História My New Neighbor (jikook) - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Casamento, Drama, Família, Filhos, Foder, Hot, Jikook, Lemon, Namoro, Nerd, Pegador, Popular, Traição, Yaoi
Visualizações 216
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii bolinhos, estou pensando em acabar com a fic quando ela tiver chegado no rosto 50. O que acham?

Capítulo 27 - Hot?


        continuação cap anterior

              P.O.V JIMIN

Kookie terminou de fazer as torradas e me obrigou a comer todas elas, agora pareço mais gordo do que já sou! Poxa, eu tava numa dieta tão boa. A dieta era: não comer. Eu só havia comido ontem por quê o kookie fez um jantar de namoro, e aí depois a gente trepou... Como se isso fosse super normal de falar, Oi gente, eu trepei ontem!

 

Depois do café, ele me levou no colo novamente ao quarto, me deitou cuidadosamente na cama- fofo- e se deitou ao meu lado.

 

- Amor, eu quero sair com você hoje. - disse ele em um tom pensativo.

- Ai que fofooooooooo- digo dando pulinhos na cama.

- o quê?? - perguntou ele curioso.

- você me chamando de amor! É a coisa mais linda. - digo

 

- aaaah tá... Sim, afinal, é isso que você é Jimin,  o meu amor. - diz ele simplista. AAii  meu coração! Que lindo, eu tenho muita sorte de ter o kookie como meu namorado!! Tenho tanto medo de perde-lo.

- Você também deveria me chamar assim, por acaso e não sou o seu amor?? - pergunta ele com um bico nos labios e os braços cruzados.

- claro que é, amor! É costume de chamar de kookie, assim como seu antigo costume era me chamar de baby. - digo simplista.

- não é um antigo costume. Você ainda é meu baby, mas o meu baby amor! Okay, isso ficou horrível... Mas é! - diz ele parecendo indignado.

- ai amor, que lindo daddy, eu te amo! - digo pulando em cima dele.

Ele passa suas mãos por toda a extensão das minhas costas, e depois as desce para minha bunda, e aperta.

Dessa vez, por incrível que pareça leitor, eu fui eu quem iniciei o beijo. Começou em um beijo calmo, até ele pedir passagem com a língua. Nossas línguas batalhavam por espaço, e ao mesmo tempo exploravam cada canto da boca um do outro.

O beijo estava ficando cada vez mais gostoso, intenso e quente,o kookie beija tão bem! Ele dá uma mordidinha nos meus lábios, e para o beijo, permanecendo com a testa colada na minha, então ele abre os olhos, fita os meus por alguns segundos e disse:

- eu também te amo, amor. Chega a doer.

E depois ele troca as nossas posições. Agora eu estava por baixo e ele por cima, enquanto depositava selos em minha boca, ele dava selinhos e ia descendo até o pescoço, deixando chupões alí.

Ele parou em um canto fixo do meu pescoço, fazendo um mega chupão, e dando mordidinha em minha pele.

Ele tira a camisa e volta a atacar os meus lábios, deixando pequenas mordidas à cada beijo.

Ele tira a calça que usava, e depois começa a retirar o meu moletom. Eu estava completamente embriagado pelos seus toques, hipnotizado pelos seus olhos, e viciado naquele cheiro.. viciado naqueles beijos.

Ele foi descendo os chupões pelo meu abdômen, chegando até a minha virilha, e depois ele repetia os mesmos movimentos indo pra cima. Ele começou a chupar um dos meus peitos, enquanto massageava o outro, dei um alto gemido, estava sensível aos seus toques.

Ele saiu de cima de mim, e então pude visualizar a ereção marcada em sua box preta, eu sabia o que ele queria.

Fiquei entre suas pernas, e timidamente fui descendo a sua box, tendo assim uma visão privilegiada de seu membro.

Começo a chupar apenas a sua cabecinha, e depois vou colocando todo o membro em minha boca, ou pelo menos o que cabia nela. O que não cabia, eu massageava com as mãos. Kookie estava com a cabeça jogada para trás, os lábios entre-abertos, e soltava gemidos arrastados toda vez que sugava a cabeça de seu membro. Ele começou a se movimentar e simular estocadas dentro da minha boca. Ele estava me fodendo, só que pela boca... Isso ficou estranho leitor? Sim? Tá.

Seu membro estava pulsando, ele com certeza já ia gozar, então paro de chupar seu membro, ouço um gemido em desaprovação pelo meu ato.

- eu não quero que goze agora daddy! Quero que goze dentro de mim. - digo dando beijinhos em sua glande.

- se é assim que você quer..

Ele me deita na posição em que ele estava. Ele começa a dar chupões em minha glande, e depois colocava todo o membro em sua boca. 

- vire- se. - disse ele com a voz rouca é extremamente sexy.

Me virei, ficando de costas pra ele. Ele me deixou de joelhos, e depois deitou a minha cabeça na cama, fazendo assim, a minha bunda ficar empinada pra ele.

Minha entrada estava piscando, eu estava louco de prazer.. louco pra ter ele dentro de mim.

Solto um gemido, ( berro vc quer dizer né) quando ele penetra a minha entrada com a lingua. Ele então retirou a língua, chegou com a boca perto da minha orelha, e disse:

- eu não gosto de preparações.

Então me penetrou com tudo, senti mais prazer do que dor, aquilo estava muito bom.

Ele começou a me foder com força, como havia dito de manhã.

- é só isso que consegue daddy? eu quero mais. - digo provocando.

- se você quer então vai ter, mas sabe a dor que sentiu hoje de manhã? Essa vai ser 10 vezes pior.

Okay, agora eu tô com medo.

Ele retirava todo seu membro de dentro de mim, e colocava novamente ele todo, indo cada vez mais fundo, cada vez mais forte.

Mordi os meus lábios tentando conter os gemidos descontrolados que insistiam em sair, então ele começou a ir rápido, muito rápido, até acertar a minha próstata. Solto um gemido agudo de descontrolado.

- Achei. - disse ele.

E começou a estocar apenas naquele lugar, tornando o ato cada vez mais prazeroso.

-Awnnnn ju-ungk-koookkieeeee -  digo arfando.

Awwwwnn, ah,ah, aawn, ah, continua

Depois de mais 10 estocadas, senti o orgasmo vir, e minha entrada se contrai, fazendo com que ele goze também.

Ele me pega no colo, e me leva ao banheiro, para tomarmos um banho, e digamos que lá rolou o... Segundo round.

Saímos do banho, e nos deitamos, ele me puxa pra perto, me fazendo ficar deitado em seu peito, eacaricia meus cabelos, e acabo dormindo.

Continua?

 


Notas Finais


Aconselho a ver esse cap ouvindo moans.
Pesquisem no YouTube: moans jikook usa auriculares, o primeiro resultado que aparecer vcs clicam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...