História Meus babas (Lysandre e Catiel) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Lysandre
Visualizações 12
Palavras 1.584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu fiz esse ep na correria pq faz um tempinho que eu não posto nada então resolvi postar agora

1- fico uma bosta
2- ignorem os erros
3-boa leitura

Capítulo 2 - Novo babá


Fanfic / Fanfiction Meus babas (Lysandre e Catiel) - Capítulo 2 - Novo babá



       ||QUEBRA DE TEMPO||
        (1 mes depois)
 
 Acordo no meu dia de folga. Me levanto e vou preparar o cafe da manhã. Chegando na cozinha vejo Lysandre apenas de cueca e avental preparando a comida.
 -Bom dia, senhorita!- Ele pisca pra mim
 -B-bom d-dia.- corei
 -Quer comer?- ele coloca uma travesa de bolo de cenoura com cobertura de chocolate
 -Q-quero- me sento super corada
 -Aqui- ele coloca um prato na minha frente
 Eu começo a comer, estava deliciosamente bom.
 -Aqui.- ele passa o dedão no canto da minha boca e depois passa a lingua na cobertura de chocolate que estava na bochecha
 Corei ainda mais
 -O-obg- desvio o olhar
 -De nada- ele pega uma mecha do meu cabelo e da um beijinho fofo
 -A-ah! estava tão envergonhada que gemi sem pensar
 -Vamos brincar?- ele se senta do meu lado e apoia a cabeça nas duas mãos
 -Q-que??- olho para ele assustada
 -Vamos, vai ser divertido!- ele desamarra o avental ficando apenas de cueca e guarda meu rosto em suas mãos
 -O-okay.- eu aceito, tinha que começar a procurar um pai para minha filha, Não posso cuidar dela sozinha
 Ele me leva pra sala e começamos a nos beijar.
 -CHEGEI!!- um homem com cabelo vermelho entra correndo na minha casa
 -CASTIEL!- Lys grita com raiva
 -Ouhn... desculpa Lys!
 -Seu filha da puta! Antes vc era meu melhor amigo agora eu vc e o cara que eu quero que se foda!- Lys vai para seu quarto
 -Desculpa- o ruivo sorri
 -Vc deve ser o Castiel, eu sou a Docete.- me levanto
 -Olá, desculpe por tudo isso.- ele abaixa a cabeça- eu tive alguns problemas, então so pude vir pra França ontem.
 -Vamos esquecer isso- vou ate ele e passo a mão em seu ombro
 -Suas mãos são muito pequeas- ele coloca minha mão na palma da mão dele, a diferença e incrivel (kkk)
 -Que nada as suas que são muiro grandes!- faço cara de brava
 -Aint... que fofa- ele aperta minhas bochechas.
 -CASTIEL!- Lys grita, ele já estava vestido.
 -Que foi, Lys?- Castiel provoca
 -Tira as mãos da minha-- Lys e interronpido
 -Sua o que?- Castiel da dois passos na direção do Lys
 -Minha...- Lys parece sem palavras
 -FALA LYS! ELA E O QUE SUA??- Castiel grita
 -Mamãe, que gritaria toda e essa- minha filha chega bem na hora (graças a Gsuisi)
 -Oi pequena, esse e o Castiel, seu novo babá.
 -QUE?- ela fica assustada- O TIO LYS VAI EMBORA?
 -Não pequena! rs agora vc vai ter 2 babás
 -Ufa... Sou a S/f!
 -Oi pequena, sua mãe e muito gostosa sabia?
 -QUE??- Lysandre ia dar um soco no Castiel mas eu o seguro
 -C-calma Lys.- eu estou super corada com o que o castiel disse
 -Tsk. Onde eu vou dormir- castiel olha para a casa toda
 -LA FORA- Lys aponda para a rua
 -Vc dorme com o Lys na ultima porta do corredor
 -Vou colocar minhas coisas lá- Castiel vai ate seu novo quarto
 -Lys leva a S/f pra escola, por favor.
 -E deixar vc aqui com ele?
 -Lys, eu vou ficar bem.- beijo seu rosto
 -Okay, se ele tentar alguma coisa me avisa
 -Okay- ele me abraça
      ||UM TEMPINHO DEPOIS||
 Lys ja tinha saido estava apenas eu e o Castiel vendo um filme, cada um de um lado do sofá, eu estava deitada na ponta esquerda
e ele sentado na ponta direita. (a docete estava apenas de blusão e calsinha)
 -Ta calor aqui neh?- ele tira a camisa
 -Vou ligar o ar condicionado- eu ia me levantar mas ele segura minhas pernas
 -Não vai, princesa
 -C~Cast-Castiel- corei e comecei a ficar molhada quando dois de seus dedos alisaram minha calsinha- A~ahm- gemi sem pensar
 -Posso tirar essa sua calsinha?- ele continua alisando
 -N~não- mordo meu dedo indicador
 -Então vou ter que esfregar essa sua calsinha no seu clitoris?- ele puxa minha calsinha
 -A~ahm Cas...tiel- seguro a almofada com força
 -Foda-se, vou tirar essa calsinha de vc- ele rasga minha calcinha
 -Cas~... tiel...- gemi quando ele começou a me chupar
 Enquanto ele lambia ele colocou dois dedos o que me fez gritar
 -A minha calça ta ficando apertada.- eu olho para sua calça com um volume, digamos que... MUITO GRANDE a mostra.
 -AH~ahmmmm- ele gemeu quando eu apertei seu volume com força- Aperta mais... ahmm- ele diz no meu ouvido
 Apertei com muito mais força
 -AHHhhmmm- ele pega o controle e desliga a TV
 -Castiel...
 -Sim?
 -Por favor, me fode...
 -Hrum- ele sorri
 Ele me pega no colo e me leva ate seu quarto
 -Agora ninguem vai poder te ajudar- ele tira a calça ficando completamente nu
 Ele me beija e tira minha blusa
 -Sem sutiã?- ele sorrie começa a chupa-los
 -Ahm...- seguro seu cabelo
 -Que seios mais gostosos- ele me olha e morde os labios
 Castiel me coloca no sentada no chão e se senta na cama
 -Chupa.- ele passa a mão no meu rosto
 Eu seguro seu membro com as duas mãos e começo a movimenta-las
 -Eu pedi pra vc chupar, Docete, eu quero sua boca, não suas mãos
 -Mas e muito grande... e se eu não conseguir?
 -Vc vai conseguir sim, princesa, quer ajuda? Eu posso segurar sua cabeça se quiser.
 -O~okay.
 Ele coloca a mão na minha cabeça e eu começo a chupar. Era muito grande então tive dificuldades.
Por fim ele gozou na minha boca, e eu engoli tudo.
 -O~o que?- olhei para o seu membro que ainda estava duro feito pedra
 -Eu não me canso facil- ele me levanta, me colocando na cama
 Ele se deita e me pede para ficar em cima, eu o faço, mas fico de costas para ele. Começo a subir e descer bem devagar,
provocando.
 -Owm... não me provoca- ele me da dois tapas, um na bunda e outro nas costas
 
