até mais! - Se virou e correu na direção do moreno que já estava longe.

- Tomioka-san, eu queria agr~

- Eu já disse que não é para agradecer.

- Mas~

- Cala a Boca. - Sem previsão do que ia acontecer, você é jogada nas costas do moreno igual um saco de batata.

- E-ei! O que está fazendo? - Gritou enquanto seu rosto atingia um tom de vermelho, ninguém nunca tinha feito isso com você - Me solta!!

- Cala a boca, assim vamos mais rápido. - Quando deu por si, o moreno já estava correndo velozmente.

- Se fosse esse o caso eu poderia muito bem correr sozinha!!!


...............


Não demorou para chegar a mansão de Tomioka, assim que ele pôs o pé dentro de casa, soltou você, te fazendo cair de bunda no chão.

- Eiiiiiii! Isso não foi legal! - Se levantou do chão com a cara emburrada, mostrando disfarçadamente a língua para o homem.

- Você vai conhecer a casa toda amanhã, por hoje pode fazer o que quiser, vou dormir. - Saiu andando deixando você com cara de taxo para trás.

- A bem.... só me resta achar um lugar para olhar as estrelas agora. - Seguiu por um caminho diferente de Gyuu.


...........


A primeira noite passou calma, sem nenhuma anormalidade, achou um lugar calmo e tranquilo para apreciar as estrelas que tanto admirava, mesmo sentindo falta de sentir a luz do sol em sua pele. Durante o dia dormiu a maior parte, por não saber qual era seu quarto, teve que dormir num lugar com sombra e um coberto que achou por aí.

Quando chegou a noite, Tomioka lhe encontrou encolhida em um canto.

- O quê faz aí? - O moreno manteu distância de si.

- Esperando você, para me apresentar a mansão e me mostrar meu quarto!

- Uh, Venha. - Passou a andar sem lhe esperar.

- Eii! Não faça isso de novo. - Correu atrás dele que nem da última vez.

- Você é lerda. - A cara de desgosto que você fez, fez o moreno dar um sorriso de lado. - Se transforme em criança, será mais rápido te apresentar os lugares.

- Como se eu fosse fazer isso! - Virou a cabeça para o lado contrário dele.

- Eu já te carreguei uma vez, que diferença vai fazer? - Sorriu cínico enquanto via você emburrar a cara e se transformar em criança. - Se puder ficar assim para sempre, será melhor.

- Cala a boca, se não eu te mato! - Suas bochechas atingiram um tom leve de vermelho.

...

Na segunda noite Gyuu apresentou a mansão e lhe mandou fazer o jantar. Mesmo se sentindo grata por ele salvar seus irmãos, não podia negar que ele podia ser chato em algumas momentos, soltava de vez em quando uns xingamentos para o moreno, mas isso apenas o fazia sorrir.

.....

Terceira Noite

- S/N? - Gyuu apareceu na porta da cozinha com a mesma cara de

indiferença.

- Sim, Tomioka-san? - Desviou o olhar dos legumes que cortava para o moreno.

- Oyakata-sama, está nos chamando.

- Eh? De novo? - Virou seu corpo completamente para o moreno, enquanto retirava o avental.

- Uh. Aparentemente é sobre você novamente. - Tomioka olhou nos olhos vermelhos rosado e por poucos segundos se perdeu.

- Certo! Só vou guardar os legumes e já vamos! - Se virou novamente para a pia e começou a guardar as coisas. - Pronto, podemos ir!

- Certo! Diminua de tamanho é mais fácil te carregar. - Com as sobrancelhas levemente franzida, você diminuiu de tamanho e foi pega no colo pelo moreno. - Agora sim.

- Uh. - Apoiu a cabeça na curva do pescoço dele e pode sentir seu perfume. - " Cheira bem " - Sorriu levemente com esse pensamento.

A corrida até a casa de Kagaya foi rápido e quando chegou lá, os únicos que faltavam eram vocês.

- S/N! - Shinobu acenou de onde estava com seu sorriso, que você deduziu verdadeiro dessa vez. - Tomioka-san te tratou bem? - Retirou a cabeça do pescoço do mesmo e sorriu na direção da outra.

- Shinobu-sama! Hai, ele tem me tratado bem. - Esticou os braços para a outra que prontamente lhe segurou.

- As meninas estão com saudades de você, não param de perguntar quando volta.

- Eu também estou com saudades delas, mas para voltar lá vai demorar ainda.

- Eu sei, já expliquei para elas. - Olhou para frente e percebeu outros olhares sobre si, sorriu para eles de maneira gentil.

- Yoo!! Tudo bem com vocês? - Perguntou, percebeu que alguns sorriram já outros continuaram com a mesma cara.

- Ohayo S/N-San! - Kanroji lhe cumprimentou com um sorriso gentil.

- S/N-San! - Gyomei lhe deu um aceno com a cabeça.

- S/N, espero que esteja bem! - Kyojuro se aproximou e afagou seus cabelos levemente.

- Eai pirralha! - Tengen sorriu na sua direção fazendo um joia.

- S/N. - Iguru falou apenas isso.

- Uh! Oi! - Sorriu sem graça na direção de Sanemi.

- O mestre está vindo. - Desviou sua atenção para as gêmeas platinadas, anunciando a chegada de Oyakata.

Todos se ajoelharam e você também ( Ainda na forma criança), respeitava aquele homem mais que tudo.

- Meus filhos, espero que estejam bem. - O sorriso gentil estava nos lábios do mais velho.

- Seja Bem vindo mestre, estamos rezando pela sua melhora. - Gyomei, foi quem fez a saudação.

- O chamei aqui hoje, para conversamos sobre suas missões.

- O quê tem elas mestre? - Rengoku foi quem perguntou.

- A partir de hoje, elas seram efetuadas na presença de S/N. - O olhar de todos foi na direção da ( Agora ) pequena garota.

- É..... por que essa decisão Oyakata-sama? - Perguntou já de volta a sua forma normal.

- Caso você esteja na casa de um dos pilares, e eles precisarem sair para uma missão, não podemos lhe deixar sozinha, então é mais fácil levá-la. - Todos compreenderam o que ele queria dizer.

- Mas.... e quando for de dia? - A pergunta dessa vez veio de Kyojuro.

- Já pensamos sobre isso é o problema já está resolvido, traga. - Uma das garotas se aproximou com uma caixa em mãos. - Como S/N pode diminuir de tamanho, ela pode ser carregada dentro dessa.

- " Parece desconfortável " - Pensou a vítima que ia viajar o dia inteiro naquele lugar apertado.

- E suas presa? - Gyuu perguntou.

- Ela irá usar uma mordaça para não morder ninguém. - Arregalou os olhos.

- Eh? - Murmurou. - " Eu tô ferrada! "





Continua.. ......


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^


Gostaram da interação com Gyuu? Decidi deixar ele mais "Humano" por assim dizer ^^

Até a próxima


Tchauuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...