1. Spirit Fanfics >
  2. Meus 7 amores >
  3. Festa pt4

História Meus 7 amores - Capítulo 14


Escrita por:


Capítulo 14 - Festa pt4


Jungkook p.o.v.


   Eu estava entediado.

   Eu não tinha vontade de ir naquela festa, por que todo mundo se diverte menos eu, pois não tenho idade ainda pra beber. Na verdade, até posso mas poxa, eu sou um cara direito, não que nem a S/N que já tá lá no meio de todo mundo dançando com uma garrafa de soju na mão.

   Falando na S/N, é impressionante como ela conseguiu atrair todos os meninos da casa. Foi só se levantar da mesa que Jin foi atrás dela, e logo após, Suga. E então fiquei sozinho.

   Não que eu não tenha sentido nada quando ela entrou na casa. Ela é realmente linda.

Mas cá entre nós.
Eu sou gay.
E eu sou perdidamente apaixonado por Park Jimin.
Muita informação ao mesmo tempo?

   E esse é mais um dos motivos por eu não gostar muito da S/N. Falando sério, o Jimin tá caidinho por ela.


   Eu e Jimin viramos melhores amigos desde que entrei na casa, e desde então passo muito mais tempo com ele do que com qualquer um dos outros garotos. Acho que nenhum dos meninos sabe realmente que eu sou gay, e acho -ou melhor, espero- que Jimin não desconfia dessa minha queda por ele.

   Na verdade, eu sei que é confuso, mas não quero dizer nada ao meu amigo e acabar com a nossa amizade. Isso é o que eu menos quero na Terra.

   Ainda sentado sozinho com a cabeça apoiada na mão e completamente entediado, ouço a cadeira na minha frente ser arrastada.

_Kookie? -estremeço ao ouvir a voz de Jimin me chamando pelo apelido que me deu assim que nos conhecemos. "Você é fofo e doce que nem um cookie. Cale a boca, é um ótimo apelido"

_O que foi, Jimminie?

_Ah, sei lá... Você tá sozinho aí, não parece que está se divertindo.

_E não tô mesmo -estico os braços na sua direção abrindo e fechando as mãos, como se pedisse por um abraço- quero ir pra casa, hyung.

   O de cabelos rosados sorri e se levanta, fazendo sinal para eu acompanhá-lo.

_Você é muito fofo, Kookie.

   Reviro os olhos sorrindo, e Jimin me acompanha até o lado de fora da boate. Já está muito tarde, S/N, J hope e Tae foram embora, Jin e Namjoon desapareceram assim como Yoongi. Acho que perdi completamente a noção de tempo enquanto pensava o quão ruim estava aquela noite.

_Hyung...

_Hm?

_Não tem táxi a essa hora da noite.

   Ele suspira e passa a mão no cabelo, se abaixando no chão em seguida. Nós dois nos sentamos num degrau e ficamos olhando para a rua vazia à nossa frente.

_Kookie, acho que não vai dar pra gente voltar pra casa hoje. Vamos ter que dormir em um hotel ou coisa parecida.

_Então vamos logo antes que fique mais tarde. -jimin se levanta e me encara, já que não movo um músculo se quer.- hyung... Me carrega?

   Ele franze as sombrancelhas e eu faço meu biquinho fofo. Suspira, se abaixando, e eu pulo em suas costas.

   Andamos por um bom tempo até perceber que a maioria dos hotéis estavam fechados ou sem quartos vagos.

_Kookie, vamos ter que ficar ali -sigo o olhar pra onde jimin aponta e coro- o motel deve ter quartos vagos à essa hora.

_A-anh... Ok

   Seguimos até lá andando -Jimin já havia me tirado das costas dele há tempos, alegando que eu estava muito pesado. Entramos no tal motel. A atendente é uma loira peituda que aliás estava dando em cima do Jimin. Caralho, até aqui querem dar em cima dele? Bufo e cruzo os braços, até Jiimin terminar de conversar com a moça e me arrastar até o elevador.

_Você fica fofo com raiva, Kookie -ele diz assim que a porta se fecha.

