1. Spirit Fanfics >
  2. MeU YanDeRe? >
  3. Desastres

História MeU YanDeRe? - Capítulo 121


Escrita por: e Little_Penny


Capítulo 121 - Desastres


Rika on

-Ainda não acredito que você aceitou esse tipo de coisa, por quê fez isso?

-Eu já te disse Rika! Quero te ajudar, aproveita o tempo que você está gestante e elaborarmos algum plano até a criança nascer

-Você tem certeza que é uma boa ideia?

-Claro que sim! A criança será seu ticket de saída desse inferno! Faremos dele a criança predestinada! 

-Você parece bem animada...- Tomo vem até mim e levanta minha cabeça, me fazendo olhar seu sorriso confortador, que logo me faz parar de tremer

-Ira dar tudo certo, agora vamos parar de fala essa casa deve ter vários olhos e ouvidos. -Ela vai até a mesa e senta na cadeira terminando seu trabalho de costurar meus vestidos.

-Por que ao menos você se importa, você nem sabe oque eu fiz...e se eu  te falasse que sou como o Yuuma? Você ainda me ajudaria? 

Ela para de costurar.

-Rika...

-Eu fiz tanta coisa ruim, eu matei alguém...ha ha ha ha ... -Eu choro - Todo dia isso me corrompe, meu passado é o motivo dessa maldição que me assombra

-Nem sei oque te dizer...mas tudo aparenta que você está muito arrependida, erros ocorrem! E você reconheceu que errou, então porque ficar se martelando pelo passado? 

-Eu era uma idiota, e pelo visto nada mudou, obrigada por estar comigo Tomo.

-Eu só quero ver você feliz, não se puna está bem? Independentemente doque aconteceu no passado, irei cumprir minha promessa 

Ela é muito boa, eu acho que talvez eu possa ter alguma saída desse inferno, se Tomo acredita eu posso acreditar também não é? 

Oque será que Sayaka reagiria se soubesse que ela me assombra até hoje? Mas Tomo está certa, faz tempo, é passado e eu tenho que me perdoar...

-Tive um ideia! Eu trouxe uns tecidos para colocar no quartinho que o Yuuma deixou pra mim, eu posso...

-Quartinho? Já está pronto?

- Também fiquei surpresa, mas como é o Yuuma eu trouxe e coloquei lá, e eu tava pensando em fazermos as roupinhas do bebê! Eu posso te ensinar também caso queira!

-Nossa Tomo, isso deve é muito gentil! Você é muito boa, obrigada.

-Eu vou lá pegar os tecidos espere aí!

-Tomo...Espere, eu não tô me sentindo muito bem sobre isso, não sei...estou sentindo algo ruim

-Oras sua boba! Vai fica tudo bem! Já volto- Ela corre fora do quarto, me fazendo tremer

Por que estou tremendo? 

Rika off

Tomo on

Essa casa é realmente muito grande, como uma pessoa pode morar aqui, é tão grande e tão assustadora, a energia desse lugar não é nada legal para a Rika e seu bebê, mas eles não tem oque se preocupar porque enquanto a titia Tomo pode luta, ela irá proteger os dois! -Eu entro na sala, ao acender a luz eu me assusto com a presença desagradável do tal Arata

-Olha parece que a boneca veio brincar.

-Que susto que o senhor me deu! Isso não se faz hehe...com licença

-Ei ei! Qual é a pressa? 

-Bem... não posso deixa a Rika sozinha, sabe como são as gestantes não é? 

-Aff que chato.

Eu dou de ombro pra ele e vou até o armário para pegar os tecidos, um cai então eu me baixo para pegá-lo porém eu sinto algo no meu traseiro me fazendo virar bruscamente, foi tão rápido que nem percebi Arata me prende do contra a porta

-M...Mas oque é isso! Me solte! Deixe-me ir! 

-Calminha, ah pobrezinha não quer fazer um show não é? 

-O..Oque você pensa que tá fazendo?

-Só estou tentando ter mais intimidade com uma mulher tão gostosa como você

-EU SEI OQUE VOCÊ TA FAZENDO! ME LARGA! - Ele desabotoa minha camisa e tenta tirar meu sutiã pelas fivelas usando sua boca, eu tento luta pra sai das garras daquele homem porém é tudo inútil

-Seus seios são tão bonitos, eles ficariam mais lindos ainda com marcas de mordidas em toda parte dele

-PARE COM ISSO! - Ele morde brutalmente meu peito me fazendo gritar e soltar algumas lágrimas - Seu perv...vertido de merda! Ahh! 

-Chore mais...Seus olhos ficam lindos quando chora, me fazem lembra da sua irmãzinha

-O..Oque? SEU FILHO DA PUTA COMO OUSA FALAR DA MINHA IRMÃ! 

-Você ainda não se tocou não é? Ah tudo bem, eu tenho um certo fetiche por mulheres ingênuas e burras, vou te chupar bem forte agora.

-Nem se atreva ir mais baixo! E...Eu vou te denunciar! Me solta! SOCORRO!!! -Ele me pega facilmente no colo, derrubado todos os objetos encima do armário, ele me joga em cima  do mesmo, eu rapidamente fecho as pernas

-Não seje tímida! Você irá gostar, tenho certeza- Eu dou um tapa na cara dele, porém sem nenhuma resposta de sucesso

-Se você quer leva nossa relação mais a sério então tudo bem! Eu amaria apanhar por você se você me deixa te bater também hehe- Ele abre minhas fortemente 

-A...Hahahahaaha não acredito, não pode ser hahahah olha oque temos aqui, um amiguinho, agora sei o porquê da saia longa 

-PARE !! Seu arrombado! - Eu então consigo em um brecha sai de cima daquele armário e tentar fugir, mas com os reflexos de Arata eu sou pega no meu ato

-Onde pensa que vai? -Seus olhos me encaram como as de um predador com as suas presas, então em questões de segundos ele me joga contra a parede

-Ah! Oque? O...oque

-Parece que pegamos um rapazinho tentando fugir

Sinto uma dor enorme nas minhas costas. Esse desgraçado. Eu consigo apenas pensar nisso.

-Como eu ia adivinhar que era um homem todo esse tempo? Me sinto frustado como médico.

-Você é um demônio! 

-Hahahaha não se preocupe, esse sentimento! Ahhhgg tudo bem! Já me decidir! Iremos nos divertir muito

-Nem pense em tocar em mim novamente!!! Alguém! 

-Foda-se se você é homem ou mulher, vou te arrombar todinho

-ALGUEM ME AJUDA!!!

-Oque é essa gritaria aqui?-Surge mais alguém na sala

-Me aju... Senhor Yuuma!

-Meu senhor...he


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...