      ||Docete Off |Lysandre On||
 Estava voltando da escola, passei em frenta a uma floricultura e peguei algumas rosas para presentiar a Docete. Chegando em casa
abri a porta e ouvi uns gemidos, joguei as flores no chão e fui ate o meu quarto. Entro e vejo a Docete e o Castiel.
 -QUE POHA E ESSA AQUI??- gritei
 -Lysandre- os dois me olham
 -Licença, Lysandre, não ta vendo que nos estamos ocupados?- Castiel passa a mão na bunda da Docete
 -LYS!- Docete sai de cima do Castiel e corre ate mim
 -Vc disse que iria me ligar se algo acontecesse- começo a chorar
 -Me desculpa Lys- ele me abraça e começa a chorar tbm
 -Aff...- Castiel veste suas roupas e sai
 Me soltei da Docete e sai correndo. Fui para o parque, me sentei em um banquinho perto de umas rosas, Docete veio correndo na minha direção.
Esperei ela chegar bem perto, levantei e sai correndo de novo, so pra da uma esperança pra ela, assim como ela fez comigo.
 -Lys espera! Por favor!- eu parei de correr
 -O que vc quer?- ela me abraça
 -Me pordoa Lys, eu...- Interrompo
 -Vc não tem que pedir desculpa, eu e vc... não estamos em nenhum tipo de relacionameto. Vc e livre pra fazer o que quiser, assim como eu.
 Fui ate uma mulher loira que estava comprando um sorvete e a beijei.
       ||Lysandre Off |Docete On||
 Aquilo me partiu o coração. Então voltei pra casa Castiel ainda estava no seu quarto, fui ate ele
 -Vamos, continuar?- começo a tirar minha saia
 -Olha, eu não quero ser usado só pra fazer ciumes no Lys, Ok?- ele puxa minha saia pra cima
 -Não e por causa disso, eu... eu realmente quero... e quero muito- O beijo
 Castiel Me levou para sua cama, e tirou nossas roupas. Ele chupava meus seios e dava pequenas mordidinhas no meu pescoço, ele começou a
pincelar seu membro no meu clítoris
 -A~awm Cas...tiel- disse entre gemidos
 -Shhh- ele passa o dedo indicador nos meus labios e força sua entrada, comecei a chupar seu dedo, ele o tirou e passou a saliva
nos meus seios
 -Safada- ele me beija
             ||Docete Off |Castiel On||
 Eu trilhei beijinhos molhados ate chegar em uma região roxa de sua pele, apenas ignorei e continuei, ela gemia como uma putinha. Coloque três dedos
na sua buceta que já estava encharcada, ela se contocia na cama e segurava os lençois com força. Tirei meus dedos e a penetrei com força.
 -CASTIEL!- ela gritou
 Fui acelerando com o passar do tempo e nos gritavamos e gemiamos, alguns vizinhos vieram bater na porta mas nos ignoramos.
Por fim gozamos juntos, vestimos nossas roupas e nos deitamos cansados e suados. Docete já estava dormindo quando Lysandre chegou
 -Foi legal?- ele arruma o cabelo
 -Eh, ela e otima nisso- passo a mão no cabelo dela com cuidado para que não acorde
 -Vc sabe que não estamos aqui para isso ne?
 -Olha só, o sujo falando do mal lavado, vc tbm tava quase comendo ela quando eu cheguei
 -Eu tô nesse trabalho a muito mais tempo que vc!- ele gritou
 -Não grita, vai acorda-la
 -Vc tem que levar nosso trabalho a serio- ele poe a mão na testa e apoia o cotovelo no antebraço
 -Eu sei o que ser um agente do F.B.I ta?
 -Vc não muda nunca castiel.
 -Rlx, ela vai ficar segura com nos 2 aqui.
 -Eu to indo buscar a S/f
 -Já?
 -Cara vcs estão transando desde as 9:00 AM, agora são quase 02:00 PM
 -Essa garota e boa no que faz- me levanto e coloco minhas roupas.
 -Ah, e Temos um chamado, Vamos logo
      
               CONTINUA...
 


Notas Finais


fico uma bosta.... eu sei ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...