História Meus 7 Pecados ( Hentai BTS) - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Cute, Hentai, Hoseok, Hot, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 542
Palavras 1.630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

Leitura

Capítulo 33 - Me perdoa...


Fanfic / Fanfiction Meus 7 Pecados ( Hentai BTS) - Capítulo 33 - Me perdoa...

% Ontem, 27 De Outubro %

Desço as escadas da empresa correndo, temendo que aquela cena seja real. Quando chego na rua meus olhos se enchem de lágrimas, me ajoelho ao lado do Jin, sua cabeça está sangrando, há sangue por todo seu corpo. Um carro bateu no poste e está todo quebrado, seu motorista está pendurado ao cinto ensanguentado mas só consigo me concentrar no Jin. Está muito machucado. Seguro sua mão e tento segurar mas caio em lágrimas

- É tudo culpa Minha! Porque eu sou tão teimoso ? Grito olhando para o céu nublado em cima de mim soluçando, sinto mãos me puxarem para trás mas as empurro e começo a pressionar o peito do Jin

- Acorda por favor, por favor Jin, soluço tentando o fazer acordar mas estava desmaiado, minha visão embaçada e meu estado me incapacitavão de prestar atenção na multidão de pessoas ao meu redor mas consigo ver flash em cima dele 

- Como vocês podem estar tirando fotos ? Grito para a multidão - Vocês não tem compaixão? Meus managers correm até mim e tentam me tirar de perto do Jin novamente mas não vou sair do lado dele de jeito nenhum ! A ambulância chega e os enfermeiros o colocam dentro da mesma fazendo os procedimentos para ele acordar mas não funciona 

- Me deixem ir com ele, peço para um dos enfermeiros 

- Desculpa senhor mas o seu estado pode prejudicar os enfermeiros a concluir os procedimentos corretos, ele diz enquanto observo colocarem uma máscara de ar em Jin e fecharem a ambulância. Me derramo em lágrimas ao ver a ambulância virar a esquina com a cirene ligada

- Oque eu fiz ? Grito rouco - Me desculpa Jin é tudo culpa minha

@ Hoje, 28 De Outubro @

- 4:00 Da Tarde -

Já haviam se passado três horas desde que Jin tinha entrado na sala de cirurgia. O doutor disse que seu estado era grave, um ferimento na cabeça dependendo da profundidade não é facil de tratar. Eu e os menino aguardavamos apreensivos, não entendiamos oque tinha acontecido. 

- Vocês não acham melhor um de nós ir falar com Suga ? V pergunta

Suga desde que chegou está sentado no banco em frente a sala, quieto, com as mãos juntas e os cotovelos apoiados nos joelhos, enxugando as lagrimas com a manga do casaco de cinco em cinco minutos

- Ele está muito sensivel, melhor não falarmos com ele agora, Hope diz

O twitter e todas as outras redes sociais estavam a mil, uma multidão de armys estava na porta do hospital todas esperando pacientemente e esperançosamente que a cirurgia seja um sucesso, seguranças foram colocados em volta de todo hospital para que não haja nenhuma inconveniencia. As fotos foram contidas pela Big Hit e apagadas de todos os celulares, como ? não sei, mas ouvi rumores de um novo hacker na Big Hit

- Está demorando muito, Jimim diz esfregando os olhos avermelhados - Será que houve imprevistos ? Ele pergunta preocupado

- Uma cirurgia assim constuma ser demorada com ou sem imprevistos, Namjoon diz trazendo um copo de agua para Jungkook que estava chorando. Jin sempre foi como um pai para ele e perder ele ou qualquer um dos outros membros não estava nos planos

A porta da sala de cirurgia se abre e Yoongi se levanta como um raio, quase esbarra no doutor que sai da sala assutado com a rapida aparição do Yoongi

- Ele está bem ? Como foi a cirurgia ? Yoongi pergunta atropelando as proprias palavras 

- Como foi a cirurgia doutor ? Por favor diga logo, Jungkook estava tão sensivel quanto Yoongi

- Se acalmem rapazes, a cirurgia foi um sucesso, ele diz e é como se um peso saisse de nossos ombros, estavamos aliviados agora mas não totalmente despreocupados

- Podemos ver ele ? Pergunto 

- Ele está dormindo agora, a cirurgia foi muito cansativa o deixem se recuperar da mesma, o doutor diz simpatico em seguida pega sua plancheta e a folheia - Preciso ir, ele diz se curvando, eu e os meninos fazemos o mesmo e ele some pelo corredor do hospital

- Que alivio, Suga diz se encostando na parede e escorregando até sentar no chão

- Estamos todos aliviados agora, digo esfregando as costas do Jeon com as mãos

- Se algo tivesse dado errado eu não sei se aguentaria o peso na conscência, Yoongi passa as mãos pelo cabelo suspirando

