1. Spirit Fanfics >
  2. Meus Dez Porcento >
  3. Banho Quente

História Meus Dez Porcento - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 3 - Banho Quente


27 de Março de 2020 – Inverno

Hoseok chegou em casa e se jogou no sofá. O dia tinha sido tão exaustivo e problemático que queria poder esquecer que ele existiu, apagar do calendário e só continuar deitado em seu sofá. Odiava ter que resolver os problemas que os outros causavam e que não faziam parte da sua função resolver, mas abria sempre uma exceção pelo CEO ser seu melhor amigo. Estava começado a achar melhor não misturar tanto emprego com amizade. Deveria deixar Jooheon se ferrar sozinho na próxima.

Respirou fundo e se levantou, precisava tomar um banho e comer algo para que depois pudesse se jogar na cama e aproveitar seu final de sexta-feira. Pegou sua mochila do móvel e seguiu para seu quarto, os pés com meias agradeceram ainda mais pelo piso ser aquecido. Deixou a mochila sobre a cama, tirou seu moletom e o deixou ao lado, para que não houvesse risco de esquecer no outro dia.

Caminhou até o banheiro, ponderou por um tempo se tomava uma chuveirada ou um banho relaxante de banheira...Optou pela banheira. Ligou a torneira da agua quente e deixou enchendo. Voltou ao quarto e começou a se despir. Blusas e meias já estava no chão quando fora interrompido de tirar as calças pelo som da campainha, o barulho estridente soou duas vezes seguidas. Hoseok saiu do cômodo praguejando e se questionando quem estaria tocando sua campainha àquela hora. E ao abrir a ponta, pronto para arrumar uma briga, se surpreendeu ao ver o homem do dia anterior à sua porta, segurando um amontoado de roupas nos braços. O moreno sorriu meio tremulo ao ver a figura de Hoseok na porta.

— Oi — Disse Hyungwon. 

O Shin sentiu toda sua raiva esvair, escorrendo de suas mãos e um arrepiou subir por seu corpo, mais uma vez sentiu seu lobo se agitar.

 — Oi?

— Eu sei que é tarde e que, provavelmente, te atrapalhei em algo, mas meu apartamento ficou sem agua o dia todo e ainda não voltou, e eu queria muito tomar um banho — Falou de uma vez só e Seok pôde perceber que o moreno tremia, os braços fortemente agarrados as roupas — Sei que é meio absurdo isso, sei mesmo, mas eu juro que não vou fazer mal. Só sinto que vou congelar se não tomar um banho.

Hoseok se apiedou do rapaz, ele tremia cada vez mais e jurava que os lábios grandes estavam um pouco arroxeados. Seu corpo estremeceu mais uma vez ao ouvir o choramingo que o moreno soltou. Sem pensar já estava colocando-o para dentro de seu apartamento, não perdeu tempo lhe respondendo. Talvez estivesse louco de colocar um desconhecido para dentro de sua casa, mas também não poderia deixa-lo morrer de frio, certo? Aquela noite estava ainda mais fria que na noite passada. Era apenas isso, não queria deixar que ele sofresse com o frio, não era pelo seu coração acelerado ou pelo seu lobo que insistia em não parar por um segundo na presença do Chae.

Hoseok tentou se acalmar e não deixar transparecer toda a confusão de sentimentos que seu lobo queria mostrar. Respirou fundo e curiosamente sentiu o mesmo cheiro outra vez, sabonete e suor. Franziu o cenho e coçou o nariz. Era um cheiro estranho, seria mesmo aquele o cheiro dele? Era forte e azedo demais para ser de um ômega e fraco demais para o de um alfa. Ele deveria ser um beta, isso explicaria muita coisa. Balançou a cabeça voltando a si e se apressou em mostrar onde ficava o banheiro. 

— Venha, você pode usar o banheiro do meu quarto, a agua é mais quente lá. Pode usar a banheira, se quiser.

Naquele momento não importava mais se aquele homem era ou não um estranho, só sabia que precisava cuidar dele.

XxX

Hyungwon saiu do banheiro, o corpo coberto por várias camadas de roupa felpudas. Demorou para que caminhasse até a sala do apartamento, sentia-se envergonhado demais para encarar o novo vizinho. Após o frio sumir de seu corpo, algo em sua mente gritava e mostrava a grande vergonha que havia passado. Depois, no entanto, tentou colocar em sua cabeça que era aquilo ou morreria de frio. E não queria morrer.

Respirou fundo e decidiu enfrentar o dono da casa, precisava pelo menos agradecer por tê-lo cedido sua casa e sua agua quente. Seguiu pelo caminho que tinha vindo e logo estava na sala, dando de cara com Hoseok que acabara de sair da cozinha. O Chae percebeu que os fios claros agora estavam molhados e pingando, observou também que o outro estava vestido com roupas diferentes. Hyungwon se sentiu um pouco culpa, o loiro havia dito que a agua quente era melhor no banheiro tinha tomado banho.

Sentiu seu rosto esquentar pela vergonha. Hyungwon estava mentalmente se xingando. Não devia ter ido até ali e para seu azar ou sorte, batido na porta de Hoseok. O episódio do dia anterior já tinha sido o bastante, certo?

— Me desculpe — Deixou escapar por seus lábios sem perceber, desviou os olhos para o chão.

Hoseok o olhou por um segundo tentando entender pelo que ele estava se desculpando, quando não achou um motivo, perguntou.

— Porque está se desculpando?

— Eu bati na sua porta tarde da noite, pedi para tomar banho e ainda usei sua agua quente. Me sinto mal e envergonhado por isso.

Hoseok se sentiu desconfortável com a expressão chateada que começava a surgir no rosto do moreno, algo naquele homem o deixa confuso. Empertigou o corpo, livrando-se daquela sensação em seu peito tão rápida quanto ela principiou surgir e voltou para a cozinha em silencio. Chamou Hyungwon consigo com a mão. O rapaz seguiu ao seu lado, parecia mais esperto e não tremia mais, até mesmo a cor de seus lábios havia voltado.

Na cozinha, Hoseok andou até o fogão e pegou a única panela que estava ali, colocou ela e duas vasilhas sobre a mesa, ajeitou os talhes e copos, virou-se para o mais alto, lançando lhe um sorriso de canto.

— Não precisa se sentir assim, leve esse banho como um pagamento pelas caixas amassadas de ontem. Agora, sente-se, aceita um pouco de lamen? 

— Eu não quero te atrapalhar mais ainda — Tentou recusar, mas desistiu assim que Hoseok lhe lançou um olhar chateado. Sentiu-se obrigado depois de olhar para aqueles olhos pidões. — Tudo bem, eu aceito.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, o capítulo três já está sendo escrito, tô aproveitando a onde de inspiração que bateu em mim.
Até mais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...