1. Spirit Fanfics >
  2. Meus 12 Lindos Meses ( Bakudeku - Katsudeku ) >
  3. Primeiro mês

História Meus 12 Lindos Meses ( Bakudeku - Katsudeku ) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi ! Tudo bem ?

Então né....
Tá aí outro capítulo
E eu tô sem palavras
Pois esse de longe
Foi o capítulo mais filosófico
Que eu já escrevi
( Eu acho que é filosófico né ? )
Enfim

Eu :
Eu :
Capitulo novo : A
Todos : VOU CHORAR !
Podem chorar ! Eu deixo ok ?
Até eu tô chorando agora ksksks

Enfim né.... Aproveitem

Capítulo 2 - Primeiro mês


Ele estava do lado de fora, não sabia oque ele estava fazendo lá.... Ele só estava deitado em sua cadeira de praia favorita no jardim olhando para o lado de cima. Não sabe o motivo porém ele sempre fazia isso em todas as noites.... E não entendia bem o motivo

Chegou perto dele sentindo o frio da noite, ele amava o frio e até agora não sabe o motivo.

Andou lentamente até o esverdeado e viu que ele ainda estava com os olhos fixados no seu. Outra vez

- Deku ? – Perguntou enquanto entregava para ele um casaco preto, pois não brincou quando viu que o clima estava frio. Não era para menos né.... Era de noite e as madrugadas costumam ser bem frias

- Olá Kacchan – Disse ele com seu sorriso lindo de sempre, ama demais esse sorriso ! Ama mas do que tudo na vida. E triste de pensar que ele vai.... Ok ! Katsuki não pense nisso agora

Se sentou na grama do lado do mesmo

- Vamos entra, tá começando a esfriar mais ainda – disse olhando para ele que continuava a observar o seu estrelado

- eu já vou.... – Falou com a maior calma do mundo, sempre foi alguém deveras calmo em relação a tudo na vida. E isso foi algo incrível. Si sempre foi alguém explosivo e irritado com tudo. Porém Midoriya era sempre o anjo, nunca se irritou sério com nada antes

Acha que já está na hora de puxar um assunto

- porque tanto olha essas estrelas ? Eu não digo que acho estranho mais.... São apenas pontos no céu não é ? – perguntou levemente curioso. Talvez para ele seja alguma coisa mais... Porém agora já disse oque pensava, e espera de verdade não ter atingido um ponto fraco dele

- Kacchan... Quando você olha pra elas.... Você só consegue ver algo simples ? – Fez um sinal de sim com a cabeça, as vezes e deveras ignorante com algumas coisas. Precisa tomar cuidado – pode me fazer um favor ? – novamente disse que sim – Me responda isso : quando está de dia.... As estrelas estão lá ? –

- Sim, só estão inviáveis a olho nu não é ? – ele colocou o casaco e se aconchegou na cadeira olhando pegava a mão de seu namorado

- Exatamente. Katsuki um dia serei igual a uma estrela..... Você não poderá me ver, mais eu juro que vou estar com você ok ? – Respirou fundo e deu um sorriso gentil... Seu namorado sempre sendo fofo

- Vou sentir saudade sua arbusto – Sentiu lágrimas em seus olhos mas não quer chorar agora... Não em momento como esse

- Não vai precisar, eu vou estar com você Bakugou Katsuki, sempre com você, sempre que precisar de algo eu sei como uma estrela – deu uma leve risada, ele sempre foi bem espirituoso com essas coisas

- Mas não vou poder olhar para você durante a noite..... – Sentiu um beijo ser dado em sua cabeça e rapidamente pegou a mão alheia

- Você pode estar sobre uma casa fecha e mesmo assim vai saber que as estrelas está lá. Comigo não vai ser diferente ok ? – Fez um sim com a cabeça enquanto deixava uma lágrimas cair de seu olho – estrelas são um baita mistério, todos acham que são coisas simples.... Porém não são ! São coisas complexas e ao mesmo tempo tão comum..... Porém não são simples – Não queria falar nada ! So Queria o Ouvir

- Você tem razão... Me desculpa pela ignorância – Ficou meio triste em saber que tinha cometido um erro de fala tão idiota assim.

- Tudo bem kacchan... Um dia eu quero que olhe pro céu e pense em mim ok ? Eu juro que série a Estela mais brilhante da noite quando você precisar – saiu da cadeira e abraçou o loiro com toda sua força

O abraço dele é a melhor coisa desse mundo, se sente seguro com ele, se sente em casa, se sente no melhor lugar que poderia estar

- Eu juro que vou olhar – continuaram abraçados enquanto sorriam um para o outro, porém ambos estavam com lágrimas no rosto



Afinal... Agora só tinham 11 meses


Notas Finais


Sinto muito pelo capítulo curto


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...