- Como assim ? Pergunta Namjoon

- Bom, quando eu cheguei na Big Hit ontem Jin já estava lá, discutimos e ele saiu furioso da empresa e foi ai que eu escutei um barulho alto...Ele faz uma pausa e seus olhos começam a ficar marejados - Eu desci correndo até a rua e quando cheguei lá Jin estava no chão inconsciente e um carro havia batido no poste, eu fiquei com muito medo de ele não sobreviver, ele diz chorando enxugando as lágrimas com as mãos 

- Ei, não se preocupe está tudo bem, Tae diz o abraçando, eu e os meninos fazemos o mesmo, consolando nosso hyung e nós mesmos ao mesmo tempo

- Vamos para casa, Jimin diz dando uma mão para Yoongi e o levantando - Só poderemos visita-lo amanhã

- Vocês podem me deixar no trabalho ? É caminho, pergunto 

- Claro pekena, Namjoon diz 

Hoje o trabalho foi um pouco cansativo, meu chefe resolveu voltar a pegar no meu pé mas não tanto quanto antes oque é bom. Depois do trabalho fui visitar Nicolly, sua barriga de gravida já era perceptivel mesmo estando nos primeiros meses ainda, ficamos conversando horas e horas sobre os possiveis nomes para o bebê.  kwan, Son O Goon, Lipe etc e depois começamos a organizar algumas coisas do chá de bebê. Depois disso fui para casa e assim que passei pela porta da recepção do predio meu celular começou a vibrar, eram mensagens do Namjoon

S/n você precisa vir aqui pra casa agora, os meninos sairão e estou com um problema. É urgente ! 

Oque será que aconteceu ? Pergunto para o vento enquanto tiro meus fones de ouvido. Pra ele ter colocado em negrito deve ser realmente urgente. Chamo um taxi apressada e peço para ele ir até o endereço da casa dos meninos

# Casa Dos Bangtan #

# 21:49 Da Noite #

Abro a porta da sala e entro fechando a mesma, está tudo apagado, vou para o segundo andar onde fica o quarto do Nam, abro a porta, o quarto está totalmente escuro a não ser a cama que está um pouco iluminada pelo abajur em cima da comodã ao lado da mesma

- Namjoon ? Pergunto o procurando na penumbra do quarto até que sinto um par de mãos em minha cintura e um corpo me abraçar por trás

- Você demorou pekena, a voz conhecida por mim sussurra em meu ouvido cheirando meu pescoço

- Aonde está a emergência Namjoon ? Pergunto me virando para o moreno

- Aqui, ele pega minha mão e coloca em cima de seu membro e só ai eu percebo que ele está pelado - Sinto saudades de você Jagy, do seu corpo, ele passa a mão pela minha bunda a apertando 

- Você me chamou só pra isso Namjoon, digo manhosa ao sentir seus selares em meu pescoço - Do que você estava com saudades ? Pergunto me ajoelhando a sua frente e começando a masturbar seu membro - Disso ? Pergunto ao passar a lingua na cabeça do seu membro, ele solta um gemido arrastado 

- Estava com saudades da sua boquinha, não me torture chupe logo,ele diz em um tom de ordem, e assim faço chupando seu membro até onde consigo e masturbando a parte que não cabe na minha boca, sua expressão de prazer enquanto aumentava os movimentos de vai e vem só me deixavam mais excitada. Levanto um pouco minha saia com a mão que estava sobrando e começo a estimular meu clitóris por cima do tecido fino da minha calcinha

- Awww S/N que boquinha maravilhosa, ele geme e prende sua mão em meu cabelo, o enrolando na mesma e comandando os movimentos de vai e vem. Mais alguns segundos e sinto as veias do pau do Namjoom engrossarem e logo seu liquido preenche minha boca, engulo tudo e passa a lingua entre os labios, Namjoon morde os labios ao me ver fazendo isso, ele me pega no colo e me joga em cima da cama ficando entre minhas pernas. Deslizo meus dedos sobre seu peitoral definido, observando cada detalhe do seu corpo. Podemos chamar o Namjoom de bipolar, ora doce e carinhoso ora sexy e selvagem

- Que saudades que eu tava da sua buceta, ele diz chupando minha intimidade, em seguida estimulando meus clitóris, quando estou quase chegando ao meu orgasmo ele se segura pela cintura e me coloca sentada em cima dele

- Quero que você rebole no meu pau S/N, ele diz e sento devagar em seu membro, solto um gemido. Que saudades que eu estava disso

Aumento minhas cavalgadas em seu pau, rebolando em cima do mesmo rancando gemidos e arfares do moreno, ele começa a dar estocadas fortes e fundas, cada vez mais e mais rapido, nossos gemidos e o cheiro de sexo tomando conta do quarto. 5...10..15...20 estocadas e ele atinge meu ponto G, meu corpo sente uma onda de prazer transbordando do mesmo, Namjoon geme alto ao sentir minha intimidade apertando seu pau. Nossos apicés são alcançados e deitamos na cama ofegantes 

- Eu te amo S/N, sabia disso ? ele diz me puxando para perto de si, me aconchego em seus braços e não demora muito para meus olhos pesarem e eu adormecer nos braços do Namjoon

 

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...