_Não estou com raiva -respondo

_Então para de cerrar as sombrancelhas -ele diz passando o indicador na minha testa- vai ficar com rugas de expressão

   Bufo assim que chegamos no andar e tiro a sua mão do meu rosto, saindo rapidamente do elevador e seguindo para o nosso quarto em seguida. Consigo ouvir sua risada no fim do corredor, e quase sorrio ao pensar em seu eyesmile. Fico parado de braços cruzados em frente à porta esperando que ele me alcance e a abra com a chave. Assim que a porta é aberta, me jogo na cama e me encolho num cantinho.

   Ouço sua risada e encolho ainda mais.

_Por que ficou com raiva, Kookie? -sinto o colchão afundar ao meu lado indicando que ele havia se deitado também

_Aquela loira oxigenada de peito siliconado dando em cima de você, e você agindo como se nem tivesse reparado, nada demais -resmungo ainda de costas pra ele.

   Ele ri por um bom tempo antes de apagar a luz e cobrir a mim e ele.

_Boa noite, Kookie

_Sonha com a oxigenada, hyung.


[quebra de tempo]


   Jimin entrava e saía de mim com rapidez, e eu só sabia pedir por mais.

   Ele por cima, seus cabelos cor de rosa grudados na testa me deixando ainda mais excitado, se possível.

   O barulho de nossos quadris se chocando preenchia o quarto, misturado com o som de nossos gemidos.

_H-hyung... J-jimin-ah...eu...

_Kookie?

   Penso ter ouvido a voz de Jimin me chamando.

_Kookie?

   A voz me chama novamente, e eu me levanto assustado e suado. Ah, não, um sonho.

   Jimin me encara confuso, e sei que estou bem vermelho -pelo sonho que acabei de ter e pela vergonha.

   Engulo em seco e tento olhar discretamente pra minha calça.

Droga.

   Jimin segue meu olhar, acho que não fui tão discreto.

Mil vezes droga.


_Jungkook...

   Deixo ele falando sozinho e levanto rapidamente me trancando no banheiro.

   Encosto na porta e deslizo até o chão, fechando os olhos com força. A única coisa que consigo pensar no momento é na vergonha que estou sentindo.

_Jungkookie! Sai daí, vamos conversar! -Jimin bate com força na porta, fazendo meu corpo tremer por estar encostado nesta.

   Aperto os olhos com mais força, até sentir uma lágrima quente rolar pela minha bochecha. Abro-os então e pisco várias vezes até a vista não estar mais borrada. Lentamente, desço o olhar até minha calça e vejo o volume que ainda está ali. Olho para o teto do banheiro enquanto minhas mãos trêmulas abrem o botão da calça e deslizam o zíper pra baixo. Um gemido baixo sai da minha garganta assim que toco o volume por cima do tecido da minha boxer vermelha.

_Kookie-ah?

   Ignoro o chamado e boto a mão por dentro da boxer.

_Kookie, abra a porta -ele dá mais umas batidas fracas

   Seguro meu membro e faço movimentos circulares na glande molhada de pré-gozo, arrancando mais suspiros baixos de mim mesmo.

_Kookie... -seu chamado manhoso me faz gemer mais alto- abra... Me deixe... Deixa eu ajudar

   Suspiro e me arrasto até a parede ao lado da porta e estico o braço pra cima destrancando a mesma, mas continuo sentado no chão com a mão por dentro da boxer e os olhos fechados com força.

_Jungkookie -ele chama e então tenho certeza que está na minha frente, e apenas suspiro- abra os olhos

   Abaixo a cabeça e faço o que ele diz, o encontrando sentado na minha frente com uma perna ao lado do meu corpo, as bochechas rosadas e o cabelo bagunçado por ter acordado a pouco tempo.

_H-hyung...

   Jimin me cala com seus lábios e fico mais vermelho ainda, mas ainda tinha um problema em baixo que não havia sido resolvido.

_Não sabe o quanto esperei por isso, Kookie -ele sussurra ao se separar do beijo.



   E o que aconteceu pelo resto da manhã naquele quarto ficou só entre nós dois.

   Não podia me sentir mais feliz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...