História Meu Vizinho Ginecologista - Capítulo 11


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Doentio, Meu Vizinho Ginecologista, Obsessão, Possessão
Visualizações 141
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leituraaa ~

Capítulo 11 - Querendo ou não


 Polyana On


Eu não acredito que aquele cínico estava lá, o que ele vai fazer agora? Elas estão correndo perigo lá. Todo dia eu lembro do que ele fez comigo…


Flashback On


Me despeço da minha mãe e vou pro meu quarto. Assim que entro já vou logo pegando travesseiros e cobertas, e eu os coloco sobre a cama, formando um corpo. Espero minha mãe dormir e assim que tenho a total certeza que a mais velha está dormindo, vou para minha janela, dou um suspiro longo e pulo.

Eu estava com um vestido de paetê preto extremamente curto, meu cabelo estava solto, estava com uma maquiagem bem extravagante e uma bolsinha preta.

Estava a caminho do pior lugar do mundo, o meu “trabalho”. As vezes eu penso se eu estou tão na miséria a ponto de ser uma prostituta, se minha mãe soubesse, sentiria nojo de mim, eu sinto nojo de mim. Mas é isso ou morrer de fome.


Consigo ver o bar de longe e penso em voltar...mas me lembro de Matheus, o único garoto honrado deste lugar, ele e o Lucas. Lucas é o meu melhor amigo, ele é o que me ajuda nas crises financeiras quando eu não consigo pagar, ele é o gerente.

E o Matheus é a pessoa que eu amo, e ele também me ama, ele é um cliente mas só fica comigo, e a gente apenas conversa, só que eu fiquei sabendo que ele já dormiu com a Yohanna uma americana, eu já ouvi a Maya falando sobre uma Yohanna...mas resolvi não ligar.  


Entro dentro desse lugar imundo e vejo várias pessoas bêbadas, outras com drogas, e outras fazendo sexo, ali mesmo.

Vou para os fundos, tentando fazer com que ninguém me veja, espero o Matheus chegar, mas nada. O que será que aconteceu? Vejo a Laura se aproximar, os olhos dela estavam vermelhos, com toda a certeza estava chapada. Ela vem até o meu lado e fala um pouco alto para eu escutar.


—O Matheus está te esperando no quarto 45.


Olho para ela com os olhos brilhando, e me animo. Saio dali correndo em direção ao andar de cima, ao chegar lá vejo o Mateus, ou melhor, eu pensava que era o Mateus, a porta atrás de mim se fecha e ele se vira para mim, mostrando alguém exatamente diferente de Matheus.


—Q-quem é você?


—Ah meu amor...eu sou o Mateus...ou melhor o Tyler.


Não consegui falar mais nada, apenas senti suas mãos vindo de encontro a minha cintura e seus lábios ao meu pescoço, não consegui falar mas sim o empurrar, assim que o empurrei ele veio até eu tirando a camisa e subindo em cima de mim e então vi a porta sendo aberta revelando um Matheus me olhando sem reação e uma garota com um sorriso debochado...acho que era a tal da Yohanna. Não esperei Matheus falar apenas sai correndo e o resto vocês sabem.


Flashback off


Maya On


—VOCÊ NÃO VAI ME LEVAR PARA LUGAR NENHUM SEU IDIOTA.–Tento me soltar dele, mesmo sabendo que seria em vão. Vejo minha mãe pegar um tipo de bastão e assim que ele virou para a mesma, ela tentou atacar com o bastão, mas foi impedida pelo braço dele.


—Me desculpe Maya e Soyara.–E isso é a última coisa que escuto antes de apagar por completo.


[...]  


Sinto pequenas faíscas nos meus olhos ainda fechados e os abro lentamente sentido o peso dos mesmos, percebo que estou em um quarto com as paredes pintadas de branco, tão branco que chega a da dor de cabeça.

Assim que percebo o que estava acontecendo me levanto rapidamente e corro para a porta, abro e me deparo com vários quartos e uma escada, desço as mesmas e vejo Brian tomando café em uma mesa, na supostamente cozinha, me aproximo dele e derrubo sua xícara de café, fazendo ele olhar incrédulo para mim.


—Onde eu estou?–falo calma mas mantendo minha cara séria.


—Estamos na nossa casa.


—Nossa? NOSSA? Me leva embora! Agora!


—Maya...calma amor, você vai gostar daqui e…


—Gostar daqui? GOSTAR DAQUI? Como você quer que eu goste daqui? Eu quero a minha...espera...o que diabos você fez com a minha mãe?


—Ela está segura. Maya meu amor, entenda você é única na minha vida, é tudo para mim, não farei nada que te machuque.


—PARA EU VOCÊ É UM LIXO! UM DOIDO QUE SE APAIXONOU POR UMA GAROTA DE 16 ANOS. SEU DOIDO, MALUCO DA CABEÇA.


—OLHA COMO VOCÊ FALA COMIGO! VOCÊ É MINHA MULHER E EU NÃO ATURO ESSE TIPO DE COMPORTAMENTO.


Olho para ele o fuzilando e vou em direção as escadas derrubando tudo que via pela frente, quando estava no meio do caminho, ele me chama e fala:


—Você vai gostar daqui...querendo ou não.


—Não irás me obrigar a NADA.


Subo as escadas e entro dentro do quarto que acordei, abri um closet e vi que tinha roupas minhas, visto qualquer uma e me jogo na cama.

Tenho que pensar em um plano para sair dessa casa urgentemente,será que se eu pular da janela e correr o mais rápido possível ele alcança? Ele tem carro...E se eu chutar as bolas dele e pegar a chave do carro e fugir? Isso pode funcionar...eu estou ferrada! Nunca vou sair daqui, ahhh e se ele me estuprar? Continuar o trabalho do Tyler? Senhor me ajuda.

Em desespero, eu passo as mãos pelos bolsos da calça e acho o meu celular. O MEU CELULAR! Posso ligar para minha mãe. Tocou 1… 2...na terceira vez ela atende e eu pude ouvir sua voz trêmula



Maya? É você? Se for continue falando filha, estou com a polícia.


Sim mãe sou eu. Me ajuda por favor, eu estou morrendo de medo. Mãe ele está dizendo que eu sou a mulher dele!


Não se preocupe filha a polícia vai te achar e ele vai para a cadeia.


—Maya, o que está fazendo? Ahn? MAYA ME DÁ ESSE CELULAR.


Ele pega o celular e o joga no chão, quebrando o mesmo e logo sai batendo a porta, espero que eles tenham a minha localização agora. E me tirem dessa casa e das mãos desse louco.


Notas Finais


Bom espero que tenham gostado, até a próxima.

~kissus @Incomparavel_-


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...